Total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Ocidente e Oriente: a diferença na busca do sucesso e do conhecimento

  busca do sucesso e do conhecimento
Ocidente e Oriente: a diferente na busca do sucesso e do conhecimento

A internet é sensacional, mas, também revela muitos mal educados digitais...


Há uma grande diferença entre a busca espiritual do Oriente em relação ao Ocidente. Especialmente pra nós latinos e mesmo da América do Norte. Pra todo mundo que estuda filosofias místicas, religiões e magia, entenderá facilmente o que eu estou falando. As pessoas, ainda mais hoje em dia, não querem ter trabalho, querem achar tudo de graça na internet e não tem a mesma aplicação dos místicos do Oriente. Lá montes, magos e sacerdotes, são capazes de meditar horas a fio, orar, dias seguidos, jejuar, praticar exercícios e rituais, por mais cansativos que sejam. É claro que aqui também, temos raras exceções, mas, são raríssimas mesmo. Em geral as pessoas dizem logo que não entenderam, que é pra não perder tempo estudando ou tentando, só querem achar pronto. As pessoas aprenderam a buscar quem traga os resultados, como se aquela pessoa, não tivesse o trabalho antes de estudar, focar, meditar e se aprimorar.

Nas redes sociais, por exemplo, é comum pessoas adicionarem astrólogos, tarólogos, numerólogos ou místicos de qualquer seguimento, achando que ao se tornar amigos, poderão ter consultoria grátis. Em geral, elas passam um bom tempo, se aproximando, falando de outras coisas, ganhando confiança e de repente, estarão fazendo quase que perguntas diárias. As vezes a intenção é tão direcionada, que não primeira negativa ela te bloqueia. Sempre com o papo de que o espiritualista tem que fazer caridade, elas querem com esse "migué", sempre convencer a pessoa a ensiná-la ou aconselhá-la de graça. Muitas já chegam dizendo que estão desempregadas ou sem dinheiro, que já estão cansadas de gastar a toa e querem consultoria de graça e caridade. E este não seria o maior problema, eu por exemplo, sempre respondi as pessoas, o máximo que pude, mas, além de servir a determinadas pessoas, ainda querem fazer de idiota, quem se presta a ser bom e acessível. Logo, vem a pergunta pra filhos, irmãos, conjugues e até amigos. E não estou fazendo um desabafo não, pois levo essas questões sempre com muita disciplina, mas, apenas constatando um dos problemas do porque muitas pessoas passam a vida, perambulando sem achar respostas, pois só querem tirar proveito das outras pessoas. Esquecem do que disse São Francisco de Assis "...pois é dando que se recebe". Ou seja, se você quer conquistar algo, você tem que doar primeiro, não vai achar tudo o que quer de graça. Até Deus nos coloca nessa vida, pra cumprirmos nossa missão! 

E não estou falando aqui apenas de experiências minhas, mas, de muitos amigos que me constatam isso, não apenas no meio místico, mas, em qualquer atividade. Sempre vai ter alguém que quer tirar uma casquinha. O engraçado é que no Brasil, o povo adora seguir. Segue famosos que nunca dará um oi pra elas, dão audiência pra quem sequer dão valor a sua atenção, mas, na primeira oportunidade, eles te bloqueiam sem você fazer nada, apenas porque você não correspondeu o que aquela pessoa queria. 

Bem além desse problema que citei do comportamento das pessoas (não todas), mas, a maioria, sempre querer tirar vantagens, tem ainda a intolerância nas redes sociais. As pessoas, só querem que você siga o mesmo comportamento que elas, que goste do mesmo que elas, que não dê opiniões que elas discordam e que jamais fale da nada que elas gostam, a não ser pra concordar com elas. Há ainda uma paranóia, incompreensível nas redes sociais, pessoas que são levadas por uma obsessão imensa, que nem se dão conta. Tem pessoas que acham que são donas umas das outras. Tem aquelas que até força o parceiro a colocar no perfil ou na capa, uma foto juntos, só falta colocar também o cachorro, papagaio e uma placa na testa dizendo "ele é meu"... E entre esses tem aquelas pessoas que acham os emojis a coisa mais importante do mundo. Elas mesmo vestindo roupas provocantes, muitas vezes toda produzida, levam uma dura dos parceiros, porque alguém curtiu com um coraçãozinho ou simplesmente curtiu! Esquecem-se que aquela função é justamente pra isso, pra dar moral a pessoa e dizer que a pessoa amou, curtiu e que ela está o máximo! Ninguém entende, porque se ela quer tirar foto apenas pro parceiro, pode tirar no celular e mostrar pra ele, sem publicar numa rede social; pode ainda só ter a família e o companheiro na sua lista de amigos; pode só adicionar pessoas do mesmo sexo ou pode só adicionar fotos de cachorro, de santos, da Bíblia e não fotos provocantes!

Enfim, as pessoas dão demasiado valor ao que não tem nenhuma importância, pois já vi diversas pessoas que tem dezenas de fotos com o marido ou esposa nos álbuns, mas, vi pro motel com outros. A rede social, não mede a honestidade de uma pessoa. A fidelidade de uma rede social é nula. A pessoa pode tá dizendo eu te amo, online e convidando outro pra transar ofline! Ciúme e paranóia é tudo uma perda de tempo. A obsessão quase sempre faz é atiçar a traição. Quando mais uma pessoa é ciumenta, mais ela gera tesão no outro e mais ela leva chifre!

Mas, voltando a questão que me pautei a escrever hoje, que é o fato de os ocidentais não terem a mesma aplicação que os orientais, falei nessas paranoias das pessoas modernas, pra dizer o quanto nossa sociedade dos celulares está superficial, preguiçosa e apegada a coisas sem valor. Por isso, não evoluem na busca espiritual. Elas não querem mias ler um livro, apenas pequenas frases no computador. Se você fizer um vídeo grande, elas não vão assistir inteiro, a não ser que seja de idiotices! Os vídeos sempre em alta no youtuber são de comédia, coisas sem futuro e vazias. Porém, o interessante é que há pessoas que gostem de tudo. Ou seja, tem quem goste de astrologia, de tarô, de estudar cabala e muitas outras coisas, mas, elas não querem ler nada, não querem entender nada, querem apenas que alguém lhe diga resumidamente e rapidamente, quase num sim ou não, o que elas querem saber. Sem trabalho, sem gasto e sem prática. Assim, nossa Umbanda, nossa astrologia, nosso tarô e nossa magia, vão ficando cada vez mais restritos a poucos. E as pessoas se queixam, quando são cobradas por serviços, pois tem a ilusão que vão achar tudo na internet gratuitamente, o que não é bem assim! Quem produz um conteúdo, tem gasto, tem tempo perdido, tem trabalho e tem seu valor, nunca vai fornecer tudo de graça. E ainda tem um ditado popular que diz "nem tudo que é grátis, tem valor..." ou ainda "as vezes o barato sai caro".

Bem eu estou falando tudo isso, pra tocar no tema do assunto, que é a chama da riqueza, do poder e da prosperidade ou sucesso - não há nada de bom, sem um alto preço. Quando maior o poder, maior é a responsabilidade e quanto maior é sua aplicação na busca de algo, mais chance de sucesso você terá. É assim que surgem as pessoas de sucesso, os bilionários, os famosos e os valorizados no mundo. Eles dão o seu melhor, eles investem, seu tempo, seu capital e sua fé. Não esperam que caia do céu. E sabem muito bem que quanto mais investem, mais retorno terão. Veja pelas empresas, que quanto mais elas tem um produto de alto valor agregado, mais retorno elas terão e mais lucratividade!

É evidente que em qualquer área, também temos que doar, como falei há pouco, assim todo mundo que trabalha com astrologia ou qualquer outra metodologia esotérica, vai sempre trazer informações de graça, vai compartilhar conhecimento e vai está disponível em determinadas ocasiões, até porque, quanto mais se compartilha, mais se cresce. Mas, longe de querer dar vez a abusadores, que só querem tirar proveitos. As pessoas que estudam e dedicam seu tempo, não vão passar a vida, apenas servindo ao egoísmo e mesquinharia das pessoas, que só lembram de buscar, quando estão precisando. 

Os orientais, tem uma outra forma diferente de nós, ao buscar a espiritualidade. Eles não buscam apenas quando estão mal, não buscam  também, de forma imediata, mas, é uma busca para uma vida inteira. Assim, eles nunca esperam achar nada fácil, jogado na rua ou sem trabalho, pois eles sabem que tudo é complexo e tem valor. 

Aqui no Brasil, as pessoas pegaram uma mania de simplificar tudo, pra que tudo seja mais fácil. Na África por exemplo, tem um panteão enorme de orixás, inkices e guias, com centenas de odus e orikis, para que o sacerdote interprete. No entanto aqui, além de reduzir a Umbanda a 7 linhas, dão as pessoas na maioria das casas, apenas um orixá! Até na Angeologia Cabalística, reduziram a apenas um anjo da guarda, tudo pra tornar mais fácil. Também na astrologia, podemos repisar anos e anos na mesma tecla, que astrologia não é apenas o horóscopo solar, mas, elas vão sempre insistir nisso. Vão até sempre ter as mesmas contestações sobre a validade da astrologia, sempre visando apensa o signo do Sol. Enfim, a sociedade contemporânea, vai querer sempre simplificar, sem ter esforço e nunca vai querer se aprofundar num livro complexo ou em coisas mais elaboradas. Querem sempre mamão com açúcar! Quando estão com problemas por exemplo, elas não querem entender os contextos cármicos que estão envolvidos em suas provações, querem apenas pagar por uma macumba e uma consulta na cartomante, pra que se tenha uma solução mágica e rápida, sem trabalho e sem muito gasto. Então como a vida não é simples assim, acabarão sempre se decepcionando.

Que a força ancestral esteja com todos vocês, pra que tenham mais prudencia, determinação e sabedoria, pra buscarem com mais firmeza, todo conhecimento de que precisam. Shalom a todos!

Carlinhos Lima
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Seguidores

Seguir por Email

Seguidores

Marcadores

orixás (249) magia (246) espiritualidade (178) astrologia (156) (148) Umbanda (111) amor (105) umbanda astrológica (101) CONCEITOS (95) Umbanda-Astrologica (93) signos (88) sexo (84) religião (76) previsões (69) mulher (64) exu (62) pesquisas (58) conceito (57) 2016 (56) anjos (54) carma (50) astral (48) comportamento (48) signo (48) destino (47) mediunidade (47) candomblé (46) pombagira (45) Cabala (44) rituais (42) UMBANDA ASTROLOGICA (40) Astrofísica (38) CONCEITOS DE UMBANDA - ASTROLOGICA (33) poder (33) ancestrais (30) arcanos (30) Livro (28) espaço (28) sucesso (28) fé religião (27) pesquisa (26) busca (25) comprendendo o simbolismo (25) oxumaré (25) sorte (25) oxum (24) estudos (23) magia sexual (23) Ogum (22) PESQUSAS DE UMBANDA ASTROLOGICA (22) deus (22) odus (22) pombagiras (22) ifá (21) proteção (21) vida (21) anjo (20) protetores (20) orixas (19) sexualidade (19) Umbanda-Astrologiaca (18) baralho (18) desejo (18) energia (18) horóscopo (18) magos (18) oxalá (18) 2014 (16) Caminhos da fé (16) INICIAÇÃO (16) Obaluaê (16) Saturno (16) UMBANDA ASTROLOGICA E MAGIA (16) astros (16) brasil (16) sagrado (16) Comportamento na vida (15) Iansã (15) ano (15) atriz (15) axé (15) jesus (15) livro de umbanda astrológica (15) mapa astral (15) CONCEITOS DE UMBANDA (14) Lua (14) Omulú (14) Xangô (14) carma sexual (14) oráculos (14) terra (14) dinheiro (13) magia negra (13) odús (13) vibrações (13) Guias (12) Júpiter (12) Yorimá (12) linhas (12) ritual (12) 12 signos (11) caminhos (11) mapa astrológico (11) Estudo (10) Orumilá-Ifá (10) REENCARNAÇÃO (10) bem estar (10) conhecimento (10) céu (10) nova era (10) oração (10) paixão (10) planeta (10) Astrônomos (9) Horóscopo Chinês (9) Marte (9) OFERENDA (9) OS SENHORES DO DESTINO (9) anjo da guarda (9) clavículas de Salomão (9) estrela (9) história (9) numerologia (9) umbanda-astrológica (9) vibração (9) 72 anjos (8) ciclos (8) cães (8) luz (8) mestres (8) oraculo (8) pemba (8) poderes (8) Astronomia (7) CATIMBÓ (7) Caboclos (7) Era de Aquário (7) Macaco de Fogo (7) busca espiritual (7) cientistas (7) ciência (7) cosmos (7) dons (7) missão (7) obsessão (7) solidão (7) agente do carma (6) arcanjos (6) astrólogos (6) chacras (6) essência (6) homem (6) Câncer (5) EXU GUARDIAO (5) Escorpião (5) Mitologia (5) amarração (5) esquerda (5) feitiço (5) misterios (5) Linha do Destino (4) advinhação (4) ebós (4) era de Aquario (4) macumba (4) mapa astrologico (2)