Total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de maio de 2009

A Nossa Jornada



Em nossa jornada, contamos com o nosso corpo físico, que é o instrumento, o veículo de nossa alma, ou espírito. O corpo físico é comandado pela mente, que, segundo o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa significa: “intelecto, pensamento, entendimento; alma, espírito”.

Possuímos o pensamento contínuo e a natureza de nossos pensamentos determina nosso estado emocional e físico; criamos hábitos, sensações, condições e praticamente somos o reflexo de nossos pensamentos, palavras e ações. Vivemos interagindo com uma lei universal de “causa-e-efeito”, “ação-e-reação”. Seguimos nossa jornada experimentando o resultado de nossas ações e os efeitos de nossas escolhas.

Ao compreendermos o comportamento humano, das funções do cérebro, de nossa força mental e de nossa capacidade de realização e de progresso, quando bem direcionamos as energias que nos são próprias. Como já dizia Sócrates, a felicidade resulta de uma consciência tranqüila porque possui um caráter de paz.

Segundo Dalai Lama, “a busca da felicidade e o desejo de evitar o infortúnio não precisam ser criados porque fazem parte da natureza humana. Devemos reconhecer a importância de educar a mente”.

Como tudo no universo, estamos em eterno movimento, cujo destino é a evolução, o aprimoramento, a iluminação. A própria ciência nos esclarece que desde a célula ao cosmos, tudo experimenta uma constante transformação.

Se despertamos em nós a realidade de que somos um ser pensante que ama, que sente, e que transcende a matéria, encontramos base sólida para iniciar a nossa educação mental e, em conseqüência, uma melhor qualidade de vida em todos os aspectos. Desde que tenhamos controle sobre nossas emoções e desejos. E ainda que não tenhamos bloqueios causados por nossos traumas, medos e rancores. E é nesse ponto que o estudo dos arquetipos mostrados pelos orixas pode nos ajudar bastante, tanto a nos conhecermos e termos noção de nosso potencial mental, quanto para nos desligar de ondas energeticas ruins.

O primeiro passo seria observar a nossa necessidade básica: a vontade de viver em equilíbrio físico, mental e espiritual. Esta é uma necessidade e uma busca natural do Ser. Mas, note que não apenas tendo equilibrio da mente, poderiamos ter a harmonização de nosso ser, pois, são necessarios a harmonização dos tres niveis, partindo do fisico, passando pelo mental e atingindo o espiritual.

O segundo passo é a decisão. A decisão firme, em conjunto com a vontade, reflete na natureza de nossos pensamentos. A decisão desenvolverá em nós um compromisso por uma constante busca e desenvolvimento de nosso potencial interior. É por isso que em todas as buscas dos grandes mestres a fé é uma ferramenta importante, pois, muitas vezes não conseguimos ter fimeza sozinhos, somente com um auxilio externo e é por isso que se busca o apoio de divindades, pra que possam nos estender a mão e nos apoiar nas adversidades.

O terceiro passo é a focalização. Aqui, focalizamos nas coisas importantes, que são aquelas que se traduzem em progresso e bem-estar dentro da família, no campo da saúde, na educação e na nossa conexão com Deus. A consciência de que tudo é gerado e materializado de dentro para fora criará um comprometimento com nós mesmos na mudança de nossos hábitos, condizente com a proposta de uma vida melhor. Mas, não nos apeguemos só a esse movimento de criação de dentro pra fora, porque muitas coisas vindas do exterior não só nos afeta, mas, num sentido positivo, tambem ajuda a criar poderes dentro de nós.

Não é necessária uma mudança drástica em nossas vidas, apenas uma consciência que nos trará uma maior percepção de nós mesmos e do mundo em que nos encontramos. O pessimista vê dificuldades em toda a oportunidade; o otimista vê oportunidades em todas dificuldades. Mas, na verdade nem um nem outro está correto, o certo seria uma mescla dos dois e este terceiro elemento elevado a um nivel mais alto de desenvolvimento com plenos poderes sobre seu potencia. Pois, nem sempre o pessimismo é ruim, como tambem nem sempre o otimismo é bom. Pois, as vezes a prudencia nos cobra uma defesa onde o otimismo pode acabar nos despindo dela.

Torna-se o nosso dever manter constantemente uma atitude positiva que nos ajudará a criar hábitos que trarão os resultados que necessitamos. Mas, por icrivel que parece algumas polaridades negativas, tambem são capazes de criar coisas importantes. O meio mais eficaz de educação mental se dá com a prática da meditação. Meditar não é concentrar, mas, sim, refletir, transformar. Nos diz Klamashila: “É altamente importante percebermos a raridade e a preciosidade da vida humana.” Meditar é um estado de consciência, é gerar pensamentos e sentimentos de paz, amor e tranqüilidade que conseqüentemente afetarão nossas atitudes e reações.

Através da prática contínua da mudança de nossas percepções, podemos eliminar pouco a pouco as imperfeições do corpo e da mente. Dessa prática, germinarão a calma e a paz interior que nos permitirá viver com sabedoria. A repetição é a mãe do aperfeiçoamento. Mas, quando essa repetição é sabia ou não é teimosia. Pois muitas vezes o homem tem que entender que ele não pode ter o ser tudo.

À medida que aperfeiçoamos nossas meditações, desfrutaremos cada vez maior paz mental em todas as ocasiões, removendo as impurezas do nosso eu, e transformaremos todas as emoções perturbadoras e outros estados nocivos de existência.

O que importa não é onde vivemos externamente, mas internamente, pois, não temos controle do mundo externo, mas podemos controlar a nós mesmos. Saibamos dar a nós mesmos o presente da vida, de viver sem limites, com entusiasmo e coragem. Estabeleçamos objetivos, superemos desafios, e usemos o potencial que temos dentro de nós. Mas, só pederemos fazer isso se tiermos em harmonia com o mundo externo. Porque se fechando num mundinho imaginario onde tudo só tem que dá certo, só ira nos tornar em pessoas fantasioas. Para ter as noções exatas de todas as nossas possibilidades, Exu e Pombagira trabalhando harmonicamente pelos raios dos Orixás, por meio de suas tres principais manifestações, ajudam a trazer toda a facilidade necessaria a comprensão de nossa busca.

A nossa qualidade de vida está relacionada com o tipo de emoções e sentimentos que experimentamos; aprendamos a criar boas emoções, cultivando bons pensamentos. Eduquemos nossas palavras, pois, as palavras criam sentimentos e emoções e se tornam realidade em nosso cérebro, afetando nossos estados mentais.

Palavras agradáveis e positivas criarão uma atmosfera de paz e alegria ao nosso redor. Mas, as vezes colocar pra fora nossas amarguras, medos e desejos serve pra que nos comprendamos melhor e é por isso que Exu e Pombagira atuam como descarga. E lembremos do que o Mestre nos disse: "Nem todo aquele que diz Senhor, Senhor, entrará no Reino do Céu". Isso quer dizer que nem só o polo positivo, ou pensamentos manipulados, servem pra nossa evolução. Na verdade temos que encarar todos os desafios da vida, sem nenhuma ilusão ou alusão a qualquer imaginação forjada.

Então, escolhamos ser felizes, canalizando nossa mente sempre nas soluções, nas respostas, no que pode ser realizado. Aprendamos a meditar ao levantar, programando o nosso dia para que ele seja mais produtivo; aproveitemos os momentos bons e agradáveis de nossa vida; manifestemos nossa essência de paz em todas as nossas atitudes. Falemos a nós mesmos todas as manhãs: “Eu sou paz, eu sou saúde, eu tenho controle de minhas reações”, “a cada dia estou mais feliz!”, “a cada dia estou mais saudável!”. Falemos alto para que nossa alma escute—nós somos o que falamos. Mas, que isso não nos tire da realidade, pois, um mundo turbulento e desafiador está ai fora. E por mais que ele nos amedronte, não devemos apaga-lo da memoria, mas, compreende-lo e vence-lo.

As coisas não “acontecem”, simplesmente. São necessárias dedicação e luta para alcançarmos nossas conquistas. Simples mudanças, no entanto, podem fazer grandes diferenças em nossas vidas. Tudo que nos acontece tem o propósito de nos melhorar. Acreditemos em nossa capacidade e organizemos nossa mente para vencer. Coloquemos em prática tudo o que aprendemos: teoria é cultura, prática é vivência. Por isso que a pratica não deve ficar apenas no plano da mente, mas, nos tres niveis, pois, o plano espiritual e fisico, tem que ser harmonicos com o nivel mental.

Nossa jornada está em nossas mãos; plantemos e construamos, e nós colheremos e vivenciaremos durante todo o nosso caminho a natureza de nossa vontade, as conseqüências de nossas decisões e os frutos de nosso trabalho. Reflitamos e meditemos sobre isso. Sem nos esquecer que somos sim energias condensadas, mas, que no plano da materia apenas meditar não vai resolver, pois a fé sem obras é morta.

Carlinhos Lima - Astrologo de Umbanda-Astrologica.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Seguidores

Seguir por Email

Seguidores

Marcadores

orixás (257) magia (253) espiritualidade (180) astrologia (163) (152) Umbanda (113) amor (113) umbanda astrológica (103) sexo (97) CONCEITOS (96) Umbanda-Astrologica (93) signos (91) religião (78) mulher (76) previsões (70) exu (64) conceito (58) pesquisas (58) 2016 (56) anjos (56) carma (51) comportamento (51) pombagira (51) signo (51) destino (50) astral (49) candomblé (48) mediunidade (47) Cabala (44) rituais (43) UMBANDA ASTROLOGICA (40) Astrofísica (38) poder (35) CONCEITOS DE UMBANDA - ASTROLOGICA (33) ancestrais (30) arcanos (30) Livro (29) sucesso (29) espaço (28) fé religião (27) oxumaré (26) pesquisa (26) busca (25) comprendendo o simbolismo (25) desejo (25) odus (25) sorte (25) estudos (24) magia sexual (24) oxum (24) Ogum (23) deus (23) vida (23) PESQUSAS DE UMBANDA ASTROLOGICA (22) pombagiras (22) sexualidade (22) ifá (21) proteção (21) anjo (20) horóscopo (20) protetores (20) energia (19) orixas (19) Umbanda-Astrologiaca (18) baralho (18) magos (18) oxalá (18) Iansã (17) 2014 (16) Caminhos da fé (16) INICIAÇÃO (16) Obaluaê (16) Saturno (16) UMBANDA ASTROLOGICA E MAGIA (16) astros (16) brasil (16) sagrado (16) Comportamento na vida (15) ano (15) atriz (15) axé (15) jesus (15) livro de umbanda astrológica (15) mapa astral (15) CONCEITOS DE UMBANDA (14) Lua (14) Omulú (14) Xangô (14) carma sexual (14) dinheiro (14) oráculos (14) terra (14) magia negra (13) odús (13) paixão (13) vibrações (13) Guias (12) Júpiter (12) Yorimá (12) linhas (12) ritual (12) 12 signos (11) Marte (11) Orumilá-Ifá (11) caminhos (11) mapa astrológico (11) nova era (11) Estudo (10) REENCARNAÇÃO (10) bem estar (10) ciclos (10) conhecimento (10) céu (10) história (10) numerologia (10) oração (10) planeta (10) Astrônomos (9) Horóscopo Chinês (9) OFERENDA (9) OS SENHORES DO DESTINO (9) anjo da guarda (9) clavículas de Salomão (9) estrela (9) poderes (9) umbanda-astrológica (9) vibração (9) 72 anjos (8) Caboclos (8) ciência (8) cães (8) homem (8) luz (8) mestres (8) oraculo (8) pemba (8) Astronomia (7) CATIMBÓ (7) Era de Aquário (7) Macaco de Fogo (7) busca espiritual (7) cientistas (7) cosmos (7) dons (7) missão (7) obsessão (7) solidão (7) agente do carma (6) arcanjos (6) astrólogos (6) chacras (6) essência (6) Câncer (5) EXU GUARDIAO (5) Escorpião (5) Mitologia (5) amarração (5) esquerda (5) feitiço (5) misterios (5) Linha do Destino (4) advinhação (4) ebós (4) era de Aquario (4) macumba (4) mapa astrologico (2)