Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Cultos afrobrasileiros: Durante conferência, povos de matriz africana reivindicam políticas de proteção a terreiros

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 UMBANDA, CANDOMBLÉ E OUTROS SEGUIMENTOS


Durante a 4ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Conapir), realizada em Brasília, de 27 a 30 de maio, lideranças religiosas de vários estados do Brasil debateram sobre casos de violações de direitos e reivindicaram políticas públicas de proteção a terreiros, além do combate ao preconceito e intolerância. “A gente está vendo terreiros e os símbolos do candomblé, das religiões de matriz africana, sendo destruídos por fundamentalistas das mais variadas tendências religiosas. E a gente precisa que esses fundamentalistas comecem a respeitar mais a fé alheia, porque você tem direito a sua fé, tem direito até de não professar nenhuma fé”, avaliou Erivaldo Oliveira, presidente da Fundação Cultural Palmares. Segundo Oliveira, a fundação recebeu, desde 2015, cerca de 100 denúncias de violações contra terreiros em todo o país, mas diz acreditar que o número de casos que não chegam ao conhecimento da fundação pode ser ainda maior. “Isso tudo é fruto de um racismo, de um preconceito exacerbado no Brasil e também da falta de conhecimento, porque as pessoas do Brasil não se acostumaram com a cultura afro-brasileira e não entendem o que é um terreiro, a umbanda e o candomblé”, declarou. Uma das propostas levantadas durante a conferência foi o fortalecimento da Lei 10.639, que obriga as escolas a incluírem no conteúdo programático o ensino da história da África e da cultura afro-brasileira. “Quando você implementa a [Lei] 10.639, você está fazendo um trabalho com uma criança para que ela se torne um adulto que vai respeitar, ela não vai ser um adulto intolerante”, defendeu a mãe de santo Tuca D´Osoguiã, integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR). Mãe Tuca afirmou ainda que uma das prioridades eleitas durante a conferência é a luta pelo arquivamento da ação que tramita no Supremo Tribunal Federal, contra o sacrifício de animais para fins religiosos. Os praticantes da fé de matriz africana querem manter as práticas de abate de animais destinados à alimentação nos cultos dos terreiros. “Se esta ação passar no STF, pode virar uma jurisprudência e isso acaba com nossa cultura e com a segurança alimentar do nosso povo”, disse Mãe Tuca.

sábado, 12 de maio de 2018

Intolerância religiosa: Padre Fábio de Melo faz declaração polêmica sobre “macumba”


Ao invés de ficar falando do que não sabe, o padre deveria explicar os dogmas mal explicados de sua própria religião e que só serviram pra arrebanhar fiéis...


Uma declaração polêmica do padre Fábio de Melo sobre ‘macumba’ causou alvoroço nas redes sociais. “Não tenha medo de macumbas, você tem o poder de fazer milagres”, disse o líder católico em vídeo gravado durante missa. O vídeo já ultrapassa 2,5 milhões de visualizações no Facebook. Durante o culto religioso, Fábio de Melo ainda completa: “Com todo o respeito a quem faz a macumba. Pode fazer e pode deixar na porta da minha casa que, se estiver fresco, a gente come”. Alguns usuários do Twitter e do Facebook viram intolerância religiosa na fala do padre ao citar com desprezo as oferendas realizadas por religiões de matriz africana. “Acho incrível que tantos padres e pastores ainda nāo saibam as lições básicas do cristianismo: amar e respeitar as pessoas, pregar a paz, a conciliaçāo e nāo o ódio. Ao contrário, só falam do mal, incitam desavenças. Deuses me livrem!”, escreveu uma usuária do Twitter. “O discurso de respeito à fé alheia é só bravata. No fundo essas pessoas são intolerantes por natureza, preconceituosas por convicção. E no final só disseminam ódio ao outro, preservando a dicotomia desde sempre entre religiões”, escreveu outro. Outros defenderam a fala do padre, que, segundo os argumentos, são compatíveis ao que é defendido pela Igreja Católica. “O cara está em uma MISSA! E não pode professar a própria fé dentro de seu próprio templo religioso?!”, disse.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

O amor e o mistério das almas gêmeas



Um fator muito importante não é sequer estipulado por muitos estudiosos, mas, a mim já foi revelado, trata-se da questão das almas gêmeas. Na verdade seria contraditório, afirmar que somos únicos e que ao mesmo tempo temos uma alma gêmea. Mas, a verdade é que temos uma alma complementar, que é nossa parte perfeita, ou seja, que nos complementa com maestria, só que ela não é igual a nós e sim complementar. Então a pergunta: "E é oposta?" Também não! Ela não tem que ser oposta, mas, ter aquilo que nos satisfaz, nos realiza, nos complementa. Os requisitos e os fatores que servem como complemente pra nós, não está nas regras biológicas ou perceptíveis aos conceitos humanos, mas, divinos, cármicos e espirituais. Assim uma mulher filha de Iansã por exemplo, poderá ter uma alma complementar um parceiro de Xangô. Seria pra juntar o relâmpago e o trovão? Não, mas, pra prudencia, justiça e temperança de Xangô domar a tempestividade de Iansã! Ou pra força mais dinâmica dela dá maior objetividade nos julgamentos do Orixá da Justiça! As combinações dependerão da necessidade de cada alma. Assim não é que uma pessoa branquelo vá casar com um negro pra temperar a cor, que um altão vá casar com uma baixinha pra equilibrar a estatura de seus descendentes, mas, que necessidades sentimentais e espirituais sejam supridas.

Dessa feita uma mulher que precisa de sexo toda hora, mas, essa não é uma necessidade saudável a seu organismo ela vai ter um parceiro que saiba frear isso e traga saciação sem tanto exagero. Assim a alma complementar é pra trazer qualidade e toda alma que traz desconforto a sua vida tá longe de ser seu amor de verdade!

Mas, voltando ao que ninguém quis enxergar ainda tem uma questão importante. Muitas pessoas vem a esta vida e passa a vida perambulando por amor de verdade e não encontram. Isso poque somos almas individuais e nosso caminho é diferente, mesmo pra almas complementares. Assim uma delas pode ter se santificado mais rápido e ascendido ao céu. Esta no entanto não abandona sua alma e vem a Terra como anjo pra orientá-la, protegê-la e esperá-la. E da mesma forma se esta alma foi perdida e vai para inferno pode retornar pra nos testar e tentar fazer com que caiamos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores