Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Astrocartografia: As energias e poderes que cada lugar do mundo

O retrato geral é a Astro*Carto*Grafia, e o retrato local é a efectiva realização do horóscopo para a pequena aldeia, vila ou grande cidade onde queremos viver, digamos dentro de um raio de proximidade de 600 milhas da zona que nos atrai. Podemos usar ambas. Uma vez que a Astro*Carto*Grafia não mostra as casas, mas o poder energético, vale também a pena olhar para as casas.

Estudos astrológicos


As energias e poderes que cada lugar do mundo tem e quanto perdemos o conhecimento sagrado que cada lugar do mundo tem. Pegue os índios por exemplo: eles têm lugares que eles acreditam segurar forte poder espiritual da natureza e estão constantemente lutando para preservar essas áreas do governo tentando evitar propriedade ou fábricas sobre ele.
O segundo aspecto tem mais a ver com as aprendizagens chinesas do Feng Shui e as linhas ley. Os chineses chamam de "Linhas do Dragão-los". Basicamente, as linhas ley / dragão são mapeadas por todo o mundo e tendem a conter as forças mais fortes de energia ou "Qi" (que soletrá-lo chi). Estas linhas estão em todos os países e a maioria deles nem sequer são devidamente identificadas, possivelmente por causa de diferentes países não sendo todos os interessados. Além disso, o chinês categorizaram tudo muito bonito em cinco elementos diferentes. Água, Terra, Metal, Madeira e Fogo. Dependendo do seu próprio equilíbrio elemental você pode descobrir que algumas áreas só sentem instintivamente "direito".
Quando nos deslocamos fisicamente, podem ocorrer alterações radicais no horóscopo. No entanto, estas alterações podem também ser subtis. Por exemplo, se nos deslocamos apenas uma curta distância e, mesmo assim, essa deslocação altera o nosso sistema de casas, transpondo o Sol ou a Lua para uma outra casa, essa deslocação é importante.
Quanto mais distante da terra natal for o local para onde nos deslocamos, mais radicais serão as mudanças que sofremos. Penso que, se considerarmos a deslocação como uma opção, em vez de algo circunstancial, então é bom que sejamos práticos e que consideremos todas as ramificações e também as cartas de deslocação (relocação). No entanto, podemos perceber que, se nos mudámos para outro local, e passámos a viver lá durante uns dois anos, - um retorno de Marte é mais ou menos o tempo necessário para criar raízes num local – esse tipo de mudança vai ser notória. Continuaremos a ser a mesma pessoa, e o Sol manterá o mesmo aspecto, digamos que faz quadratura com Saturno, portanto seremos o mesmo indivíduo com fortes desafios interiores.
Normalmente, não nos apercebemos dessa mudança no minuto em que chegamos, porque é necessário algum tempo e muita energia para conseguir uma alteração significativa, sendo pouco provável sentirmos, de repente, "Oh que bom, o meu Sol acabou de se mover da minha oitava casa para a sétima, e por isso as minhas relações vão melhorar bastante, e já não vou ter que lidar mais com os mistérios da vida, mas com amizades, relacionamentos e coisas mais leves". Seria um absurdo. Continuaremos a ter de lidar com o stress e com trabalho árduo, mas podemos perceber que, em termos de parcerias e relacionamentos, somos menos introspectivos e mais envolvidos – que já não nos isolamos tanto (Sol na casa oito) e somos mais capazes de lidar com outras pessoas.
Por outras palavras, existem muitas razões para nos deslocarmos. As duas razões básicas são ter que mudar, ou então querer mudar. Muitas pessoas deslocam-se porque se sentem estética ou pragmaticamente atraídas por um lugar. O trabalho é melhor, a educação, as atracções culturais, a estética é mais apelativa, é melhor para a família, e por aí afora.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores