Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sábado, 12 de novembro de 2011

ODÙDUWÀ o poderoso orixá ancestral


Oòdua, é a própria origem dos Yorùbá, histórica, mítica e culturalmente. Entre a lenda e a história não existe uma fronteiras clara, só nos é possível entrar na tradição oral e aí encontrar uma série de significados. A complexidade da sua própria existência, a essência de Odùduwà dará para inúmeros artigos, resta aqui deixar, para já uma introdução central. 

Odùduwà é a origem de todos os Yorùbá e de todas as dinastias que lhe seguiram. Apesar de certas teorias afirmarem que Odùduwà teria vindo de Meca, a verdade é que Oòdua será anterior à própria formação do islão, e assim sendo, a tradição oral de Òyó, que refere Odùduwà como um migrante do este, remetirá certamente para Ekíti e Okùn. Outra teoria, que tem grande aceitação entre os Yorùbá, é que Oòdua teria vindo da região de Nubia ou Egipto, fugindo de perseguições religiosas ou devido às invações gregas do Egipto, durante o século 4 a.C., sendo aqui também citadas as regiões de Ekíti e Okùn, agora como regiões de chegada, local marcado pela confluência dos rios Niger e Benue e onde a língua Yorùbá, o kon Yorùbá, se separa das língua Igbo, Igala e Edo, línguas de um mesmo tronco étnico. 

Na tradição de Ilé-Ifè, Odùduwà teria vindo do este fugindo de perseguições religiosas (como na tradição oral de Òyó) e teria tomado, juntamente com um grupo que lhe era fiel, a região de Ifè, tendo derrotado e conquistado um povo local chamado Igbo que era liderado por Orèluerè, um partidário de Obàtàlà, apesar da imensa oposição que estes lhe fizeram (a defesa dos Igbo originou a Egbé Ogbóni, sociedade secreta defensora da justiça).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores