Total de visualizações de página

A pombagira

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Sexo e magia sempre serão perseguidos, mas, sempre fascinarão as pessoas

  sempre fascinarão as pessoas
Sexo e magia sempre serão perseguidos, mas, sempre fascinarão as pessoas

O homem sempre combaterá o que não entende direito e o que fascina seus instintos


Qualquer pessoas que estuda espiritualismo, esoterismo, magia, psicologia, filosofia ou simplesmente comportamento humano, verá facilmente que sexo e magia recebem o mesmo tratamento das religiões dominantes e da sociedade. Ou seja, todo mundo ama as duas, não pensaria duas vezes pra acessá-los, mas, não perdem a mania de criticá-los e fingir que repudia-os.

Sexo e magia no cinema, na mídia e agora nas redes sociais são temas preferenciais, mas, além das pessoas negarem sua importância, atacam hipocritamente o tempo todo. Ambos, por que são viciantes e por terem recebido estigmas, maliciosos ao longo dos tempos, especialmente de pregadores com a consciência pesada. Porém percebam que no cinema filmes como Harry Potter, o Senhor dos Anéis e tantos outros que falam de magia, rendem bilhões de dólares as produtoras e atores. Todos querem ver, se encantam e se tivessem como acessar poderes como aqueles, jamais recusariam. Da mesma forma o sexo no cinema, nas revistas, nos livros, nos jornais e em qualquer lugar, sempre prende a atenção e é o assunto preferido. 

No entanto, mesmo sendo assuntos que estão aflorados na alma das pessoas, muitos já carregam em si, o espírito da magia e da sensualidade, aliás, um tem imensa ligação com o outro, tentam reprimir, acusar e inibir, tanto em si quanto nos outros. Tudo por causa de pregadores hipócritas ou convertidos e de consciência pesada, como foi o caso de Paulo o Apóstolo, que após uma conversão, carregou nas tintas e deixou o cristianismo após ele, muito ranzinza e preconceituoso demais. Porém como a Igreja criou uma base de poder e enfiou goela abaixo que todas Escrituras, Cartas, Epístolas, Evangelhos e livros da Bíblia eram inspirados, ou mais que isso, seria "a Palavra do próprio Deus", milênios se passaram onde foi se imprimindo na alma das pessoas, medos, conceitos e obediência. Só de algumas décadas pra cá, quando o poder de comunicação e acesso as informações se democratizou é que começou-se a surgir contestações.

Carolas, pastores, padres e beatas, que leem na cartilha do cristianismo, mesmo estudando teologia e filosofia, baseiam-se nos estudos determinados por suas igrejas e assim não mudam ou contestam a Bíblia. E atacam os contrários. E o lobby cristão e a teologia miope é tão incisiva e tão forte, que impregnou até mesmo outros seguimentos. Que mesmo seguindo outras vertentes, faz isso, ainda encurvados a Bíblia, pois engoliram o marketing de Roma, que diz ser a Bíblia a "Palavra de Deus", então, que vai contestar o Criador? Claro que logo ou será chamado ou se sentirá herege que ousar fazer isso! Sendo que a Bíblia como já cansei de escrever aqui, além de ter sido escrita por diversas pessoas, em épocas diferentes, contextos diferentes e locais diferentes, foi adaptada. Além disso, todo caráter místico e iniciático foi usurpado, modificado ou invertido.

Mas, a magia sempre fascinará o homem. Sabemos que sempre saíram bruxas, magos, astrólogos, médiuns e videntes, mesmo do seio de igrejas ou famílias, totalmente intolerantes. Pois o Astral se manifesta de forma potente e não se curva a manipulações religiosas. Cada um é chamado a sua missão, pertença a que credo tiver.

Mas, sabemos também que muitos enviados, que sentem a alma latejar por magia e por conhecimentos sagrados, sofrem mesmo hoje em dia, por ter nascido no seio de famílias cheias de fanatismo e atitude retrógrada. Muitas meninas e meninos que tem que esconder seu interesse por assuntos místicos, se calar e seguir os cultos cansativos nas igrejas de seus pais. Pessoas que tem dons de magia, que tem mediunidade e que tem missões espirituais, que são obrigados a passar sua vida inteira, se perguntando sobre coisas que elas jamais irão ter coragem de estudar, pois tiveram que se curvar a vontade de sua família ou sociedade. E se forem corajosos o bastante, serão bombardeados e pagarão um preço muito caro.

Essas pessoas sofrem principalmente, pressão psicológica, começando a serem atacadas pela "teologia do medo", colocando a busca espiritual como coisa das sombras. E ai vem um montão de mentiras, que fazem os escolhidos e enviados, a terem medo, confusão e regredirem. E muitos recuam. Por isso, as pesquisas estatísticas sobre religião nesse país, mostram um número tão alto de cristãos e tão baixo de espiritualista, o que é uma grande mentira. Sabemos que muitos que tão gritando nas igrejas, sentem sua alma vibrar, sabem que tem mediunidade, mas, não tem coragem de estudar, muito menos assumir que tem dons espirituais. E ai ao girarem nos cultos, sentindo o corpo vibrar, acham mais cômodo dizer que estão "recebendo o Espírito Santo", de certa forma até blasfemando, pois a força tão sagrada do Paráclito Santo, não atua de forma banal e com pirotecnia.

Muitas pessoas tem alma de magia, por isso se sentem atraídas pelos livros, filmes e temas ligados a esse assunto. Mas, são ferozmente atacados, muitos passam até por lavagem cerebral, causada por filosofismos e teologismos mentirosos. E assim passam vidas medíocres, buscando psicanálise ou estudando disfarçadamente e ineficazmente, sem cumprir sua missão.

E não é só no meio das classes baixas não. Muito pelo contrário! Tá cheio de patricinha e mauricinho que tem dons mediúnicos e muitos por não cuidarem acabam caindo e parando nas drogas ou crimes. A Ancestralidade Mágica, não escolhe cor, classe social ou cultura, na verdade ela escolhe pelo carma e pela importância espiritual. Porém se há aqueles que querem estudar e não recebem apoio e nem tem como, tem uma classe que acha que resolverá tudo no dinheiro sem se doar. Ou seja, se sente alguma coisa que acham que é espiritual ou querem algo, pensam que só indo lá e pagando uma macumba num pai de santo, pra logo em seguida darem as costas e lavarem as mãos que estaria tudo resolvido. Mas, é engano! Na verdade, quem tem missão espiritual, não servirá apenas pagar como se tivesse subornando o plano espiritual. Tem que participar da liturgia, da ritualística, ter iniciação e ter grande envolvimento, com aplicação e respeito.

De outro lado tem aquelas pessoas que tentam se aproveitar, pegando média com quem estuda e se aplica. Agora em especial, muitas pessoas tentam pegar amizade, pra obter informações de graça, ignorando que quem se aplica, as vezes cansa-se horas e horas, buscando estudos cansativos, enquanto pessoas dando uma de espertas, querem respostas rápidas, fáceis e sem custos. Muitos até se irritam se perguntam ou querem um horóscopo e são informados que tem que pagar. Vem logo com o papinho de caridade, sem se darem conta que caridade se dá em muitos níveis e fazer os outros de idiota, tá longe de ser busca espiritual. Se vai-se a um psicólogo ou qualquer outro terapeuta, paga-se e paga-se caro. Então porque querem sempre tirar proveito do espiritualista? Eles pensam que tudo vem fácil e que se é um dom de Deus, que tem que ser dado de graça. Em mais uma pérola firmada por seguimentos espiritualistas, como se médium vivesse de vento! As pessoas tem que entender que a filosofia pessoal de Alan Kardec e Chico Xavier, não serve pra todo mundo. Na verdade a opinião deles, é pra quem se encaixa nessa missão. Cada pessoa tem a sua. Se for levar pra esse lado, tudo que se faz é dom divino, como quem trouxe vocação pra seguir qualquer profissão. Então não vamos mais pagar por nada? O médico não jurou salvar vidas? Por quê ele ganha e ganha muito bem? Além do mais, quem busca estudar oráculos, e se dispõe a fazer consultoria, não tem obrigação nenhuma de passar anos estudando pra servir interesses mesquinhos e egoístas de muitas pessoas que só procuram ajuda, quando estão ferradas.

Muita gente, vão em busca de ajuda espiritual, mas, quando não encontram detonam, mesmo que seja pelo fato de ela não merecer sair do aperto em que se enfiou. Porém, quando resolvem não tem o mesmo nível de gratidão. E por isso, lá na frente terão problemas e com maior dificuldade de resolver. Alguns médiuns dizem que não tem nada haver, que as entidades não ligam se a pessoas for ingrata, mas, até mesmo as Escrituras, falam que Deus não gosta de ingratidão e sim de fidelidade. Ou seja, tem pessoas que acha que só deve ir em busca de guias espirituais, quando precisa e que cada vez paga-se e dá-se as costas. Mas, não é bem assim. As pessoas deveriam já que falam tanto em caridade, contribuir pra estudos, fazerem doações aos orixás e serem generosos! Mas, quantos fazem isso? Na espiritualidade, o que existe é amor, conexão e não fica-se pulando de galho em galho. 

Muitas pessoas passam suas vidas, indo a dezenas de terreiro, gastando até o ultimo centavo, até perderem a paciência e iradas, afirmarem que mudarão de religião. Porque elas nunca serão atendidas, pois não tem firmeza, não tem fidelidade e trocam de mestres como trocam de camisa. E isso pelo fato de elas não buscarem respostas que realmente precisam obter, mas, por buscarem ambições que querem ter. Elas não querem saber o que vieram fazer nessa vida, mas, o que querem ter dessa vida. E assim ficam de pai a pai de santo, e cada vez mais irados, confusos e decepcionados, testando de tudo. Pois querem é alcançar ambições, que os orixás e anjos, jamais deixarão alcançar, pois não é bom, pensar que pode dobrar e manipular com dinheiro as forças mágicas e ancestrais.

Mas, essa cultura de mesquinharia, hipocrisia e sede de poder, é culta também dos próprios líderes espiritualistas, que querem vender um poder que não tem. Muitos abusam dos oráculos, sem respeitar dias, horas ou motivos. Prometem aquilo que está acima deles e assim jamais cumprem o que promete. Mas, se valem de coincidências, pois muitas vezes alguma coisa por acaso parece ter dado certo e ai fazem nome, marketing e melam a espiritualidade.

Em matéria de sexo, a mesma coisa, a hipocrisia e puritanismo tomou conta de tudo. Perceba que muitas pessoas já nascem com olhos cheios de energia, que facilmente são notadas desde pequenas, que vieram pra causar e fazer proezas. Tem sensualidade latente, tem sexualidade forte e ancestralidade ligada a magia e desejo. Mas, geralmente nascem com desafios, como por exemplo, famílias altamente religiosas, que tem um alto grau de puritanismo e elas tendem a passar a vida sendo reprimidas ou caindo na língua daqueles que mesmo até querendo fazer as mesmas coisas, não adimitem e perseguir passa a ser a melhor opção.

Geralmente que tem alta sensualidade, tem ligação com uma alma mágica e ancestralidade ligada a encarnações místicas. Mas, como nas duas frentes, tanto da magia e espiritualidade, quando sexo e amor, serão muito atacadas, são poucas que conseguem evoluir e atingir um alto nível de  evolução e liberdade. E não são apenas quem tem ligação ancestral com a África ou com qualquer crença mística milenar que poderão ter essa essência elétrica não. Na verdade, sempre termos que tem outras ancestralidades que também terão personalidade mística ou sensuais. O sexo e a magia sempre fizeram parte da raça humana como um  todo!

Axé a todos! 

Carlinhos Lima

Em defesa da Umbanda: Imprudência gera intolerância e perseguição


Diga não a intolerância religiosa


Quando se fala em intolerância religiosa ou perseguições as crenças, sempre culpamos facilmente os perseguidores, também com intolerância sem avaliar se algo nas crenças e religiões não causaram a perseguição. Por exemplo no filme e história (The Crucible (As Bruxas de Salém (título no Brasil e em Portugal)) é um filme norte-americano de 1996, do gênero drama, dirigido por Nicholas Hytner. É baseado na peça de mesmo nome de Arthur Miller sobre os fatos históricos envolvendo o julgamento das Bruxas de Salém.) Percebemos na história religiosos fanáticos que perseguem pessoas acusados de bruxaria.

No entanto, o que passa despercebido é que as próprias mocinhas do inicio do filme são mais responsáveis e culpadas por esta perseguição que os próprios religiosos. Primeiro elas se reúnem de forma insana, onde a mais cruel e devassa delas, até mata uma galinha faz pedidos ruins contra sua rival, que é mulher do homem que ela deseja.

Numa manhã de 1692 em Salém, Massachusetts as jovens da vila se reúnem na floresta com uma escrava africana chamada Tituba. A escrava inicia um ritual de magia branca com as garotas, orientando-as a evocarem os nomes dos homens com quem desejam se casar. Uma jovem chamada Abigail, entretanto, inicia um ritual de magia negra, matando uma galinha e bebendo seu sangue enquanto pede pela morte da mulher de John Proctor, o homem que ama. As jovens dançam e correm pela floresta quando são surpreendidas pelo Reverendo Parris, o tio de Abigail. As garotas fogem assustadas e, no meio da correria, Betty, a filha de Parris, acaba caindo inconsciente no chão.

Ou seja, captaram o que eu quero dizer aqui? Que a maldade e mau uso de conhecimentos, aliado a espetáculos, é que gera todo desentendimento e perseguição. Com meninas endiabradas, se passando por pessoas que viram o Diabo e tudo mais, isso despertou a perseguição... o que quero dizer é que pessoas como a jovem chamada Abigail, tá cheio no meio das religiões. Pessoas espetaculosas, mentirosas, egoístas e que não se contentam com a magia branca, mas, usam a magia negra pra ter efeitos maiores e mais rápidos.

Foram os espetáculos que destruíram a imagem dos cultos afro-brasileiros, da Wicca e de tantos outros. Falsos médiuns, médiuns gananciosos, propagandas que não podem ser cumpridas e tirania. As pessoas não respeitam o Sagrado pois estão escravas do Dinheiro.

Essa história de "trago seu amor em 24 horas" ou "resolvo todos os seus problemas' é uma grande mentira maligna, que vemos nos grandes centros. Ninguem resolve o problema de ninguém, apenas auxilia.

Ifá, é um oráculo fantástico, com poder sagrado que pode curar, resolver questões amorosas e tantas outras, mas não de forma espetaculosa ou inconsequente. O que ocorre é que os odus nos revelam nosso pontos fracos e fortes, nossas falhas, o que temos que mudar, para assim através de uma ritualistica, prudente, calma, correta e sensata, corrigir nossa energia, nossa bioenergia, nos alinhar a ancestralidade e cumprir preceitos necessários.

Perceba que até Jesus o Mestre dos Mestres, precisou ser batizado por outro enviado. Assim, precisamos de acalentar, apaziguar, iluminar e descobrir nosso orí, quando temos que buscar entendimento sobre nós mesmos. A Umbanda Astrológica da mesma forma, revela-nos nossa essência, o que precisa ser reajustado e o que precisa ser podado.

Não existe ritualística que preste com pirotecnia e espetaculosidades. Da mesma forma que não existe o sagrado no puritanismo, na imposição de dogmatismos, só porque eles pareçam mais domesticados. Nem sempre o primitivo é ultrapassado ou sem utilidade. Não é sempre que o novo e o moderno trás o que precisamos. Um dos pilares da Umbanda e Candomblé, é a tradição. Não podemos jogar os preceitos e tradições dos orixás por terra pra nos render ao Kardecismo, só porque se quer branquear a Umbanda.

O primitivo é um espetáculo, original e necessário, o dogmatismo, sincretismo só pra agradar pessoas inseguras que acham que a Bíblia é a fonte de todos os conhecimentos, só sufoca a Umbanda. A tradição resiste ao tempo na originalidade e não em adaptações demagógicas. O correto é: sem espetaculosidades e sem puritanismos. Parem de prometer o que não podem cumprir e parem de tentar reformular pra agradar!

A Umbanda cai por dois lados, pela poda feita pelos dogmatismos e preconceitos cristãos e pelo populismo dos milagreiros. Por isso há hoje uma explosão de centros de Zé Pilintras, de Pombagiras e Exus, pois são mais populares, prometem o que não podem cumprir e usam nomes que não podem usar. Há mais mistérios nessas entidades do que imaginam, parem de divulgar aquilo que só faz mal aos orixás. E parem de sufocar a Umbanda com Kardecismo e Bíblia, eles não tem nada em comum.

Não sou contra o Kardecismo, nem contra a Bíblia, mas, sou contra hipocrisia, mentira e ajustes ridículos. A Bíblia nem com o maior malabarismo teológico do mundo, jamais se adaptará a Umbanda, nem o Kardecismo jamais será Umbanda...


Carlinhos Lima.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores