Total de visualizações de página

sábado, 16 de janeiro de 2016

Como está a Umbanda Esotérica e por quê devemos buscar o Ifá?

Estudos sagrados e sistema orácular


A Umbanda Esotérica hoje é praticamente inexistente. Mesmo que alguém diga "mas, tem um centro de Umbanda Esotérica em tal cidade, que segue os preceitos do Pai Matta". E dai? Segue o que? O que ele disse? E só? Não evolui? Só fica no que ele iniciou? Quantos séculos as tendas, terreiros, templos ou iniciados vão ficar repetindo as mesmas coisas que Zélio ou Da Matta disse? Eternamente? Não leram  direito suas obras, quando eles diziam que estavam iniciando algo?

As pessoas são arredias, tradicionalistas, apegadas demais ao que lhes toca por uma primeira vez! Assim como fazem os judeus ortodoxos, os católicos tradicionalistas ou evangélicos radicais! Vão ficar milénios repetindo o que Moisés disse, o que Abraão disse, o que foi dito nos Evangelhos... E assim por diante. Não captou o que os mestres disseram, que eles estavam iniciando algo, pra que tivesse continuidade, reformulações e aprimoramentos. Até Jesus disse: "tenho muito a vos dizer, mas,  não posso falar agora...". João o Batista, falou "virá alguém depois de mim..." e assim por diante, os ciclos vão se sucedendo, se aprimorando, se adaptando. Não podemos nos agarrar as eras, como se fossemos carrapatos, sem querer mudar. Querendo ou não, o planeta muda, a sociedade muda, a magia evolui, a espiritualidade se adapta. Como estão escritas as tábuas da lei do ocultismo, que diz "assim embaixo como em cima". Ou seja, aqui muda, porque o espiritual muda. O espiritual muda, porque aqui tá em evolução. 

Não podemos ficar pro resto da vida, repetindo trechos da Bíblia, sem adaptar as revelações divinas ao tempo presente ou sem pensar no futuro, somente agarrados ao passado. Não norteia sua vida, pelo que Davi ou qualquer outro patriarca fez, pois ele cumpriu o que veio fazer, na sua época, na sua hora, na sua forma e nem sempre da maneira correta! Temos que deixar o tempo fluir, pois ele não para. Não fiquemos com fetichismos nos terreiros, sempre com as mesmas roupagens, as mesmas definições e as mesmas radicalizações.

É evidente, que o homem não pode perder suas raízes, suas origens, nem renegar as tradições, mas, também não pode ficar preso a elas. Uma planta não renega suas raízes, mas, expande seus galhos, seus ramos, engrossa seu tronco e lança novas sementes. Não vamos ficar décadas, séculos, milénios, presos ao que essa ou aquela pessoa disse. Vamos utilizar o que ela iniciou, pra buscar mais elementos, complementos, extensões e aprimoramentos. O que Zélio disse ou o que Da Matta disse, não era lei imutável, irrevogável ou inquestionável. As pessoas dizem o que o momento espera delas. Mas, as pessoas se transformam. 

Alguém ai pode garantir que se Zélio ou Da Matta fosse vivos, pensariam da mesma forma que antes? Não teriam mudado nada, corrigido nada? As pessoas fazem aquilo que lhe é possível fazer. E as gerações futuras, tem por dever, buscar aprimorar e até revogar se for o caso. Vamos passar eternidade apegados ao que Maomé disse, ao que Buda disse, ao que Cristo disse? Vamos, observar seus ensinamentos, mas, adaptá-los a nossa época, a nós mesmos e o sentido da vida é evoluir. 

Por isso a magia tem ciclos, o mago tem graus a evoluir. Tem gente que fica o tempo todo em debates criticando a evolução, apegado ao radicalismo e a tradições, como se nada mudasse nunca! Da Matta deixou muita coisa inexplicada, justamente pra que seus sucessores buscasse aprimorar, explicar, evoluir e elucidar da melhor maneira possível. Por isso hoje em dia, que a Umbanda Esotérica está quase ineficaz, pois existe aqueles que se apegaram ao pouco que conseguiu de Matta e não querem aumentar ou aceitar nem uma vírgula nova. Ou temos aqueles que acham que tem que jogar tudo pro lado e reformular do zero. Não é assim. Temos que pegar o que foi deixado e pensar como melhorar. Mas, o que temos hoje, são teologias vãs, que parte para o africanismo exagerado e desmancha o lado esotérico da Umbanda deixada por Da Matta, ou os que rejeita o africanismo e ficam presos nessa baboseira de Umbanda ameríndia. 

A Umbanda é tudo. Ameríndia, africana, encantada, esotérica e muito mais. Mas, ela não precisa ser fatiada em setores, como se fosse uma melancia, nem precisa de se curvar a uma predominância cristã, só porque o Brasil é cristão. Chega de estigmatizar a Umbanda, como se ela fosse cristã, quando todos sabemos que não é! Essa confusão com a implementação do cristianismo por via do Kardecismo só destruiu a Umbanda. E o mesmo ocorreu no Candomblé! Porque vocês acham que a igreja do Bonfim estava lotada em Salvador, na lavagem? Seria pra Oxalá ou pra Jesus? Se fosse uma festa exclusiva onde todos tivesse que dizer que o Senhor do Bonfim era Oxalá e pronto, acha que pelo menos metade daquele povo iria lá? O sincretismo tenta deixar mais popular, mais bonito, mais submisso as tradições de um país cheio de feriados cristão-católicos. 

E a Umbanda pode até ter seus elementos sincréticos, seu lado fetichista e seu lado encantado popular, mas, tudo numa próto-síntese cósmica. A pessoa não precisa ter um terreiro de um lado da rua, onde dança pra caboclos e outro do outro lado, onde joga o Ifá! Porque tudo não pode ser num lugar! A sim, tem que ser separado, respeitando as tradições de cada seguimento! Ué, nunca haverá uma síntese? Pra que servem as escolas de teologia e faculdades de Umbanda, se não buscam uma resposta, uma simetria, uma sincronia?

Se por exemplo, alguém vai buscar respostas nos cultos afrobrasileiros, chegando lá ela vai de manhã na encantaria, a tarde no Candomblé, a noite na Umbanda e na madrugada no sei lá das quantas! Ora, como fica a cabeça dessa pessoa? Onde num lugar diz-se que Exu é isso, mas, do outro lado da rua, se diz que Exu é aquilo? O Ogum na Umbanda é o mesmo Ogum do Candomblé, afinal a Umbanda veio do Candomblé, tem a mesma origem e a mesma ancestralidade. Esse papo de querer deixar tudo adivinho, é apenas esquema de poder, pois como se diz sobre o mal "dividir para governar". Ninguém quer comprar essa briga de codificar e agrupar, pois perde dinheiro, perde espaço, arranja rusgas. Mas, por isso mesmo que a Umbanda está se acabando, ficando na mão de poucos poderosos midiáticos. Esse é o plano mesmo, acabar com a Umbanda. Hoje, não temos mais Umbanda pura, temos conceitos de livros de ficção escritos pelo Saraceni, Umbanda Kardecista, apoiada na má interpretação do que Zélio falou ou uma Umbanda africanizada, sem parâmetro, apenas pra se apegar a ritos mais lucrativos. 

Quem é contra a codificação da Umbanda, alega, que se codificar a Umbanda, a diversidade se esvai e alguém teria a hegemonia. Ora, com a bagunça que é hoje, é que tem a elíte na Umbanda, afinal é por não entender nada, que cada um segue um caminho diferente e vai buscar cursos pra tentar ficar menos confuso. O que seria o cristianismo sem a Bíblia? O que seria o Islã sem o Alcorão? O que seria a Santeria ou cultos Iorubás sem o Ifá? O que seria o Budismo sem os ensinamentos de Buda? Enfim, tudo tem que ter sua pedra angular, seu alicerce, seus códigos, suas leis e parâmetros! Pois o que seria as tradições judaico-cristãs sem a Torah, sem os Dez Mandamentos? Como a Umbanda poderá persistir sem um código? Onde um pai de santo diz que isso é roxo e o outro diz que não, pois pra ele é laranja! Como ocorrem as iniciações, sem ter uma base, sem ter conceitos, sem ter regras? Como se interpretam os odús sem ter códigos? Onde um Babalaô vai dizer que o odú XV quer dizer isso e outro Babalaô vai dizer que o mesmo odú, na verdade, não é "isso", mas, "aquilo". 

Como um mago vai se iniciar, sem ter noção de etapas, sem conhecer elementos, sem conhecer a que cada orixá, anjo, deva ou ervas, simbolizam? Tudo tem que ser codificado, sincronizado, alinhado e esclarecido. E por isso, eu considero o Ifá, como a "Pedra Filosofal" dos cultos africanistas. Assim como a astrologia é o livro cósmico da vida! Essas fontes são conhecimentos sagrados, revelados pelo inconsciente e ao mesmo tempo, pela Consciência Cósmica.

Não é preciso ficar preso ao que  os grandes médiuns disseram no passado. É perceptível que Da Matta queria que alguém avançasse em seus estudos. Ao mesmo tempo que não é preciso desmontar os altares de Umbanda Estética, pra imprimir o Ifá no templo. Eu sei que há fases, ciclos e graus, mas, ambos vão se encaixando como quebra-cabeças e não se descartando. O conhecimento que serviu um dia, apenas se adapta, se transforma, evolui e fica mais claro, não precisa ser jogado fora. 

Imagine um homem que vai de carro, em direção a uma cidade que ele nunca foi. De repente ele chega a uma encruzilhada, onde há direções pra ele escolher. Nesse momento ele vê do lado da estrada, um menino, um velho, um rapaz e uma mocinha. Então ele questiona: "amigos, alguém poderia me dizer, pra que lado fica a cidade de Rosário?". Ao que o menino diz "Fica lá detrás daquela serra senhor! Basta entrar a esquerda e chegará lá". Mas, a mocinha interrompe e diz "Tá maluco, ela fica lá perto do Rio Doce! Tem que entrar é a direita, viajar por 3 horas e chegará lá". Porém o velho retruca e diz "Nada disso, os dois estão delirando! Rosário fica é perto da Mata Virgem, lá depois do vale. Não  entre nem a esquerda, nem a direita, apenas siga em frente e chegará lá, daqui há umas 4 horas". E o cara todo confuso, com três dicas diferentes, ainda questiona o rapaz, pra tirar a dúvida e ver a quem ele apoia, mas, o que ele houve é apenas uma nova versão: "Moço, esses três ai, não conhecem Rosário, eles nunca foram pra aquelas bandas, estão apenas chutando. Mas, eu fui. Ontem mesmo, peguei meu cavalo e fui lá visitar um amigo". Então o motorista mais aliviado, questiona qual a dica do rapaz então. Ao que ele fala: "Você tá no caminho errado! Volte 3 KM, entre a esquerda, perto do morro e siga até o rio, depois é só segui-lo que chegará a cidade!". Mas, antes mesmo do motorista ficar contente, ouve uma ligeira discussão entre todos os que deram a dica, cada um defendendo sua informação. E o cara pra não enlouquecer, decide seguir em frente, sem ter noção se realmente está indo no caminho certo ou se tá perdido. 

Pois é pessoal, se esse motorista, ao invés de ficar perguntando na estrada, tivesse levado um mapa ou informações corretas, anotadas, não teria uma viagem muito mais tranquila? Claro que teria! Da mesma forma, as religiões, que tem seus códigos, tá mais segura, com menos risco de influencias mentirosas e demagogos. Por isso, o mapa que cada um tem que levar pra se guiar no caminho da busca, são os códigos sagrados, são informações que nos deem segurança. Do que adianta essas tais "teologias" de cursos ou faculdades de Umbanda, se elas apostam na diversidade? Se elas apostam que podem sambar em todo tipo de terreiro, mudar de roupa e atender em todo tipo de esquema fetichista? A função da teologia é tentar codificar, ensinar e não ficar com lero-lero com super "hierofantes" se sentindo o dono do axé, ou agregador de comunidades, aquele que recebe todo mundo e todo mundo que tenha o pensamento que quiser, desde que esbocem uma falsa união e respeito! 

Temos que decifrar o Ifá a cada dia, estudar os orixás a cada momento, estudar a astrologia incansavelmente. Nenhum sistema está fechado ou perfeito. O que um Itá ou Odú revelou ao Babalaô na Nigéria há 3 séculos atrás, serviu aquele momento, aquela casta, aquela descendência e ciclo. Hoje, mesmo que o Odú precise preservar o mesmo tom, as mesmas qualidades e compromissos, ele terá que se adaptar a nossa realidade, cultura e ancestralidade. Não é porque um Itá ou Odú mandava alguém buscar uma flôr que só tem no norte da África, que ele vai pedir a mesma coisa aqui no Brasil. Os orixás estão ai, pra auxiliar, em conformidade com cada era e cada lugar. 

Não fique achando que só porque um cara é nigeriano, que ele pode ser um professor de Ifá mais forte ou mais conhecedor que outro escolhido aqui não. Não é porque o cara é japonês que ele sabe lutar caratê. Não é porque o cara vem de Roma que é conhece tudo do catolicismo. Não é porque o cara vem da Nigéria, que ele é o senhor supremo do Ifá! Assim como não é porque o cara é da Bahia, que vai saber jogar capoeira, gostar de dendê ou conhecer os orixás! A Nigéria tem muitas tribos, tem divergência, influencias de outras religiões, como por exemplo o Islã. Portanto, não fique achando que só porque foi a Nigéria ou tem um mestre que é nigeriano, que você é melhor ou mais sábio que os outros, em matéria de orixá. Tem gente que monta canal na internet e fica repetindo que foi a Nigéria ou tem um mestre Babalaô e se acha o "orixá da cocada preta". Mas, não é bem assim não! Quem escolhe seus enviados é o Astral Superior, não é apenas descendência ou cultura não!

Tem também aqueles radicais, apegados a tal "Umbanda Popular" ou "Umbanda Branca", ou não sei das quantas, que diz "dizer que a Umbanda é Esotérica, é como dizer que a água é molhada". É ai onde se enganam. Nem toda Umbanda é esotérica, vemos grande parte de terreiros e tendas, onde se abrem as giras com uma Bíblia na mão e o Evangelho de Alan Kardec na outra, sem ter nada de iniciático ou místico. Apenas dançam, rodopiam, cantam, dão passes e ficam sempre nas mesmas lenga-lenga de sempre, sem buscar novos conhecimentos ou aprimorar o que já sabem. Ou ficam o tempo todo, colocando os filhos da casa pra conversar com entidades! Saibam que entidades não sabem lá essas coisas a mais que nós encarnados não. E quando há as de mais alta hierarquia, não falarão quase nada. Além o mais as entidades de grau mais elevado, não ficam vindo a terra a todo momento, dando passe ou dando consulta. Por isso, mesmos os grandes Babalaôs, utilizam os oráculos, pois o Orun, só se manifesta por eles, não por contato direto de entidade. Além do mais, como disse Chico Xavier, o contato vem de cima, independe de nossa vontade. Por isso, não fique o tempo todo jogando suas dúvidas e queixas nas costas das entidades todo dia. Elas não podem interferir no nosso carma e destino É por isso que se faz Orí, Borí e tantas iniciações, pois o homem vai se adaptando. Como dizem os mestres indianos "50% Deus, 50% nós"... não esperemos que entidades resolvam nossa vida ou nos dê respostas. Só os evangélicos, parecem achar que simplesmente, pagando dízimos, lendo a Bíblia e orando nos templos, que sua vida se resolve como se fossem os escolhidos acima dos demais da ralé que não é crente.... Tudo engano. Pois quem veio cumprir um destino, terá que fazê-lo. Nem Cristo escapou ou abriu mão de seu destino. Como ele disse "Pai se possível afasta de mim este cálice...". Mas, teve que beber do cálice mesmo assim. Então não pense que um pastor, igreja ou a Bíblai vai livrá-lo de cumprir o que você veio fazer nessa vida.

Alguns estudiosos do Ifá, dizem não acreditar em destino. Ai eu pergunto: Se não acreditam em destino, porque estudam o Ifá? Ora, o estudo do Ifá, é pra buscar a possibilidade de modificar ou tornar mais fácil um destino já pré-existente. Se não tem nada escrito, vai buscar o que, se você pode ir escrevendo como quer agora? Existe o destino, o livre-arbítrio e o acaso. E os oráculos se inserem nessas três portas. O que se busca nos oráculos, é tentar adaptar, sincronizar e alinhar essas três portas. Pra que ao acharmos uma resposta lúcida e sábia, possamos adaptar nosso livre-arbítrio e instintos, para que possamos cumprir nosso destino com maestria, inteligência e força. Ou no caso do destino ruim, tentar superá-lo sem confrontá-lo, mas, sabendo ultrapassá-lo com sabedoria. Ai muitas vezes entra o acaso, onde estão inseridos os milagres e a mão das potencias criadores, que interferem sem mexer nas estruturas do tempo, do espaço e nos mecanismos do Cosmos.

Não caiam nessa também de achar que a Umbanda, tem uma carta natal. Essa história de que a Umbanda se iniciou em 1918 é balela. Zélio não inventou os ritos e nem cultos. Ele recebeu o Caboclo que já pertencia a uma falange, por isso, foi rejeitado no espiritismo. Por isso, teve que montar seu tempo, sua linha de trabalho. A Umbanda não surgiu, ela apenas ressurgiu. Pois estava oculta por um tempo, assim como muitas vezes na história os conhecimentos sagrados se oculta, pra ressurgir na era necessária. O segredo da Umbanda, é que ela buscou adaptar-se aos cultos da nossa terra. Mas, o Caboclo que falou ao médium naquela época, citou os orixás, pois já pertencia a uma falange, a linhas e já tínhamos a Umbanda no Astral, que apenas repousava.

Axé a todos e que Orumilá esteja com todos, trazendo as bênçãos do Deus Supremo a todo mundo! Eu estou trabalhando em diversos trabalhos que quero transformar em livros. Negociando com algumas editoras e veremos no que vai dar. Quem quiser contribuir com o Instituto Climazem de pesquisas, com livros ou alguma doação em dinheiro, é só entrar em contato e fazer parte da corrente sagrada de Orumilá - corrente do destino iluminado, prospero e de amor.

Carlinhos Lima

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Fé e tradição na Bahia: A festa da Lavagem do Bonfim


Lavagem do Bonfim

por Samuel Celestino
A tradição da Lavagem do Bonfim
Fé e tradição na Bahia: A festa da Lavagem do Bonfim
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
As duas grandes festas baianas que marcam os ciclos, basicamente a do Bonfim e a do Dois de Julho, esta cívica, passaram a ser notadamente políticas. É certo que o povo comparece em massa, principalmente a da lavagem do adro da Igreja da colina sagrada, com as baianas com as suas belas saias rodadas fazendo o percurso da Igreja da Conceição da Praia até o Bonfim, levando na cabeça água de cheiro para lavar a igreja. Mas também é certo que, principalmente a mídia, destaca os políticos que se deslocam em grupos partidários para se exporem ao público, numa exibição que está implícita o voto para o tempo de eleições. Esta tradição política vem de longe. Ganhou corpo com o governador Antônio Carlos Magalhães, desde o seu primeiro governo, em 1970, e permaneceu durante todo o período que marcou a sua carreira, mesmo quando, já sem condições de realizar o percurso até a Igreja, deslocava-se para o quartel da Polícia Militar, nos Dendezeiros, e fazia o resto do trajeto andando cercado de adeptos onde recebia no adro do Bonfim um banho de água de cheiro. ACM conhecia praticamente a maioria das baianas. Agora já não há um político que seja como o Antônio Carlos da sua época, festejado durante o percurso pelas mães e filhas de santo. O que aqui exponho trata-se de história. Os políticos de hoje seguem o roteiro, mas já não há políticos com densidade popular. Assim, poucos dão atenção aos que insistem em “aparecer”. Enfim, passou a ser uma tradição desgastada tanto a Lavagem da Colina Sagrada, com a festa cívica do Dois de Julho.
 

Bahia - Festa do Senhor do Bonfim: Rui reforça agradecimento a Deus por ‘homem simples da Liberdade’ chegar onde chegou

Agradecimento a Deus

Rui reforça agradecimento a Deus por ‘homem simples da Liberdade’ chegar onde chegou
Bahia - Festa do Senhor do Bonfim: Rui reforça agradecimento a Deus por ‘homem simples da Liberdade’ chegar onde chegou
Foto: Manu Dias/ GOVBA
Ao cumprir o percurso entre a Conceição da Praia e a Igreja do Bonfim pela primeira vez como governador, Rui Costa (PT) reforçou a gratidão pelo “carinho do povo”. “Só tenho agradecer a Deus toda a confiança e generosidade dele propiciar que um homem simples da Liberdade chegasse aqui com esse carinho do povo. Espero que ele me dê sabedoria, saúde, paz e serenidade para trabalhar muito pelos baianos”, afirmou Rui. “Ainda temos muito a fazer pela Bahia e não vamos debater política nesse momento de muita emoção. Eu só posso retribuir este carinho com muita garra e dedicação que resultem em ações para continuar melhorando a vidas das baianas e baianos”, disse Rui.
 
Comentário: É muito bom ver uma pessoa que tem fé, que agradece a Deus pelas conquistas e que sabe reconhecer o valor da Luz Divina em nossa vida. Ainda mais nesse ano 2016, onde Oxalá, que no sincretismo, também é chamado de Senhor do Bonfim. Porém, que a fé seja sempre verdadeira, sem sensacionalismo e seja espontânea, não apenas pra aparecer nas matérias da mídia. 
 
Outro fato que nos chama atenção é a afirmação do governador da Bahia, Rui Costa, quando ele diz ser grato por ser um "homem simples que chegou onde chegou". É realmente uma vitória e tanto, uma pessoa chegar ao alto cargo de governador de um estado da federação. E a Bahia, que é um estado onde o povo realmente leva a fé e a esperança no coração é uma honra enorme a qualquer pessoa receber essa bênção, sendo a autoridade que rege o estado. Porém, a pergunta é: Será que o homem simples, chegou lá, no poder, no topo e onde sonhou, apenas com suas ideias, seu papo e suas ações? Ou chegou, por fazer parte de um projeto de poder? O que foi feito por este projeto, este grupo de políticos, pra tornar esse homem simples em governador? Foi uma vitória honrada, só porque venceu nas urnas? E como foi conseguido esse apoio, esses votos e essa popularidade? Bem, isso, só o próprio governador pode responder! Apesar de que, estamos vendo seus dois padrinhos políticos (Lula e Wagner), enrolados em diversas denúncias, o que nos leva a concluir que, consciente ou inconscientemente, Rui Costa, também se beneficiou desse projeto do PT O projeto dos financiamentos obscuros, uso de estatais e um marketing desonesto! Ao menos, é o que as operações da PF e MPF, unidas as delações estão mostrando ao país! 
 
Mas, torço de todo coração, que a fé do governador seja sincera, que ele tenha mesmo chegado ao poder por vontade divina e merecimento próprio. E que ele se torne, cada dia mais um homem sábio e com vontade de melhorar o estado. Pelo povo e para o povo, não apenas por um projeto de poder ou por sensacionalismo populista. Porém, como Rui Costa pediu bênção e agradeceu ao Senhor do Bonfim, o santo do dia de festejos e até tomou banho de agua em frente a igreja do Bonfim, eu apenas recordo que esse santo é um santo de paz, amor e também que preza pela honestidade. Além disso, nesse ano de Oxalá, a verdade e a justiça estarão mais fortes. Coisas escondidas virão a luz e o amor, vai vencer o medo.
 
Rui Costa, que breve fará aniversário, filho de Orixás antigos, ligados a Terra e a água, que tem Oxalá, como seu orixá de magia e de sexo, vive um bom momento astral. Com correntes de força dando-lhe carisma, popularidade e força. Mas, como já afirmei anteriormente, tudo isso, se consolidará, se ele estiver alicerçado na verdade, ética, justiça e legalidade. Caso tenha coisas obscuras escondidas, a partir do segundo trimestre desse ano, algumas planetas, ficarão mais avessos a seu signo e perigos, o rondarão. Ele vive um bom momento astrológico, mas, contratempos ainda poderão vir ao longo de 2016, a menos que ele realmente esteja limpo e sem coisas obscuras em seu passado. 
 
Carlinhos Lima
 
Axé, saúde e paz a toda Bahia 

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

2016: Ano da Pombagira em Trono - Influência para todos os signos

2016: Ano da Pombagira em Trono - Influência para todos os signos
2016: Ano da Pombagira em Trono - Influência para todos os signos

Análise de Umbanda Astrológica

Em 2016, o Ano tem a regência de Oxalá, que é símbolo da luz, representa a paz e o amor. Por isso mesmo, que as sombras, investem ainda mais seus ataques, a todos os que se descuidam da vida espiritual, da prática do amor, da caridade e do perdão. E assim o Diabo estará a espreita pra abocanhar todo filho de Deus que cai em desgraças. Especialmente os irracionais que mesmo tendo informações, teimam em enfiar a cara no mundo das drogas, do crime e diversos outros malefícios que traz trevas a alma humana.

É por isso, que todos os anos além dos anjos de luz que trabalham pra proteger os escolhidos e pessoas que buscam o caminho do bem, tem os agentes que trabalham pelas sombras, como soldados de élite, que fazem a função de rastreadores, investigadores e resgatadores, indo a terrenos onde os espíritos de luz não vão. Mas, não estou me referindo a demônios, pois, estes só obedecem ao mal. Demônios são seres que estão no degrau mais baixo da involução do ser.

Eu estou me referindo a Esquerda, que na Umbanda, Kimbanda, Catimbó ou outras vertentes do culto afrobrasileiro, os filhos de fé, já conhecem, alguns muito bem e outros, acham que conhecem. Há diversas distorções, em especial sobre Exu, Egum e Pombagiras. E há uma grande leva de livros ruins no mercado, repetitivos, equivocados, preconceituosos, influenciados pelo kardecismo ou pelo populismo. Na verdade, os editores não escolhem bons títulos com conteúdo e sim, títulos populistas, "mamão com acúcar" que não visam esclarecer, mas, agradar. Porque no fundo as pessoas não querem mudar sua opinião e chegar a conhecer os segredos, elas querem apenas firmar seus conceitos retrógrados, tradicionalistas, fetichistas, populistas e separatistas. E quem poderia ajudar a diminuir essa confusão, não está nem ai. Pois cursos, escolas e até faculdades desses temas são montados, não pra desmistificar, mas, pra somar, ganhar poder e dinheiro. Também edições são lançadas, apenas pra repetir, pra agradar pra vender, sem querer elucidar as questões. Até porque os editores não tem interesse nos orixás e sim no bolso. 

Eu estou preparando um monte de trabalhos, especialmente sobre a Mitologia dos Orixás, pois hoje em dia, os livros que temos no mercado são ultrapassados, repetitivos, enganosos, corrompidos e mesclados com romances supostamente "psicografados". Além de mitos, estou trabalhando em esclarecer mais a verdadeira ligação entre Umbanda e Astrologia, esclarecer mais sobre os orixás, especialmente essa questão equivocada das "7 Linhas de Umbanda", que na verdade, não são 7 e sim diversas mais, como também, sobre Exu e Pombagira. Além disso, estou trabalhando pra produzir trabalhos sobre astrologia, magia, tarô e esoterismo. Pra isso, estou negociando com algumas editoras, pra ver a melhor forma de lança-los.

Mas, voltando ao ano de 2016 e ao trabalho dos agentes da Esquerda, lembro que Pombagira a Senhora das 7 Encruzilhadas, apoiada pelas linhas ciganas, das águas e dos elementais do fogo, está sobre seu trono. Poderosa e com seu cetro na mão. Comandando todas as tropas com missões em todas as encruzilhadas da vida. Desde questões amorosas, financeiras, de saúde, de trabalho e de disputa judicial, elas vão intervir, contra feitiços e outras demandas. Juntamente com Exu 7 Encruzilhadas, Exu Mirim e Exu Caveira, o trabalho da Esquerda será profundo e amplo.

A Pombagira, vai agir pelas linhas da razão, dentro dos signos Cardinais Áries, Libra, Capricórnio e Câncer. Dentro das linhas da emoção, nos signos Móveis Gêmeos, Sagitário, Peixes e Virgem. Como também pelas linhas Fixas Escorpião, Touro, Aquário e Leão, a ação será pela espiritualidade.

No signo de Áries por exemplo, a Pombagira vai agir no casamento e parcerias. Ela chamará os arianos a razão, alertando para que corrijam tudo que se refere a sua vida a todos. Dando mais praticidade, conformidade e satisfação. Ou seja, manter uma relação de aparência, conviver com quem não ama só por algum interesse, não será bom continuar. Evitar relações falsas, com traição ou por simples ambição. Já para os librianos, a Pombagira, agirá diretamente na imagem, na personalidade e no ego. Tanto os librianos do sexo feminino, quanto o masculino, serão tocados pela força do inconsciente. Eles se mostrarão mais conectados com seus desejos ocultos. Muitas mulheres, até mesmo da alta sociedade, serão puxadas a avaliar melhor sua sexualidade. Quais as praticas dão mais prazer ou quais ações, os levarão mais facilmente a esse prazer e satisfação, será a pergunta repetitiva no inconsciente dessas librianas, que vão chegando aos poucos a sua consciência. Muitas mulheres vão querer mais liberdade, aproveitar fases, viver aventuras e querer se realizar com ser feminino livre. Assim muitas irão experimentar novas relações, sexo mais intenso, traições e buscas pra descobrir os limites do próprio corpo. Enquanto outras vão querer sair de relações ruins, tanto pra buscar novas relações, quanto pra ficarem soltas também. E isso será positivo, se essas atitudes estiverem em concordância com seu carma e destino, mas, muito nocivo para os inconsequentes sem temperança.

Cancerianos por sua vez, tentarão perceber melhor que praticas trarão mais satisfação profissional e poder Mas, ai, será onde haverá envolvimentos que vão interligar, profissão e sexo. Transar quentes no trabalho ou com colegas de trabalhos, chefes e subalternos. Haverá também as que passar por crises carmicas, prejuízos, justamente por se envolver no trabalho. Já capricornianos, terão que reajustar questões domésticas. A família será seu foco, poderá trazer dores de cabeça, desavenças e enfadonhos trabalhos. Mas, para alguns mais evoluídos, poderá ser um ano onde o sexo com o conjugue poderá ser mais intenso e compensador. Muitas capricornianas jovens despertarão a pombagira interior. Muitas se iniciarão sexualmente, pra grande parte de forma traumática e equivocada, quanto pra outras, poderão adentrar no mundo do sexo, pensando em lucrar o que será muito ruim para o carma. Garotas de programa capricornianas, poderão ganhar muitos clientes nesse ano, juntar uma boa grana, mas, se prejudicar espiritualmente e do lado da saúde.

Para os geminianos, a Pombagira, trará foco na questão da saúde, que pode ter prejuízos por questões emocionais. Escândalos ou abandonos, que gerem depressão, stress e melancolia. E será um erro, sair transando com qualquer um pra tentar preencher o vazio existencial. Na verdade, esse é um ano pra reorganizar as emoções, os desejos e cultuar sua pombagira interna e externa. Valorizar-se mais, não se envolver com qualquer um que tenha um sorriso bonito ou cite uma poesia. Tem que cuidar do emocional com ajustes no espiritual. Mas, pode ser um ano de recomeço no trabalho e na profissão, desde que não caia nem tropece nas armadilhas da promiscuidade. 

Sagitarianos por sua vez, não terão um ano fácil, mas, para quem encara os desafios com fé, de frente e sem temor, será de crescimento espiritual. É um ano de cuidar da pombagira, tanto pra desenrolar as questões emocionais, quanto pra destravar questões profissionais. Estudar mais, tentar buscar mais conhecimento espiritual e iluminar o espírito. Evitar envolvimentos só por desejo, sexo casual e buscar sentir, relações mais confiáveis. Enquanto que os piscianos, terão um ano, onde as questões sexuais, serão seu maior foco. As mulheres tentarão ser mais completas e os homens mais seguros na cama. Haverá muitas piscianas que decidirão fazer programa, só pra descobrir seus limites e vivenciar coisas picantes. Assim como muitos piscianos, vão viver casos extraconjugais, pra buscar autoafirmação. É um ano de se envolver mais tanto com o sexo, quanto com a magia.

Virginianos, terão foco da pombagira, na área financeira. Assim é arriscado misturar sexo com dinheiro. Jamais disputar alguém usando o poder financeiro. Não perder tempo com pessoas que se mostrem indo em outra direção. Ou seja, não disputar o amor de ninguém. Não fazer feitiços pra conquistar. E garotas de programa do signo de Virgem, poderão ganhar por um lado, mas, serem usurpadas por outro. Podem correr riscos, especialmente se não se cuidarem espiritualmente. A pombagira estará bem próxima e cobrando "pedágio" das garotas de programa do signo de Virgem. Também haverá muitas mocinhas desse signo, enganadas, estuprada, molestadas e como também dominadas, por causa do carma ou por influências espirituais. 

Os taurinos por sua vez, terão foco da pombagira, em questões de trabalho. Em especial os que trabalham com serviços manuais, transporte e também sacerdócio. Para todos os que são sacerdotes desse signo, a linha de pombagira, terá muito importância juntamente com Exu. Questões carmicas virão a toda e questões sexuais terão que ser bem assimiladas no contexto de seu sacerdócio. Assim não bastará ser puritano, quando questões sexuais, estão em ebulição dentro de si. Não será negando a própria natureza, que vai evoluir e sim dominando seus desejos ou vivenciando-os com equilíbrio. Muitas taurinas farão trabalhos envolvendo sexo e dinheiro. Algumas se darão bem e gostarão das tarefas, mas, pra outras poderá ser doentio.

Para os escorpianos, que é um signo onde a pombagira milita com maior facilidade e abrange mais fortemente as profundezas de seu subconsciente, nesse ano, serão despertos ainda mais forças ocultas, desejos internos e fetiches alucinantes. Mas, você menininha escorpiana, não vá pensando que é só se deixar levar pelos desejos e sair dando a torto e a direito não. Também não se iluda com esse lobby e "glamour" das garotas de programa. Não fique fascinada, pois esse é um ano carmico para as escorpianas, podendo vir sobre elas sérias doenças, tanto físicas, quanto psíquicas, especialmente se envolver magia negra, sexo animal com pessoas que abusem de drogas. Dinheiro é bom, mas, não é tudo. No ano do Sol, do fogo e de Oxalá, tentem ouvir mais seu "Eu Interior Iluminado" ou seu "Mestre Interior". E se quer viver a sexualidade, tente buscar emoção, mas, com razão e com sentimento. O amor lhe trará o sexo que você precisa e não apenas o dinheiro.

Leoninos por sua vez, que estarão mais radiantes, energizados e confiantes, poderão usar seu charme seu sorriso e seus encantos artísticos pra conquistar tanto no amor, quanto na profissão. A Senhora das 7 Encruzilhadas, estará presente e direcionando os leoninos ao estrelato. Desde que estes, não venham nos últimos anos, andando em maus caminhos, se envolvendo com pessoas ruins ou praticando coisas desagradáveis. É um ano de viver a luz e não se deixar levar pelas sombras. Assim adultério, traição ou falsidade, se for cometidos por um leonino, o carma cobrará alto dele. Assistentes de palco, cantoras, esportistas, dançarinas, garotas de programa e musas em geral, do signo de Leão, como também de Sagitário, Aquário e Gêmeos, estarão num bom momento. As preparadas, vão ter chance de ascender na profissão. Este é um ano pra todas as profissionais do mundo do entretenimento como um todo e de todos os signos, mas pra esses signos que acabei de citar, o foco será bem maior.

Aquário por sua vez, terá a radiação de pombagira, no campo da intuição, mediunidade e da fé. Muitas médiuns desse signo, terão visões incríveis com a senhora pombagira, que irá orientar mais de perto. Muitas aquarianas, vão conquistar com maior facilidade de comunicação e viajar mais em busca de amor e sexo. O importante é que toda aquariana ou aquariano que se sentirem chamados, busquem descobrir pra que é esse chamado. Não se percam no campo da fé, ouvindo ensinamentos preconceituoso, distorcidos ou enganosos. Parem de se iludir achando que a Bíblia responde tudo! Não engulam esse marketing de que a 'Bíblia é a palavra de Deus", pois, mesmo sendo um livro maravilhoso, composto por dezenas de livros, pelas mãos de dezenas de autores, ela tem muita coisa que não foi dita por Deus e sim por homens. O que há nela são revelações, mas, ela não é inteiramente um livro que caiu do céu. A Bíblia foi escrita por muita gente, em épocas diferentes, lugares diferentes, culturas diferentes e sensações diferentes. Apenas os doutores das religiões, tentaram incorporar tudo, pra usar como instrumento de influencia as massas.

Carlinhos Lima

Bom ano a todos!


video

domingo, 10 de janeiro de 2016

Orixás e cinema: ‘Òrun Àiyé’: Carlinhos Brown dubla Oxalá em filme de animação baiano


‘Òrun Àiyé’

 

Foto: Diane Luz
Pela primeira vez em sua carreira, o cantor e compositor Carlinhos Brown encarou o desafio de dublar um personagem de animação em stop motion. Brown, que já criou trilhas cinematográficas para produções como “Rio”, “Capitães da Areia” e “Ó, Paí, Ó”, agora emprestará sua voz para Oxalá no curta-metragem baiano “Òrun Àiyé”, que remonta a jornada deste orixá para cumprir a missão de criar o mundo. Mas Brown não é o único artista a participar da dublagem do filme, também integram o time de dubladores a atriz Fernanda Crescêncio (Luna) e os atores Fábio de Santana (Oduduwa), João Miguel (Olodumaré), Carlos Betão (Bira) e Jorge Washington (Orunmilá). O filme, premiado no Festival Brasil Stop Motion, tem direção de Jamile Coelho e Cíntia Maria e roteiro assinado por Tyago Bezerra.

video
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Seguidores

Seguir por Email

Seguidores

Marcadores

orixás (254) magia (250) espiritualidade (180) astrologia (161) (149) Umbanda (112) amor (109) umbanda astrológica (102) CONCEITOS (96) sexo (95) Umbanda-Astrologica (93) signos (91) religião (77) previsões (70) mulher (67) exu (63) conceito (58) pesquisas (58) 2016 (56) anjos (54) signo (51) carma (50) comportamento (50) destino (49) astral (48) candomblé (47) mediunidade (47) pombagira (47) Cabala (44) rituais (42) UMBANDA ASTROLOGICA (40) Astrofísica (38) poder (34) CONCEITOS DE UMBANDA - ASTROLOGICA (33) ancestrais (30) arcanos (30) Livro (29) sucesso (29) espaço (28) fé religião (27) oxumaré (26) pesquisa (26) busca (25) comprendendo o simbolismo (25) odus (25) sorte (25) estudos (24) oxum (24) Ogum (23) desejo (23) deus (23) magia sexual (23) PESQUSAS DE UMBANDA ASTROLOGICA (22) pombagiras (22) vida (22) ifá (21) proteção (21) anjo (20) horóscopo (20) protetores (20) orixas (19) sexualidade (19) Umbanda-Astrologiaca (18) baralho (18) energia (18) magos (18) oxalá (18) Iansã (17) 2014 (16) Caminhos da fé (16) INICIAÇÃO (16) Obaluaê (16) Saturno (16) UMBANDA ASTROLOGICA E MAGIA (16) astros (16) brasil (16) sagrado (16) Comportamento na vida (15) ano (15) atriz (15) axé (15) jesus (15) livro de umbanda astrológica (15) mapa astral (15) CONCEITOS DE UMBANDA (14) Lua (14) Omulú (14) Xangô (14) carma sexual (14) dinheiro (14) oráculos (14) terra (14) magia negra (13) odús (13) vibrações (13) Guias (12) Júpiter (12) Yorimá (12) linhas (12) ritual (12) 12 signos (11) Marte (11) Orumilá-Ifá (11) caminhos (11) mapa astrológico (11) nova era (11) paixão (11) Estudo (10) REENCARNAÇÃO (10) bem estar (10) conhecimento (10) céu (10) história (10) numerologia (10) oração (10) planeta (10) Astrônomos (9) Horóscopo Chinês (9) OFERENDA (9) OS SENHORES DO DESTINO (9) anjo da guarda (9) clavículas de Salomão (9) estrela (9) poderes (9) umbanda-astrológica (9) vibração (9) 72 anjos (8) Caboclos (8) ciclos (8) ciência (8) cães (8) luz (8) mestres (8) oraculo (8) pemba (8) Astronomia (7) CATIMBÓ (7) Era de Aquário (7) Macaco de Fogo (7) busca espiritual (7) cientistas (7) cosmos (7) dons (7) homem (7) missão (7) obsessão (7) solidão (7) agente do carma (6) arcanjos (6) astrólogos (6) chacras (6) essência (6) Câncer (5) EXU GUARDIAO (5) Escorpião (5) Mitologia (5) amarração (5) esquerda (5) feitiço (5) misterios (5) Linha do Destino (4) advinhação (4) ebós (4) era de Aquario (4) macumba (4) mapa astrologico (2)