Total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Umbanda Astrológica o sistema zodiacal dos orixás

A Umbanda Astrológica, é um novo conceito ou um conceito reajustado, após o estudo de várias vertentes. É também um novo método divinatório que alia os conhecimentos da tão ancestral Umbanda, com a ciência astrológica. Assim por meio da Umbanda Astrológica, busca-se explicar o orixá, pela simbologia zodiacal e da mesma forma decifrar os códigos astrológicos, pelo prisma da Umbanda. Porém não se limita apenas aos conceitos da Umbanda e da Astrologia, mas, engloba também conhecimentos numerológicos, cabalísticos, oraculáres, magísticos, teológicos, filosóficos, artísticos e psicológicos...

E no primeiro livro o que se apresenta é o enredo ou interação ou diferença, entre Destino e Livre-arbítrio, tentando explicar até onde nossas escolhas influenciam o destino e da mesma forma como o destino se impõe exigindo o uso de nosso arbítrio. E nesse jogo existencial todo, conflitos e revelações, a ação dos orixás, astros, anjos, arcanos e magia.

A realidade é multi-dimensional. Somos seres multidimensionais que existem simultaneamente numa realidade multi-dimensional. Há muito tempo, nossos corpos evoluíram de primatas. Mesmo há mais tempo, as nossas mentes evoluíram das estrelas. Mas antes que o universo foi criado mesmo, nossos espíritos sempre existiram como parte do divino em dimensões ainda maiores. No nível (físico) consciente, nossos corpos são como uma réplica em miniatura do sistema solar. Nossos corações executar a função do sol - o centro do sistema. Outros órgãos dentro do nosso corpo também são usados ​​por nossas almas para encontrar um meio de expressão. Os planetas exercem vibrações astrológicas sobre nossos corpos que influenciam a nossa personalidade e padrões de alma. No nível subconsciente (alma), o sistema solar é o nosso corpo maior. Estamos ligados aos planetas, as estrelas, reinos espirituais e entidades. No nível superconsciente (espírito), somos um com o todo. Neste nível, estamos em um nível consciente com tudo o que existe - o divino. 

A nossa existência presente na Terra é tridimensional. Há tempo, espaço e movimento. Nós pensamos de espaço em termos de altura, comprimento e largura, o tempo como passado, presente e futuro. Nós falamos de nós mesmos como tendo físico, mental, e da vida espiritual. O mundo ao nosso redor, como mineral, vegetal e animal. A Bíblia refere-se a um Deus em três dimensões como Pai, Filho e Espírito Santo. Também se refere a Deus como sendo a vida, o amor ea vida. Entendemos as divisões da consciência do homem de ser a mente consciente (consciência física), a mente subconsciente (alma), e da mente superconsciente (espírito).

Pensamos no universo em termos tridimensionais de tempo, espaço e movimento. Nós pensamos de espaço em termos de altura, comprimento e largura. Nós pensamos de tempo como passado, presente e futuro. Nós falamos de nós mesmos como tendo físico, mental, e da vida espiritual. O mundo ao nosso redor pode ser visto como tendo mineral, vegetal e vida animal. A Bíblia refere-se a um Deus em três dimensões como Pai, Filho e Espírito Santo. De acordo com Cayce, as dimensões da consciência humana é: a consciência, subconsciência, e superconsciência . De acordo com as revelações de Cayce, a nossa experiência se relaciona mais com todo o sistema solar e mais além, não apenas tridimensional Terra. Cayce afirmou que cada sistema solar no universo é como uma "universidade" com muitos reinos vida após a morte associadas disponíveis através do qual podemos aprender e viajar.

Cayce revelou que nossa experiência de vida envolve mais do que a Terra. Ela envolve todo o nosso sistema solar. Através dos princípios da astrologia, cada sistema solar no universo é como uma "universidade" - um lugar para o ensino superior. O nosso sistema solar tem nove planetas e cada planeta é uma representação física de um determinado reino pós-vida (ou dimensão). O nosso universo é apenas um reino de muitos reinos vida após a morte. Os planetas exercem uma influência astrológica sobre nós. Estas influências planetárias astrológicos originam dos reinos pós-vida que nossas almas Como peregrino antes de nossa experiência na Terra atual e entre a Terra vive. O objectivo destas influências astrológicas é fornecer certas lições de vida que devemos aprender e para a qual são testados na Terra. Cayce descreveu como estamos conectados na mente, corpo e espírito, a vida após a morte vários reinos e corpos astrológicas, como a lua, o sol, os planetas e as estrelas. Jesus ensinou que o reino dos céus está dentro de nós. Nós buscamos a Deus e seu reino por olhar dentro de nós mesmos.

Nossos corpos são templos para o próprio Espírito de Deus, tanto como o lugar onde podemos encontrá-lo e como um instrumento de conscientização por meio do qual podemos sintonizar com ele. De acordo com Cayce e as religiões orientais, existem sete locais dentro do corpo que funcionam como centros de energia espiritual (chamados chakras no Oriente). É através destes centros espirituais que nossa alma encontra um meio de expressão. Estas são as partes dentro do nosso corpo, que funcionam como um sistema em miniatura astrológico solar com o coração que desempenha a função do sol - o centro do sistema.

O nosso sistema solar tem nove planetas que são nove representações físicas de nove reinos vida após a morte. A Terra representa fisicamente o terceiro reino pós-vida que é a realidade tridimensional. Na verdade, todo o universo físico contém representações físicas dos reinos vida após a morte. Isso não quer dizer que as almas vivem na superfície de outros planetas, como fazemos na Terra. Isso significa que as almas vivem em outras dimensões da vida após a morte, como a quarta e quinta dimensão reinos vida após a morte. Estes reinos espirituais têm representações físicas que são os planetas que vemos à noite com os nossos olhos tridimensionais. Estes reinos pós-vida pode ser vivida quando não estão ativos, enquanto na Terra. Nossas almas podem explorar estes reinos durante o sono profundo, meditação, hipnose, ou qualquer outro método que cria um estado alterado que liberta o subconsciente de suas limitações físicas normais.

Na Umbanda Astrológica, um pouco mais além do que declarado na Umbanda Esoterica a existência do Orisa Orunmila Ifa na Umbanda Esotérica por compreender que sob a denominação de "Yorimá", o qual, neste credo, é "patrono" da Falange dos "Pretos-velhos", primeiramente existia a figura do Orisa Obaluaiye, o Senhor da Terra da Vida, e, acima dele, a do Orisa Orunmila Ifa, o Senhor dos Destinos Humanos. Da mesma forma, a denominação "Yori" atribuída à Falange das "Crianças" da Umbanda e cujos "patronos" são São Cosme e São Damião, havia eclipsado os Gêmeos Sagrados Ibeji, chamados Taiwo e Kehinde! Também os Ere e os Tobossi africanos haviam sido sincretizados no terceiro gêmeo africano - Idowu - aquele que, na Umbanda, é conhecido por "Doum"! E denominações Tupan, Zambi, Olorun e Jeovah são nomes diferentes nos quais diferentes raças expressam o mesmo conceito de Deus Único, Onipotente e Onipresente! E quer os chamemos por Guaracy, Yacy e Rudá - Xangô, Yemanjá e Yori - São Gerônimo, N.S. da Conceição e São Cosme e São Damião, todos são Seres Espirituais de Origem Divina para os que assim os chamam e que todos eles, incluídos os demais restantes, eu posso agrupar sob a denominação genérica e atual de Orixás Ancestrais, sem com isso estar ofendendo, por diminuir ou engrandecer, nenhuma corrente religiosa. O ponto de semelhança entre eles é inquestionável em sua grandeza: Deus! 

Quanto aos orixás, representantes diretos das forças ancestrais e vibrações zodiacais, como também das forças ou fenômenos da Natureza, e sabendo-se que os Orixás estão em um plano muito superior ao nosso, os regentes da coroa do médium, regem, se manifestam e influenciam depois de atravessar vários planos e sub-planos do nosso sistema. A característica principal ou original, dos Orixás se “perde”, se transforma e se traduz, através do astral no “caminho”, sendo “filtrado” por cada plano ou sub-plano e logicamente pela natureza vibratória que vai passando, adquirindo com ela um resíduo de cada momento astral, ditado pela faixa vibratória transitada. Isso tudo também explica as diferentes interpretações que encontramos entre os umbandistas, sobre o que vem a ser Orixá.

Deus: Único, Absoluto, Onipresente e Onisciente seja qual for o Nome que a Humanidade Lhe atribua através dos Tempos e Lugares. Tenho como minha verdade que Ele reflete sua Infinita Bondade pelo Universo de sua Criação, através de Seres Espirituais de Origem Divina a quem denomino de Orixás Ancestrais. Compreendo o Mana, a Benção, a Mandinda e o Axé (Força Espiritual) dos Orixás Ancestrais como energia vivente, atuante e onipresente em nome de Deus por todo o Universo. Os Odu, viventes e atuais, devem ser aplicados e interpretados em relação a energia de um ser humano que vive no tempo presente e em relação à forma cultural a que ele pertence. O mesmo se aplica a seus rituais e orações.

Como nós vivemos num plano bem inferior, onde precisamos evoluir muito, se faz necessário que o Orixá se desdobre em vibrações de característica naturista, ou seja, de origem fluídica da natureza, para se manifestar em seres encarnados ou de densidade equivalente. Pensemos a princípio nos Sete Orixás Básicos que se manifestam em nível de terreiro, ou seja, de incorporação: Oxóssi, Ogum, Xangô, Omulu, Oxum, Iemanjá e Iansã. A manifestação, em nível de terreiro, de cada um se dá através de espíritos enviados de cada uma destas forças. Importante ressaltar que na Umbanda não incorporamos o Orixá, mas sim os seus enviados ou representantes, que são espíritos que já encarnaram e que têm cada um o seu próprio karma, história, característica missionária, evolutiva, de personalidade, etc. Temos a tendência a acreditar ou pensar que cada Orixá é o reino ao qual está associado, entretanto Orixá é muito mais do que isso, e é exatamente esse “muito mais do que isso” que não conseguimos explicar em palavras; mas, grosseiramente falando, é o amor de Deus espalhado e ao mesmo tempo condensado em raios básicos, destinados ao planeta Terra, que objetivam, ao chegarem aqui traduzidos pelos diversos planos e sub-planos pelos quais passaram, nos auxiliar no nosso karma, e que se manifestam através das forças e reinos da natureza. O Orixá está na natureza, mas não é apenas a natureza. É mais uma bênção de Deus.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Seguidores

Seguir por Email

Seguidores

Marcadores

orixás (252) magia (249) espiritualidade (179) astrologia (158) (148) Umbanda (112) amor (109) umbanda astrológica (101) CONCEITOS (96) sexo (94) Umbanda-Astrologica (93) signos (90) religião (76) previsões (70) mulher (66) exu (62) pesquisas (58) conceito (57) 2016 (56) anjos (54) carma (50) comportamento (50) signo (49) astral (48) destino (48) mediunidade (47) candomblé (46) pombagira (46) Cabala (44) rituais (42) UMBANDA ASTROLOGICA (40) Astrofísica (38) CONCEITOS DE UMBANDA - ASTROLOGICA (33) poder (33) ancestrais (30) arcanos (30) Livro (29) espaço (28) sucesso (28) fé religião (27) oxumaré (26) pesquisa (26) busca (25) comprendendo o simbolismo (25) odus (25) sorte (25) estudos (24) oxum (24) desejo (23) magia sexual (23) Ogum (22) PESQUSAS DE UMBANDA ASTROLOGICA (22) deus (22) pombagiras (22) ifá (21) proteção (21) vida (21) anjo (20) horóscopo (20) protetores (20) orixas (19) sexualidade (19) Umbanda-Astrologiaca (18) baralho (18) energia (18) magos (18) oxalá (18) 2014 (16) Caminhos da fé (16) INICIAÇÃO (16) Iansã (16) Obaluaê (16) Saturno (16) UMBANDA ASTROLOGICA E MAGIA (16) astros (16) brasil (16) sagrado (16) Comportamento na vida (15) ano (15) atriz (15) axé (15) jesus (15) livro de umbanda astrológica (15) mapa astral (15) CONCEITOS DE UMBANDA (14) Lua (14) Omulú (14) Xangô (14) carma sexual (14) oráculos (14) terra (14) dinheiro (13) magia negra (13) odús (13) vibrações (13) Guias (12) Júpiter (12) Yorimá (12) linhas (12) ritual (12) 12 signos (11) Orumilá-Ifá (11) caminhos (11) mapa astrológico (11) paixão (11) Estudo (10) Marte (10) REENCARNAÇÃO (10) bem estar (10) conhecimento (10) céu (10) nova era (10) oração (10) planeta (10) Astrônomos (9) Horóscopo Chinês (9) OFERENDA (9) OS SENHORES DO DESTINO (9) anjo da guarda (9) clavículas de Salomão (9) estrela (9) história (9) numerologia (9) umbanda-astrológica (9) vibração (9) 72 anjos (8) ciclos (8) cães (8) luz (8) mestres (8) oraculo (8) pemba (8) poderes (8) Astronomia (7) CATIMBÓ (7) Caboclos (7) Era de Aquário (7) Macaco de Fogo (7) busca espiritual (7) cientistas (7) ciência (7) cosmos (7) dons (7) homem (7) missão (7) obsessão (7) solidão (7) agente do carma (6) arcanjos (6) astrólogos (6) chacras (6) essência (6) Câncer (5) EXU GUARDIAO (5) Escorpião (5) Mitologia (5) amarração (5) esquerda (5) feitiço (5) misterios (5) Linha do Destino (4) advinhação (4) ebós (4) era de Aquario (4) macumba (4) mapa astrologico (2)