Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 1 de outubro de 2017

Iorubás e eventos experimentados e reconhecidos por toda a comunidade

Calendário Iorubá


Antes da imposição do calendário europeu, os iorubás, que são a fonte principal da matriz cultural do candomblé brasileiro (Prandi, 2000b), organizavam o presente numa semana de quatro dias. O ano era demarcado pela repetição das estações e eles não conheciam sua divisão em meses. A duração de cada período de tempo era marcada por eventos experimentados e reconhecidos por toda a comunidade. Assim, um dia começava com o nascer do sol, não importando se às cinco ou às sete horas, em nossa contagem ocidental, e terminava quando as pessoas se recolhiam para dormir (Mbiti, 1990: 19), o que podia ser às oito da noite ou à meia-noite em nosso horário. Essas variações, importantes para nós, com nosso relógio que controla nosso dia, não o eram para eles. Sobre este calendário e o inicio da tradição que resultou no Candomblé e Umbanda que conhecemos hoje, trato em meus estudos de Umbanda Astrológica...
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores