Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 27 de março de 2011

A união é sagrada e a desunião é maligna

A Umbanda é um sistema religioso fundamentalmente naturista, isto é, se manifesta através das
forças da natureza, assim como com espíritos contemporâneos, ou não, pesando expressivamente
em seu exercício as vibrações das Almas. A Umbanda possui muitas co-irmãs e as pessoas muitas vezes confundem-na com outras religiões que possuem nomenclaturas semelhantes às utilizadas na Umbanda, no entanto a semelhança é meramente aparente e termina aí, por que o lado sectarista, inotelarante e exclusivista dos homens, criou a mania de sepação e não de união.

O fato da Umbanda ter como uma de suas raízes a forte influência africanista e cultuar Orixás,
gera muita confusão e sobressai a necessidade de apontar limites bem claros. Mas, alguns sectaristas, querem estender demais esses limites. Eles querem separação. Oras se os orixás existem, e sabemos que existem, sabemos também que a Aruanda e as dimensões sagradas são originais, são verdadeiras, não tem esse papo de "coisas genéricas" ou de melhor ou pior. Na verdade o Ogum da Umbanda é o Mesmo do Candomblé ou qualquer outra religião que cultua o orixá guerreiro. Há por ai quem critica as misturas, a confraternização e a união. Mas, tudo isso é exagero, radicalismo. Alguem que visita um terreiro de Candomblé sendo um militante da Umbanda, não vai morrer ou ser penalizado! Todo preconceito e intolerancia são coisas dos homens não das divindades. Há sim muita diferença entre os cultos, assim como divergencias existem entre outras religiões, como por exemplo a Igreja Anglicana com a Católica; As igrejas evangelicas com a Católica e assim por diante. Mas, o Deus, os anjos e a fé é a mesma.

Precisamos de união não de divisão. Paz, amor, cooperação e vida pacifica. Amem

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores