Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sábado, 23 de setembro de 2017

Respeite os místicos e espiritualistas - não ataque o que nem conhece direito


Não zombe dos magos, cartomantes e astrólogos - cuidado com o astral superior

Livros de magia astrológica: https://www.amazon.com.br/s/ref=dp_byline_sr_book_1?ie=UTF8&field-author=Carlinhos+Lima&search-alias=books

Nunca teste um vidente, nunca busque respostas por zombaria, ou poderá ouvir um mau agouro, num lugar de um bom prenuncio. Com o Sagrado ou Oculto não se brinca. Ter respeito é uma regra não apenas com o que se conhece, mas, principalmente com o que se desconhece... E isso vale pra qualquer religião. Outra coisa importante é nunca apontar o dedo pra acusar alguém, só porque um líder religioso demagogo e manipulador disse que aquilo não presta. Siga primeiro sua intuição, seu coração e não formule preconceitos, por causa de pregações de intolerância!



Muita gente que passa por momentos de confusão, medo e desafios, muitas vezes querem uma palavra amiga e não acha. E muitos estão sendo alvos de feitiços, de ataques de inveja, olho gordo ou má língua. E seus ancestrais até mandariam uma mensagem a ela por meio de alguma arte divinatória. Como vimos na Bíblia que o Rei Saul, foi buscado ajuda em momentos de agonia. No contato com a necromante, os copistas da Bíblia, como sempre desvirtuaram, mas, não souberam explicar até hoje, como o profeta Samuel apareceu e deu aquele recado. E uma outra inspiração divina, quando ele se via afligido por um demônio, foi dito a ele que Davi deveria tocar sua harpa para afugentar o espírito mal. Enfim, uma mensagem sempre virá.
Porém o que não pode ser feito jamais, é buscar mensagens por curiosidade, pra testar as pessoas, pra escarafunchar a vida das pessoas e pra buscar as formas de atingir alguém. Temos sempre é que buscar respostas pra quilo que precisamos e não pra aquilo que queremos mesquinhamente...



Muitas pessoas trazem o dom da clarividência, tem uma intuitividade forte ou uma percepção apurada das energias sutís a sua volta. Mas, na maioria dos caos, ou acha que é loucura, leva em brincadeira ou combate com conceitos e preconceitos extremistas. E sempre vão acabar pagando um preço caro por isso. Ate porque, muitas são mau orientadas, enganadas ou desiludidas por falsos mestres...




Tarô, astrologia e toda arte divinatória, sempre serão atacadas, por motivos diversos, desde o preconceito, por intolerância e atacarem o que não entendem ou conhecem, como também por ser uma estratégia demoníaca das sombras pra atacar aqueles que buscam desenvolver seus dons extra-psíquicos. Mas, sabem porque nunca conseguiram ou conseguirão? Porque tudo isso faz parte da natureza e do inconsciente coletivo da mesma forma que as religiões, os sentimentos afetivos, os desejos sexuais e os medos ou alegrias. Por isso quanto mais atacam mais eles aparecem pois, despertam ainda mais. E vocês nem fazem ideia do quanto mundo a fora, pratica-se o esoterismo. Desde pobres a ricos, novos ou velhos. Tem muitas meninas que se trancam no quarto após a faculdade pra examinar suas questões diárias, através do Tarô, dos astros, runas ou diversos outros oráculos. Não adianta atacar, pois a maioria que se rende ao desejo de buscar informações pelo mundo divinatório, sentem-se puxados pela alma, pelos dons e pelas forças ancestrais. Só desiste, se corrompe a seitas da moda ou se afrouxa, quem entra por modismos ou por influencias e curiosidade, mas, se for verdadeiro ninguém corromperá. 



O Tarô e qualquer oráculo ou arte divinatória, tanto por ser complexo, despertar curiosidade e magia, acaba causando fascínio em uns e medo em outros. Claro que a parte do medo, é gerada pelas falsas pregações bibliolátras, que demoniza tudo, mas, o fascínio também nem sempre é real. Muitos que tem o dom, busca seus conhecimentos, por um chamado, até mesmo quem não quer estudá-lo, mas, recebem uma forte intuição de que as cartas passarão uma mensagem importante. Mas, tem aqueles que se mostram fascinados, apenas por quem querem explorar os arcanos, colocar suas duvidas querendo resolver seus problemas quase sempre mesquinhos, surrando o tarô, diariamente, sem dom e sem respeito. Assim ele se torna muito mais um perigo que uma ajuda.
Muitas pessoas estão interessadas em adivinhação, com a ajuda das cartas de tarô. Um dos oráculos e arte mais antiga e complexa falar sobre o que foi analisado por muitas pessoas, tentando entender o jogo de cada um não é nada fácil. CG Jung, o homem descobriu os antigos símbolos das cartas de tarô. A visão de que estes símbolos, que são formas ocultas, mas eles estão presentes em nossa consciência e comportamento independente de sua própria vontade. Desde a fundação de Jung na maneira que só nós podemos viver uma vida plena, se estamos em harmonia com os símbolos. e perceber, compreender a sua mensagem.
Camadas mais profundas da alma arquetípica do património escondido recebemos dos antepassados. Eles evoluíram em paralelo com a humanidade. "Neles encontramos os princípios humanos unificadores que são comuns a todos nós." Diz CG Jung.
Os cartões de imagens específicos, detalhados e experientes e arquétipos que expressam ideias. As palavras não podem articular com precisão as imagens pois estão, por conseguinte, sob a forma de imagens, imitando uma cena. Tal como acontece com a melhor representação possível pode ser definido, você nunca pode saber exatamente, ou expressá-la, totalmente. As cartas de tarô são um par de opostos que se envolvem. Quando um cartão é selecionado, antes de ter que se sentar no fundo do pequeno mundo de misticismo e de profecia, devemos estar abertos para acomodar novas informações. Assim, o lençol puxado para cima para ajudar a devolver a imagem que está em harmonia com nós mesmos sobre nossa alma e e sobre o mundo a nossa volta. As páginas são mensagens curtas e concisas, mas o seu nível de compreensão e conhecimento se expande, enche o emblema dizeres e significados, que são revelados e estão no mais profundo inconsciente e passa pelo subconsciente, até nossa mente consciente... Namastê



A Astrologia, embora não seja ainda levada a sério pelo academismo de nossa época, é tão antiga quanto o homem. O estudo dos astros surgiu provavelmente de uma apaixonada tentativa de descobrir o segredo da vida e da morte. Conhecida por todas as civilizações e culturas, a Astrologia permanece até hoje como ciência e arte de caráter experimental, de observação, que estuda as relações entre o homem e os planetas do sistema solar - o comportamento do ser humano no espaço das forças cósmicas.
Ela se ocupa de determinar as influências celestes, que presidem o destino dos seres e das coisas. É a arte das correspondências universais aplicadas aos indivíduos de toda natureza.

Climazen

Carlinhos Lima
 

Natureza mística e preconceito


Vocações e perseguidos


Não adianta querer ferrar aquela aluna quieta, que vive falando de horóscopos, gosta de ser defensora da natureza e fala de coisas sagradas. No fundo que chama ela de estranha, tem inveja, tem medo e tem vontade de conhecer o que ela conhece. Quando está confusa, quer que ela tire as cartas pra perguntar sobre aquele namorado idiota que passa o dia todo lambendo a moto, gostando mais do cheiro de borracha que de mulher... mas, enfim, ela mesmo mística, mesmo parecendo maluca, é muito mais inteligente do que aquelas que soo conhecem tintura de cabelo! E mesmo aquele cara mais descolado da escola, no fundo tem um tesão oculto por ela! E mesmo a usando roupas longas ou estranhas, é mais sexy que periguete mais escandalosa ou popular da escola! Essa é aquela que tem sangue de sacerdotisa de Vesta e um tempero alucinante de Lilith. E na sociedade atual, não existem mais bruxas desarrumadas, muitas gostam de shopping, roupas de grife e tem hábitos que nem toda patricinha pode imitar. Sabe porque, porque ser mística, ser médium e ser diferente, não tem mais classe social, essas figuras apaixonantes estão em toda parte, com toda arte e em todo tempo... Namastê
Carlinhos Lima - Cientista Contemplativo.

As mais magnéticas e irresistíveis


As mulheres mais atraentes e fatais


É muito fácil perceber que algumas mulheres tem mais sensualidade que as outras, que tem mais intuitividade que as outras e que chamam mais atenção que as outras. São aquelas mulheres que toda roupa lhe cai bem, sem intenção nenhuma acabam causando reações e desejo em que lhe observa. Isso é porque ela tem um Ori mais forte, um Chi mais magnético e alta sensibilidade na aura. Só que a sensibilidade não atua só sentindo a energia dos outros, mas, expelindo magneticamente seus odores, suas energias e até seu útero libera energias de atratividade. É uma mulher que tem um campo mediúnico bem antenado com os elementos da natureza, que recebe bem a vitalização vinda pela agua e que tem fogo exalando pelos poros. Todo homem que gosta de mulher acaba se encantando por ela e toda mulher que não tem sensibilidade, acabam se incomodando, invejando e até odiando ela. Ela tem uma proteção maior, uma energia dominante. Porém quase sempre é molestada na infância, justamente por ataques das sombras, pra tentar sufocá-la e diminuir sua luz. Quase todas acabam tomando decisões erradas, vivendo casamentos infelizes e reprimidas pela família... Ué, mas poque alguém tão especial vive quase em decadência, com vidas cansativas e gente sempre querendo detoná-la? Por dois motivos básicos: primeiro porque elas trazem um carma desafiador, quase sempre não entenderão e seguirão mais os instintos que vieram justamente pra combater. Segundo, quase sempre nascem em famílias desestruturadas, mau amadas e incompressíveis que acabam deixando-as mais confusas e frágeis, tornando-se assim alvos fáceis pra lobos em pele de cordeiro. Ué, mas, e os protetores, guias e sua energia intuitiva? Bem, quando se fala de carma-dharma, fala-se de mérito e demérito, de bagagens, dons, saldos e jugos. Ou seja, o que vem escrito, tem flexibilidade, os espíritos protegem até certo ponto onde a ajuda é necessariamente aproveitada e buscada. Mas, se o livre-arbítrio é mau usado, se caem muito mais em tentação do que escutam a luz interior, ai os guias apenas choram por estarem perdendo a batalha pras forças das trevas. Quase sempre essas pessoas seguem más influencias e acabam usando sua sensibilidade mau, para sexo, traição e outros fins que só maculam sua mediunidade! Carlinhos Lima.

O poder da dança e da música



A música mexe com nosso interior, com nossas emoções e com nossa alma. Por isso os atabaques usados nas tribos despertam até vibrações inconscientes. Que tipo de musica e de rimo vai mexer mais com nosso espírito, depende muito da alma de cada um, mas, batuques já ouvimos o tempo todo, mesmo que nossa mente não preste muita atenção, mas, o coração não para de bater e quando paramos um pouquinho para observar, veremos que seu ritmo segue um fluxo de vida. As vezes quando estamos precisando de alegria, dançar e ouvir música faz muito bem...

Tenha autoconfiança e busque em si mesma a força pra vencer e se manter de pé sempre, ninguém é igual, ou tem que seguir padrões de beleza, de comportamento ou de sentimento. Somos únicos justamente para sermos originais! Ser confiante é o primeiro passo pra está feliz, firme e em rumo ao sucesso...

Desejos escondidos e máscaras


Sexualidade e pombagira


A sociedade aprendeu ou escolheu agir sempre de forma mascarada, camuflada, hipócrita, dissimulada e secreta. Assim é difícil julgar com precisão quem é quem no mundo de hoje. Em termos de sexo por exemplo, tá cheio daquelas que são uma dama na sociedade e uma puta na cama, como tem muitas que são julgadas como perdidas e na verdade tem um comportamento muito mais modesto do que se imagina. Todo mundo vive de segredos e isso é previsto até na hora da fé. Por isso, aquele comportamento ridículo de ficar nas igrejas contando seu passado negro, não importa a ninguém e nem a Deus. Ninguém quer ouvir seus erros, não se dá testemunho de pecado e sim de glórias. E tem mesmo ainda, aqueles que traem seus conjugues, mas, gritam nas casas de culto, como se nada devessem a ninguém. Mas, tem um porém, de repente, passam a sofrer ataques, sofrem por magias negras e seu comportamento ou seus desejos parecem fugir ao controle. Assim como tem meninas que pensam que podem esnobar todo mundo e de repente, se veem nos braços da prostituição, sem juízo e sem controle, porque pessoas malignas, fizeram sua pombagira danças, há quilômetros de onde ela vive, mas, deixando ela vulnerável ao perigo. Pessoas que pactuam com a noite, fazendo pactos que elas que tem seus axés não fizeram e preferiram viver numa vida de esnobismo e ignorância! Cuidado! Suas mascaras não protegerão pra sempre, seus sorrisos, suas espertezas e traições. As traições só estarão respaldadas, quando justificadas pelo amor verdadeiro, do contrário é apenas luxuria e está sob as asas dos guardiões da noite... Mas, tem pessoas que sofrem com maridos ruins, insensíveis e dominadores, que fazem por merecer seus cornos. Assim como tem meninas que esnobam certos elementos que mau merecem seu bom dia! Basta se cuidarem bem, não descuidarem do lado espiritual e ter noção que o perigo sempre rondará todo aquele que é desejado, invejado e admirado.

Sexualidade e puberdade: Ciclos


Pombagira e Exu, agindo nas fases da vida


E de repente, aquela mocinha comportada, obediente a mãe e que vivia na igreja, passa a vibrar, se divertir e dar pra todo mundo! Não escuta mais a família, nem mesmo os amigos ou liga pro que todo mundo fala dela. Fica com ar de louquinha, perde o juízo completamente e qualquer coisa tá possessa, respondona e cínica! Eu sei, eu sei... tem muita gente que é assim naturalmente, já nasceu as avessas! Sim tem! Só que estou falando de quem tem uma natureza serena, pacata e obediente e de repente se transforma. E não tô falando de que se faz de santa ou de inocente, mas, de quem realmente tem um espírito harmônico. E nem só mocinhas, mas, também mulheres experientes, que não era sempre fiel ao marido e nunca deu a ninguém, mas, de repente solta a franga! Ou aquela mulher que é solteira, mas, vive casos intensos com homens quem nem sequer lhe ama... Enfim, são mudanças bruscas, de mulheres com anos e anos de casamento e de repente trai e não consegue mais parar ou a mocinha ingênua que sempre obedeceu a mãe e sempre quis se preservar, mas, cai na gandaia até mesmo sem perceber! Pois é, muitas pessoas são vitimas de magias violentas, de atos inescrupulosos de pessoas que usam elementos obscuros pra enlouquecer os outros, dominá-los magisticamente, como se fazia muito na idade média.
E muitas dessas pessoas não caem por acaso. Na verdade há brechas no seu subconsciente, maculas, que em determinados momentos, ao alinhar-se ao inconsciente, deixa-as vulneráveis. E não é apenas com mulher, mas, com homem também acontece na mesma proporção. E muitos tem as marcas da queda, da traição e da vida obscena grafada na palma da mão, no horóscopo ou nos odus. Mas, essas pessoas recebem um alento, uma proteção maior e uma revigorante energia, quando encontram amigos de fé, que conhecem mistérios, que tem um santo forte e tem força espiritual. Quando tem amigos de confiança e a proteção de alguem que lhe ame de verdade.

Pessoas protegidas espiritualmente


Pessoas que tem fé e esperança


Algumas pessoas tem mais proteção que outras. Vemos que elas passam por conflitos e desafios, quase sempre ilesas, enquanto outras, caem com muita dor e facilidade. E isso independe de sua fé, ao contrário do que os religiosos querem fazer todo mundo acreditar. Vemos que tem pessoas que não acreditam em nada e nem sequer pensam no sagrado e são ricas, jovens, felizes e de sucesso. Enquanto outros vivem perambulando por templos e filosofias religiosas e não saem da estagnação. E isso é porque independe de nossa vontade consciente, como muito se quis professar com o tal "O Segredo". Na verdade, nosso caminho já está pré-programado, pra que apenas possamos polir, ajustar e iluminar. Ai vem o carma, o uso do livre-arbítrio, de que forma usamos ou sentimos nossos instintos e que porção de verdade, amor e justiça existe em nós... Até mesmo para os que se tornaram reféns da bibliografia, verá que Abrão, Moisés e outros patriarcas, não tinham fé ou não entendiam o que era, mas, a divindade que veio ao encontro delas. Assim, quem tem sua missão, mesmo sem buscar o sagrado, ele virá no tempo, local e necessidade certa. Não adianta fugir, fingir ou correr! Somos escolhidos e a única escolha que temos é o que fazer com aquilo que o Criador escolheu pra nós...

Destino & virgindade - livre arbítrio


Sexualidade e as escolhas na vida

Há uma discussão entre místicos que defendem a existência do destino, com divulgadores de autoajuda que defendem exclusivamente o livre-arbítrio. Estes primeiros, dizem que nossa missão aqui na Terra já está escrito que pelo chamado carma vamos vivendo, num limite tênue entre erros e acertos, que nos premiam ou nos prejudicam. O segundo grupo, como vimos por exemplo na tal corrente chamada de "O Segredo", uma herança de maçonaria, psicanálise moderna e uma mescla de tantas outras filosofias do pensamento positivo, defendem que todos nós somos livres e podemos escrever nosso próprio destino. Mas, ser extremista tanto de uma vertente quando de outra é um erro, pois nem somos completamente livres e nem completamente presos ao destino.

Na verdade destino e livre-arbítrio se interagem o tempo todo. Vamos escrevendo na verdade com as tintas e papéis que o destino vai nos dando, mas, as folhas vem com títulos e frases, que vamos moldando e escrevendo nosso poema existencial. Mas, na verdade este é um tema complexo que não dá pra explicar aqui e talvez nem num único livro. Porém quero abordar aqui uma parte importante que muitos ignoram e outros por má influência de formadores de opinião, especialmente religiosos, tem sobre o assunto que é o sexo.

Este é o tema mais buscado, talvez até que dinheiro e tantas outras coisas, o mercado do sexo, movimento bilhões de dólares mundo a fora e aqui em nosso pais, porém uma mistura de hipocrisia, distorção, negação e mau uso, acaba querendo sucumbir ao sexo, como pecado ou impróprio, quando na verdade tá longe disso. O sexo é um dos pilares de nossa existência, sem ele todos os seres vivos seriam extintos. Não é a toa que grandes magos perceberam na magia sexual, uma das maiores fontes de poder. E por falar em sexo, o tema virgindade, que muitas pessoas com poder midiático e tentando combater as amarras religiosas, também acabaram banalizando o tema e subtraindo valores importantes.

As pessoas confundem liberdade com banalização e isso é ruim. E assim o tema virgindade, até mesmo pra espiritualistas, continua tabu, continua satanizado ou na nova onda, aparece como coisa liberal. Em termos místicos a virgindade ainda continua tendo muito valor e não é apenas o rompimento do hímen, mas, o rompimento de uma energia de proteção dos seres.
Soa como caretice, ideia retrógrada ou apego a tradições, mas, em termos místicos, a virgindade é de suma importância. Por isso demônios nos mitos, contos e fábulas, exigiam virgens; por isso, filhos de deuses, nasciam de uma virgem, como é o caso do próprio Cristo. Comunidades, seitas e rituais se formaram ao longo da história em torno de virgindade. E é comum, meninas virgens serem alvo de ataques de feitiçaria, de pessoas querendo desvirginá-las, enfeitiçá-las e assim por diante.

Na verdade a história de uma mulher é escrita desde o útero da sua mãe, em pequenos pontos indicando caminhos, mas, a partir do momento que começa sua puberdade e o poder de Vênus começa a operar nela, surgem forças querendo desvirtuá-la. E a história que era pra ser escrita por ela, pode ser reeditada por energias ruins. Muitas mulheres sofrem hoje, porque teve sua vida sexual iniciada, reescrita e redesenhada por um homem inescrupuloso, de sangue ruim e no momento ruim. Veja que uma mulher que tem uma missão espiritual e em certo momento ela é iniciada por alguém apenas por luxuria, toda sua parte mística da alma fica maculada. Por exemplo, uma gravidez indesejada, o escárnio social ou familiar, tudo isso, tira a mulher de seu foco, de seu destino e de sua missão.

Quando uma mocinha perde a virgindade ela perde parte de sua proteção e foco. E não há no entanto uma regra, ela pode se iniciar com qualquer um de qualquer idade, desde que seja amor, de um pelo outro, mas, escolher por classe social, ou porque é descolado entre os colegas, ou ficar com alguém só por que é filho de rico ou porque anda de carro, moto e é de uma idade compatível. Tudo isso não é regra, pois a regra é o amor! Se escreva seu destino, como amor, não dê a caneta das suas decisões a outras pessoas, pois apenas vai manchar seu destino e sua escrita pessoal, ficará confusa e talvez até arruinada.

Carlinhos Lima - Namastê
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores