Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 1


Forças astrais e ancestrais, agindo sob nós


O horóscopo tem pontos sensíveis que os astrólogos modernos, metidos a cientistas ignoram! A astrologia não é ciência acadêmica, ela lida exclusivamente com simbologia, com o acaso e com a divinação! As vezes as principais respostas que buscamos em uma carta está justamente em pontos que ignoramos! Da mesma forma são os orixás! Muitos focam suas buscas e vida no orixá de cabeça e esqueça os orixás influenciadores, os orixás menores, os guias, exus, pombagiras, pai e mãe de cabeça entre outras coisas, especialmente os odús e aforismos...

Além das pessoas que ignoram a espiritualidade e se apegam como cola no materialismo, tem também os tipos de curiosos sem noção. Eles não aguentam ouvir falar num cartomante, num astrólogo, num médium ou qualquer um que pra ela tenha contato com o sobrenatural. Eles levam tudo pro lado da curiosidade e isso é tão ruim quanto ignorar a espiritualidade. Querem abusar demais dos oráculos, dos médiuns, dos orixás, da magia ou qualquer meio que tire dela a responsabilidade de escolher. Essas pessoas tem um vazio na alma, como se perguntas martelassem seu cerebro dia e noite! Se você é um desses sossegue o facho, tente saber o que é preciso captar no mundo fisico primeiro, faça suas próprias escolhas...

Certa senhora dona de redes de lojas, sentia que tinha mediunidade! Mas, além de ignorar seus dons, era totalmente preconceituosa! Tratava tudo como "coisa do Diabo", seu tempo quando não era gasto nas suas coisas fúteis, egoístas e de dondoca, era dividido em idas ao motel com seu amante, uma passada no psicoterapeuta, que de mediunidade não entendia nada e na macumbeira, a qual sabia muito bem ludibriar com feitiços malévolos! Ela levava a vida tentando passar por cima de todo mundo, rido da pobreza dos outros e se gabando por poder gastar e gastar sem ter que trabalhar. Ela nunca entendeu que seus bens e suas bênçãos foram concedidos por um propósito maior e que seu apego a matéria levaria para um caminho sem volta e destrutivo. Nunca tentou compreender sua espiritualidade e quando encontrava algum místico, simplesmente debochava ou dizia "diz-me o que eu quero saber, te pago quanto quiser"! Os que não sabiam dizer não ao vil metal, claro dava alguma definição, quase sempre engrandecendo o ego da dondoca por que senão ela não pagava! Os que se recusavam, por que tinham uma boa ética espiritual, era esculachados... Pois bem, ela morreu doente mental, ainda rica, mas, sem poder usufruir e certamente sua próxima encarnação se o Astral conceder o direito, talvez não será nada luxuoso!

O Deus que eu acredito é um Deus de bondade, que criou tudo que existe, mas, essa bondade não tem nada haver com ignorância! Ou seja, ele não ignora nada, por que sabe de tudo e é justo. Deus jamais seria bom se não fosse justo! Então não me venham com lorotas, querendo me mostrar um Deus que 'monopoliza", dando poder de cura, de perdão e de elevação a um homem qualquer que monta uma igreja, fica milionário com os recursos alheios... Deus nunca faria isso, Deus não unge sensacionalistas, pois o mistério é a fonte de seu poder! Deus jamais concordaria com a revelação de milagres pra fazer merchan 24hs na TV! Se tem milagres nesses lugares, certamente Deus nada tem haver com isso! Deus não tem agencia de publicidade, não tem apadrinhados como os governos terrenos. Deus não opera no egocentrismo, na manipulação e no cinismo! 

Além do par o orixá influenciador! Um filho de Oxum com Xangô por exemplo, tendo ele a influencia de Ogum é uma força inclinada a força pela justiça, defesa dos mais fracos, talento pra fazer o dinheiro render. Já esse mesmo par, com a influencia de Exu, volta-se mais ao sexo, a luxuria, a falta de honestidade no que se refere a negócios. E assim por diante. Não que todos sejam assim mas, há a predisposição. Por isso toda configuração precisa ser levada em conta! 

Ao contrário vemos pessoas de orixás ruins, como uma boa herança ancestral, escolhas sábias e corretas, orixás auxiliares harmônicos e formando assim uma cora vencedora! Tudo tem haver com harmonia e não com um único orixá! Também tem haver com o par: Uma filha de Oxum com Oxóssi tem um estilo, mais voltado a produção artística, musical, contemplativo! Já uma filha de Oxum com Ogum, é mais aguerrida, mas, menos harmônica, mais explosiva e assim por diante.... 


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores