Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

segunda-feira, 16 de junho de 2014

A convenção de Aécio Neves - forças pró e contra, segundo o Zodíaco e os orixás

A convenção de Aécio Neves se deu com uma formação astrológica poderosa, tanto no bom, quanto no mal sentido. A parte ruim, diz respeito a um aspecto poderoso, vigente já há algum tempo, fortemente desafiador, focando a casa 6 e amplificado pela presença da Lua. Diz respeito na verdade ao foco recebido por Plutão num triângulo maléfico, formado por Urano e Marte. Isso quer dizer que a campanha do Senador do PSDB, enfrentará problemas com a classe trabalhadora, com classes organizadas como sindicatos, ongs e outros seguimentos aparelhados pelo governo. Além disso, há um certo descrédito daqueles que tem mágoas do governo FHC, em especial aposentados e parte da classe patronal, especialmente ligados a construção civil.

De outro lado, o lado positivo, Júpiter que é o indicador de socialismo e poder político, se encontrava muito poderoso nesse dia, o qual estava em harmonia e bem observado por Saturno e Vênus. Isso quer dizer que Aécio tende a crescer em meios onde o PT sempre dominou. Além disso, por Júpiter está forte na casa 12 e num signo de água, torna-se revelador dos medos da sociedade. Ou seja, questões de segurança, saúde e serviços que fazem parte para quem tá desfavorecidos, como saneamento básico e educação, poderão ser um tormento para o governo atual durante a campanha, dando um fôlego forte a Aécio.

A Lua má configurada, junto a Plutão, mostra que o Senador ainda tem forte rejeição no meio das mulheres, especialmente as mais velhas e que já são mães. Mas, com Lilith bem configurada e com a conjunção Sol-Mercúrio na casa 11 e Urano, fortificando essa Lilith na casa da transformação, dá indícios que o candidato deve achar um meio de melhorar seu desempenho entre o público feminino. Além disso, sua imagem na parcela do eleitorado feminino mais jovem é melhor que o da Dilma. 

Já entre o eleitor do campo, produtores rurais e ribeirinhos, Aécio deve enfrentar dificuldade. No entanto, entre pecuaristas, há uma maior facilidade, como também no meio da indústria de alimentos. O tom da campanha será a chave, como também os aliados. Ao que tudo indica, os aliados  terão um fator fundamental nessa caminhada do tucano. E o marketing não será fácil, pois Saturno exige o filo da propaganda. Tem que saber atacar sem desagradar e mostrar a mudança, mas, que não demonstre demagogia, mas, que traga confiança.

A convenção revelou a bênção de Xangô, Oxóssi e Oxalá, mas, a desaprovação de Iemanjá, Ogum e Nanã. Porém o apoio do povo da Esquerda e desaprovação dos Pretos Velhos. Assim cabe ao Senador Tucano encontrar o equilíbrio e as ideias apropriadas pra avançar.
Carlinhos Lima
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores