Total de visualizações de página

A pombagira

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Umbanda Astrológica o sistema zodiacal dos orixás

A Umbanda Astrológica, é um novo conceito ou um conceito reajustado, após o estudo de várias vertentes. É também um novo método divinatório que alia os conhecimentos da tão ancestral Umbanda, com a ciência astrológica. Assim por meio da Umbanda Astrológica, busca-se explicar o orixá, pela simbologia zodiacal e da mesma forma decifrar os códigos astrológicos, pelo prisma da Umbanda. Porém não se limita apenas aos conceitos da Umbanda e da Astrologia, mas, engloba também conhecimentos numerológicos, cabalísticos, oraculáres, magísticos, teológicos, filosóficos, artísticos e psicológicos...

E no primeiro livro o que se apresenta é o enredo ou interação ou diferença, entre Destino e Livre-arbítrio, tentando explicar até onde nossas escolhas influenciam o destino e da mesma forma como o destino se impõe exigindo o uso de nosso arbítrio. E nesse jogo existencial todo, conflitos e revelações, a ação dos orixás, astros, anjos, arcanos e magia.

A realidade é multi-dimensional. Somos seres multidimensionais que existem simultaneamente numa realidade multi-dimensional. Há muito tempo, nossos corpos evoluíram de primatas. Mesmo há mais tempo, as nossas mentes evoluíram das estrelas. Mas antes que o universo foi criado mesmo, nossos espíritos sempre existiram como parte do divino em dimensões ainda maiores. No nível (físico) consciente, nossos corpos são como uma réplica em miniatura do sistema solar. Nossos corações executar a função do sol - o centro do sistema. Outros órgãos dentro do nosso corpo também são usados ​​por nossas almas para encontrar um meio de expressão. Os planetas exercem vibrações astrológicas sobre nossos corpos que influenciam a nossa personalidade e padrões de alma. No nível subconsciente (alma), o sistema solar é o nosso corpo maior. Estamos ligados aos planetas, as estrelas, reinos espirituais e entidades. No nível superconsciente (espírito), somos um com o todo. Neste nível, estamos em um nível consciente com tudo o que existe - o divino. 

A nossa existência presente na Terra é tridimensional. Há tempo, espaço e movimento. Nós pensamos de espaço em termos de altura, comprimento e largura, o tempo como passado, presente e futuro. Nós falamos de nós mesmos como tendo físico, mental, e da vida espiritual. O mundo ao nosso redor, como mineral, vegetal e animal. A Bíblia refere-se a um Deus em três dimensões como Pai, Filho e Espírito Santo. Também se refere a Deus como sendo a vida, o amor ea vida. Entendemos as divisões da consciência do homem de ser a mente consciente (consciência física), a mente subconsciente (alma), e da mente superconsciente (espírito).

Pensamos no universo em termos tridimensionais de tempo, espaço e movimento. Nós pensamos de espaço em termos de altura, comprimento e largura. Nós pensamos de tempo como passado, presente e futuro. Nós falamos de nós mesmos como tendo físico, mental, e da vida espiritual. O mundo ao nosso redor pode ser visto como tendo mineral, vegetal e vida animal. A Bíblia refere-se a um Deus em três dimensões como Pai, Filho e Espírito Santo. De acordo com Cayce, as dimensões da consciência humana é: a consciência, subconsciência, e superconsciência . De acordo com as revelações de Cayce, a nossa experiência se relaciona mais com todo o sistema solar e mais além, não apenas tridimensional Terra. Cayce afirmou que cada sistema solar no universo é como uma "universidade" com muitos reinos vida após a morte associadas disponíveis através do qual podemos aprender e viajar.

Cayce revelou que nossa experiência de vida envolve mais do que a Terra. Ela envolve todo o nosso sistema solar. Através dos princípios da astrologia, cada sistema solar no universo é como uma "universidade" - um lugar para o ensino superior. O nosso sistema solar tem nove planetas e cada planeta é uma representação física de um determinado reino pós-vida (ou dimensão). O nosso universo é apenas um reino de muitos reinos vida após a morte. Os planetas exercem uma influência astrológica sobre nós. Estas influências planetárias astrológicos originam dos reinos pós-vida que nossas almas Como peregrino antes de nossa experiência na Terra atual e entre a Terra vive. O objectivo destas influências astrológicas é fornecer certas lições de vida que devemos aprender e para a qual são testados na Terra. Cayce descreveu como estamos conectados na mente, corpo e espírito, a vida após a morte vários reinos e corpos astrológicas, como a lua, o sol, os planetas e as estrelas. Jesus ensinou que o reino dos céus está dentro de nós. Nós buscamos a Deus e seu reino por olhar dentro de nós mesmos.

Nossos corpos são templos para o próprio Espírito de Deus, tanto como o lugar onde podemos encontrá-lo e como um instrumento de conscientização por meio do qual podemos sintonizar com ele. De acordo com Cayce e as religiões orientais, existem sete locais dentro do corpo que funcionam como centros de energia espiritual (chamados chakras no Oriente). É através destes centros espirituais que nossa alma encontra um meio de expressão. Estas são as partes dentro do nosso corpo, que funcionam como um sistema em miniatura astrológico solar com o coração que desempenha a função do sol - o centro do sistema.

O nosso sistema solar tem nove planetas que são nove representações físicas de nove reinos vida após a morte. A Terra representa fisicamente o terceiro reino pós-vida que é a realidade tridimensional. Na verdade, todo o universo físico contém representações físicas dos reinos vida após a morte. Isso não quer dizer que as almas vivem na superfície de outros planetas, como fazemos na Terra. Isso significa que as almas vivem em outras dimensões da vida após a morte, como a quarta e quinta dimensão reinos vida após a morte. Estes reinos espirituais têm representações físicas que são os planetas que vemos à noite com os nossos olhos tridimensionais. Estes reinos pós-vida pode ser vivida quando não estão ativos, enquanto na Terra. Nossas almas podem explorar estes reinos durante o sono profundo, meditação, hipnose, ou qualquer outro método que cria um estado alterado que liberta o subconsciente de suas limitações físicas normais.

Na Umbanda Astrológica, um pouco mais além do que declarado na Umbanda Esoterica a existência do Orisa Orunmila Ifa na Umbanda Esotérica por compreender que sob a denominação de "Yorimá", o qual, neste credo, é "patrono" da Falange dos "Pretos-velhos", primeiramente existia a figura do Orisa Obaluaiye, o Senhor da Terra da Vida, e, acima dele, a do Orisa Orunmila Ifa, o Senhor dos Destinos Humanos. Da mesma forma, a denominação "Yori" atribuída à Falange das "Crianças" da Umbanda e cujos "patronos" são São Cosme e São Damião, havia eclipsado os Gêmeos Sagrados Ibeji, chamados Taiwo e Kehinde! Também os Ere e os Tobossi africanos haviam sido sincretizados no terceiro gêmeo africano - Idowu - aquele que, na Umbanda, é conhecido por "Doum"! E denominações Tupan, Zambi, Olorun e Jeovah são nomes diferentes nos quais diferentes raças expressam o mesmo conceito de Deus Único, Onipotente e Onipresente! E quer os chamemos por Guaracy, Yacy e Rudá - Xangô, Yemanjá e Yori - São Gerônimo, N.S. da Conceição e São Cosme e São Damião, todos são Seres Espirituais de Origem Divina para os que assim os chamam e que todos eles, incluídos os demais restantes, eu posso agrupar sob a denominação genérica e atual de Orixás Ancestrais, sem com isso estar ofendendo, por diminuir ou engrandecer, nenhuma corrente religiosa. O ponto de semelhança entre eles é inquestionável em sua grandeza: Deus! 

Quanto aos orixás, representantes diretos das forças ancestrais e vibrações zodiacais, como também das forças ou fenômenos da Natureza, e sabendo-se que os Orixás estão em um plano muito superior ao nosso, os regentes da coroa do médium, regem, se manifestam e influenciam depois de atravessar vários planos e sub-planos do nosso sistema. A característica principal ou original, dos Orixás se “perde”, se transforma e se traduz, através do astral no “caminho”, sendo “filtrado” por cada plano ou sub-plano e logicamente pela natureza vibratória que vai passando, adquirindo com ela um resíduo de cada momento astral, ditado pela faixa vibratória transitada. Isso tudo também explica as diferentes interpretações que encontramos entre os umbandistas, sobre o que vem a ser Orixá.

Deus: Único, Absoluto, Onipresente e Onisciente seja qual for o Nome que a Humanidade Lhe atribua através dos Tempos e Lugares. Tenho como minha verdade que Ele reflete sua Infinita Bondade pelo Universo de sua Criação, através de Seres Espirituais de Origem Divina a quem denomino de Orixás Ancestrais. Compreendo o Mana, a Benção, a Mandinda e o Axé (Força Espiritual) dos Orixás Ancestrais como energia vivente, atuante e onipresente em nome de Deus por todo o Universo. Os Odu, viventes e atuais, devem ser aplicados e interpretados em relação a energia de um ser humano que vive no tempo presente e em relação à forma cultural a que ele pertence. O mesmo se aplica a seus rituais e orações.

Como nós vivemos num plano bem inferior, onde precisamos evoluir muito, se faz necessário que o Orixá se desdobre em vibrações de característica naturista, ou seja, de origem fluídica da natureza, para se manifestar em seres encarnados ou de densidade equivalente. Pensemos a princípio nos Sete Orixás Básicos que se manifestam em nível de terreiro, ou seja, de incorporação: Oxóssi, Ogum, Xangô, Omulu, Oxum, Iemanjá e Iansã. A manifestação, em nível de terreiro, de cada um se dá através de espíritos enviados de cada uma destas forças. Importante ressaltar que na Umbanda não incorporamos o Orixá, mas sim os seus enviados ou representantes, que são espíritos que já encarnaram e que têm cada um o seu próprio karma, história, característica missionária, evolutiva, de personalidade, etc. Temos a tendência a acreditar ou pensar que cada Orixá é o reino ao qual está associado, entretanto Orixá é muito mais do que isso, e é exatamente esse “muito mais do que isso” que não conseguimos explicar em palavras; mas, grosseiramente falando, é o amor de Deus espalhado e ao mesmo tempo condensado em raios básicos, destinados ao planeta Terra, que objetivam, ao chegarem aqui traduzidos pelos diversos planos e sub-planos pelos quais passaram, nos auxiliar no nosso karma, e que se manifestam através das forças e reinos da natureza. O Orixá está na natureza, mas não é apenas a natureza. É mais uma bênção de Deus.

Maria é mesmo Santíssima e nossa mãe

Sempre encontramos aquelas pessoas que se dizem "convertidos", que de cada 3 palavras que fala duas se refere a Biblia e é um tal de "a Biblia diz pra lá e a Biblia diz pra cá", se acha santo e quer fazer os outros engolir aquilo que alguem lhe fez engolir sem mastigar! Sim, é justamente isso que ocorre, especialmente pessoas de pouca instrução ou que é desligada da vida e da religiosidade, ai sensacionalisticamente, algum espertinho, aproveita um momento de dor de alguem vulnerável ou cola na cabeça dele que algum milagre só ocorreria por meio do poder da Biblia e assim vão arrebanhando patriconadores de um império e de templos que brotam como erva daninha em todo canto. E sem mastigar a verdadeira teologia e filosofia religiosa, vão pregando a intolerancia, uma verdade que não podem provar e querendo instalar a ditadura biblica em todo canto, como se só os escritos da Biblia fosse a unica verdade.
 E o estranho é que esse pessoal que diz adorar a Biblia, ao mesmo tempo que diz segui-la ignora boa parte dela, como seu lado mistico, sua parte metafórica, seus mitos, sua magia, suas lendas e seus mistérios mais profundos. O caso de Maria por exemplo é uma das coisas que não consigo entender. Alguns desconexos, que se dizem fiéis, passam a adorar pastores como se eles fossem alguma coisa, só porque gritam nos altares e pregam a Bíblia, no entanto, esculhambam Maria Santíssima, que além de Mãe do Messias, é o segundo ser mais puro junto com Jesus. 
Foi escolhida antes que nascida e foi vista vestida de sol por João, numa demonstração de sua candura e amor! Além disso, esse pessoa diz crer num poder imenso, dizem que são fiéis e que Deus operou milagres em sua vida. No entanto, esculacham Maria, negando sua castidade e seu amor obediente aos princípios morais, achando impossível de ela ter sido virgem antes, durante e após o parto! Ué, Deus tem ou não poder? Essa historia de partos virgens, ao estudarmos religião e divindade, encontramos em muitas culturas historias semelhantes, a historia de Mitra é na verdade muito parecida, por exemplo! Enfim, eu acredito em Maria como minha Mãe Santíssima, Amantíssima e poderosa! Que ela proteja-me e proteja a todos! Amém
Os personagens de Cabala de Júpiter, Netuno, Urano e Saturno, os maiores planetas exteriores sobre a Árvore da Vida, definir a Trindade do cristianismo, o Pai, o Filho eo Espírito Santo. Mas a árvore também explica o grande mistério do Deus Único em Três Pessoas. O único Deus é o, o Espírito divino supremo do Sol, a vida eo coração de toda a Criação da Terra. As Três Pessoas da Santíssima Trindade são abraçados e unidos no Espírito deste Deus Único, assim como estes grandes planetas são abraçados pela Sun, como parte de sua família, o único Sistema Solar. Esta compreensão e conhecimento não sobreviveu e sacerdotes murmuram vagamente, muito pouco convincente, sobre "o mistério inefável da Trindade." É tempo sabíamos que os fatos por trás da fé. 

Casamento Celestial de Maria - A Trindade é agora um Quaternity com o dogma papal da Assunção da Virgem Maria como a Rainha do Céu e da Noiva do Noivo celestial, Cristo. A astrologia da Cabala explica esse novo mistério do cristianismo em termos compreensíveis. Maria representa Eva redimida, a teologia, finalmente, abraçar nossos terrenos, naturezas terra. Não é por acaso este dogma é paralela à emancipação longo atraso das mulheres. Céu na Terra apoia a interpretação de CG Jung de uma das implicações mais significativas deste dogma monumental, o cumprimento de uma profecia central do livro do Apocalipse. Jung observou sindicatos divinas são raramente infértil e recordou o aparecimento de Sophia, Sabedoria, para o final do período do Antigo Testamento, como a "companheira" de Jeová. Este foi seguido pelo nascimento do Filho divino, Cristo. 

Jung previu o nascimento de uma nova divindade e traçou o desenvolvimento de Deus tornando-se homem em Cristo e, em seguida, a Assunção da terrena Maria a um trono no céu ao lado do Trindade. Jung sugeriu que a nova divindade seria a humanidade, embora, talvez, as mulheres apresentam um caso mais convincente. Se temos o Espírito divino dos Deuses dentro de nós, só temos de reconhecer essa bênção final para descobrir a nossa própria divindade. Teologicamente falando. Mais praticamente, está claro que herdamos muitos dos poderes onipotentes de Deus. Enquanto nós deve tomar cuidado com a doença fatal de vaidade, devemos aceitar mais responsabilidade para nós e para o nosso mundo. Compartilhar a responsabilidade com Deus, em vez de questionar alegremente como Deus pode permitir que tal desumanidade como estamos constantemente a fomentar, apoiar e perpetrar. Esta não é uma idéia nova. No Evangelho de São João (10,34) Cristo cita o Salmo 82: "Eles não sabem, nem entendem, andam em trevas, todos os fundamentos do mundo estão fora de curso. Eu disse: Vós sois deuses; e todos vocês são filhos do Altíssimo ". "Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei Eu disse: Vós sois deuses? " 

A Cabbalah astrológica da Árvore prontamente explica a controversa questão do mal, o Diabo e Satanás, em até termos terra podemos reconhecer como sensível. O Céu na Terra foto da capa (acima) mostra o Reino, a Terra, sob uma imagem egípcia de Hórus e Seth, os deuses do Sol e Saturno. Eles representam os dois espíritos do bem e do mal. No cristianismo Satanás, o Diabo, retrata o espírito de Saturno com o casco fendido e chifres de um bode, que representa o seu signo dominante, Capricórnio, a cabra. Isso não simplista apontar o dedo para os capricornianos: com o Sol neste signo, a sua compreensão do materialismo é muitas vezes mais iluminado do que a maioria. Desde que a Terra também é governado pelo de cabra, espírito materialista de Saturno é particularmente influente. Ele nos cega para os espíritos mais sutis, amor, relacionamentos, humanidade, carinho, alegria, felicidade, o que não podemos medir, tocar ou ver, ou colocar no banco - exceto com Deus. Vemos também a Cruz de Cristo, o foco do cristianismo, como um símbolo e logotipo para a Árvore da Vida, que concede a imortalidade. De repente, a Ressurreição de Cristo faz sentido credível!

Todos estamos suscetíveis ao erro e ao pecado. Mas, Deus tem conforme seus planos os seus escolhidos para as missões importantes

Sabemos bem que existem pessoas distintas, tanto para o bem, quanto para o mal! Deus tem seus escolhidos, não como uma forma de injustiça, mas, de projeto divino e assim é que a justiça cósmica opera. Tem pessoas que nascem conforme seus pecados de outras épocas, pra fazer o mal e cumprir missões, como foi o caso de Judas, Dalila, Absalão e Caim. Esses princípios cármicos são previstos nos odús que falam de cada individuo criado. Alguns nascem pra ser bombeiros por exemplo, salvar vidas e ser heróis, enquanto outros nascem pra atear fogo, matar inocentes e destruir... Tudo tem haver com a sina, com instintos e com alma reencarnada. Por isso o principio da reencarnação é tão claro. Mas, não é claro pra mim todos os conceitos que Kardec definiu não, na verdade discordo de boa parte deles... Mas, essa é outra questão, o que quero afirmar aqui é que Jesus e seus discípulos a mesa, mostra claramente a benevolência e escolha de João como o Apóstolo amado, enquanto Judas o traidor, cumpre um papel odiado por todos, mas, de extrema relevância. Nunca sabemos o porque de cada ação, mas, cada reação tem um principio dentro do projeto divino...

Judas deixa a Última Ceia. A Última Ceia mostra o zodíaco doze com Jesus, o décimo terceiro messiânica perigoso. Judas é "escolhido" por Jesus para traí-lo, "para que a Escritura se cumprisse." (Jn.13.11 ,18,21-30; Mt.26.20-25; Mk.14.17-21;. Lc 22,21-23) Como as Doze Tribos de Israel, os discípulos Doze representam o círculo dos doze signos. Judas Iscariotes ecoa o nome eo destino de Cristo, pendurado na árvore. Judas representa o lado oposto os dois peixes, o anticristo inevitável, insistentemente listada por último entre os Doze, obscuramente destaque, o traidor. Este é o significado do símbolo de Peixes, a volta para trás Fishes, uma dualidade traiçoeiramente profundo. No Manuscritos do Mar Morto veremos Judas muito mais perto de Jesus, seu duplo divino, que é de todo confortável. O décimo segundo signo, Peixes, define a Chave das Casas do horóscopo. Juntamente com a alta santidade de segredos discretos e lugares sagrados, cuidado e compaixão, a décima segunda Assembleia também está associada com o lado mais profundo, mais escuro do nosso segredo, vida interior: traição e auto-destruição, o suicídio. O destino predestinado de Judas. (Atos 1.16)

E assim com Judas, Dalila ou Caim, todos nós também temos o nosso lado escuro, contrário ou dificil de entender. Por isso, a nossa tarefa nessa encarnação é tentar a iluminação. Ou seja, alcançar a compreensão sobre tudo que nos perturba e nos desafia.  Cada Doze espiritual representa os sinais celestes que englobam o nosso mundo. Esse paralelo tradicional dos Doze Apóstolos e os Doze Tribos é destacado, posto no céu, (Lc 22,30), em estreita proximidade com a definição cabalística caráter de Judas.

Esta identidade tradicional é repetida, de forma mais explícita, ainda assim, na visão cabalística supremo do Apocalipse (Ch.21), onde a Cidade de Deus é construído com a regra do zodíaco dos Doze: "doze mil estádios, seu comprimento e largura e altura são iguais. Sua parede é 144 côvados de altura. " Inocentemente insistindo que o caráter simbólico deste número. Quando encontramos os 144.000 no final (14.1) podemos reconhecer um simbolismo espiritual semelhante, como uma medida da plenitude do zodíaco? Basta fazer o seu melhor, não o pior, provavelmente. O zodíaco é construído a partir dos quatro elementos: terra, ar, fogo e água, divididos em três etapas ea cidade fica quadrangular com três portas em cada sentido. À medida que os budistas tibetanos pintar suas mandalas, que representam estes mesmos elementos. Não há nada de novo sob este sol.

As doze portas são nomeados para as doze tribos e os doze fundamentos para os Doze Apóstolos. Os doze fundamentos são "enfeitada" com doze pedras astrológicos, 'o décimo segundo, uma ametista,' um charme antigo contra os vícios da videira: a gema Peixes (ver o casamento em Caná ). Apenas alguns exemplos estão escritas claramente: Judas, provavelmente 'Dúvida' Thomas, Dídimo, (Gêmeos é o signo de Gêmeos, a dualidade de dúvida) e Simon que é dado o nome de Cefas ou Pedro, a Rocha, simbolizando o poderoso espírito de Capricórnio, a cabra, a essência da Criação, a Igreja, sem omitir o lado mais sombrio da  com cheiro de bode o Diabo .

 Assim como Pedro o escolhido, pecou ao negar o Cristo e antes irritou Jesus, ao duvidar de sua missão, quando Jesus disse "retira-te Satanás", também vimos que Davi, Salomão (o grande sábio) e muitos outros escolhidos também erraram. Ou seja, todo mundo tá suscetível ao erro, ao pecado e a cair. Somos humanos. E da mesma forma, os signos não são nem bons e nem ruins, todos tem características, negativas e positivas, sendo as configurações de cada mapa que revelarão a proporção de cada parte. Se predominar a maldade, ai ele é negativo, se predominar a bondade ai ele é positivo e se for neutro, o caminho é talvez até mais díficil. Mas, olhando pelo prisma esoterico, nem o negativo pode ser considerado mau, nem o positivo bom, tudo depende de um contexto maior. Ou seja, a vida é feita de fases, ciclos e missões.

A proteção dos anjos e a guerra invisível

Em se falando de magia, não tenho dúvida, quanto a importância da magia simbólica, aliada ao poder das egrégoras e o uso consciente dos pontos riscados, gerados pelas chaves, códigos astrológicos e alfabetos sagrados. E como vemos na imagem de Cassiel traçando um ponto que repele anjos inimigos, sabemos que a guerra no mundo espiritual é constante, não só da Direita com a Esquerda, mas, há também "fogo amigo" ou divergências que também geram lutas, por causa de divisões nas hostes terrestres ou celestes... Tanto no meio angelical, quanto dos orixás, a guerra entre forças, facções e clãs, usa-se muito a magia tântrica, mântrica e simbólica. Por isso quem estuda magia, precisa conhecer estes segredos profundos...

Esses anjos que a Bíblia chama de "Espíritos Ministradores" (Heb.1: 14) tem muitas variáveis ​​diferentes papéis e funções para ajudar o cristão aqui na terra. Não só eles ministrar a Deus antes do dia Trono e noite, mas eles também transmitem as mensagens de Deus para o Seu povo. Alguns têm funções específicas e são criados para executar tarefas específicas, tais como os Anjos da Guarda de países, territórios e indivíduos. Embora este assunto é muito vasto para entrar aqui. 

A Bíblia só menciona os nomes de quatro anjos dos incontáveis ​​milhões que foram criados. Eles são, Gabrielle, cujo nome significa "Deus é poderoso", Michael, cujo nome significa, "como Deus", Raphael, cujo nome significa "Deus cura", e Lúcifer, cujo nome significa "Portador de Luz". Todos eles foram criados bons! Foi Lúcifer que se rebelou contra Deus e que por orgulho, cobiçado do Trono de Deus ea adoração que pertencia somente a Deus. Isto resultou em uma poderosa guerra no céu. Lúcifer, juntamente com um terço das hostes angelicais foi derrotado pelo Arcanjo Miguel e foi expulso do Céu para a Terra, onde se tornou conhecido como "Satanás", um nome que significa literalmente, "adversário", bem como "Devil", que significa "acusador dos irmãos". 

Em Apocalipse capítulo 12, encontramos o evento Um grande e maravilhoso sinal apareceu no céu:. Uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. Ela estava grávida e gritava de dor enquanto ela estava prestes a dar à luz. Em seguida, outro sinal no céu: um enorme dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres e sete coroas em suas cabeças. Sua cauda arrastou um terço das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra. Eo dragão parou diante da mulher que estava prestes a dar à luz, para que ele possa devorar o seu filho no momento em que nasceu. Ela deu à luz um filho, um filho varão, que há de reger todas as nações com cetro de ferro. Eo seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono. A mulher fugiu para o deserto, para um lugar preparado para ela por Deus, onde ela poderia ser cuidado por 1.260 dias. E houve batalha no céu. * Miguel e seus anjos batalhavam contra o dragão, eo dragão e os seus anjos revidaram. Mas ele não era forte o suficiente, e eles perderam o seu lugar no céu. O grande dragão foi lançado para baixo, isto antiga serpente chamada o Diabo e Satanás, que lidera o mundo inteiro perdido. Ele foi precipitado na terra, e os seus anjos com ele. 

Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: "Agora veio a salvação, eo poder, eo reino do nosso Deus, ea autoridade do seu Cristo Para o acusador de nossos irmãos, que os acusa diante do nosso Deus dia e noite,. foi lançado para baixo Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho;. não amaram as suas vidas tanto quanto a encolher a partir de morte. Por isso alegrai-vos, ó céus e vós que neles habitais! Mas ai da terra e do mar, porque o diabo desceu para você! Ele está cheio de fúria, porque ele sabe que seu tempo é curto. " Quando o dragão viu que tinha sido precipitado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão. Foram dadas à mulher as duas asas de grande águia, para que voasse para o lugar preparado para ela em o deserto, onde seria sustentada durante um tempo, tempos e metade de um tempo, fora do alcance da serpente. 


Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: "Agora veio a salvação, eo poder, eo reino do nosso Deus, ea autoridade do seu Cristo Para o acusador de nossos irmãos, que os acusa diante do nosso Deus dia e noite,. foi lançado para baixo Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho;. não amaram as suas vidas tanto quanto a encolher a partir de morte. Por isso alegrai-vos, ó céus e vós que neles habitais! Mas ai da terra e do mar, porque o diabo desceu para você! Ele está cheio de fúria, porque ele sabe que seu tempo é curto. " Quando o dragão viu que tinha sido precipitado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão. Foram dadas à mulher as duas asas de grande águia, para que voasse para o lugar preparado para ela em o deserto, onde seria sustentada durante um tempo, tempos e metade de um tempo, fora do alcance da serpente. 

Em seguida, a partir de sua boca, a serpente arrojou água como um rio, para ultrapassar a mulher e arrastá-la com o torrent. Mas a terra ajudou a mulher, abrindo a boca e engolindo o rio que o dragão tinha arrojado de sua boca. Em seguida, o dragão ficou furioso com a mulher e foi fazer guerra contra o resto da sua descendência, os que obedecem aos mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus. (Apocalipse 12 1-17) Capítulo 7 a 9,  E houve batalha no céu * refere-se aos eventos anteriores à criação de Adão. Nós encontramos isso em Gênesis 2: 9, onde Deus adverte sobre duas árvores no meio do Jardim do Éden, a Árvore da Vida e da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. 
 Durante esta batalha no fim dos tempos, MacArthur escreve, Michael vai derrotar Satanás completamente, de modo que há anjos caídos jamais voltará a entrar na presença de Deus ou acusar pessoas fiéis: "Todas as tentativas de Satanás para se opõem a Deus ao longo da história têm falhado, e ele vai perder Nesta batalha final, bem angelical. o diabo e seus anjos não são fortes o suficiente para derrotar a Deus, Michael, e os santos anjos. Satanás vai sofrer uma derrota tão completa que não deixará de ser um lugar encontrado por ele e seus exércitos de demônios em céu. Cada centímetro do céu, por assim dizer, vai ser muito bem lavada e todos os anjos caídos rebeldes completamente expulso. Eles não terão mais acesso à presença de Deus, e Satanás nunca mais acusar os crentes diante do trono de Deus. "

 Abatida, antes da criação de Adão, Lúcifer, conhecido como a serpente já está sobre a terra. As duas árvores com ou vida eterna ou morte eterna estavam lá antes da criação de Adão, e por isso Deus não tentarás Adam com a Árvore da do conhecimento do bem e do mal, como muitos podem pensar, mas simplesmente advertiu Adão do perigo e conseqüência já está presente. Mais tarde, em Lucas 10: 17-20, os setenta e dois discípulos retornar de uma missão com alegria e disse a Jesus: "Senhor, até os demônios se submetem a nós em seu nome." Ele respondeu: "Eu via Satanás, como raio, cair do céu eu vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo;. Nada irá prejudicá-lo No entanto, não se alegrem que os espíritos a vocês. , mas porque seus nomes estão escritos nos céus ". Jesus referiu-se à guerra no céu, porque ele estava lá Jesus é o Verbo encarnado;. Palavra que criou todas as coisas, incluindo Lúcifer e é contra Jesus, a Palavra, a verdade, que Lúcifer se rebelou, e que a guerra continua até hoje . 
 Mais uma vez, em Apocalipse 22:. 1-6, encontramos o fim da história sobre o triunfo da Árvore da Vida e sua conseqüência para nós se aceitarmos Jesus Então o anjo me mostrou o rio da água da vida, tão claro como cristal, que flui do trono de Deus e do Cordeiro no meio da grande praça da cidade. Em cada lado do rio estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês. E as folhas da árvore são para a cura das nações. Não mais haverá qualquer maldição. O trono de Deus e do Cordeiro estará na cidade, e os seus servos o servirão. Eles vão ver o seu rosto, e seu nome estará em suas testas. Não haverá mais noite. Eles não vão precisar da luz de uma lâmpada ou a luz do sol, porque o Senhor Deus vai dar-lhes luz. E eles reinarão para todo o sempre. O anjo disse-me: "Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer. " Escritura também se refere a Lúcifer por muitos outros nomes os quais descrevem sua "natureza caída." Estes nomes são, "Belzebu", "Príncipe das Trevas", "rei de Tiro", "pai da mentira". "Dia Star", "O Ladrão", "deus deste mundo" (cosmos:. Gr sistema mundial), mas, nunca Lúcifer novamente. Ele já não tem direito a esse nome, que descreveu sua natureza original e ministério. Talvez este seria um bom momento para colocar Satanás em sua devida perspectiva local e porque nestes dias, ele está sendo adorado como um deus por muitas pessoas ao redor do mundo. 

 Os significados de ambos Michael nomes de Satanás de e são significativos na história de sua batalha, escreve Warren W. Wiersbe em seu livro seja vitorioso (Apocalipse): Em Cristo você é um vencedor : "O que é este conflito celestial Tudo sobre o fato de que Michael levou os anjos de Deus para a vitória é importante, porque Michael é identificado com a nação de Israel (Dn 10:10-21; 12:01; nota também Judas 9). O nome Miguel significa "Quem é como Deus?" e isso certamente se assemelha ataque egocêntrico de Satanás em Jeová - 'eu serei semelhante ao Altíssimo "(Is 14:14) Aparentemente, o ódio do diabo de Israel vai estimulá-lo a fazer um ataque final contra o trono de Deus, mas ele. será derrotado por Michael e um exército celestial. "

 Assim como todos os outros anjos que ele foi criado por Deus e, portanto, por definição, ele não é Deus. Satanás é uma criatura e, portanto, ele está sujeito a Deus, como tudo o mais no céu e terra e ele não tem mais direitos ou poder do que Deus permite. Popular (New Age) pensamento adota o conceito de Yin e Yang e acredito que isso seja perfeito equilíbrio e harmonia No entanto, é evidente que este é um pensamento errôneo;. Mesmo a lei da física comprova isso em que a escuridão é apenas ausência e da luz e, portanto, ao contrário de dissipar as trevas a luz, a escuridão não pode entrar luz nem extingui-lo. O único resultado da guerra entre o bem eo mal neste pensamento é guerra perpétua devido à neutralização dessa igualdade. Por isso, nunca haverá paz com um conceito Yin e Yang ou qualquer outra idade nova ou filosofia oculta, mas, ele não nos manter entretido.

Os capítulos iniciais do livro de Jó mostram a verdadeira desigualdade de forma muito clara (Jó 1:6-12 - Jó 2:1-7) e, apesar de Satanás tem o descaramento de entrar na presença de Deus, com os outros anjos (filhos) ele faz isso a "acusar" o povo de Deus. No entanto, você vai notar que Satanás não pode fazer nada mais do que Deus permite que ele faça. "E o Senhor disse a Satanás:" Eis que tudo quanto ele tem está em seu poder, só não colocar a mão sobre a sua pessoa "(Jó 1:12) e, claro, Satanás não fez porque ele não podia! Estes são pensamentos reconfortantes quando estamos diante de tais males, como vemos no mundo de hoje, mas por causa da "Nova Aliança", no Sangue de Cristo a cada cristão é dada autoridade por Deus sobre todas as "obras" do adversário. Na verdade somos "encomendado" por Deus para "anunciar" a Boa Nova do Reino, e para trazer os cativos das trevas para a sua maravilhosa luz e por isso em Marcos 16:17, lemos: "Em meu nome (Jesus) eles vão expulsar demônios ". 
 A Bíblia continua a história em Apocalipse 12:10-12: "Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia:" Agora veio a salvação, eo poder, eo reino do nosso Deus, ea autoridade do seu Cristo Para o acusador. dos nossos irmãos e irmãs, que os acusa diante do nosso Deus dia e noite, foi lançado para baixo Eles triunfaram sobre ele por causa do sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho;. eles não amam a vida tanto quanto a encolher de morte . Portanto alegrai-vos, ó céus e vós que neles habitais! Mas ai da terra e do mar, porque o diabo desceu para você! Ele está cheio de fúria, porque ele sabe que seu tempo é curto. " Em seu livro Apocalipse Revelado , autor Tim LaHaye escreveu: "O fato de que Satanás é uma vez por todas elenco do trono de Deus junto com seus maus anfitriões ... será motivo de grande alegria no céu." 

Junto com a Palavra de Deus, o Poder e os Dons do Espírito Santo trabalhando em nosso nome, também temos incontáveis ​​milhões de anjos à nossa disposição, da mesma forma que Jesus fez quando ele foi preso no Getsêmani .... "Você não acha que eu possa chamar de meu Pai, para fornecer a qualquer momento mais de doze legiões de anjos" (Mateus 26:53). Salmo 91 vale a pena ler e estudar, porque se refere à proteção do Pai oferece para todos os Seus filhos que se encontram em circunstâncias perigosas. Ela nos informa que, permanecendo em um relacionamento íntimo com Deus. Ele promete salvar-nos: o laço do passarinheiro, a peste destruir, o terror da noite, a flecha por dia, e de pragas, a aflição mau, mal, e. Então, no versículo 11, ele diz: "para que os Seus anjos Ele deu ordem a seu respeito, para que eles te guardarem em todos os teus caminhos." E mais uma vez no versículo 13, ele diz: "você deve pisar o asp ea víbora, você deve atropelar o leão eo dragão." Note que ele diz: "você vai". É "nós" que fazê-lo! Com que poder? Pelo poder de Deus, é claro. Essa é a "nossa" autoridade e, vamos enfrentá-lo, "se Deus é por nós, quem será contra nós?" (Rm 8:31) É lógico que, se Deus é por nós tudo o que é de Deus é por nós muito. Nós nunca estamos sozinhos, tanto quanto podemos pensar que somos. Os anjos de Deus estão sempre presentes para nos ajudar em tudo o que fazemos. 

 "Suas tropas de cavalaria cuja contagem ouvi foram duzentos milhões em número." (Ap 9:16) Os anjos são espíritos celestiais imortais criados por Deus. Eles são criados para representá-lo e para proteger seus interesses (Ps.148: 5-6). Os anjos foram criados antes Deus criou o mundo (job.1: 6,). Os anjos não têm corpos corporais, mas eles podem se manifestar na forma humana. Um exemplo disto é visto na conta de Lot sobre Sodoma e Gomorra (Gen.19, Acts.10: 30, Tobit 12:11-22). Eu recomendo que você leia todo o livro de Tobit, onde você verá as maravilhas do Arcanjo Rafael em seu nome. Raphael é um dos sete espíritos diante do trono de Deus. Ele parece ser o anjo que protege a família. Nesta conta, você vai ver como ele salva Raguel do demônio perverso, Asmodeus (em árabe: "o destruidor") que matou sete de seus maridos antes que pudessem consumar o casamento e como ele cura Tobit da cegueira e ajuda o filho de Tobit Tobias se casar com sucesso Raguel. Em seguida, nos capítulos que terminam ele revela uma verdade sobre sua natureza angelical. (Embora não católicos não aceitam este livro como Canon das Escrituras, o livro de Tobit é uma magnífica visão sobre o papel dos Anjos, que foi ricamente expressa em hebraico Angelology e crença. A Igreja Católica aceita Tobit, como parte do cânon das Escrituras) . 

 Os hinos do Escritório Roman dizem ter sido composta por St. Rábano Mauro de Fulda (m. 856). Na arte St. Michael é representado como um angelical guerreiro, completamente armado com capacete, espada e escudo (muitas vezes o escudo tem o latim inscrição: Quis ut Deus), de pé sobre o dragão , a quem às vezes perfura com uma lança. Ele também tem uma balança em que pesa as almas dos mortos (cf. Rocha, "A Igreja de nossos pais", III, 160), ou do livro da vida, para mostrar que ele participa do julgamento . Sua festa (29 de Setembro) na Idade Média foi comemorado como um dia santo de obrigação , mas, juntamente com várias outras festas que foi gradualmente abolido desde o século XVIII (ver FESTAS ). Dia de São Miguel, na Inglaterra e em outros países, é uma das quartas-de-dias normais para a resolução de aluguéis e contas, mas não é mais notável para a hospitalidade com que foi anteriormente celebrado. Restolho-gansos sendo estimado na perfeição a esta hora, a maioria das famílias tinha um vestido no dia de São Miguel. Em algumas paróquias (Isle of Skye) tiveram uma procissão neste dia e um bolo, chamado bannock de São Miguel.



Ocasionalmente anjos aparecerão em toda a sua beleza e glória celestial (Mt 28:3, Dan.10 :5-6) Daniel 10:. 12-14, 20-21 e versos, você vai ver Gabrielle e Michael no seu papel de trazer uma resposta à oração e como eles lidam com o anjo demoníaco do reino da Pérsia. 

Os anjos têm funções diferentes e são criados para tarefas específicas e têm vários níveis de autoridade, que incluem: "Thrones", "Domínios", "Serafim", "Querubim", "anjos", "arcanjos" e "Anjos da Guarda" ( Colossenses 1:16, Judas 9.). Anjos da Guarda são dadas aos filhos quando eles nascem e estão lá para servi-los durante toda a sua vida (Mt 18, 10). 
 Anjos adorar diante do trono de Deus eo servem de dia e de noite (Sl 148: 2, Tobit 0:15, Hb 1:6, Rev. 4:. 5-8). Os anjos celebrar diante do Trono de Deus cada vez um pecador se arrepende e se volta para Deus (Lucas 15, 10,). Os anjos gravar os nossos atos, bons e maus, em um livro que será aberta no juízo final, (Mal.3: 16, Apoc.20: 12). Anjos têm o poder de exercer o Juízo de Deus sobre cidades, nações e pessoas ( Eccl. 5:6, Ez. 9:1-6, 33:4-6 Ps., Kings 19:35, Atos 12:23). Os anjos são mensageiros de Deus ao seu povo (Zc 1:. 9, 13-14, 19 de Lucas 1:11-20, Lucas 1:26-38) e é esse encontro que domina a nossa celebração do Natal. No entanto, as aparências dos anjos são geralmente breve e formal. Eles visam melhorar o nosso relacionamento com o Senhor, em vez de atrair a atenção para si (Apocalipse 22: 8-9) É reconfortante saber quem eo que você trabalha do seu lado. Anjos e os cristãos são os parceiros e aliados na guerra espiritual em que nos encontramos. Eles ajudam-nos para desalojar Satanás de seu reduto no mundo. Quando intercessores se reúnem e oração prevalece traz anjos poderosos para ajudar e nos ajudar a impedir o funcionamento de Satanás (Hebreus 1:4, Daniel 10:12-13). 

 O papel dos anjos e do papel do Espírito Santo são muito diferentes, embora sejam papéis companheiro em nossas vidas, ajudando-nos a construir a Igreja e para o estabelecimento do Reino de Deus em que vivemos. A diferença reside no facto de o papel de anjos é administrar os assuntos relevantes. O papel do Espírito Santo é revelar a mente de Deus e fazer Jesus conhecido. Mateus 4:11 mostra claramente essa distinção; Jesus foi "conduzido" pelo Espírito ", ensinou" pelo Espírito, e "cheios" com o Espírito, mas Ele foi "defendido" e 'alimentado' pelos anjos. 


O Arcanjo Miguel é o Anjo da Guarda de Israel (e nosso também) A Bíblia nos mostra que as cidades estão sob tutela angelical (Dan. 12:1, Ezequiel 09:01, Acts.16:. 9, Acts.10: 30) . Quando lemos Revelations capítulos 2 e 3, podemos ver isso claramente: "Para o espírito que preside a Igreja em Éfeso". O "espírito que preside" = literalmente;... Anjos (notas de rodapé NAB) Os anjos foram consideradas como sendo responsável por toda a comunidade e indivíduos (Mateus 18:10, Atos 12:15). "Só Deus é a casa para o amor dos anjos, assim como ele é para nós. Os anjos devem fazer o seu caminho para casa, para o fogo do amor é a Chama Divina, ou não há o calor." (São Tomás de Aquino Summa Theologica / hebreus. 1:7). Era chama de amor que aquece o coração de uma jovem virgem, quando o Arcanjo Gabrielle veio para anunciar a boa notícia de que um salvador era para nascer. É Gabrielle que Deus envia para anunciar "boa notícia". Toda grande proclamação de Deus foi anunciada por Gabrielle e considerando que Maria teria sido bem familiarizado com a tradição angelical de sua fé, como vimos aqui. Não é tão surpreendente que ela estava um pouco com medo, quando ela foi confrontado com um ser como Gabrielle, embora seu medo era que de respeito, em vez de que nasceu de uma falta de fé. Foi a sua fé para dizer sim que provocou o maior milagre de Deus em toda a história, o passado, o presente eo futuro. Quando chegou a hora de o Salvador para entrar no mundo, anjos apareceram aos pastores e proclamou a "boa notícia" de um Salvador nasceu. A Glória de Deus brilhou ao redor deles com uma multidão angelical da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: "Glória a Deus nas maiores alturas, e paz para aqueles a quem ele ama" (Luke.2 :9-14). A Pastores viu que Glória naquela primeira noite de Natal e de Maria guardava estas coisas no seu coração (Lc 2:19). 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores