Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

2018 ano difícil! O ciclo de ajustes e reajustes continuam


A configuração astrológica e ancestral continua difícil


Nós ocidentais, especialmente por influência da Igreja, que queria tirar o foco das festas pagãs, como por exemplo dos solstícios, lunações e por ai vai, aprendemos a dar muita importância a entrada do ano de primeiro de janeiro. Quando na verdade, astrológicamente, sabemos que o mês 1 é o mês do carneiro, que se inicia por volta de 20 de março. Então, fazemos rituais, pedidos, orações e esperamos mudanças, logo na entrada no ano civil, só que astrológicamente, as regências do ano, só mudam mesmo, após a entrada do Sol em Áries. E por toda essa confusão, distorções e tudo mais, é que aposto ainda mais nas tabelas dos caldeus para regências do ano. Assim, como já firmei aqui, Xangô é o regente de 2018, com auxílio de outros orixás, como por exemplo, Iansã, que forma o par vibracional com ele. 

É ano de Júpiter, com o ano astrológico entrando numa terça-feira, o que reforça o apoio de Iansã, mas também nos dá o auxílio providencial de Exu. A astrologia ocidental e os astrólogos brasileiros, costumam ser bem positivistas e cheios de esperanças de que tudo muda para melhor, porém sabemos bem que a vida é bem mais voltada para dar errado do que o contrário. Não se trata de pessimismo não, é realidade, físico e ainda postarei um artigo sobre isso aqui numa outra ocasião. Enfim, eu gosto muito de aplicar a chamada "astrologia pessimista", como por exemplo aplicando sobre o mapa do Brasil, especialmente o da Independência. O Brasil, que sempre foi chamado de "país do futuro", na verdade não leva em conta o quão ruim é o mapa dessa nação. Porém, observado que não somos um país governado por imperadores, creio que é melhor utilizar o mapa da proclamação da república, pois somos sim uma nação governada por presidente e congresso. Ou seja, somos uma república e não uma monarquia.

Bem, num ano de Xangô, Júpiter e com ação de Exu, podemos esperara um foco ainda maior no judiciário. Isso vai puxar ainda toda atenção para as decisões envolvendo os candidatos com pendências na justiça, como é o caso de Lula, Bolsonaro e outros. Se a justiça liberar um terá que liberar todos. Caso libere, perderá ainda mais a confiança do povo brasileiro e isso terá graves consequências cármicas para o país. Além disso, muitos no judiciário sofrerão punições vindas de uma energia poderosa chamada "Inconsciente Coletivo". Ministros, juízes, advogados, promotores ou políticos que afrontarem a justiça e as leis ou a vontade do povo nesse ano 2018, poderá sofrer terríveis punições cármicas. Saturno em Capricórnio, não perdoará, que pessoas em cargos importantes na república, use seu prestígio e poder pra fazer mal ao país ou pra encobrir maus feitos.

No próximo poste, trago mais dados e mais previsões...

Axé
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores