Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 29 de junho de 2014

PSB, Eduardo Campos e Marina Silva: as configurações da convenção

A configuração astrológica no lançamento do nome de Eduardo Campos (PSB) e Marina Silva

A convenção do PSB e Eduardo Campos, se deu numa configuração muito ruim. Isso não quer dizer que nos mapas do partido, do candidato e de sua aliada Marina Silva, não estivesse benéfico, afinal não analisarei, pois não tenho os dados deles disponíveis agora. Mas, as configurações para o momento da convenção não era das melhores. Apenas Mercúrio e Saturno. Sendo que este ulitimo estava bem com a Lua. Isso quer dizer que o elemento feminino foi boa escolha. Ou seja, Marina realmente vai somar. Por outro lado, com Júpiter solitário, apesar de forte, mesmo sendo o regente do ano e se exaltando no signo atual Câncer, não fazia contatos. Enquanto esse Saturno no fundo do Céu (setor canceriano), estava bem e dentro do signo das transformações (Escorpião). O que isso quer dizer? Quer dizer que o socialismo não é tão benéfico. Assim a Marina Silva por exemplo, tem que transformar ou adaptar suas ideologias, ser menos radical em alguns sentidos. E estamos numa fase onde o tradicionalismo, a Direita e o centro estão mais fortes. Assim, como Mercúrio favorecia Eduardo em sua convenção, significa que ele deve adaptar, corrigir ou redirecionar seu marketing pra crescer e ser aceito por parcelas dominantes e importantes da sociedade.

Quadraturas e quadrado maléficos, dominam no céu nesse período, o que de certa forma ataca os poderes vigentes, desfavorece o governo atual e favorece os inimigos desses governos. Então as alianças e as escolhas de Eduardo, serão importante pra mostrar seu crescimento ou não. Mas, essas mesmas quadraturas, mostram barreiras fortíssimas a serem superadas por Eduardo e o PSB. Inclusive o PT e o governo, devem jogar pesado contra essa chapa oposicionista.

Netuno mostra que a parte espiritual dos candidatos da chapa do PSB, é importante, também o apoio de parte de religiosos, movimentos sociais e aliados que poderão somar muito. Mas, as configurações dessa convenção, são bem desanimadora como demonstração de mudança. Assim será muito difícil tirar votos com Eduardo da parte do PT e de Marian da parte do PSDB, a não ser que saibam bem moldar um novo discurso mais convincente e flexível, como um marketing bem acertado. Esse é o recado de Mercúrio.

A convenção, tem do lado positivo, a força de Oxalá, Obá, Oxum, Oxóssi, Ossaím e Nanã. E o desfavorecimento de Exu, Iansã, Ogum, Oxumaré e Xangô. Favorecimento das crianças, Caboclos e desfavorecimentos de Pais ou Pretos Velhos. Marina Silva, é evangélica, não crê nas forças ancestrais de sua própria linhagem, mas, não importa, pois a religião, não pode apagar as marcas da ancestralidade. Em  termos cabalísticos, a convenção tem a proteção do Arcanjo Rafael.

Atualização 17/08/2014 - Pois é galera, hoje foi enterrado em Recife no Pernambuco o corpo do Ex-governador Eduardo Campos. Só ao ver esta postagem entrar em meio as mais acessadas é que recordei que tinha feito uma avaliação sobre a convenção de Eduardo e do PSB. Porém muito longe de imaginar essa tragédia toda, mesmo vendo as configurações pesadas do dia da convenção e que me chamaram tanta atenção e que por isso escrevi as análises. Mas, jamais pensei em morte, ou se passou algum insight na minha cabeça eu ignorei, pois falar de morte é difícil e nossa mente vai sempre bloquear por ser um tema tão pesado. No entanto, revendo textos e textos, que inclusive entraram entre os mais acessados do blogue, justamente por citar o candidato morto tragicamente, que percebi que haviam sim indícios de no mínimo um ano muito difícil para o candidato. Como já neste post, citei configurações bastante desafiadoras e um desfavorecimento ferrenho de vibrações agressivas quando negativas, no caso citado acima: Exu, Iansã, Ogum, Oxumaré e Xangô... Enfim, uma convenção super fria e pautada a desafios imensos. 

E assim como citei há pouco, juntando outras peças de interpretação, como deste outro texto - http://portalesdoceu.blogspot.com.br/2014/01/a-acao-dos-astros-sobre-as-eleicoes.html   temos mais elementos pra conseguir imaginar um cenário ainda mais ruim e que eu não fui orientado pelos guias a captar de forma clara naquele momento, pois tudo Deus é quem determina e só ele nos revela, se preciso for. Enfim, nesse outro texto, sobre Eduardo eu cito suas dificuldades, após analisar seus adversários e até mesmo sua companheira Marina Silva. Mas, o que mais me chama atenção no texto e que só percebi após aumentarem os acessos ao post foi o trecho que coloquei no ultimo paragrafo que diz: "Ainda voltando aos assuntos gerais da política, teremos ainda nesse ano, algumas grandes empresas passando sérias dificuldades e forte chance de alguma personalidade ligada ao poder político vir a falecer no ultimo trimestre do ano. Eduardo Campos, dependendo do que acorde com Marina e seus aliados, poderá crescer bem mais do que tem demonstrado até agora, ...". O seja, eu percebi nas analises para a ano 2014 um forte indício da morte de uma personalidade ligada ao poder político. Porém como já expliquei nesse mesmo texto, não posso afirmar se é referente a morte de Eduardo, pois citei o ultimo trimestre. Então não sei se a inspiração na hora em que interpretava os aspectos, foi um erro do periodo ou da personalidade. Ou seja, não sei se errei no tempo do acontecido ou se outra morte ainda ocorrerá antes das eleições.

Mas, voltando a Eduardo Campos, nessa análise que fazia naquele momento dos candidatos eu citei o seguinte: "Marina Silva, não sabemos bem qual será seu papel nessas eleições. Porém ela faz bem em não concorrer como candidata a presidência, pois ela tem bons aspectos, mas, também aspectos desafiadores que complicariam sua caminhada rumo a Brasília. Quanto a um cargo como vice, é realmente mais favorável a ela. O que podemos dizer é que o mapa dela combina com o do governador Eduardo Campos, sendo que juntos são fortificados." Assim, vemos que as configurações astrológicas, se mostravam naquele momento muito desfavorável a candidata como protagonista da chapa. No entanto, levando em conta os acontecimentos, será que poderia Marina tirar proveito da comoção, da tragédia e crescer muito com tudo isso? Bem, política é um jogo, lidando com milhões de mentes, que são os eleitores que mudam a todo momento. Portanto é difícil garantir que sim ou que não. Porém, relendo o seguinte trecho que previ naquele momento que diz o seguinte: "Não dá pra falar muito do horóscopo de Eduardo Campos sem saber em que horário ele nasceu, mas, podemos sentir que dependendo de sua postura, alianças e discurso, poderá ter um bom crescimento no segundo semestre. Até porque é um leonino, que receberá toda energia de Júpiter..." Podemos então, supor que a tendência é que Marina Silva, cresça sim, e que Eduardo Campos, possa enviar através desse Júpiter que citei no trecho, talvez envie muito mais vigor a candidatura do PSB, com a comoção de sua morte. Sabemos que Júpiter é ligado ao outro mundo, como senhor do Olimpo, do paraíso e que milita o mundo espiritual. No entanto, o horóscopo de Marina Silva, mesmo com os acontecimentos, continua vedado em alguns setores, que não mudarão com a morte de seu companheiro de chapa. E como as análises que fiz revelam, ela seria um bom apoio como vice e não como protagonista. Ou seja, Campos seria mais carismático que ela, mais envolvente e mais bom de discurso, também mais apaziguador. Mas, ela tende sim a crescer, pois comoção no Brasil dá votos sim.

Como eu já afirmei, a astrologia não é advinhação. Ela lida com a analise dos simbolos, dos aspectos interplanetários, os signos e claro uma boa dose de intuitividade e no caso de grande parte dos astrólogos, também uma boa dose de força espiritual e auxílio dos guias de luz ou Anjo da Guarda e Orixás. E analisando as vibrações de Marina agora o que podemos dizer é que além de signos estáticos, a astrológica lida com prognósticos interpretativos, de símbolos e evolução de signos. Assim como gêmeos nascidos juntos, no mesmo dia e local, como também hora, apresentam diferenças entre si, energética e comportamental, da mesma forma, quando se altera a posição de uma pessoa no mundo, também a simbologia cósmica e ancestral, atua de forma diferente. Ou seja as possibilidades de Marina como vice eram de uma forma, agora como postulante ao palácio do planalto são outras. 

Enfim, é curioso analisar o signo de Marina, como a sua casa de poder político está bem energizada por dois planetas de sucesso e brilho que são Vênus e Júpiter. Inclusive, Vênus é pra Marina o astro da transformação e da morte. Assim tudo se transformou em sua vida de repente, por causa da morte de seu parceiro de chapa, até porque esses dois astros citados, passei na casa 11 que além de ser uma casa de política é também dos amigos. Na verdade, eles estão adentrando a casa e pressionam agora a cúspide da casa, ou melhor a parede da casa astrológica, mas, em outubro Júpiter já estará bem dentro dessa casa.  Outra coisa interessante é que sua casa de amigos e política é regida por Leão, o signo de Eduardo Campos e por isso eu disse que ela seria uma boa aliança pra ele, e vice versa. Outro fator importante é que estes dois astros citados, pressionam não só a parede da casa 11, mas, passam por cima do Urano Natal da candidata, e quem conhece astrologia, sabe bem que Urano representa mudanças imediatas, surpresas e mudanças na política.  

E ainda focando Urano, vemos que este astro por trânsito, passeiam na casa 7 da candidata, uma casa de aliados, conchavos e apoios. Só que, no momento ele faz movimento retrógrado, ou seja, anda pra trás. Já Vênus como citei anteriormente rege também no signo de Marina a sua imagem, assim por ter tanta força de Oxóssi, ela se diz tão ligada a Natureza e defesa do Meio Ambiente. No entanto, os entraves astrais que citei anteriormente no outro texto, se referem as depurações que vem ocorrendo em seu signo, como por exemplo, Plutão que vem fazendo uma grande faxina na sua casa 4, sendo assim ela precisa mudar paradigmas, libertar-se de estigmas, mudar posturas e se portar de forma mais aberta e libera, senão terá dificuldade até pra angariar fundos e conseguir grandes apoios.

Além de Plutão, Marina também tem um Urano Natal em meio a forte configuração que gera antipatia em grande parcela do eleitorado brasileiro. Assim, vemos que se ela souber aproveitar os bons ventos dados por Vênus e Júpiter ela poderá crescer muito, porém se continuar com ideias retrógradas e teimosia, poderá não ir muito longe.

De qualquer forma, ela será uma grande pedra no sapato dos adversários, pois no dia das eleições, ela terá Vênus e Sol sobre o Ascendente, iluminando sua imagem, além de Lua, junta a Netuno, lhe dando poder político e espiritual, conseguindo assim forte apoio do eleitorado feminino. Além disso,  Júpiter bem luminoso, bem aspectado e favorecendo sua vida política, o que quer dizer que poderá roubar algum apoio importante de seus adversários, especialmente de Dilma, que ao que parece sofrerá muitas traições.  

Além disso, Marina estará com Marte bem aspectado na casa da comunicação, o que quer dizer que seus marqueteiros tendem a acertar o passo e o discurso. Seus pontos negativos no entanto, vem de 3 astros negativos e lentos que são Urano, Plutão e Saturno. Saturno por ataque direto, bloqueia o Sol Natal da candidata, Urano Retrógrado, desafia o Ascendente da Candidata e tira parte de seu brilho, além de deixar seus erros mais evidentes e Plutão por sua vez, faz o mesmo papel, fazendo com que grande parte do eleitorado consiga enxergar suas ideias mais radicais. Assim, não creio que ela possa chegar a ser a vencedora, mas, terá um papel importante pra que ocorra o segundo turno. Imagino que a disputa deva ser entre Aécio e Dilma no segundo turno. Mas, lembrando que política é um jogo, lida com estratégias, mas, também com o acaso. Assim dependerá muito de como cada um vai aproveitar sua campanha e como se portarão. E fiquem todos ligados nela, pois ela tende a dar muito trabalho tanto aos tucanos, quanto aos petistas... De qualquer forma, esta será a eleição mais disputada da história e qualquer resultado vindo das urnas não será uma mera surpresa. Assim se passarem dois candidatos inesperados ao segundo turno, não duvidem nada que novos rumos a política brasileiras estão vindo sob as ordens da Nova Era de Aquário...

Axé a todos! Ate mais...

Lembrando ainda que as progressões de Marina Silva estão muito boas e que certos aspectos ruins formados por trânsitos, se dissipam após o primeiro turno, o que quer dizer que não creio (e isso é um palpite pessoal) que Marina passe para o segundo turno, no entanto se ela conseguir passar, será imbatível pra qualquer um dos outros adversários. Então, é bom que fiquem de orelha em pé e se esforcem pra barrá-la, não deixando passar para o segundo, pois poderá ser uma enorme surpresa a todos!


Carlinhos Lima 

Astrofísica: Planeta descoberto em estrela próxima do Sol pode ter água líquida

Segundo cientistas, a descoberta é uma evidência de que planetas potencialmente habitáveis em nossa galáxia são "tão comuns quanto grãos de areia na praia"

 

Cientistas acreditam que a estrela Kapteyn (ponto vermelho à esquerda) foi ejetada de uma galáxia anã que se integrou à Via Láctea (Victor Robles, James Bullock, and Miguel Rocha at University of California Irvine and Joel Primack at University of California Santa Cruz)
Uma equipe internacional de astrônomos descobriu dois novos planetas orbitando uma estrela muito antiga e próxima do Sistema Solar. Um deles, denominado Kapteyn b, está uma distância da estrela que permite a existência de água líquida em sua superfície – um ingrediente essencial para a formação da vida. A pesquisa que descreve as descobertas foi publicada nesta terça-feira no periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.
CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Two planets around Kapteyn's star: a cold and a temperate super-Earth orbiting the nearest halo red-dwarf

Onde foi divulgada: periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society

Quem fez: Anglada-Escude, Guillem; Arriagada, Pamela; Tuomi, Mikko; Zechmeister, Mathias; Jenkins, James; Ofir, Aviv e outros

Instituição: Instituto Carnegie, nos Estados Unidos, e outras

Resultado: Os pesquisadores descobriram dois novos planetas orbitando uma estrela muito antiga e próxima do Sol. Um deles, denominado Kapteyn b, está uma distância da estrela que permite a existência de água líquida em sua superfície
A estrela ao redor da qual os novos exoplanetas orbitam é denominada Kapteyn, em homenagem ao astrônomo alemão Jacobus Kapteyn, que a descobriu no fim do século XIX. Ela tem um terço na massa do Sol e se localiza nos limites da Via Láctea. 
O planeta Kapteyn b, candidato a ter água líquida, possui cinco vezes a massa da Terra e dá uma volta completa ao redor de sua estrela a cada 48 dias. O segundo planeta, Kapteyn c, é mais massivo, com um ano correspondente a 121 dias terrestres e, provavelmente, frio demais para ter água líquida.

Instrumentos que estão sendo desenvolvidos atualmente poderão, em breve, analisar a atmosfera desses planetas e verificar a presença de água, acreditam cientistas. "Essa é mais uma evidência de que quase todas as estrelas possuem planetas, e que planetas potencialmente habitáveis em nossa galáxia são tão comuns quanto grãos de areia na praia", afirma Pamela Arriagada, pesquisadora dos Observatórios Carnegie, nos Estados Unidos.
Os planetas foram descobertos a partir de instrumentos do Observatório La Silla, no Chile, parte do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês); do Obervatório Las Campanas, também no Chile, operado pelo Instituto Científico Carnegie (CIS, na sigla em inglês), e do Observatório W. M. Keck, no Havaí, da Associação de Pesquisa em Astronomia da Califórnia.

Proximidade — A estrela Kapteyn é a 25.ª mais próxima do Sol, a 'apenas' 13 anos-luz da Terra. Os cientistas acreditam que ela tenha se originado em uma galáxia anã que se desfez e foi absorvida pela Via Láctea. Esse 'canibalismo galáctico' mudou a estrela de direção, fazendo com que ela acabasse nas proximidades da Via Láctea.
Estima-se que essa estrela e seus planetas tenham cerca de 11,5 bilhões de anos, 2,5 vezes mais do que a Terra e apenas dois bilhões de anos a menos do que a formação do Universo. "Isso faz com que a gente se pergunte que tipo de vida pode ter evoluído nesses planetas em um período tão longo de tempo", diz Guillem Anglada-Escude, pesquisador da Queen Mary University of London e um dos autores do estudo.
Kepler-186f
A 500 anos-luz da nossa galáxia (cada ano-luz equivale a 9,46 trilhões de quilômetros) e orbitando a zona habitável de uma estrela anã, esse é o único planeta a ter o mesmo tamanho da Terra. Com isso, os cientistas estimam que ele seja composto de rochas, ferro, água e gelo e tenha uma atmosfera parecida com a do mundo onde vivemos. Além disso, ele tem um movimento de rotação semelhante ao nosso, o que garante uma temperatura bem distribuída em todas as suas faces. Essa soma de características indica que ele pode ter água na forma líquida, um dos fatores fundamentais para a existência de vida sobre sua crosta.

Kepler-62e
Descoberto em abril de 2013, está na zona habitável da estrela Kepler 62, um pouco menor e mais fria que o Sol. Estar na zona habitável significa a presença provável de água. Ele fica a 1.200 anos-luz da Terra e tem tamanho 60% superior ao do nosso planeta. Sua órbita é de 122 dias e os cientistas estimam que ele pode ser rochoso, como Marte, ou formado de oceanos.
Esse foi o primeiro planeta fora do Sistema Solar encontrado em uma zona habitável, em setembro de 2010. Está a 20 anos-luz de distância, orbitando uma estrela anã na constelação de Libra. Sua massa é três vezes maior que a da Terra e ele tem um período de translação (tempo que o planeta leva para dar uma volta completa ao redor de sua estrela) de 37 dias. Ele possui apenas uma das faces voltadas para a estrela, o que significa que um de seus lados recebe luz constantemente, enquanto o outro permanece na escuridão. O lugar mais confortável para morar, com temperaturas entre -31 graus Celsius e -12 graus Celsius, seria na linha intermediária entre a sombra e a luz. E a gravidade é semelhante à da Terra, o que significa que poderíamos andar por lá sem dificuldades.
Descoberto em 2012 e confirmado em 2013, o planeta é uma super-Terra: tem 4,5 vezes a massa do nosso planeta. Fica a 22 anos-luz de distância, na constelação de Escorpião e orbita uma estrela anã, que tem um terço da massa solar e faz parte de um sistema estelar triplo (onde três estrelas orbitam uma em torno da outra). Está na zona habitável, o que indica a presença provável de água na forma líquida, e temperaturas nem muito quentes nem muito frias.
Localizado a 600 anos-luz da Terra, tem 2,4 vezes o raio do nosso planeta e está bem no meio da zona habitável de uma estrela muito parecida com o Sol. Foi encontrado em 2011 e demora 290 dias para dar a volta ao redor de sua estrela, o que faz com que, possivelmente, tenha as mesmas condições do nosso mundo.
Trata-se do planeta na zona habitável da estrela Tau Ceti, que fica na constelação da Baleia, a 12 anos-luz do nosso Sol, e é muito semelhante a ele. Tem cerca de cinco vezes a massa da Terra e os cientistas ainda não sabem se sua composição é rochosa ou gasosa, como os planetas gigantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores