Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

2018: Ano de Júpiter e Xangô - ajustes continuam...


Signos, planetas e orixás regentes do ano


Há uma discussão no meio astrológico sobre qual força astral rege o ano. Nesse ano 2017, que já se apresentou um ano bem atípico, ainda mais confundiu os astrólogos como uma mudança de ciclo de 36 anos e uma reviravolta em tabelas pré-estabelecidas que ainda mais gerou discórdia. Há ainda, um forte seguimento entre os astrólogos mais famosos do Brasil, que se apoiam na técnica de observar os planetas próximos as cúspides dos quadrantes, como Ascendente, Fundo do Céu, Meio do Céu ou Descendente. Enfim, cada um usa o que achar melhor. A meu ver, essa técnica do planeta próximo as cúspides cardinais não tem o menor sentido como regente primário, apenas como forças coadjuvantes "ministros" que agirão durante o ano, no governo do planeta regente por direito, das tabelas antigas dos caldeus. Regência não pode ser jogada do acaso, como por exemplo, abrir o tarô, cortar o monte de cartas e querer tirar dali a regência ou forças atuantes do ano. Nem jogar os búzios e querer advinhar qual orixá rege o ano. Isso, não faz o menor sentido. As regências são signos pré-estabelecidos. Essa ordem obedece a ciclos, eras e sequências. 

Montar o mapa por exemplo, pra ver qual planeta está mais próximo das cúspides, não funciona, pois pra cada coordenada na terra, irá dar resultados diferentes e por isso as tabelas são as formas mais inteligentes a serem seguidas. No tarô por exemplo, temos que ter uma técnica, numerológica por exemplo, pra observarmos o arcano do ano, da mesma forma que encontramos por similaridade de vibração o orixá regente, o anjo regente e assim por diante. Por falar em numerologia, temos ainda uma pequena resalva que nos deixa muito apreensivos, que é a questão do ano e das reduções. Já expliquei aqui dezenas de vezes, mas, ainda continuou recebendo emails com as mesmas perguntas. Você usar a forma pitagórica por exemplo e jogar no mesmo balaio o algarismo do milenio, século, década e unidade, pra transformar numa única força, não faz também muito sentido não. O certo é que numerologia é uma forma fantástica de se analisar energias, mas, a forma correta é que poucos e muito poucos mesmo, conhecem. Outra coisa que limita muito as previsões e por isso tem muito erro em nossas análises em revistas, blogues, rádios e assim por diante... é que sequer sabemos em que ano estamos de fato. Lembremos bem, que era uma forma de contar, que modificou-se, que depois mudou de calendário, teve correções e assim por diante. Pode ser o ano dez mil e qualquer coisa, mas, estamos contato, sob as asas da igreja, o calendário que conhecemos hoje. Esse papo de que "o que ligares na terra, será ligado no céu..." sabemos bem que e apenas marketing do Vaticano, usando expressões esotéricas do passado, pra evitar questionamentos e se acharem representantes máximos de Deus na Terra.

Mas, enfim... sigamos com o que conhecemos até então...

O ano 2018 terá regência de Xangô com Iansã e influência de Exu. Numa atuação direta de Exu Corcunda, tendo o comando pela direita do Senhor 7 Montanhas. E a atuação femina representando Iansã pela Esquerda de Pombagira Maria Padilha das Sete Catacumbas. O Sol entra os portais do novo ano, passeando pela casa 9, o que é mais um indicativo que a justiça terá uma revisão mais forte nesse novo ano. Juízes serão foco de debates, as côrtes superiores terão ainda mais cobranças e todo e qualquer magistrado, que tiver envolvido com práticas ilegais, terá muita complicação.

Será um ano ruim para o comércio exterior, mas, melhor para o comércio interno. Não será um ano muito bom para a agricultura, mas, melhora para indústria, busca de novas tecnologias, novos investimentos no ensino superior e novas conquistas para quem trabalha na área do direito, educação e transportes. Não tende a ser um bom ano para transportes aéreos e sim para os transportes terrestres. Não será um ano muito bom para a saúde, com muitas pessoas adoecendo de forma rápida e inesperada, por causa de fortes cobranças cármicas. Depois de uma longa viagem de 26 anos, 10 meses, 13 dias, 9 horas, 57 minutos e 31 segundos fora de casa, o Senhor do Tempo retorna a seu Domicílio... Saturno não senta no trono de forma dramática, mas, com tanto poder, será sempre um astro de energias dramáticas. Quem souber se alinhar com harmonia as suas energias e cobranças, avançará com segurança, mas quem entrar em choque com essa força terá provações difíceis. Será um estímulo a rancores, radicalismos, tradicionalismos e poderá favorecer muito politicamente a velha direita, pessoas bem radicais no âmbito dos costumes e cobranças do falso moralismo, poderão chegar ao poder nas próximas eleições.

Pode ser um ano bom para os signos cardinais (Áries, Libra, Câncer e mesmo Capricórnio), mas, se esses apenas seguirem um plano que já vinham executando bem nos últimos anos. Nada de inovações, mudanças bruscas, relações perigosas, amores turbulentos ou investimentos arriscados. É hora de continuar, já tendo um alicerce próprio. Pessoas desses signos, que vem apenas nos trilhos da irresponsabilidade, apenas penarão bastante nesse novo ano de ciclo de Júpiter como regente.

Ano de aprimorar técnicas, buscar apoio ao investimento seguro e a buscar aparar arestas pra que os planos saiam sempre bem acertadinhos. Nada de loucuras. Será um bom ano para o mercado do sexo. As garotas de programas, acompanhantes de luxo, strepers e prostitutas de qualquer forma de atuação, tendem a aumentar os lucros, caso saibam usar a energia pulsante e sexual desse ano. Saturno, por exemplo, senta no seu trono, tendo Lilith ao seu lado! Júpiter adentra o ano 2018 dentro do signo do sexo e acompanhado de perto por Marte, o planeta da virilidade. Pode ser um bom ano para homens que trabalham como modelo, fazendo shows em casas noturnos ou programas, dobrar ou triplicar os lucros.

Essa configuração, também irá favorecer as polícias. Investigadores terão mais astúcia para achar criminosos e culpados. O lado ruim, é que o número de mortes em combate poderão aumentar. No entanto, a polícia estará mais favorecida que bandidos e em especial as forças de elite tendem a se dar bem, na maioria dos conflitos.

Em relação a política, fatos escabrosos ainda virão a luz. Pessoas que hoje se acham inatingíveis, verão que não é bem assim. Será um ano onde a ação da magia será amplificado. Muitas pessoas com mão de magia irão se revelar e muitas pessoas se sentirão mais atraídas pela magia do que em anos anteriores. Porém todo inconsequente se dará mal, em especial, mexendo imprudentemente com aquilo que jamais deveriam mexer. A magia é acima de tudo conhecimento e temperança. Muitos irao também mexer com magia negra, mas, sempre se darão mal. A magia é além de dom, outorga e muito conhecimento.

Para virar o ano bem, com toda essa energia, pegue uma pedra, bem bonita e coloque atrás da porta, ela firmará a força de seu anjo guardião. Coloque uma rosa emcima da mesa de trabalho, ascenda um incenso de cedro ou mirra, orando pra que o Arcanjo Cassiel, junto com o Arcanjo Saquiel, abram todos os seus caminhos nesse ano 2018. Para ter muita prosperidade, coloque um pedaço de chumbo na bolsa ou na carteira, junto com uma pedra de ametista. Para ter muito sexo durante o ano e conquistar muito amor, faça um chá com noz moscada e tome uma colher antes da virada do ano, outra depois da virada do ano e mais uma colher, quando o dia amanhecer. E no dia primeiro do ano, leve flores para Iansã na beira de um rio. Flores vermelhas e cheirosas. E se for adepto dos cultos afrobrasileiros, faça uma oferenda a Xangô no dia 31 de dezembro. 

O ano 2018, será um ano bem favorável aos times de futebol, sejam do Brasil ou do mundo, que vem investindo em infraestrutura, que investem em sua base de jogadores e que sabe gerenciar bem o clube. É um ano de colheita e de expansão, para quem vem num ritimo de construção. Mas, em termos de influência, o ano irá favorecer times que tem peso na camisa. Tende a ser um ano melhor para o São Paulo, do que foi o ano 2017, por exemplo assim como para o Barcelona. Para todos os jogadores que tem Saturno forte no mapa, será um ano de mais técnica e refinamento, menos lesões e mais vigor. Já para os que tem Saturno num posicionamento ruim da carta natal, ai será um ano de mais fraturas, lesões nos ossos e menos técnica. E jogadores onde estão passando por Saturno ruim por trânsito, na revolução solar ou progressões, o ano será de banco de reservas, perdas de gols feitos e uma fase muito penosa. Lembremos que a soma de energia Saturno em Capricórnio e Urano em Touro, reforça muito o elemento terra. Também a teimosia, os rigores e brutalidade.

Compre o livro de Umbanda Astrológica - últimas unidades.. peça o seu aqui...

Carlinhos Lima
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores