Total de visualizações de página

A pombagira

sábado, 29 de junho de 2013

Oxum Ololodí e o poder de advinhar

Ela é proprietária da barragem, é o Apetebí de Orunmila , mãe e Oloshe Poroye , é duplo em sua ADO . É guerreira, a pessoa que sai com ela como seu Anjo da Guarda. E pode ser muito cabeça-dura, mas justa e sentimental. Seus inimigos não podem vencer, pois as pessoas protegidas por este orixá, vão arranjar um  jeito de se sobressair sempre. Quando desconfortável com os seus filhos, é muito perigosa para eles. É revolucionária e gosta de ferro e facão. Ela coloca machete, um cavalo, coroa, tendo caracóis. Você tem que tricotar-lhe uma malha despencar em oferenda a ela. Mantenha um irofá com frisado envolver o punho  por homenagem a Orunmila, carregar dentro de de areia peneirada mar e do rio. Faz Bante com cinco lenços de seda cinco cores penduradas nas pontas. Seu colar tem pérola, coral, cinco acusações de marfim e âmbar agua-verde. Arara chamada Atiti .

PATAKIN -   Oxum O CAMINHO, A APETERBÍ DE ORUNMILA.

Um dia Elegba disse Oxum Ololodi para fazer ebbo para remover seu Araye que tinha e nos olhos das pessoas, porque todo mundo queria, porque era muito bonito. Olofin Quando Orunmila tinha perguntado por que ele Oxum não queria que fosse tão belo e bom. Um dia Orunmila fez ebo com eku, eya, awadó . A ebbo era limpar e levá-la para a selva. Quando chegou à selva, ele viu um caruru num campo muito denso e ele disse:. "É bom para a minha casa" E quando foi dar um passo para coletar, caiu em uma fossa séptica que estava no campo. Naquele dia, tinha ebbo de Oxum e levado para o mesmo lugar e também foi pegar. Ela viu Orunmila que tinha caído no poço e disse: "Mas se Orunmila." Eles imediatamente pegaram suas roupas e fizeram uma corda e puxaram Orunmila bem fazendo grandes esforços.

Quando puxou para fora, viu nua pena tomou e tirou algumas de suas roupas e se cobriu, em seguida, levou-a para a aldeia e as pessoas começaram a dizer: "Olhe para o carregamento Orunmila e Oxum". Olofin e Orunmila perguntam se Obiní era o que lhe convinha, e ele disse que sim e fez o que Olofin Orunmila disse. PATH OLOLODI Oxum, a adivinhar. Desta forma Oxum Ololodi achou as pessoas através do Dilogún, mas por sua vez, gostava de boa aparência e investigar sua vida e foi perguntando de um lugar para outro, até que chegou onde Orunmila estava. Quando ele olhou para ela e disse-lhe que sabia tudo o que ia dizer, uma vez que ela era intérprete de Dilogún e tinha o poder de adivinhar as cartas e espiritualismo. Oxum foi atrás minuciosamente dos códigos explicados por Orunmila e muitos outras coisas secretas coisas. Ela disse que estava infeliz e fez o que lhe foi dito. Depois que veio a prosperidade para continuar adivinhando letras do sistema adivinhatório. Observação : Neste caminho existem casas de banho e perfumes desgaste, é dado um jogo de cartas para Oxum.

A fé e proteção dos cabalistas

Os cabalistas acreditam em Deus?
SIM, mas é um Deus um pouco diferente daquele com o qual estamos acostumados. Dentro das religiões tradicionais, Deus é visto como um ser onipotente, criador de todas as coisas. A cabala tem outra visão: Deus, que eles preferem chamar de Ein Sof, ou Deus-Infinito, não tem corpo ou forma, e nem pode ser pensado de maneira separada do Universo. Que dizer, não existe Criador e Criação: a Criação faz parte de Deus. Segundo uma das correntes cabalísticas mais difundidas, a luriânica, o Universo teria surgido da seguinte forma: em algum momento, Deus-Infinito decidiu criar o mundo. Para isso, teve que se contrariar, abrindo mão de um espaço dentro de si mesmo. Nesse vácuo, ele teria lançado um raio de luz, que se partiu. Boa parte dele voltou para a fonte; o restante caiu como centelhas, que ficaram presas no mundo material - são os seres humanos, que passam toda a sua vida tentando retornar à luz divina.
Por que os cabalistas usam uma pulseira vermelha?
A pulseira virou moda entre gente como Madonna e David Beckham depois que passou a ser vendida pelo Kabbalah Centre, um centro de estudos da cabala em Los Angeles. De acordo com o site do centro, a pulseira (vendida por US$ 26) funcionaria como uma proteção contra o mau-olhado e as energias negativas em geral: para isso, bastaria amarrá-la no pulso esquerdo. O amuleto tem origem em uma antiga tradição judaica. Diz a lenda que, para garantir boa sorte, seria necessário amarrar um longo pedaço de lã vermelha 7 vezes ao redor do túmulo da matriarca bíblica Raquel, em Bethlehem. Depois, essa lã deveria ser cortada em pedaços e amarrada no pulso esquerdo: o procedimento garantiria a proteção contra todos os males.

Yeshua origina-se da raiz iod, shin e ain


Yeshua origina-se da raiz iod, shin e ain (י שׁ ע). E ele tem muitas variantes, dependendo do caso, isto é, se do gênero feminino ou masculino, se singular ou plural, etc. Embora a língua hebraica seja declinável em alguns casos gramaticais, porém a língua grega a supera muito nisso.

O idioma grego é uma língua cujas palavras declinam de acordo com as funções sintáticas das mesmas na oração, e por esse motivo o nome Yeshua ha Mashiach ao ser transliterado para esse idioma teve que ser adaptado à gramática do mesmo. Eis aqui alguns textos bíblicos da Brit ha Chadashah em hebraico e em grego que mencionam o nome Yeshua ha Mashiach:

Em hebraico:

ישוע המשיח – Yeshua ha Mashiach - Mateus 1:1

Quem era Yeshua?


O nome Yeshua é uma forma abreviada do nome Yehoshua, sendo que um mesmo homem é chamado na Bíblia, ora pelo nome Yehoshua, ora pelo nome Yeshua. Este homem era o sumo sacerdote na época de Zorobabel. No livro do profeta Zacarias, ele é chamado de Yehoshua, que na versão em português aparece como Josué, e nos livros de Esdras e Neemias, ele é chamado de Yeshua, que na versão em Português aparece como Jesua.

Tanto o nome Yehoshua quanto o nome Yeshua foram adaptados para o grego como Iesus.

Na tradução do Antiga Aliança em grego, chamada Septuaginta, feita no século III A.C., o nome Yehoshua aparece como Iesus, e o nome Yeshua também aparece como Iesus. Daí é que veio a forma Jesus, que é usada nas traduções da Bíblia para o português.
Yehoshua significa o Eterno salva. Yeshua também tem este mesmo significado.

Josué, Jesua e Jesus são o mesmo nome, em três diferentes adaptações para a língua portuguesa.

Existem pessoas que dizem que é muito importante pronunciar o nome de Jesus como Yehoshua, ou como Yeshua, mas, na realidade, tanto faz falar Yehoshua, ou Yeshua, ou Jesus, pois de qualquer forma é o mesmo nome.

Alguns dizem que nomes próprios não se traduzem. Realmente, nomes próprios não são traduzidos, mas muitas vezes são adaptados para outras línguas, pois existem certos fonemas (sons) que existem em uma certa língua, mas não existem em outras línguas.

Por exemplo: O nome Jacó, é a adaptação para o português do nome hebraico Ya’acov, sendo que em hebraico existe uma letra, chamada ‘ayin, cujo som não existe na língua portuguesa. Também não existe em português palavra terminada em consoante que não seja l, m, r, s ou z. Por isso foi necessário fazer uma adaptação do nome Ya’acov para o Português.

O nome hebraico Yochanan, foi adaptado para o português como João.
O mesmo nome Yochanan, foi adaptado para o grego como Ioanan, para o inglês como John, para o francês como Jean, para o alemão como Johan, e para o italiano como Giovani.

Portanto, vê-se que é normal adaptar-se os nomes próprios de uma língua para outra, mesmo porque, sem esta adaptação se torna muito difícil pronunciar certos nomes.
Principalmente os nomes de pessoas importantes são adaptados para outras línguas. Por exemplo, o reformador alemão Martin Luther é conhecido no Brasil como Martinho Lutero.

Portanto, podemos pronunciar o nome do Messias (Mashiach) como Yehoshua, Yeshua, ou Jesus. É indiferente."

Mediunidade e sexo: na maioria das pessoas, sensitividade e sensualidade se conectam, desenvolvendo os desejos

A maioria das mulheres sensitivas, médiuns, bruxas, cartomantes e astrólogas  são mais sensíveis e estão sempre no "fio da navalha emocional", e quando o assunto é a libido, mais baratinada ainda elas são... geralmente elas ou são inclinadas a desejos depravados e se deixam levar por eles, ou, desenvolvem um falso puritanismo... de qualquer forma, isso provocado por um Ori, não iluminado ou descontrolado, é pelo fato de estarem o tempo todo acessando o inconsciente coletivo, quase sempre sem primeiro se autoconhecer. Vai também do signo de cada uma, do ambiente onde cresceram, da influencia familiar, mas, geralmente são pessoas que vão passar a vida toda brigando com o amor, tanto externo, quanto externamente. Outro fator que mina todas as relações é que geralmente elas agem por impulso, em descontrole e passam a adotar fetichismos, tanto no âmbito sexual, quando no subconsciente... muitas vão promover eventos bizarros ao longo da vida e colocar seu carma e espiritualidade em risco constantemente. E ainda tem a escolha oculta que cada uma faz, tem as que decidem por um certo conhecimento mais cientifico ou psicológico, outras vão pelos caminhos da magia, da religiosidade, enfim, uma serie de caminhos. No entanto, vão quase sempre dá num mesmo tipo de comportamento, com conceitos distorcidos, fora dos padrões femininos vigentes, pois tendem a criar eventos e opções só suas. Começam também a admirar coisas, que elas acham que são magicas, mesmo que não sejam, ou a criar fantasias sexuais.... tudo isso porque elas estarão muito mais num raio de ação de energias ocultas que as mulheres comuns. Por temer essa capacidade de devaneio das mulheres que acabam sendo perigosos, pois quando elas são misticas, podem desenvolver egrégoras, fortíssimas, foi que os representantes espirituais do patriarcado, decepou muitas linhagens - erroneamente, lógico, mas, não sabemos até que ponto foi errado, pois o astral superior sabe bem no que e o porque que certas coisas poderiam trazer frutos amargos pra raça humana. O certo é que muitas mulheres que se acham donas de seu livre-arbítrio, armadas de um baralho de tarô, incentivadas por cursistas idiotas, que nada entendem da verdadeira essência do tarô, são incentivadas a gastarem sua mediunidade, bagunçando seu subconsciente, e ligando-as ao inconsciente coletivo de forma perigosa, bizarra e desastrada...

As religiões, quase que totalmente, livrando-se as que tem raízes pagãs, foram possuídas por enorme puritanismo. Sabemos bem que o patriarcado tem muito haver com isso. Em primeiro lugar, porque vendeu-se a ideia de que o homem podia ser polígamo e a mulher não; Que o homem podia trair e a mulher não; Que o homem podia ser sacerdote e a mulher não... e assim por diante. O machismo foi podando não só a mulher mas, a liberdade sexual. 

E de certa forma eles não estavam de todo errado, pois o sexo é sim muito perigoso, pois sabemos bem o grau de descontrole que o ser humano tem, que assim como se vicia em muitas coisas, vicia-se também em sexo, chegando desenvolver grave patologia nesse sentido. Também sabemos que o sexo já causou muitas mortes ao longo da história tanto por paixões desenfreadas, quanto por sacrifícios magísticos e abusos terríveis instigados por demônios. No entanto o grande erro do ser humano foi ter se tornado ao longo da história, muito inflexível, muito tradicionalista e preconceituoso. Assim ele aprendeu ser apenas a favor ou contra, da direita ou da esquerda, do sim ou do não. Dessa forma ele deixa de captar o caminho do meio ou a conexão que existe entre um lado e outro, ou os mais variáveis caminhos e códigos formados da soma das partes opostas. Assim ao proibir sexo, proibia-se pra todo mundo. Ao liberar sexo, libera-se pra todo mundo (os adeptos de um dos dois caminhos). Ou seja, não criou-se um conceito pra decidir sobre cada caso, cada indivíduo e cada cárma (apesar de que os Senhores do Tempo, sabem muito bem fazer este juízo). Então, deixa-se de compreender cada um na sua individualidade. Por isso criou-se preconceitos e falsas leis que afirmam que "se é ruim pra alguém é ruim pra todo mundo", o que tá longe de ser verdade! Se o sexo fará mal a uma pessoa, poderá fazer bem a outra, se alguém nasceu pra ser puritano, outros nascem pra ser devassos e assim por diante - cada um tem sua individualidade e missão.
Temos que compreender cada pessoa nascer com um padrão de beleza física, dons específicos e energias diferentes, como também formulam e desenvolvem seus próprios conceitos ao longo da vida, que vão sendo adaptados, tanto a sua essência espiritual, quanto psíquica e biológica.

Por isso, uns na sua vida sexual, gosta de sexo com dor, outros com carinho, outros são sensíveis e outros sadomasoquistas. Uns tornam o tema um grande tabu em sua vida, enquanto outros falam do assunto o tempo todo, chegando até a desenvolver sua vida profissional encima desse tema. E tudo tem haver com suas encarnações e dívidas. Muitas que hoje estão encarnadas, foram virgens violentadas ou sacrificadas, como também outros foram os abusadores e os sacrificadores. Sempre haverá o retorno o reencontro e a busca por libertação e respostas.

Mas, em matéria de sexo, sabemos bem que são sentidos em ação. No sexo os cinco sentidos agem, o paladar, o olfato, a audição, o tato e a visão. Quem usa todos esses sentidos na vida sexual, alcançara orgasmo pleno. Enquanto outros desenvolvem apenas parte desses sentidos e passam a vida sem ser plenos na sua sexualidade. E por falar em sentidos, sabemos que se o sexo nasce dos sentidos físicos a mediunidade, nasce dos sentidos psíquicos e espirituais. É por isso que quase sempre sensitividade mediúnica, acaba se conectando com os sentidos físicos e gerando a libido. Muitas mulheres místicas, com dons de sentir não só o campo espiritual, mas, o mental, o inconsciente, subconsciente e consciência das pessoas, muitas vezes acabam envolvidas em paixões fortíssimas. Por isso muitos já nascem com bloqueios cármicos ou barreiras. Outros nascem com a vocação comprometida, pra ser um sacerdote puro de algum orixá, anjo ou doutrina. E quando alguém nasce pra ser puro e se entrega a luxuria pode ter certeza, ela terá uma vida ridícula, cheia de amargura e dores. Por isso muitas médiuns nascem pra cumprir algo magistral, especial e divino, mas, vem os demônios, que se conectam aos demônios internos adormecidos e fazem com que essas pessoas sejam iniciadas sexualmente colocando tudo a perder. Tem casos de médiuns bem jovenzinhas que foram forçadas a se prostituirem por causa de sacerdotes malignos, justamente pra atrapalhar sua missão espiritual. Porém entendam bem, não olhem com a trave cegando seus olhos, pra não distorcer o que estou a dizer - não é o sexo que é maligno e sim a desordem! Ou seja, cada um tem que cumprir sua missão. Sendo que este cumprir é fazer o que é correto pra sua alma e não pra seus desejos.

Tem mulheres que nascem pra ser puras, mesmo casando, nascem pra ser fieis aos maridos e famílias pro resto de sua vida. Mas, não compreendo as provações, seu corpo e seus desejos sendo mais fortes, justamente por serem de provações, elas acabam caindo, se tornando adulteras ou devassas totalmente. 

Da mesma forma que certas pessoas nascem com um alto teor de sexualidade, uma libido a flor da pele e o corpo latejante, mas, vive uma vida de mentiras, por que seus familiares, trouxeram algum manipulador que cria duros bloqueios psicológicos na vida dessa pessoa, de tal forma que ela passara a vida inteiro frustrado, ardendo em brasa, mas, ridicularizando os outros que vivem seus sentidos. Tudo tem que ser avaliado pra si e não viver uma vida forjada na influência de manipuladores.

Também sabemos que grande parte das médiuns, talvez a maioria sofrem abusos sexuais, na maior parte dos próprios parentes e até pais. Isso porque quase sempre elas trazem uma beleza e energia incriveis, além do fator demoníaco que cerca todo iluminado, ou seja, os seres das sombras querem levar novamente esse ser que reencarnou pra crescer pras sombras. 

A grande maioria não nasceu pra ser castos a vida toda, pois quase todas, vieram pra ter filhos, casar-se e viver sua sexualidade plena. O que há de errado é quando e como se iniciam e com quem se iniciam. Assim como Jesus disse "mulher não chegou minha hora", tenha certeza que todo escolhido também tem que respeitar seu tempo, o tempo de seus ancestrais e seus carmas. 
Mas, por outro lado, como eu disse cada um tem seu caminho e seu destino agirá sempre em conexão com o seu livre-arbítrio. Um pode modificar o outro, tanto positivamente, quando negativamente tornando-o mais difícil e sombrio, ou totalmente iluminado, dependendo de nossa evolução. 

E tem muitas pessoas que nascem com dons diversos, da mesma forma que nasce com saldos cármicos e espirituais. Assim muitos traem e não pecam, pois buscam um amor fora de uma relação que manipuladores e malignos lhes impuseram. Muitas vivem do sexo e não pecam por isso, pois estes atos estão contidos nos seus odús e códigos cármicos e essas pessoas, nascem com um alto grau de liberdade, poder de autocura e de cura dos outros tão grande, que nem mesmo o uso da sexualidade, vai lhes afetar. O certo é que cada um busque se conhecer, tentar entender sua missão e sua ancestralidade pra não errar principalmente contra si mesmo.

Sexo, Amor e Magia - o poder feminino que há em você


Oxum é sensível e compassível. O abèbè eléiye mostra sua ligação com as Ìyámi's Òsòròngà's (Mães feiticeiras). Oxum controla as águas dos rios, cachoeiras e nascentes Seu número é o 5 (Odù Òsé – fecundidade). Sua saudação é: "Òré Yeye Ofyderìman!"

Oxum é representada pelo o abèbè eléiye (leque com pássaro). Dia: sábado, ótimo para magias. A Senhora da sedução te deixará emotivo e contente. Ajudara nas paixões e família. Cuidado excessos alimentares.
A força feminina, revelada pelo Axé de Oxum, num portal de Câncer, como sombra de Gêmeos, aponta aos geminianos, a ação da Pomba Gira senhora Maria Rosa da Praia, diz a estes nativos que o momento é de reorientar ou reorganizar sua vida sexual, financeira e emocional. É momento de passar uma borracha no passado, limpar a mente e esquecer envolvimentos desastrosos. É hora de se sentir firme, autoconfiante e se direcionar a plenitude, filtrando os contados, as amizades e evitando aqueles que só trazem energias depressivas. Chega das relações cansativas, dos aproveitadores que só querem tirar proveito e nunca somar. É hora de demonstrar o real valor pra todos em volta, subir, avançar, prosperar e mostra toda especialidade de seu ser. Essas configurações mostram que as fraquezas estão afloradas, os medos, receios, as sombras da alma e que por isso mesmo, não se deve abater-se em sentimento, pensamento ou magos. É sim hora de focar no positivo, num desejo vivificador e frisar sempre naquilo que te faz bem - o Foco é amor e paz! Namasté...
O amor arde sem esperarmos, queima profundamente sem nos matar, como se fosse algo nuclear, inerente ao nosso ser. Chega sem avisar e mexe com toda nossa estrutura. Sem amor não vivemos e sem quem amamos sofremos. O amor é primordial, sem amor, os seres são apenas selvagens e irracionais...
A partir do momento que os Orixas andaram na terra, já previu-se os problemas que ainda carregam o deboche irresponsável e atitudes sexuais dos indivíduos humanos. Há referências às consequências que causam doenças sexualmente transmissíveis em vários odua e palavras do sistema orunmilá.

Entre Oduns são:. Okana, EYI Oko, Ogunda, Ojuani, Osa, Oséias, Iroso, Odi, Obara e outros Entre os dizeres são:
- O chamado a morte, constata. armadilhas-doenças no sangue.
- A doença é causada pelo sangue. A cura que é impossível. infectados Viceras sangue.

E sabemos que os sacerdotes, especialmente os de Ossaím, tem de ajudar os nossos irmãos e irmãs que estão doentes e aqueles que estão em risco de ficar doente de um comportamento negligente quando a privacidade do casal ou da pessoa vira apenas uma vida de atos libidinosos sem atenção a saúde, fisica, espiritual e psiquica. Quem carrega um odú de doença e morte pelo sexo, deve ter os cuidados redobrados. Diante tudo, devemos aceitar a diversidade de seleção sexual, para evitar danos resultantes negativo ou discriminatório a ajudar os outros.

Um sacerdote experiente pode ajudar de forma mais eficaz. Precisamos saber, no entano, que os serviços médicos são prestados, onde eles estão localizados, como para orientar as pessoas que se aproximam ou nos vemos esses problemas, quais são as doenças mais comuns e como eles são transmitidos e manifestas, que são a mais letal para a vida humana, como evitá-los, o uso adequado de proteção, como a camisinha, que condições favorecem a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis, como curar, quais os tratamentos continuam, etc também precisa abrir os olhos de nossos irmãos e irmãs para ver o perigo que já está diante de seus olhos. A proibição da Igreja Católica, quanto a camisinha, não deve ser levada em conta, pois eles se baseiam em trechos de livros antigos, das religiões abramicas e que não são mais atuais.

Devemos sensibilizá-los para não ter atitudes de risco. Agora, o que fazer quando sabemos que um membro de nossa família está infectado com o vírus HIV que causa a AIDS? saber que essas pessoas têm muito baixa auto-estima e que isso leva morte mais rápido, porque ele não levou o amor da vida que é o mais apreciado sendo dado Oloddumare. Devemos mostrar que eles têm o apoio de todos os seus irmãos e irmãs, e eles não estão sozinhos nessa contingência como desfavorável. Devemos convencer, convenceu-se de que a vida vale a pena viver bem até o último momento de nossa existência, como demos Oloddumare para nós para desfrutar de sua criação e por nós para ajudar os outros de acordo com as nossas capacidades e potencialidades.

Nós não devemos discriminá-los ou rejeitá-los por estar doente. Isso requer saber bem as vias de transmissão desta doença tão terrível e explicar que atitude tomar. que podemos alcançar com os nossos irmãos e irmãs? O mais difícil. A mudança de atitude. Poucos, na verdade, até mesmo, tentar mudar o seu comportamento.

E, o sacerdote deve influenciar positivamente seu afilhado. sistematicidade da mensagem dada às pessoas que vêm até ele, e a confiança que depositam na reunião, servirá para orientá-los de forma produtiva. Embora pareça incrível, algumas pessoas têm grande desinformação e ignorância sobre DSTs e são irresponsáveis com suas vidas inconscientemente, eles negam o risco e não têm percepção.

Eles têm relações sexuais desprotegidas com o perigo habitual mortalmente doente. E a melhor ferramenta é o sacerdote, com o conhecimento de como trabalhar em conjunto para aumentar a motivação para mudar o comportamento sexual arriscado. Durante as conversações, que muitas vezes tem a madrinha padrinho / para seus afilhados e irmãos religiosos nos templos, você pode falar e promover o máximo possível troca. Então, todo mundo ganha em clareza.

O patrocinador deve conhecer a linguagem correta e liderar pelo exemplo. Acreditamos que, se todas as igrejas, ramos e famílias religiosas Osha Ifa propor uma cruzada pela vida e contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV, poderíamos colocar um efetivamente conter esses males entre nossos irmãos religiosos, em toda a nossa gama.
O mar e os oceanos é o inconsciente da Terra, de Gaia! E assim como o mar, nosso inconsciente, quando está revolto, transmite ao nosso consciente, desconforto emocional, psíquico e espiritual. E Iemanjá é como entidade (orixá), uma chave uma força e um poder gerador muito grande, pela qual seus filhos, meditam, buscam sua força e apaziguam seu ser. Com o poder mântrico direcionado a Iemanjá, o médium dotado de forças aquáticas, expande sua mente e repele as energias negativas. Na verdade o canto de Iemanjá e das sereias, ou a bela voz de Janaína em meio ao Amazonas, é para repelir os maus espíritos, ativar as memórias de vidas passadas e lembrar aos seres vivos que eles estão neste mundo, mas, que devem buscar um reino mais cheio de luz, que é o Orum. E se o canto de Janaína e das sereias adormecem ou hipnotizam, é porque todo corpo fica anestesiado, desligando o homem da materialidade, do apego a vida enfadonha e fadada a morte. Porém tem muitos filhos dessas vibrações finas, leves e totalmente astro-psíquicas, que não compreendem a leveza dessa vibração e partem pra descontroles. Muitos passam pro campo da esquizofrenia ou em meio a pavores enfiam a cara nas drogas, ai afastam as sereias e deixam as portas abertas aos demônios.

Então Iemanjá não protegeu esses indivíduos? Porque o Arcanjo Gabriel, não afastou os demônios? Porque o livre-arbítrio colocando em nossas mãos, como o bastão ou caduceu de Hermes, foi usado pra escolher os prazeres fantasiosos e destruidores, que muitos pensam que poderão num mero ou profundo engano controlar... Da mesma forma acontece com paixões que geram crimes passionais, ou luxurias embutidas em adultérios que geram loucuras, ódios e mortes. Tudo tem haver com uma conexão sombria de um inconsciente escuro a um consciente fraco...
Orixás: São esses tais livros, supostamente psicografados, que fazem a mistureba de catolicismo, espiritismo e romance, que vão propagando, ainda mais, o sincretismo, dogmatismo popular e fantasias. Assim são divulgadas afirmações, como se tivessem sido reveladas pelos orixás, quando muitas vezes partem apenas de mentes fantasiosas e sensacionalistas, como o monte de livro lançados sobre "Guardião disso", "Guardião Daquilo", "Cidade Disso", "Cidade Daquilo", "Ultimo Minuto" e até "Chips implantados na cabeça...". Pois bem, daí partem também afirmações como "o orixá de uma mulher será sempre feminino e de um homem sempre masculino...". E não! É? Claro que não! Tem homens filhos de Iemanjá, assim como tem mulheres filhas de Ogum, tem mulheres com Exu de Frente, como tem homens com Pomba giras de Frente... E assim por diante. Como eu já disse, temos um par primordial que comanda nossa cabeça, associando-se a um terceiro orixá que forma em nós a Trindade Formadora. Porém, em algumas pessoas, nem sempre o orixá da mesma natureza ou sexo é o comandante. Tudo parte da ancestralidade, do carma e de uma serei de fatores. Assim um indivíduo filho de Ogum com Oxum, tendo Oxum a maior potencia e mandando na cabeça dele, voltará seu poder de mexer com metais, para o campo beleza e da arte, manuseando muito bem uma tesoura, enquanto se ele tivesse Ogum mais forte, manusearia muito bem uma faca num açougue ou um bisturi num hospital. Tudo é uma questão de formação e código cósmico formador.

Na medida que uma mulher filha de Xangô com Iansã, tendo a Senhora dos Ventos mais forte, inclinará sua vida a defesa do feminismo ou causas que defendam a mulher, mas, também poderá ser advogada que trabalhe na defensoria pública e usar seu poder pra chegar até o cargo de tenente numa corporação. Enquanto se Xangô for o mais forte, ela poderá ser mais moderada, ser juíza, ser delegada, mas, com um poder mais de julgamento e nem tanto de ação... Tudo é uma questão de avaliação...
No século passado um sujeito chamado Freud analisou o mal estar na nossa civilização, que do princípio do prazer descamba para o desejo de morte e destruição. Parece que o horror perante a guerra total e totalitarismos nazi-fascista trouxe a nossa cultura para uma fase de regressão. É tudo infantilizado hoje, dos gostos, aos amores e ao sexo... E isso realmente está ocorrendo hoje. Tanto pelo fato de o Inconsciente Coletivo está sobremaneira carregado de energias confusas, pesadas e sombrias, quanto pelo motivo de o ser humano está sempre em busca de novas sensações, querer "sentir o barato", buscar o novo e experimentar o proibido. Isso tudo é o lado negro da nova Era de Aquário, portal oposto ao iluminado e emotivo Leão. Urano como senhor dessa nova Era traz bizarrices, assim busca-se experimentar o inconvencional ser menos tradicionalista, buscar quebrar leis, barreiras e desafiar o perigo. E o sexo como parte mais desafiadora da personalidade humana, pois sem ele a vida deixaria de existir, também foi contaminado por essa ideia de prazer com todor, de prazer com medo ou de prazer com transgressão. Isso explica o monte de casas sadomasoquistas, troca de casais, swing e cada vez mais pessoas com o nariz entupido de entorpecentes... É o demônio interno se manifestando, em conexão com o demonio sombrio do inconsciente coletivo e as asas negras de Asmodeu em pleno voo orgastico sobre as cabeças dos humanos, muito bem mostrado no portal 15 do Tarô e complementado no portal 13 também do tarô...
A força de Iemanjá e suas caboclas, guias e protetores da vibração das águas, é acima de tudo mental, mas, tem ligação direta com a espiritualidade, a qual é revelada pelo contato direto de entes hoje ausentes e também seres sagrados, afinal de contas, Iemanjá é a mãe de todos os orixás, representando também a parte feminina da criação... E a vibração de Iemanjá atua no plano da mente, é o poder psíquico do homem, mas, interligado ao plano espiritual. Por isso toda filha de Iemanjá é tão sensível e intuitiva... Porém um lado ruim pra quem tem essa vibração é que ao esta negativa ou atacada por magias externas, especialmente magias negras, essas pessoas, sofrem casamentos ruins e relações tensas no plano da afetividade...

Carlinhos Lima - Astrólogo, Tarólogo, Pesquisador e Mago de Umbanda Astrológica.

Facebook: Carlinhos Lima

Deus não tem donos! Tem filhos e fiéis...


Um velho ditado cigano nos diz: "Aquele que ensina mais do que sabe, acaba ensinando o que não deve..."

Assim, temos mundo á fora, precursores de cursos, fundadores de religiões e fanáticos que acham que são "evangelizadores", porque ficam ouvindo gritos de líderes fanfarrões aos sábados, com seus showzinhos pirotécnicos e porque ao começar pagar dízimos, sua vida parece mais organizadinha e metódica. Ai os caras enfiam o nariz na Bíblia, dia e noite, lendo e relendo como se tivessem lendo algo totalmente literal, sem fabulas, sem mitos, sem precisar de um profundo estudo teológico, filosófico, histórico e metafórico, e vão com uma Bíblia embaixo do braço de porta em porta, querendo enfiar goela a abaixo a mesma decisão que tomaram na vida. 

Bem, muito bonito, até porque os marqueteiros da fé, já se encarregaram antes de fincar pé, dizendo que a "Bíblia é a palavra de Deus", ou seja, não pode ser contestada e "quem recusá-la, estará recusando o Criador". E assim milhões de Bíblias vão sendo vendidas, muitos falsos cristãos ficando cada vez mais ricos, milhares de editoras cristãs criadas e por ai vai... Acharam o caminho do pote de ouro, amedrontar pela fé e salvar pelo dinheiro. Como bem ensina o historiador Carnal, religiões cresceram pelo medo...

E pra piorar, tem ainda os "donos de Deus", ou seja, o "meu Deus", é o verdadeiro, mas, o da igreja da frente não... E assim tem crentes que não vão na igreja vizinha nem que mate... ou se vão é apenas por demonstração social de educação. E isso ocorre na cultua afrobrasileira tambem, tem gente de Umbanda que detesta o Candomblé como se os orixás de lá fossem azuis e os da Umbanda fossem preto! Ridiculo!!!

Candomblé e Umbanda não são iguais, mas, são a mesma coisa, o que mudou foi o reformismo, implementado, que serviu apenas pra divisão inútil. Nessa mesma onda marqueteira, a Umbanda reformulada de mil novecentos e pouco, aderindo aos clamores cristãos, alinhou os cultos mais as crenças tupiniquins, kardecismo e catolicismo. E hoje em dia não para por ai, as patacoadas e junções são sem limites, as bravatas, as canduras, puritanismos hipócritas e toda uma demagogia, impera desde os pés até o ultimo fio de cabelo. Mas, a forma de arrancar grana de quem procura pro conhecimento essa é igual em todo canto! Nas grandes capitais me chegam todos os dias relatos assombrosos que tão mais pra satanismo que pra cultos de orixás. 

Assim como dizer que kardecismo e umbanda é igual só por que recebem espirito e tem mediunidade no meio, é como dizer que judaísmo e islamismo também são, só porque são da mesma região, tem um unico Deus e são abraâmicas... Uma coisa que os buscadores precisam entender e poucos compreendem, é que não se deve aderir a fé pelo marketing, não é porque toda sua família é de uma religião que você precisa ser também! Não é porque uma pessoa faz elogios intensos por um líder religioso que você precisa ter a mesma opinião, ou não é porque a Bíblia diz uma coisa que você tenha que viver em função da Bíblia, saiba que ela foi toda montada pra não ser contestada e apenas obedecida, cerceando todo direito do homem de escolher... Cada pessoa traz um código pessoal e se ela tem que achar respostas no Candomblé, nem adianta ele buscar na Cabala ou no Espiritismo. Cada um tem um caminho iniciatório em particular. E quando se diz que 'a fé tem que ter as asas da razão', não é jamais que essa razão tenha que ser a dos outros, mas, a nossa! Tem que fazer sentido pra nós, tem que trazer crescimento pra nós. 

Mas muitos seguem uma vida de aprisionamento e sufocamento, porque os pais fanáticos impõe, ou porque fulano fez uma lavagem de consciência nela. E vemos meninas sem entender nada, com saias até os pés, ardendo de desejo, pensando em outras coisas na hora dos sermões, porque na verdade queria buscar outras coisas, outros conhecimentos, estudar astrologia, magia ou culturas esotéricas livres. Mas, tem que ficar a vida toda, ouvindo o pastor recontar como José foi vendido pelos irmãos, como Davi comeu Bate-Seba e assim por diante... Quando ficaremos aprisionados nas historias hebreias, sem ter a maioria de nós nenhuma ligação com eles? Eu não concordo em tudo que Saramago disse, ele exagerou muito, pois a Biblia tem fragmentos, isso mesmo mesmo, fragmentos de revelações divinas, complementados e muitas vezes distorcidos, mas, que trazem boa mensagem. Mas, o que não podemos é ser nem bibliólatras e nem fanáticos...

Sexo: o feminino, a Lilith, a Pomba Gira e a ancestralidade da mulher

Lilith disse aos anjos que tinha o poder de causar doenças em bebês recém-nascidos. Se a criança fosse do sexo masculino, ela teria, então, dominio sobre ele por oito dias após seu nascimento. Se fosse do sexo feminino, seu poder se estenderia por 20 dias. No entanto, como consequencia por não voltar ao Éden, Lilith concordou que uma centena de seus filhos morreria todos os dias. Em troca, ela assumiu o papel de assassina de bebês humanos recém-nascidos. Ela também concordou que, se os nomes dos três anjos aparecessem em um amuleto, protegendo um bebê, ela não teria poder sobre ele. Desde então, cem filhos de Lilith morrem todos os dias e, quando ela vê os nomes angelicais em um amuleto, ela poupa a criança que ele protege.
Depois que Yahweh ter criado o homem, ele estava sozinho, então Lilith foi feita do barro para ser sua companheira. O casal começou a discutir sobre quem deveria assumir a posição dominante no sexo e Lilith recusou-se a se deitar sob Adão. Ela argumentou que ambos eram iguais pois foram criados da terra. Por fim, Lilith ficou zamgada. Ela pronunciou o Nome Inefável [de Deus] e fugiu. Adão ficou consternado com a perda de sua parceira sexual e não queria voltar a fornicar com animais. Ele orou a Yahweh , contando que sua mulher fugira. Imediatamente, Deus enviou os três anjos responsáveis pela medicina, Sanvi, Sansavi e Seronqeiaf, para que trouxessem a transgressora Lilith de volta ao Jardim do Éden. Yahweh disse que, se ela não retornasse, uma centena de seus futuro filhos morreria todos os dias. Os anjos encontraram Lilith à margem do Mar Vermelho [ou Mar dos Juncos], onde bem mais tarde, Moisés separaria as águas e destruiria o exército egípcio. Eles contaram a Lilith o que Yahweh dissera e ameaçaram afogá-la no mar se ela se recusasse a voltar. Lilith apenas riu em seus rostos angelicais e os amaldiçoou...
Um antigo escritor cristão, Metódio de Olimpo, atribuia o Dilúvio ao pecado das mulheres "que se sentavam em cima" de seus maridos durante o ato sexual (citação em Millis 1998: 141). Essa posição dominante fora ensinada às mulheres por seus amantes angelicais, os Vigilantes. Bruxas da Grécia antiga que veneravam a deusa Hécate também eram castigadas por preferirem a posição sexual superior. Representações da posição dominante feminina também se destacam na arte suméria. Graves e Patai (1964: 69) sugerem que a historia de Adão e Lilith simboliza a queda e substituição da deusa suméria Lilitu por outra deusa chamada Heba, que, por fim, acabou chegando ao Gênesis como Eva. Estamos aqui falando na verdade de toda ancestralidade das Pomba Giras também que são bem mais antigas, milenares e profundas do que pregam os terreiros de mau instruídos país a fora...
Quando Lilith tentou passar ensinamentos a seu marido humano em estado de inocência e ignorância primitiva, ele a rejeitou. Um motivo curioso de por que isso ocorreu é que Lilith recusou-se a aceitar a conhecida posição em que o homem fica em cima da mulher na relação sexual. Em vez disso, ela insistia em assumir a posição feminina dominante durante o ato amoroso.
Segundo a tradição, a Dama Lilith é um dos nomes sumério-hebraicos, da consorte de Lumiel. Nos textos cabalísticos esotéricos, ela é considerada a primeira mulher de Adão, antes da criação de Eva.
O Campo de força, feminino, de energia eletromagnética vaginal, clitoriano e uterino, em termos cabalísticos, vibraria como Shekinah, ou "Noiva de deus", o aspecto feminino do Criador Cósmico. Identifica-se essa energia com as antigas deusas das Luas negra e cheia - Diana, Tanit, Ishtar, Hécate e Lilith.
As vibrações femininas, não atraem apenas íncubos e demônios sexuais, como pregavam os malignos deturpadores da magia sexual, mas, atraem forças divinas, tanto que o ventre da mulher gera vida. Você faz ideia do poder criador que passa pelo canal vaginal, orários e trompas numa fecundação? E que portais se conectam aos alinhamentos cósmicos num orgasmo feminino? Pois é, essa resposta buscavam os magos de magia sexual, em todos os tempos. Essa força é tão potente e fica aprisionada numa virgem um poder de axé tão grande que atraíram até anjos. Os seres sobrenaturais veem de longe uma ventre ocupado, um clitóris energizado, um hímen intocado... As mulheres podem criar campos de força pelo qual o poder mágico se manifesta, como ocorreu com os caídos, manifestando-se no plano material com mais facilidade do que os magos homens...
Laroiê, Exu Bombogirá, Salve a tua banda comadre - Axé, Saravá e Laroiê...

O moabita Balác (בלק) e contrata o profeta não-judeu Bilám (Balaão)

Porção de Balác (בלק)

Números 22:2-25:9

Num dos episódios mais intrigantes de toda a Torá, o texto nos conta como o profeta não-judeu Bilám (Balaão) é contratado pelo rei moabita Balac para amaldiçoar o povo hebreu. Até aí, nada de extraordinário. Extraordinário é o fato de que ao receber o convite do Rei Balac, Bilám responde: “Preciso ver se Deus me permite fazer o que vocês estão pedindo”. Como era de se esperar, a resposta dos Céus é: “Não irás com eles e não amaldiçoarás o povo, pois ele é bendito!” (Números 22:12).

No entanto, ao expressar sua recusa, o Rei Balác volta a implorar para que Bilám lhe ajude, e este resolve consultar os Céus novamente, para agora receber a surpreendente resposta: “Se os homens vieram para te chamar, levanta-te e vai com eles; mas somente a coisa que Eu te disser, isso farás.” (Números 22:20).

O que foi que mudou de uma situação para a outra? Os Sábios da Cabalá tiraram daqui uma importante lição: uma pessoa sempre recebe permissão dos Céus para seguir o caminho que deseja. No primeiro momento, quando ainda não sabia como agir, Bilám recebe uma resposta “pura” e “verdadeira”, a de que não deve fazer o que pedem a ele. No entanto, depois de ser chamado novamente pelo Rei Balác, Bilám se vê tentado a ir com ele e, por isso, consulta novamente os Céus. Sendo assim, desta vez recebe uma resposta “viciada”, uma resposta que está alinhada aos desejos que ele já tinha dentro de si.

É interessante notar que, apesar de receber um sim, os Céus não deixam totalmente de mandar a resposta primeira, correta. Em meio à mensagem permissiva dada a Bilám, Deus fala: “mas somente a coisa que Eu te disser, isso farás.” Ou seja, é como se Deus dissesse: "se desejas fazer isso, faça; mas pelo menos siga algumas regras que Eu estabelecer."

No entanto, Bilám estava tão movido por motivos deturpados que se recusou a ouvir a mensagem recebida, e, no final das contas, foi seguir o seu caminho. Daqui os Sábios da Cabalá aprenderam outra grande lição: contra a imprudência nem mesmo os Céus podem fazer alguma coisa. Que bela lição se pudermos aprender a ouvir as verdadeiras respostas que o Universo nos dá, não permitindo que a imprudência nos deixe surdos!

Y. A. Cabalista

O Tarô é coisa séria


O Tarô não é um joguinho de brincar. Ele é formado por uma complexa simbologia que traduz tanto os códigos do inconsciente, quanto da alma. Mas, ele se tornou alvo de ganhos fáceis não só por praticantes, quanto pelas editoras. Ai se lança diversos tipos de baralhos, com naipes legais e desenhos incríveis. Mas, a meu vêr a maior parte deles só serve pra colecionar por que a simbologia do tarô tem que ser simples e não pirotécnica. Sim, artistica também, afinal a arte é um dos pilares da magia, mas, tudo inserido num contexto que tem haver com os códigos antigos, tão bem captados pelos criadores do Tarô de Marselha. E por que eu defendo tanto esse tarô? Porque ele não foi montado como um joguinho de brincar com todas as cartas sendo modeladas de uma só vez e sim ao longo de buscas pesquisas magisticas e não foi criado por um único mistico. 

Claro que a versão original não se encontra mais e o que temos hoje são remodelações, readaptações e novas ilustrações, mas, ele é o único que ainda preserva a essência primordial do tarô.

E hoje é fácil encontrar nas grandes cidades, pessoas que vão a uma loja esotérica compra um baralho e mete-se a não só interpretar as cartas de forma quase sempre banal, como ainda dão dicas perigosas as pessoas. E isso acontece tanto pelo incentivo do mercado esotérico, como pelos cursos que afirmam que todo mundo pode ser tarólogo, quando nós sabemos que não é bem assim. 

Não é porque tem mediunidade, ouve vozes, tem premonições ou tem visões que todo mundo vai poder adentrar o mundo dos arcanos. Cada um tem um tipo de mediunidade e apenas uma em doze dessas pessoas médiuns tem potencial oracular. E mesmo entre as que tem, nem todas serão inclinadas ao tarô, algumas vão se identificar mais com runas, astrologia, xamanismo, numerologia, búzios e muitos outros oráculos - e outra coisa falsa é aqueles que agem como se usassem todo tipo de oráculo com maestria como vimos bem uma certa senhora que tem programa de rádio e participa de programas de Tv, e que se diz sensitiva...

E porque cada tarólogo tem um estilo? Porque cada um tem uma mediunidade, carma, energia e abrange de forma particular a canalização mediúnica. Então, a forma de cada um usar o tarô, a prudencia, a intuitividade e os conhecimentos de cada um são de suma importância!

Santo Anjo do Senhor e meu protetor


A ciência dos anjos no Brasil, vendeu muito e ainda vende, mas, equivocadamente, revelam listas distorcidas e nenhum dos grandes autores teve coragem de corrigi-las. E muitas, talvez a maioria dos simpatizantes da cabala dos anjos, dizem "ancorar" anjos, (se é que isso é possível, pois o termo melhor seria evocar ou invocar), nem se deram ao trabalho de pesquisar profundamente o tema. Desde a tabela, horários e interligações hierárquicas, que só poucos pesquisadores sérios, estudaram as tabelas corretas e utilizam as tabelas certas.


Quando eu falo em tabelas corretas, me refiro ao plano original dos primeiros angeólogos que tinham sua base primordial nos graus zodiacais e não nas datas do calendário civil, pois como todos sabem, o calendário astrológico, mostra-se diferente em muitas ocasiões do nosso. Por exemplo, começar a contar os anjos na entrada do sol em Áries é uma coisa, mas, começar a contar no dia 20 de março e seguir nas datas é completamente diferente. Isso sem falar nas tais "5 datas especiais" que nada tem haver com a tabela original... Mas, quando vemos a maior autora brasileira sem saber explicar direito nos programas de TV a ciência dos anjos, já dá pra avaliar o porque de tantas sugestões equivocadas. A melhor maneira de ver os anjos atuantes, cíclicos, nas áreas certas de nossa vida e o número correto deles é por meio do mapa astrológico. E ainda alinhá-los aos orixás, que de certa forma são seres divinos, ancestrais e atuam, semelhantemente como os anjos...

O equivalente budista dos anjos é devas, ou seres celestiais. Algumas escolas do budismo também se referem a dharmapalas ou protetores do Dharma. No budismo tibetano, por exemplo, devas são muitas vezes consideradas emanações de bodhisattvas ou seres iluminados. Diferentes escolas do budismo têm diferentes devas importantes, pois são muitas vezes derivados de culturas e religiões pré-budistas e não de filosofia budista.


Devas são seres espirituais por natureza - a sua forma é geralmente descrito como corpos ou emanações de luz ou energia. Eles são, no entanto, muitas vezes representado na forma física, e há muitas imagens de devas ou dharmapalas, particularmente na iconografia budista tibetano. Devas normalmente não interferir nos assuntos humanos, mas como mestre budista Lama Surya Das notas, eles têm sido conhecidos para se alegrar, aplaudir, e chover flores para as boas ações realizadas no mundo. Na Tailândia, acredita-se que devas aprovar de pessoas meditando e assediar as pessoas de cujo comportamento eles não aprovam.

O bodhisattva da compaixão, conhecido como Kwan Yin em chinês e Chenrezig em tibetano, é amplamente visto como uma espécie de anjo budista. Nome sânscrito original do bodhisattva, Avolokiteshvara, significa "ouvinte dos 10.000 chora" - isto é, ele ou ela (o Bodhisattva é do sexo masculino nos textos budistas originais, mas é representado como feminino em muitas escolas budistas) percebe o sofrimento de todos os seres sencientes. Em algumas seitas, recitando o nome dela é acreditado para convocar seu auxílio. 

Embora não seja especificamente referido como anjos, o hinduísmo tem muitos tipos diferentes de seres espirituais que atuam em uma capacidade similar. Um exemplo são os deuses menores, ou devas, literalmente "brilhando queridos", que habitam o plano astral superior. Deuses, devas, planetas como Sani (Saturno), gurus (professores), e antepassados podem desempenhar um papel protetor para os seres humanos. Também presente no hinduísmo, são espíritos ou demônios asuras. Eles caíram devas que habitam o plano astral inferior, o plano mental da existência. Se asuras fazer o bem, eles podem ser reencarnado em devas e não tem que ficar eternamente no plano inferior. Hinduísmo também inclui apsaras, que são ninfas celestiais, angiris, que presidem sacrifícios, e Lipika, que regulam karma.

Devas e Apsaras são seres espirituais, mas são muitas vezes representado na forma física. Apsaras são sedutoramente bela e os devas muitas vezes, olhar como a realeza, imponente e bonito. 
Devas e asuras pode inspirar ou derrubar aspirantes, ajudando ou dificultando jornada espiritual das pessoas.

Anjos e Orixás: Tanto pela distorção, ignorância e ataques dos cristãos reformadores, os anjos ganharam conotações de segundo plano ou de pouca importância, sendo resgatados apenas na fase de expansão esotérica. Mas, eles são mais importantes em nossa vida do que se pensa. Na verdade todas as histórias religiosas passam por ações desses seres divinos. A Bíblia sem os anjos não seria nada. Sem o Anjo que anuncia Maria, Isabel e Sarah, ou sem todas as intervenções angelicais que idiotas, tentam suprimir hoje em suas pregações, que estão mais pra stand-up do que pra evangelização. E até a angeologia ocidental, deturpou ainda mais as figuras angelicais. Na verdade editoras do mercado editorial português, colocou listas totalmente equivocadas, deixando de lado o caráter cósmico irrevogável delas. Ou seja, a intenção original, nasce com a astrologia, perceba que o anjo cabalístico 1 é listado em 20 de março, período de entrada do Sol a zero de Aires. Só que além de mudaram de graus zodiacais pra datas, ainda colocaram no meio 5 datas que nunca existiram deturpando totalmente as listas...

Da mesma forma ocorreu com os orixás, que foram deturpados por dogmatismos, sincretismos e supertições. E o mais importante. As pessoas ainda continuam insistindo que só temos um unico anjo ou orixá. Ou alguns mais avançadinhos, no maximo dois... Na verdade temos varios orixs agindo sobre nós, cada um com uma função. Quase sempre o orixá de cabeça não é o mesmo que rege todas as áreas de nossa vida, pois cada uma delas tem seus representantes, hierárquicos e ancestrais. Da mesma forma acontece com os anjos. Que observamos bem melhor pela montagem de carta natal, pra ver realmente que grau nosso sol está e que anjo revela e quais pontos nos mostram que anjo rege cada portal...

A imagem de anjos como nós os entendemos na sociedade ocidental cristã teve propriamente algumas de suas origens na antiga religião persa do Zoroastrismo, uma religião antiga, durante o império Persa (559 aC a 651 AC ) E foi a mais poderosa religião do mundo na época de Jesus Cristo. É uma das mais antigas religiões monoteístas e você ainda pode encontrá-lo sendo praticado hoje em dia, especialmente em Irã e Índia . Zoroastrismo reconhece várias classes de seres espirituais, além do Ser Supremo (Ahura Mazda): O Amesha Spentas, Yazatas e Fravashis. Na prática (cf. triste Dar, capítulo 26), zoroastristas escolher um anjo protetor para sua proteção, e ao longo de suas vidas têm o cuidado de observar as orações dedicadas a esse anjo.
Amesha Spentas (Phl. Amahraspandan) ("Arcanjos")

Literalmente, "Immortals" Beneficentes, estes são os mais elevados seres espirituais criados por Ahura Mazda (mudando o nome para dizer Deus). Seus nomes são:

· Vohu Mano (Phl. Vohuman): iluminado. Boa Mente. Preside gado.

· Asha Vahishta (Phl. Ardwahisht): aceso. Maior Asha, a Amahraspand presidindo Asha e fogo.

· Khshathra Vairya (Phl. Shahrewar): iluminado. 'Dominion desejável ", o Amahraspand presidindo metais.

· Spenta Armaiti (Phl. Spandarmad): iluminado. "Devoção Santo, o Amahraspand presidindo a terra

· Haurvatat (Phl. Hordad):.. Iluminado 'Perfeição ou Saúde "Preside água.

· Ameretat (Phl. Amurdad): iluminado. "Imortalidade", o Amahraspand presidir a Terra.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores