Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Mediunidade, mascara e submissão sexual

A maioria das pessoas usam "mascaras", tem muitas camadas como uma cebola que camufla seu verdadeiro ser, sua verdadeira essência e caráter. Assim, quase sempre enxergamos suas caras sociais e quase nunca sua natureza original. Muitos vivem disfarçados de bons moços, quando na verdade são um poço de maldade, falsidade e orgulho. Porém, há outros que são mau julgados e não tem nada de ruim dentro de si, apenas se defendem ou se expressam de forma totalmente diferente do que são em seu interior. E é por causa disso que muitas pessoas casam e separam logo em seguida, pois muitas faces são enxergadas apenas com a convivência diária... Por isso, nesse ponto, alguns médiuns especiais tem vantagem, por ter uma intuição aguçada. No entanto, a libido, os desejos e as vezes a estultícia, bloqueia a percepção extrassensorial de muitos deles, que passam a se enganar facilmente e corriqueiramente. Porque muitos se deixam levar pelos instintos sexuais, pelas carências sentimentais e passam a ser fantoches de seu próprio eu fraco e sensível...

Muitas até se tornam simples objeto sexual, amantes de segunda categoria, fazem partes de orgias, são vistas como escravas sexuais e outras ou outros que caem no mundo da promiscuidade, fazem até coisas piores. Assim vemos que a mediunidade é uma ferramenta que pode ferir aquele que a carrega se mau usada. Assim a receita dos magos é olhe primeiro pra si mesmo, tente compreender-se antes de tentar compreender os outros. Tente dominar seus instintos como prega a Cabala e o Budismo, para ai sim poder utilizar seus dons, especialmente em consultorias e magias...

Astrólogos - Contempladores do céu

O astrólogo é uma figura quase tão antiga quanto a própria história, e sua ciência - se é uma ciência - expressa o desejo humano universal para perfurar o véu do futuro - se é que pode ser perfurado. Cochichando nos ouvidos dos reis, o trabalho de escritórios orla decadente, ou manter-se em isolamento para melhor estudar os segredos do céu abobadado, astrólogos viram nas estrelas de um sistema universal, de conhecimento, sem limite. Sua teoria permaneceu uma figura de pensamento, até que, de uma só vez, a astrologia parece desaparecer, como Isaac Newton, pela primeira vez demonstrou o poder de um autêntico sistema científico. Mas, na verdade ela não desaparecerá nunca, porque está inserida na alma do homem. Porque a paixão do homem pelo céu é eterna.

Mas a sua doutrina não desapareceu, e transforma-se, surpreendentemente, em muitos aspectos da ciência moderna. A este respeito, a astrologia não pode morrer porque o desejo de ver o futuro é um desejo humano imortal. Em um tratamento mais fascinante e sofisticado, excelente livro de David Berlinski a nova traça o nascimento, a vida, e poder continuam da astrologia em nosso mundo.
 Uma das primeiras coisas que o homem fez, quando desenvolveu consciência e pensamento, foi contemplar tudo a sua volta. Ele olhava as cores, o mundo ao seu redor e acima de tudo a luz. A Lua sempre fascinou o homem, da mesma forma que um sol nascendo ou se pondo.

Alguns estudiosos dizem que o primeiro ato do pensamento humano foi mágico, ou seja, direcionado a magia, a entender os fenômenos e buscar dominar os elementos. Mas, a meu ver, o primeiro ato do homem consciente foi olhar o céu...
 A verdadeira iluminação não vem de fora. Na verdade, as energias, os conhecimentos e as bênçãos só será captados por nossa alma, se estivermos abertos a recebê-los. Por isso quem se fecha nas trevas da ignorância ou do fanatismo, jamais vai entender ou inserir na alma a sabedoria que vem do Sagrado.

Muitas pessoas nascem com dons de entender com maior facilidade ensinamentos difíceis, de interpretar as coisas, ler os códigos complicados da existência. Alguns viram cientistas, pois sua missão é com a vida material. Outros viram artistas pois sua missão é com o lado belo da vida. Já outros viram agentes que lutam pela saúde se tornando agentes de cura, não só na medicina convencional, mas, em diversos tipos de terapias. Tem também os que viram escritores para levar conhecimento e entretenimento. Enfim os dons são diversos, mas, só vão aflorar e se expandir, naqueles que sonham, que acreditam na realização desses sonhos e acima de tudo que se esforçam pra cumprir sua missão de vida e de alma...
 O ser humano sempre adorou o céu, ate mesmo os livros religiosos como a Bíblia ligam as crenças aos astros. Festas sempre levaram em conta a lua, as estações do ano e muitos outros eventos. O homem sempre tentou entender a vida aqui de certa forma olhando pra cima, pois sabe no fundo da alma que seu trajeto vem de lá... mas, o homem sempre foi um contemplador, não só por estudar mas, por admirar tamanha beleza e grandiosidade! No entanto, a medida que foi se voltando a guerras desnecessárias e ao materialismo aprisionador, foi perdendo seu dom de contemplador. Assim apenas os enviados e escolhidos das estrelas, conservam esse comportamento hoje em dia. Mas, a Astrologia nunca morrerá no coração do homem...
 Cientistas que se acham inteligentes e "donos da verdade', querem ou acham que podem banir Deus da mecânica do Universo, mas, independente dos livros sagrados e religiões, qualquer pessoa com um mínimo de sapiência e sensibilidade, vai notar facilmente que todas as maravilhas existentes nunca se formariam sozinhas, num percurso através das linhas do acaso. Nota-se claramente que tem a mão de um grande artista, de um grande arquiteto e de um grande Criador poderoso.

A fé e devoção devem ser espontâneas

Devemos ser fiéis e devotados sempre. Muito se pergunta sobre Deus e porque ele haveria de querer nossa devoção, pois ele não precisa de nada e está muito acima de nós. Em primeiro lugar, porque devemos adorá-lo não com uma forma idolátrica, mas, como pai. Também não devemos orar como fazem os novos cristãos agradecendo pelo carro, casa ou objetos que comprou, pois ele nos presenteia por amor, as dádivas divinas. Prova disso é que bons e maus desfrutam do mesmo sol, da mesma lua, dos mesmos elementos e do mesmo planeta sem que ele interfira e selecione este ou aquele. Na verdade devemos adorar o Senhor, porque ele nos deu a vida, nos deu um planeta maravilhoso pra morarmos e porque ele nos ama. Ele não quer dízimos, não quer adoração por coisas matérias conquistadas, pois ele não é agiota, receita federal de governos ou interesseiro. Ele também não quer humilhar ninguém, por isso deixa que a adoração nossa seja voluntária, não por imposição ou por medo. A Teologia convencional nos mostra um Deus tenebroso, que parece querer castigar o tempo todo. Porém a teologia do amor e não a da prosperidade evangélica, nos mostra um Deus totalmente amável, justo, mas, benevolente e que nos ama.

No debate entre Eva e a Serpente, o Diabo lança uma semente maliciosa de veneno na mente de Eva, mentido sobre Deus, como se o Senhor fosse alguém invejoso ou que não quisesse que o homem evoluísse... Pura mentira do Diabo, Deus nunca quis limitar ou aprisionar o homem, apenas protegê-lo de si mesmo, de sua arrogância e ganância. Coisa que as falsas teologias de hoje, fazem justamente ao contrário. Pois tenta mostrar um homem que se torna "um deus", que consegue tudo com o poder da mente, da fé e quase usa "deus como um fantoche". Até parece que ao invés dos fiéis ter que obedecer a Deus, prega-se que só por ler a Bíblia, pagar dízimos, gritar nos cultos e vestir roupas longas, que Deus é quem se tornou "fiel, obediente e fazedor de tudo que o crente quer", isso é além de uma injúria, uma blasfêmia e uma ofensa ao Senhor. Deus não deve nada a ninguém, não se curva a força alguma e nós que lhe devemos obediência e amor. Sempre.

Carlinhos Lima.

Coragem e heroísmo

Num trecho profundo e onde se enumera mais tipos de pessoas ou comportamentos que não entrariam no Paraíso, o Apocalipse (sabe-se lá redigido este trecho por quem), deixa claro que "os covardes não entrarão no reino do céu". E toda a história religiosa, tanta a hebraica, quanto a cristã ou qualquer outro conhecimento místico, deixa bem perceptível que o herói tem um passo a frente, na iniciação da vida, pra ascender espiritualmente, pra tornar-se sábio ou santo e até poderoso. A coragem do Cristo por exemplo, em morrer na cruz para salvação das pessoas, é um ato de heroísmo grandiosíssimo e que jamais seria cometido por um covarde. Aliás, o ato de covardia cometeu Judas ao vendê-lo e Pedro ao negá-lo. Enfim, é por coragem que se luta por direitos, por quem ama, por quem precisa de cuidados e carinhos, como por exemplo os filhos, os pais, os familiares e os amigos queridos. E o heroísmo tem algumas faces, não é apenas representando por um ângulo comportamental não. Na verdade tem o heroísmo por vaidade, quando faz algum ato de bravura pra conseguir méritos e fama, e tem aquele mais raro, mais caro e mais profundo que são os atos de bravura feitos por amor.

Por amor, uma mãe é capaz de dar a vida por um filho, um pai luta até morrer por sua prole, um filho por seus pais e um amigo por seus companheiros. Na verdade sem amor de verdade os atos de bravura podem ser apenas exibicionismos e vaidade, mas, com sentimento puro, o verdadeiro ato de coragem, mesclado a misericórdia, caridade e amor, realmente revela o ato mais sublime de toda raça humana que é o heroísmo.

O heroísmo se opõe a tortura, a crueldade, a ditadura, a maldade e a todo tipo de escravidão da alma. O herói luta por aquilo que acredita, por aqueles que ama e pela vida. E este é um dom. Sim, isso mesmo, coragem é um dom, assim como a covardia é uma fraqueza. Nem todo mundo tem coragem pra lutar pela justiça ou morrer por quem ama! Mas, espera ai... Bravura e coragem não combinam com loucura, por isso quase sempre ao associar a coragem com a vaidade, acaba-se descambando para a imprudência e a derrota. Na verdade a bravura nunca é insensata, por isso quando tem que recuar ou abrir mão, vai fazer sim. Mas, não confunda prudência com covardia.

Todas essas características fortes ou fracas, estão grafadas no mapa natal de uma pessoa, no poder de Marte e como ele se insere na sua missão de vida. Como o nosso guerreiro interior se apresenta a vida. Assim os odús nos revelam se somos fortes ou fracos, se o nosso Ogum é vivido ou intereptado e para que e pelo que devemos lutar. E uma coisa é certa! Sempre teremos o dever de lutar pelo amor e pela justiça - por quem amamos e pela vida.

Shalom a todos

Carlinhos Lima.

Astrologia: imaginação, intuição, simbolismo e ciência divinatória

A Astrologia é uma forma de imaginação que emerge da natureza e que tem direta relevância para a vida cotidiana. É uma poética aplicada, uma visão da vida na Terra estimulada pelos movimentos no céu, que pode levar-nos a espaços de auto-reflexão como nenhum outro sistema de símbolos ou de imagens é capaz de fazer.

Grande parte da dor e da limitação que experimentamos é o resultado do que está sendo ensinado chamadas "verdades" que são incompatíveis com nossas crenças fundamentais. Família e sociedade trem nós, e às vezes é pouco feito para nutrir nossas realidades individuais. Cabe a você a identificar e cultivar os valores que são significativo para você. Quando o processo de filtragem é realizada, você descobrir uma "verdade" que é exclusivo para você.
 A Lua reflete a alma. Ele governa fluidos em seu corpo e da imaginação em sua mente. Ele geralmente representa uma parte menos consciente do seu ser, e reflete a qualidade e flexibilidade de sua memória. Se o Sol indica o curso mais provável do seu caminho espiritual, a Lua indica algumas das qualidades do próprio caminho.

Com a Lua em Escorpião, por exemplo, o seu estilo secundário mental é principalmente o tipo de sentimento. Você tem um poderoso mecanismo interno para identificar a verdade em qualquer situação. Pode ser possível a ver auras, e certamente você pode sentir a energia de outras pessoas. Devido a isso você valoriza o seu privacidade. Você precisava de seu próprio quarto como uma criança e você continuar a precisar de um tempo sozinho como um adulto.

No entanto, você gosta de saber que há pessoas ao seu redor que se preocupam com você e respeitá-lo como um pessoa. Você tende a julgar o mundo com base em seu medidor interno. Você muitas vezes atuam em impulso e outros defletoras por suas ações. Eles não têm idéia de onde veio a decisão de menos que você diga. Isto torna mais importante a ser cercado por pessoas que você confia profundamente. Só então você pode ser você mesmo. Ao mesmo tempo, eles virão para confiar em seu sentido psíquico. Em raras ocasiões onde outros atacá-lo diretamente, você está completamente jogado para um laço. Até você entender a sua motivação, você pode ser preso em um loop de tentar descobrir o que você fez errado. A mudança é um componente forte de sua vida que você é capaz de abandonar qualquer menos de úteis crenças. No entanto, você tem cuidado para não jogar fora algo que tem valor intrínseco.

A Lua em Escorpião, torna a vibração de Iemanjá mais escura, mais caudalosa e a energia lunar em queda, fica mais obscura. Iemanjá se retira e revela Nanã, mais amarga e mais emotivamente ciumenta...
 A ilusão de que todos os nossos problemas são causados por forças externas - ou que podem ser atribuídos, por exemplo, à nossa carta natal - se desfaz quando começamos a recolher de volta nossas projeções e a olhar as coisas desde dentro. O processo de individuação, ou seja, de 'deliberadamente trabalhar contra a ordem natural das coisas', leva à criação do que Jung chamou o 'self', uma estrutura interna que nos dá um 'sentimento de estar pisando em terra firme, em um espaço de eternidade interior, que nem mesmo a morte física pode tocar'. O processo de diferenciação psicológica não é um trabalho fácil; ele demanda a tenacidade e a paciência do alquimista, que deve purificar o corpo de todas as superfluidades no calor intenso da fornalha.

Uma vez que uma visão da vida como um todo orgânico é aceita como princípio, a humanidade se torna, em certo sentido, co-criadora com a natureza, na medida em que é capaz de alimentar, ignorar ou destruir sua própria identidade com ela; porque a existência continuada da natureza depende, em última instância, na qualidade de consciência que trazemos em nossa relação com ela. O obra magna tem dois objetivos: 'o resgate da alma humana e a salvação do cosmos'. Isso significa que, não importa o quão pequenos e insignificantes nossos esforços possam parecer, estaremos, contudo, desempenhando nosso pequeno papel em ajudar a natureza a fazer o que ela não é capaz de fazer por si mesma.
 A cúspide da Quarta Casa indica o filtro através do qual você ver o seu núcleo crenças. É a fonte de todas as ideias melhores, mais criativas e mais poderosa que você terá toda a sua vida. Ele indica o refrão que a voz interior canta para você quando você está triste ou cheio de alegria, quando você é pessimista ou otimista, quando você está com medo ou quando você estão experimentando o poder do amor em sua vida.

 A maioria de nós foram ensinados um conjunto de "verdades" na infância e que eram esperados para aceitá-los. Para complementar o que foi ensinado por seus pais, professores, e do mundo em geral, formando em você necessidade de desenvolver um estilo de aprendizagem espiritual que funciona unicamente para você. Se você decidir para ensinar aos outros, no entanto, quase sempre cai-se na burrice de achar que o que aprende-se para si, tem que servir de regra para os outros. Há sempre a mania de querer enfiar goela abaixo dos outros o que acreditamos. Assim você deve desenvolver habilidades de comunicação, que permitem partilhar essas experiências de forma clara e significativa com seus alunos. Porém poucos conseguem fazer isso. Muitas vezes, não conseguimos repassar o que aprendemos com isenção, sempre vamos imprimir nossas crenças pessoais, dogmas e medos dentro dos conhecimentos adquiridos de fora e tentar repassar o mais pessoal possível.

Treinar sua mente consciente:
Três fatores contribuem para a sua capacidade de treinar sua mente consciente para espiritual
desenvolvimento:
* Direção natural do seu pensamento
* Treinando para aproveitar essa direção
* Formação de seu sistema nervoso, e aprender a responder a essa direção.

Assim temos que direcionar nosso pensamento a uma meta, em especial que traga-nos bem estar mental e paz espiritual. Pra isso é necessário eliminar conflitos. E por isso perigoso que diz que acredita em tudo, mistura tudo pois acabará criando confusão. O melhor é buscar por degrau aquilo que sua alma aceita, o que lhe faz bem e vai lhe revelando benefícios e não o que os outros tentam lhe impor como certo. Não podemos nos opor ao que os outros acreditam, mas, também não podemos aceitar tudo só pra sermos diplomáticos e simpáticos demais...
 As vezes quando estamos sofrendo com tristezas, que muitas vezes nem sabemos de onde vem, um bom remédio é meditar, limpar a mente, se livrar de pensamentos ruins e encher a mente de lembranças boas. Se estamos tristes de saudade, especialmente de alguém que amamos, é bom pensar, mentalizar e enviar boas energias, lembrando dos bons momentos com aquela pessoa, focando na imagem dela, no sorriso, na energia dela que certamente ela lembrará, se interligará e pensará em você na mesma hora. Especialmente se tiver agua por perto, pois agua conduz a corrente energética da emoção...
Morte e Transformação como Processos Espirituais
Plutão, Escorpião e Oitava Câmara no negócio gráfico de nascimento com questões de morte e transformação. No caminho espiritual de um xamã deve passar por uma iniciação morte como fim de entrar em seus poderes xamânicos. Em nossas próprias vidas continuamente experimentar a morte de velhas formas de ser e do nascimento de novas possibilidades. Eventos transformadores podem ensinar lições sobre o seu crescimento espiritual:
* Eles são sinais para indicar o progresso.
* Eles permitem que você modifique o seu comportamento de maneira positiva.
* Eles lembrar de ser gentil e carinhoso com você mesmo.
* Eles lembrá-lo de aceitar-se como você é, e para avançar.
* Eles lembrá-lo de apoiar e incentivar a criança dentro de si mesmo, como se fosse incentivar a outra pessoa.

Oitava Câmara em seu mapa define os mecanismos de mudança e auto-aceitação que são mais adequados para você. Ao compreendê-los a desenvolver um senso de auto e um conjunto de
comportamentos que levam mais diretamente ao seu objetivo. Você descarta comportamentos que não lhe servem mais
em sua jornada no caminho espiritual. Escorpião é o signo natural da oitava casa, e para o planeta associado é Plutão. Como apropriada que Plutão, regente mitológica do submundo, deve ser o regente planetário do Oitava Câmara de morte e transformação.
Plutão ainda atrai a vida, embora não possa segurá-los por muito tempo. Assim é com a vida. Nós são atraídos para uma forma de fazer as coisas, mas nós sabemos que a mudança é a única certeza na vida. Como que percorrer o caminho espiritual, descobrimos que cada final é a fonte de um novo começo, e que
muitas vezes beneficiar até mesmo os acontecimentos mais traumáticos. Ao descer para o mundo das trevas e dor, tomamos emprestado um pouco de poder de Plutão, de modo que o próximo passo ao longo do caminho em que estamos mais forte e mais corajoso.
 A história da astrologia, desde os tempos assírios até o presente, mostram que muitos farsantes sujaram a astrologia, mas, também mostram-nos que homens sábios, coerentes e dedicados, doaram seu tempo e sua vida pra aprimorar o conhecimento sobre o alfabeto celeste. Alguns paralelos são atraídos para a evolução da ciência moderna, como o entrelaçamento quântico, a semelhança entre contas astrológicas e darwinista do comportamento humano, deixam claro que na busca de compreender a evolução de nossa raça, percebe-se que em quase tudo, a astrologia se insere como reveladora de conhecimento. E o comportamento humano é inclinado mas não compelido pelos planetas, então Richard Dawkins diz que as nossas inclinações herança genética, mas não determina a nossa conduta.
 Apesar de boa parte da comunidade astrológica querer desconsiderar os asteroides, Lilith, a Roda da Fortuna, partes arábicas e outros pontos, pra mim, todo simbolismo astrológico tem real importância. A astrologia é simbolismo e para usá-lo basta conhecimento e raciocínio. As vezes um segredo um faceta de uma pessoa poderá ser melhor identificado ou percebido através da observação de pontos derivados do mapa. Que na carta natal de algumas pessoas é até mais sensível que os planetas convencionais...

Não coloque a violência na conta dos pobres

A vida do pobre já é tão pesada, tão difícil e ele já tem que carregar tantas responsabilidades! Não coloque mais pesos nos ombros dele e não queira colocar os pecados do mundo em seus ombros!

Eu fico tremendamente indignado quando eu vejo um sociólogo hipócrita, um governante demagogo ou qualquer político farsante, que não quer assumir suas responsabilidades e que poderia simplesmente dizer que não tem competência pra atender os anseios da sociedade, mas, que prefere colocar a culpa de tudo nas costas dos pobres! É uma ofensa.

Estou cansado de ver idiotas, travestidos de "especialistas" ou de "autoridades", afirmarem que as causas da violência é "a exclusão social". Desculpe-me quem pensa assim, mas, eu tenho certeza que não tem nada haver com pobreza o sujeito decidir ser bandido, criminoso, drogado e corrupto. Pois eu sempre conheci e convivi com pessoas pobres que sempre foram incapazes de roubar um ovo sequer, enquanto filhinhos de papai chefiam quadrilhas e se metem em tráfico de drogas.

Um deputado do PT de Minas Gerais, disse que o país não precisa de mais presídios e sim de desafogar o sistema, ou seja, segundo ele, teriam que ser soltos pelo menos 25% dos presidiários no país. Ele que certamente anda de carro blindado, helicóptero e vive em condomínio de luxo, defende a impunidade, porque pensa que é inatingível, ai vem com esse papo de que "prender não resolve nada!". E por acaso senhor deputado incompetente, deixar solto marginais perigosos resolve alguma coisa?

Se os presídios são "escolas do crime" as ruas são o que? E a impunidade? Deveriam os que tem enúmeras passagens pela cadeia, pararem de cometer crimes e evitarem as prisões, mas, não fazem justamente porque riem da sociedade e sabem que não ficam presos. Admitimos sim que tem muita gente que não deveria está presa e só está porque é pobre, mas, tem pelo menos o mesmo tanto da população carcerária que deveriam está presos e estão soltos, cometendo crimes, inclusive, muitos entre os congressistas.

Sem esse papo de dizer que a violência é gerada pela pobreza, pois o que gera a criminalidade é a fraqueza humana, a falta de caráter, de moral e de senso de justiça. Quando um menor pega um arma e mata, vende drogas ou pratica outros tantos delitos ele não faz porque é pobre de dinheiro, mas, de espírito. Se todo mundo que é pobre neste país, fosse usar essa desculpa pra cometer crimes, já teria virado um pandemônio! Quem não quer roubar ou matar, vai trabalhar e fazer seu caminho. Quem vira criminoso não é por falta de opção não é por falta de caráter. Pois se fosse por falta de opção ele até poderia roubar, mas, não agiria como uma besta fera, matando sem piedade e pessoas humildes, que muitas vezes apenas volta do trabalho pra casa e são assassinadas sem piedade.

A sociedade não tá nem ai se presídio recupera ou não. o que ela quer é tirar bestas feras do meio social e deletar monstros do convívio social. Quem não quer ser preso, simplesmente não mata, não rouba e não se envolve com ilícito. Agora porque os presídios são ruins, vão deixar de prender e o cidadão trabalhador que se vire? Se fosse a pobreza a causa da criminalidade, não teríamos juízes corruptos, investigados pelo CNJ, magistrados prevaricadores, advogados envolvidos com tráfico e golpes, políticos com curso superior envolvidos em corrupção e filhos de rico chefiando quadrilhas! A criminalidade é gerada pela falta de caráter e de amor no coração e não pela pobreza. Eu conheço pessoas pobres que nunca tiveram nada e que não gostam nem de comprar fiado, quanto mais roubar o que não lhe pertence!

Quando o cara compõe um funk falando em matar polícia, em roubar banco ou cometer homicídios, ele não faz isso porque ele é pobre não e sim porque é mau. Periferia pra mim, não é só ter uma casa na favela com luz, agua encanada, tv em hd, internet e roupas de marca, como vemos hoje em dia não. Mas, pra mim, pobreza, é o coitado que mora lá no interior na zona da seca, numa casinha de sapê e muitas vezes só tem um caldo de feijão pra beber com seus filhos... Muitos criticam o sistema não pelo que tem e sim pelo que quer ter. Muitos roubam e matam não porque não tem oportunidade, mas, sim porque quer ter tudo rápido e fácil. Carro do ano, moto transada, mulher do lado e mão fina. Vai oferecer estudo e uma espera de 20 anos trabalhando para o cara ter seu primeiro carro, moto e casa! As pessoas querem agora e querem já! Por isso muitos roubam e não por serem pobres. Da mesma forma os políticos, que roubam não porque precisam mas por ganância! Essa é a natureza humana, quando cai tem mania de procurar um culpado e nunca assumir que fraquejou - e é sempre mais fácil colocar a culpa no sistema, na sociedade ou até em Deus, quando a culpa é justamente não aceitar a realidade e não querer trabalhar como todo mundo!

Não venha dizer que que o jovem é coitadinho porque não tem uma quadra pra jogar, um lugar pra fazer baile funk e que por isso ele tem que queimar ônibus, causar rolezinhos e badernas. Coitado é quem tá morrendo de fome nos lixões, desabrigados, na seca sem ter nem agua pra tomar banho ou quem tá em zona de conflito, como na Síria ou no Iraque. Quem tá na vida boa, sendo sustentado pelos pais, com roupa de marca, tecnologia no quarto e tempo livre pra dar rolezinhos, nada de coitadinho tem...

Mas, esses políticos, gostam de criar distorções e mentiras, justamente pra não resolver o problema de verdade. Só que neste país nunca haverá democracia, enquanto não houver justiça, segurança e conforto pra população. Só que preferem inventar desculpas, dizem que não fazem novos presídios pois só preto e pobre são presos. Mas, se o preto e o pobre ou o branco não cometer crimes ótimo! Deixa os presídios vazios... Mas, se cometer tem que cumprir pena. A culpa não é do branco, chega de demonizar o homem branco, pois no Continente Africano estão tendo guerras e barbáries, em países dominados por negros também. A crueldade não tem haver com a cor da pele, mas, com a falta de caráter. Eu sou branco e pobre e sempre sofri as mesmas privações de qualquer negro pobre... E já vi negros ricos que tem a mesma arrogância de brancos ricos! Inclusive temos negros no congresso que quando chegam lá, fazem o mesmo jogo de poder ou sensacionalista, igualzinho os brancos! O poder corrompe. Não querem distorcer as coisas, demonizando os pobres, demonizando os brancos, demonizando classes. A maldade não tem cor, não tem raça e não tem classe social. Qualquer um que chega ao poder abusa. E qualquer um que tá embaixo sofre. Quando o Egito era uma grande potência no mundo, e também é um país do Continente Africano e de pele mais escura, também escravizava seus vizinhos. Da África partiram muitos escravos para as Américas, muitas vezes vendidos pelos próprios reis negros que escravizavam seus inimigos tribais. Enfim o poder corrompe e não a pobreza. Não usem a pobreza como desculpe, pois só é mau quem quer seguir as sombras.

O que precisamos é de políticas eficientes, que abrange a todo mundo e um sistema de segurança público eficiente. Com polícia preparada e atuante e uma justiça ágil e firme. E quem cometer crimes tem que pagar pelos crimes que cometeu, independente de raça, sexo, religião ou nível social.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores