Total de visualizações de página

A pombagira

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

VÍDEO da Starliner da Boeing mostra como eventuais passageiros espaciais veriam a Terra



Embora a missão da aeronave espacial Starliner não tenha corrido a 100%, é possível ver as diferentes paisagens que veem os astronautas e, possivelmente, futuros passageiros.

A gigante de aviação Boeing recentemente expandiu suas atenções para o espaço, com vista a fazer voos comerciais. O canal oficial da Boeing no YouTube postou um vídeo do voo de teste da Starliner na órbita terrestre do espaço, realizado em 20 de dezembro do ano passado.
Um erro no temporizador impediu a nave de atracar com a Estação Espacial Internacional (EEI) , tal como originalmente planejado, mas a missão correu bem em outros aspectos.
As imagens mostram o interior da nave durante o voo, com um manequim se passando por astronauta para testar o que aconteceria com humanos a bordo.
O vídeo também mostra a vista das janelas, exibindo aos terráqueos o contorno da Terra e dos mares de nosso planeta, bem como momentos de escuridão e de luz intensa do Sol.

Sonda Cassini da NASA capta FOTOS impressionantes de auroras em Saturno



Pesquisadores da Universidade de Lancaster, Reino Unido, analisaram os dados finais enviados pela sonda espacial Cassini, que efetuou uma missão em torno de Saturno durante mais de 13 anos até concluí-la em setembro de 2017.

Durante a última parte de sua viagem Cassini foi colocada em uma órbita particularmente ousada que passava entre Saturno e seus anéis, o que a fez se aproximar do planeta mais perto do que nunca.
Isto permitiu aos cientistas obter imagens das auroras ultravioletas de Saturno em uma resolução sem precedentes. As novas observações foram descritas em dois recentes estudos publicados na Geophysical Research Letters.
As auroras de Saturno são criadas pela interação do vento solar, uma corrente de partículas energéticas emitidas pelo Sol, com o campo magnético de rotação rápida de Saturno. Elas se localizam nas regiões polares do planeta e são conhecidas por serem altamente dinâmicas e em muitas ocasiões pulsantes e cintilantes à medida que ocorrem diferentes processos dinâmicos nas zonas de plasma do planeta.

© FOTO / ESA/HUBBLE, NASA, A. SIMON (GSFC) AND THE OPAL TEAM, J. DEPASQUALE (STSCI), L. LAMY (OBSERVATOIRE DE PARIS)
Aurora boreal em Saturno captada pela sonda da NASA Cassini
"Por incrível que pareça, muitas perguntas suscitadas em torno das auroras de Saturno continuam sem resposta, mesmo depois do êxito extraordinário da missão Cassini", diz Alexander Bader, autor principal do estudo.
As imagens de satélite por si só dificilmente serão suficientes para desvendar os mistérios da aurora, as partículas energéticas que causam espetáculos de luzes brilhantes ao redor dos polos do planeta têm sua origem muito longe da superfície de Saturno, onde as linhas do campo magnético se contorcem e as nuvens de plasma interagem entre si.

© FOTO / BADER ET AL
Imagens de aurora boreal em Saturno captadas pela sonda da NASA Cassini
A primeira análise das mediações de partículas da sonda espacial, realizada durante suas missões, revelou que as auroras de Saturno, tal como as de Júpiter, são criadas por partículas muito mais energéticas que as da Terra, porém os mecanismos físicos subjacentes parecem mostrar semelhanças entre os três planetas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores