Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 22 de junho de 2014

Os portais de Câncer se abriu com tensão, energias desafiadoras, mas, impulsos, coragem e vigor espiritual

O Sol adentrou nesse 21/06/2014 o portal do Caranguejo ou como é conhecido astrológicamente o signo de Câncer, por volta das 07hs51min de Brasília! Com o Sol na casa 12, em conjunção com Mercúrio e bem com a Lua. No entanto, temos Mercúrio retrógrado e a Lua em Áries, junto com Urano. Além disso, esse solstício de inverno no Hemisfério Sul, trás duras quadraturas, envolvendo Urano, Plutão, Marte e fechando um quadrado ruim com o Ascendente da estação em Câncer! Pode ser a revelação de coragem, falta de espaço para o medo, mentes mais arrojadas e expansão. Mas, em muitos aspectos é também estagnação, retração e tormento, já que estamos vendo também Júpiter mal com a Lua e com o Meio do Céu.

O foco então é Câncer, que simboliza, grupo, base, família, estrutura e firmeza emocional, ainda mais com o Sol vindo na casa 12. E o portal abre-se num momento importante da grande competição que é a Copa do Mundo. Em outros postes, falei do favorecimento de equipes europeias, que vimos algumas grandes até já foram eliminadas do mundial. Isso porque elas tinham favorecimento astral, mas, o pouco empenho, a falta de estrutura do grupo e das emoções, levaram por terra qualquer energia favorável que o astral lhes concedeu. E a abertura desse portal, do Câncer é uma importante simbologia, nesse momento de decisões da primeira fase da competição, pelo fato de focar justamente as bases emocionais dos grupos. Ou seja,  se perder o controle, perde a razão e a batalha.

O Sol apesar de não está forte, está muito bem, com muito fogo a disposição, mesmo dentro de uma casa e signo de água, pois os elementos dominantes dessa carta é fogo, então nos mostra que a agua do Caranguejo está aquecida. E o planeta mais poderoso do Solstício é Vênus, o que em termos futebolístico, favorece a uma etapa de apresentações mais bonitas nas partidas, lançando arte nas próximas rodadas. Apesar de não ser uma carta favorável ao Brasil, de certa forma revela Saturno bem posicionado no fundo, o que mostra-nos que só camisa e tradição não bastam, mas, ajudam sim se a equipe brasileira souber aproveitar do peso que carregam nas costas, em termos de títulos e talentos.

Os astros, ainda nessa carta, continuam apontando a favorecimento de alguma equipe da Europa ou de uma que ainda não tem título, mas, em se tratando de futebol, tudo é possível e superável. Em outros postes, cheguei a perceber favorecimentos inclusive da Espanha que já caiu, mas, França e Holanda, também apontadas, até aqui permanecem vivas na competição. E muito bem. Além dessas Itália que oscila, mas, também tem tradição. Só que além do favorecimento astrológico, esse é um momento e campeonato de equipe, de grupo bem armado e aguerrido, essa é a principal chave, ou seja, objetividade com entrosamento.

Em termos políticos essa entrada, favorece por um lado aos que já estão no poder, como Dilma e Alckimin por exemplo, pelo fato das bases estabelecidas, reveladas por Câncer. Mas, por outro lado, dá margens a traições, mudanças de aliados e tramas. Tanto pelo Sol se posicionar na casa 12, quanto pelo fato dessas quadraturas tensas. Mas, lembremos que a outra entrada do Sol em Libra, é que estará já na reta final das eleições e poderão mostrar a inclinação mais claramente dos partidos, candidatos e eleitores.

Os raios do Sol em Câncer e na casa 12 são embebidos em água e a luz solar ajuda a iluminar as nossas emoções. É um novo ciclo e uma nova oportunidade para interagir com nossas emoções de uma maneira nova. Neste trimestre, o Astral mexe em especial com as mulheres, estando bem mais favorável a elas que aos homens. Assim é importante ser gentil conosco mesmos, mas de uma forma real, ser mais cavalheiro com as mulheres. Servindo aqui até um toque para os políticos que tentam dá um impulso nas campanhas que começarão ainda sob esta regência, ou seja, foquem as mulheres.

Comprar coisas boas e nos dizer que nós somos importantes, servirá como ativador de autoestima, vale muito e é apenas uma forma superficial de manter viva a autoestima. A doçura do câncer com o qual podemos conectar este mês solar e trimestre solar; a vida de caranguejo entre dois mundos, a terra e a água, pode levar a pequenos tesouros do fundo do mar e compartilhar com nossos entes queridos. É um bom momento para cuidar de nossa casa, cuidando para os sentimentos e abrir o coração, começando por si mesmo. Ao mesmo tempo que temos as quadraturas citadas, temos Netuno na casa da magia e transformação, bem junto de Quíron retrógrado, que significa que podemos pegar nas partes de nós mesmos que precisam de cura e amor, abraçar essas partes faltantes e retornar para integrá-los na totalidade do que nós somos de agora em diante uma forma completamente nova, consciente e positiva. E unido a Netuno, mostra-nos fantasias sexuais, pessoas que vão se machucar ao seguir fetiches e fantasias nesse sentido, como também pessoas que poderão se enganar, por serem sonhadores demais e ficarem bem vulneráveis a enganações. Não só pelo fato de Quiron e Netuno estarem em Peixes, mas, por disposição de Plutão, está em foco de tensões. Portanto cuidado com envolvimentos amorosos, com promessas bonitas e atitudes vazias - especialmente precisam ficar ligados, Sagitarianos, Arianos e Câncerianos com enganações e golpes.

Esse trimestre tende a ser favorável a Gêmeos, Escorpião e Leão. Já Capricórnio e Libra, uma fase não tanto favorável, exigindo maior cuidado, especialmente nas relações e aliados. Touro, altamente favorecido, social e financeiramente. Já Virgem, Aquário e Peixes uma fase neutra. Essa uma fase ou trimestre de regência de Iansã e Ibêjis, com os bloqueios cármicos de Obaluaê e desafios de Ogum. Porém com Exu, altamente disposto a facilitar e não dificultar, o que favorece, especialmente os que se prepararem espiritualmente.

Nestes dias os exageros e arroubos emocionais estarão no ar. Devemos buscar ter atitudes equilibradas como nos aponta Marte em Libra, evitando conflitos desnecessários que podem ser muito violentos e irreversíveis, tanto nas relações pessoais como nas sociais. Período de difícil entendimentos onde mágoas ou nacionalismo exacerbado podem ser o estopim para guerras, violências e separações. Neste ciclo fará conjunção com Júpiter e quadratura com Marte, Urano e oposição a Plutão, trígono com Netuno e Quíron. O trígono com Netuno e Quíron potencializa experiências mediúnicas, inspiração, crianção artística e curas emocionais através de práticas alternativas, medicina oriental e vivências espirituais. Estaremos mais nervosos e anciosos com muita imaginação e criatividade. No entanto, tenderemos a distorcer a realidade com propensão a sonhar acordado e fantasiar.

O aspecto com Plutão ativa uma poderosa energia de evolução espiritual, não sem antes colocar por terra tudo que impede nossa harmonia e consciência. Tempos de rupturas necessárias e transformações nas famílias, sociedades, nações e política mundial. Áries no meio do céu, acompanhado de Urano e Lua, dão uma força as pessoas, especialmente a líderes e governantes de estratégia, criatividade e superação, até porque Sol e Mercúrio lhes dão poder de raciocínio e movimento. No entanto, como Marte está fraco no Fundo do Céu, o nervosismo, impetuosidade e impulsividade, poderá mostrar as fraquezas e dá margem a ataques dos inimigos e adversários. Enfim, será um trimestre de novidades surpreendentes, algumas bem extasiantes e eletrizantes, mas, outras bem tensas e desanimadoras. Pressões, convulsões sociais e tiranias de parte de pessoas que tem o poder nas mãos. Pra quem tem uma busca espiritual, ritualística e magística, a proteção será maior. Mas, pra os que se apegam apenas ao poder do dinheiro, poderá ser uma fase bem tensa. Poderemos ter neste trimestre mortes surpreendentes, inclusive de autoridades, acidentes e uma amplificação dos atos violentos. Os grandes líderes, com poder espiritual e moderação de palavras, é que poderão apaziguar as situações.


Que São Gabriel, esteja trazendo paz a nossa nação. Namastê e Shalom

Carlinhos Lima

Sacerdócio: destino, missão e poder espiritual

Nascemos acompanhados (ao menos da nossa mãe), mas, não sabemos como morremos. Muitas vezes em um leito de morte, podemos está sendo velados, mas, a regra geral é que a mãe que nos trouxe no parto, nem sempre estará na hora da nossa morte, apesar de que creio como os antigos, que nossos ancestrais nos aguardam na hora da partida e certamente nossa mãe também, caso ela já tenha desencarnado. Mas, o certo é que viemos ao mundo, sem saber de onde e partimos do mundo sem saber pra onde. E na maior parte da nossa existência estamos sozinhos, mesmo em meio a uma família numerosa ou numa comunidade muito povoada. Cada instante vital, somos sempre nós mesmos enfrentando os problemas da nossa existência. Por isso, família e amigos + amores, são imprescindíveis. No entanto a regra geral é que a família se volte cada membro em sua direção e os amigos, a maior parte deles (pra alguns todos eles), vivam conosco apenas uma fase. Grande parte dos amigos, só são presentes, quando precisam de nós, ao não ter o mesmo nível que nós e conseguindo um status superior, ficaremos no vazio. E até no mesmo nível, as pessoas tendem a lembrar da gente apenas quando precisam.

Da mesma forma é o amor, as pessoas tendem a nos amar, em geral, quando não acham coisa melhor ou nos notarão apenas se temos algo especial pra mostrar e que gere ambição, como por exemplo, poder, dinheiro e sucesso. O amor espontâneo acontece com todo mundo, a maioria arranja seu par, mesmo que não seja o ideal ou certo, mas, quando deixa-se passar essas oportunidades onde o destino de você com o outro se cruza naturalmente ai é onde passa-se o resto da vida, buscando suprir um vazio que dificilmente será preenchido.

A maior parte das pessoas traz missões, conflitos a serem evitados e índoles a serem controladas, mas, poucas conseguem. Por isso, muitos enganos, gravidez precoce e desenganos no amor. A índole os desejos, quase sempre leva as pessoas rumo ao proibido e a quilo que só lhe fará mal. E o pior é que assim como a gravidade que nos envelhece e tira nossa beleza, os desejos também acabam sempre dominando nossa alma...

 Tem pessoas que vem ao mundo com um nível muito alto de carência. Por isso, são muito dependentes de atenção e carinho. Muitos são super dependentes da família, especialmente dos pais e quando só tem um, como por exemplo, filhos de mães solteiras, tendem a fazer tudo pra ganhar atenção. E em especial, meninas tendem a seguir o mesmo destino da mãe. Pior ainda se essa mãe já for uma mulher que foi criada sem mãe. Geralmente meninas com essa linhagem tendem a virar também mãe solteira e seguir um caminho de solidão e abandono. Por isso elas precisam lutar o tempo todo no limite da prudência e carência.

Muitas pessoas vem com um alto teor de carência e assim fazem tudo pra chamar atenção, cometendo loucuras ou sendo vistas como malucas. Elas carregam na alma um altíssimo teor de excitação, uma índole incontrolável e uma natureza rebelde. Geralmente as mulheres vem como filhas de Iansã e os homens como filhos de Ogum. E mais grave quando elas vem com uma Pombagira muito forte que domina sua cabeça e eles com um Exu muito forte que toma rédeas de seu destino. 

Tem também um fator importante, pois quase sempre essas pessoas são muito belas, sendo que homens pendem a ser cafajestes e as mulheres a ser altamente sensuais e sem noção. Tudo tem haver com odu de cada um, mas, em geral essas pessoas vivem conflitos perigosos e qua quase sempre perdem o controle. Tudo tem haver com o karma, que em geral é revelado nos signos zodiacais ou de Ifá. Como elas morreram em vidas passadas, o por quê de suas mortes e o por quê de suas reencarnações. 

Geralmente nosso destino está interligado ao dos nossos ancestrais, que se somam a nossa missão atual e interagem com nossas decisões conscientes. Mas, o que quer dizer o que citei anteriormente sobre Pombagira ou Exu tomar as rédeas do destino? As entidades sejam de Esquerda ou de Direita podem nos dominar? Sim! E não! Como assim? Bem, é como eu disse: Destino+Livre-arbítrio+Acaso= iniciação que leva a um final - se será bom ou ruim é o Juízo Supremo que avaliará.

Primeiro vem o destino, ele é como um projeto que um arquiteto desempenhou pra que seja realizado, mas, nosso livre-arbítrio é que fará´ele acontecer com sucesso ou não. Mas, então somos presos a este projeto? Não, mas, como sabemos que Deus é perfeição e sabedoria, seria melhor se seguíssemos, pois ele desenho sempre o melhor pra nós e correto. Porém sabemos que ele não é ditador, jamais será um Deus de escravidão e sim de amor. Assim, permitiu até que Lúcifer o contestasse e tomasse a decisão de sair do convívio celestial. Ou seja, antes de nascermos ele forma um projeto ideal e perfeito pra cada um, mas, nos é que não conseguimos cumprir como deveria. Por isso a obra quase sempre sai imperfeita, por quê o homem tende a ser rebelde, teimoso, contestador e desobediente. E assim o destino vai se moldando em conformidade com nosso livre-arbítrio. 

Então o livre-arbítrio  tem o poder de mudar o destino? Ele é mais forte do que o destino então? Não! Ele é o poder de execução, mas, não é bem assim que a banda toca. Ao modificar o projeto especialmente com atitudes imbecis, o projeto apenas vai se deteriorando, tornando-se mais difícil e rumando ao fracasso. Mas, que liberdade é essa que se não cumprir a risca, somos punidos? Não é que somos punidos, apenas vamos perdendo a segurança, as facilidades e o prumo! Geralmente quem tem sucesso, a não ser que seja usurpação dos bens dos outros, é porque caminha nos trilhos certos do destino. Então, temos que seguir realmente o que foi projetado e ser apenas obedientes? De certa forma escravos do destino? Não! Não somos obrigados a cumprir e nem sempre estaremos rumando ao fracasso se deixamos de cumprir! Deus é generoso, misericordioso e como disse Jesus, tem sempre o dom e a graça do perdão. Ele sempre vai tentando ajeitar as coisas, até o limite do aceitável. E ai entra o "Acaso" ou seja, a força cósmica do reajuste, pra ajeitar as coisas. Isso é o que chamamos de Sorte. Ou seja, quando o universo ou Deus, nos dá bonus, nos dá "chances extras", quando sentimos que o Cosmos tá tentando ajeitar as coisas. Assim podemos nascer com o projeto ajeitado pra nós, mas, em conformidade ao que a vida foi se desenhando outros projetos podem ir se ajustando e se desenhando pra uma nova realidade escolhida.

Mas, não se iludam como fazem os crentes ou cristãos da moda, que acham que é só jogar nossa vida nas mãos de Deus e que ele nos guiará num piloto automático, só porque alguém compra uma Bíblia e começa a pagar o dízimo. Deus não é molique de recados ou recebe propina pra ajeitar nossa vida. Mesmo tendo uma religião, fé e rezando o tempo todo, vamos ter que continuar seguindo nosso caminho, tomando nossas decisões e não pense que só porque alguém se diz cristãos ou temente a Deus, que o Senhor vai a partir dai  tomar as decisões por ele! As decisões serão sempre do homem e ele responderá por isso. 

Não se iluda, fazendo frases dizendo que "Deus é fiel", por isso ou por aquilo, que lhe deu um carro novo, uma casa ou dinheiro, só porque você é crente! Você continua tende que cumprir seu destino da mesma forma que as pessoas com outras religiões ou mesmo sem religião alguma. Seu signo continuará seguindo, independente de sua fé ou não. O que acontece é que algumas pessoas sentem mudanças, quando se apegam a uma fé e a buscas espirituais, por que justamente essa atitude, certamente era uma das exigências existenciais. Ou seja, se no seu horóscopo ou signos de Ifá, você tem como missão se inclinar mais ao campo espiritual, ao tomar essa decisão consciente você conseguirá bônus importantes. Mas, não pense que só pelo fato de se tornar crente em uma religião que você se torna mais santo, mais querido de Deus ou melhor que os que não são de sua religião. Deus é supremo, não precisa de bajulação, fanatismo ou vaidade religiosa. Ele requer de nós, é sabedoria, amor, justiça e evolução espiritual. Ele quer de nós que nos tornemos seus filhos em perfeição e luz. Jamais ele vai querer, escravos ou bajuladores.

As pessoas costumam a se iludir, achando que tem mais poder que os outros, por está seguindo algum caminho espiritual, ter conhecimentos ocultos ou por ter contatos mediúnicos com o Sagrado. Mas, não é bem assim! As vezes um ateu pode até tá cumprindo sua missão, muito mais eficiente do que os que estão inclinados a liturgia e religiões. Isso porque as pessoas não entendem que as missões são nos 3 níveis. Assim nem todo mundo veio a Terra pra ser espiritualista, ser religioso ou crente. Muitos vieram pra movimentar o sistema mesmo. Pra ser responsável pelas riquezas da terra, ser materialistas e cumprir papéis políticos. Agora a forma como eles vão cumprir é que será julgado.

Todos os destinos estão interligados, mas, as funções são diferentes. As vezes um pecado de um justo, pode ter significado e peso maior que o mesmo pecado sendo cometido por um ímpio. Da mesma forma que um ato de bondade feito por um ímpio pode ter mais peso que o mesmo ato cometido por um santo! E não é que o mal tenha mais valor ou o injusto tenha maior apreço. A questão é que quando quem tá na sombra se volta pra luz, tem uma visão maior do que quem tá na luz e se volta pra sombras. O homem tá sempre em direção a evoluir e não a cair. E quando ele faz o sentido ao negativo, ai perderá sempre mais. Quem entende essas questões estará sempre na frente. Nem todos que vivem, merecem viver, assim como nem todos que morrem merecem morrer. Mas, o sistema se adapta, em conformidade com os projetos individuais, inseridos no Todo que é o projeto maior, geridos pela Sagrada Lei de Pemba, a Lei Maior, a Lei Ancestral e a Lei do Amor.

A questão sexual, que tanto as religiões, especialmente as ligadas ao cristianismo e islamismo, também budismo e seguimentos do hinduísmo, em especial as que tem grande caráter patriarcal ou machista, na verdade é uma das linhas mais importantes reveladas pelo destino. Por isso Exu e Pombagira tem tamanha importância quando se estuda o destino do homem, a ancestralidade e os orixás. Mesmo dentro da Umbanda e Candomblé, há certos preconceitos, ataques a sexualidade e incompreensão, por causa de conceitos de outras religiões. Adeptos que se deixaram sugar pelos conceitos das religiões puritanistas e paternalistas ou patriarcais, acabam levando o sexo para o lado do sujo, do obscuro e acabam contradizendo as próprias leis da vida. Pois sexo é vida, é poder e sem ele a raça humana seria extinta.

Na Umbanda que se diz Kardecista, na de Mesa Branca, Esotérica e até mesmo em outros seguimentos como a mística, vemos sempre afirmações no mínimo atrasadas e confusas, na maioria das vezes contraditórias. Basta buscar mais a fundo a ancestralidade africana pra ver que certos prismas, paradigmas e conceitos ou preceitos que os adeptos de hoje inseriram sequer existem. Pai Matta por exemplo tem afirmações bem incisivas quanto a este assunto, como por exemplo, Pombagira, mulher ser sacerdote e ao sexo.

Eu em quase vinte anos de pesquisa, vejo Pombagira com a mesma importância de Exu, aliás, fazendo parte da mesma vibração. Porém concordo em alguns detalhes com o mestre Matta, quando ao perigo de algumas delas. Nem todas são Exu, algumas são kiumbas ou eguns, que militam a faixa da Esquerda e se passam por Exus. Porém quando a sacerdotes, acho que a mulher tem tanta capacidade quanto aos homens. Aliás, creio que a capacidade mediúnica, litúrgica e magística da mulher pode até ser maior. Sabemos que houve um tempo em que os homens estavam muito mais inclinados a guerra e a governar, conseguir poder e ser guerreiros. E quem cuidava dos templos e do contato ao Sagrado eram as mulheres. Que em muitas vezes ao ter os maridos na guerra, ficavam em casa orando por eles.

Na verdade a maior parte do conhecimento místico que temos hoje, devemos mesmo é a mulher. Ela sempre foi mais sensível e voltada a descobrir o sagrado e por isso levou a culpa de tudo. Especialmente quando o homem tomou o controle da religião e tentou impor limites. A mediunidade na verdade perder força e ganhou muitos limites, não por causa das mulheres e sim dos homens. A mulher quando manipulava a magia, tentava era se conectar ao sagrado e o homem tentava manipular os segredos, dai gerou as distorções e choques.

O importante é saber que cada um tem sua missão, suas dores, seus limites e quase sempre nossos desejos nem são tão importantes, mas, nossa missão espiritual é que se sobrepõe. A maior parte de nós vivemos lamentos e insucessos hoje, por que fracassamos, erramos o caminho. Mas, não é punição é reajustes.

Shalom a todos!

Carlinhos Lima.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores