Total de visualizações de página

A pombagira

sábado, 27 de julho de 2019

FOTO impressionante da sombra terrestre durante eclipse lunar é divulgada pela NASA



Os eclipses lunares ocorrem quanto a Terra se coloca entre o Sol e a Lua, tapando desta maneira a luz solar, que não consegue chegar até a superfície do satélite.
Durante este acontecimento em particular se pôde observar a Lua cheia ficando em alinhamento quase perfeito com o Sol e a Terra, o que resultou em um eclipse lunar parcial.

© NASA . CRISTIAN FATTINNANZI
Eclipse lunar parcial
A fotografia impressionante foi tirada na Itália pelo fotógrafo Cristian Fattinnazzi, que observou este fenômeno astronômico a partir de Montecassiano, e divulgada pela NASA.
Se você não foi a tempo de ver este fenômeno, terá que esperar um bocado para desfrutar do próximo, uma vez que o evento seguinte será um eclipse lunar total que irá acontecer no dia 26 de maio de 2021.

Astrofísica: Publicado VÍDEO de aterrissagem de sonda japonesa no asteroide Ryugu



O Japão divulgou um vídeo com imagens nítidas do contato da sonda Hayabusa2 com a superfície do asteroide Ryugu.

A Agência Espacial Japonesa publicou no dia 26 de julho um vídeo da nave espacial não tripulada Hayabusa2 concluindo sua operação.
A Hayabusa2 coletou amostras do solo do asteroide que podem ajudar os cientistas a compreender como o Sistema Solar se formou.
O vídeo foi 10 vezes acelerado comparando com a velocidade real e mostra a aterrissagem na nave no asteroide Ryugu e depois a sua partida da superfície do corpo celeste.
O vídeo foi gravado pela câmara de observação Cam-H, instalada no mecanismo da coleta de amostras. A câmara foi criada em colaboração da Agência Espacial Japonesa com a Universidade das Ciências de Tóquio. Para fazer este vídeo, foram tiradas fotos em intervalos muito curtos.
A aterrissagem ocorreu perto da cratera artificial criada durante uma descida anterior. A primeira coleta de amostras ocorreu em fevereiro passado.
Imediatamente após o contato, a sonda regressou para o espaço, levando os fragmentos do asteroide Ryugu, que orbita o Sol a centenas de milhões de quilômetros da Terra. Esses fragmentos, que datam da época do nascimento do Sistema Solar, há cerca de 4,6 bilhões de anos, devem chegar à Terra em 2020.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores