Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 13 de março de 2011

Objetos sagrados e magicos



Segundo alguns estudiosos, os templários conservavam o Santo Graal, o cálice da Última Ceia, cuja posse conferiria poderes sobre-humanos. E segundo outro templário sob investigação, são Bernardo de Chiaravalle, eles conservavam a Arca da Aliança, a caixa em que Moisés guardava as tábuas da Lei, seu cajado e sobre a qual Deus se manifestava.

Por outro lado ainda, o segredo dos templários poderia estar ligado ao conhecimento da Sagrada Geometria, para construir-se as catedrais góticas. Há, enfim quem sustente que o segredo dos templários estivesse relacionado com o Sudário. Nos processos contra os templários, diz-se que eles guardavam uma “cabeça barbuda de um morto”, que teria permanecido com eles entre 1204 e 1307. Para o cientista britânico Allan Mills, em linha com essa hipótese do italiano Carlo Giacchè, a imagem do Sudário seria de um cruzado templário morto em batalha, e não de Jesus. Algo mais recente abre a possibilidade de ser o Sudário uma obra do maravilhoso artista Leonoardo da Vinci.

Na verdade é dificil de se comprovar, mesmo com o uso da ciência, mas, não é impossivel que o sudário seja mesmo o de Cristo. O que eu duvido muito é que seja obra de DaVinci! Que se usou de muitas artimanhas pra enganar as pessoas disso não temos duvidas, mas, que muitas coisas maravilhosas foram reveladas aos homens, nós tambem não temos, como por exemplo, a Arca, as Taboas e o Bastão de Moisés, que mesmo que ninguem nunca tenha encontrado, o forte dogma de fé, faz com que aceitemos e admiremos seu poder!

Carlinhos Lima - Astrologo, Tarologo e Pesquisador.

A magia também foi revelada aos profetas biblicos

A Habrit Arca da Aliança é conhecida em hebraico como Aron. É sagrada para o Judaísmo e o Cristianismo.
Do ponto de vista historiográfico, essa versão é tida como a mais aceita e foi documentada. Não se pode, porém, excluir a hipótese de que os templários estivessem de posse de algum segredo histórico ou alquímico visado pelo rei da França. Qual seria esse segredo, não se sabe.

O que se sabe é que na história do povo Hebreu tem mais envolvimento com magia, segredos ancestrais e forças paranormais do que querem nos mostrar aqueles que se acham detentores do conhecimento biblico! Moisés e Arão eram magos sim, não eram apenas profetas que tinham visões assustadores, mas, tinham muito mais conhecimento sobre magia do que pensam saber os cristãos da moda, que gritam e fazem pregações pirotecnicas nas casas de culto o tempo todo! A espiritualidade e a magia sempre andaram de mãos dados. Mas, como sempre soubemos, ela é perigosa, é desafiadora, enquanto uns evoluem e ascendem ao céu outros caem em direção ao inferno. Por isso, prudência, respeito e obediência são sempre necessarias.

Devemos nos unir e não dividir



Na época em que nos encontramos atualmente cheia de mudanças, de transformações e de reestruturação de nossa sociedade, não devemos mais nos submeter as divisões extremistas, sectaristas, fanáticas e exclusivista das religiões! Chega de seguir regras criadas por líderes fanáticos, radicais e que querem criar grupos de exclusão.

Existe porai dois tipos de religiosos hoje em dia, aqueles que misturam tudo, sem ética, sem conhecimento e sem capricho, moral ou descência, é aqueles que tentam medir o outro com sua régua pessoal. Ou seja, para esses que gostam de medir e avaliar tudo só eles e o caminho deles estão certos e os outros "equivocados". Mas, não é bem assim! Aquele que tem a mente aberta, o coração iluminada e amor na alma, saberá que picuinhas, mentiras e engodos não funcionam mais.

Existem os tais padronizadores, na verdade sempre existiram, é por isso, que as religiões sempre causaram tantas brigas, mortes e dores. O interessante é que até mesmo dentro de uma unica religião, há seguimentos, grupos dicidentes e brigas! Chega disso! Chega de brigar só por que acha-se que "meu Deus" é mais bonito, poderoso e maior que o "Seu Deus". Chega!

Em se falando de orixás, existe uma briga imbecíl entre alguns sensacionalistas produtores de filosofismos e teoremas, que tentam provar por A mais B, que a "galinha veio primeiro que o ovo" ou que a Umbanda é melhor que o Candomblé, e que uma não pode se misturar com a outra! Que coisa mais besta! É igual supostos crentes que conheço que quando faz cultos barulhentos na rua, convidam todo mundo, saem gritando aos quatro cantos que católico ou qualquer outro adepto de qualquer religão, podem ir prestigiá-lo, mas, na hora que é convidade a ir no culto dos outros, pulam fora! Que coisa mais imbecíl!

Deus é um Deus de união, de vida e de amor, tudo que for pra dividir os irmãos é coisa de Satanas. Pessoas que vivem com as Escrituras na mão provocam exclusão, divisão e raiva, se achando santo, sem perceber que na verdade pecam e lançam ódio, por meio da intolerância.

O Candomblé é irmão da Umbanda Sim, talvez até mais antigo e mais ligado aos orixás do que a Umbanda Brasileira. Na verdade as duas tem a mesma origem, apenas caminhando por caminhos diferentes, não por necessidade, mas, muito mais por vaidade e desconhecimento de alguns reformistas da moda. Não pense que ser babolirixá na Umbanda é melhor que no Candomblé. O que ocorre é que muito espertinho, por que vê na Umbanda uma ligação maior com o Espiritisto e Cristianimo, respaldada por um sincretismo que atrapalha mais do que ajuda, vê uma facilidade maior no marketing, sendo muitas vezes mais aceito na comunidade do que o Candomblé que é de cultos mais puros e africanizados, e que por distorção de aproveitadores, chega em certos momentos, a colocar medo as pouco conhecedores dos cultos.

Chega de falar mal do que não conhece! Trazer algo novo para a busca religiosa é sempre bom, mas, trazer intrigas isso só traz ódio! Os caboclos que militam na Umbanda, são os mesmos do Candomblé, assim como os orixás. O que acontece em se notar diferenças, são por causa das influencias culturais. Como eu disse, há mais uma aproximação maior na Umbanda que se inclina com mais intensidade ao Cristianismo e Espiritismo, enquanto o Candomblé preserva mais suas origens ancestrais.

A Umbanda, ao menos esse nome, pode até ser brasileiro uma invenção nossa, mas, não é de agora, e sim de muitos seculos ou milénios que ela existe. A origem da mediunidade, do contato ancestral e da magia dos sagrados orixás, vem de muitos milénios atraz. Chega de querer enganar as pessoas, somos filhos do mesmo Pai Criador, temos que seguir o caminho da evolução e não da divisão.

Se os conceitos, ritos e conhecimentos são diferentes, o ser humano também é diferente e unico. Por isso cada um se sente bem num lugar, desde que siga com amor e não por manipulação. Essa historia de "nomes-de-guerra" que colocam em tudo quanto é entidade da Umbanda, em especial nos exus, é tudo pra tentar demonstrar que a Umbanda é brasileira. Mas, a espiritualidade em sua ancestralidade é muito mais profunda, ampla e cheia de segredos. O nome dos orixás não faz uma religião se distanciar de outra só por que uma entidade se identifica com nome latino ou Yorubá, o que faz distanciar é o egoismo, vaidade e mentira.

Carlinhos Lima
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores