Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 5


Forças astrais e ancestrais, agindo sob os seres


Entre os umbandistas que dizem saber quais são seus orixás e os que buscam saber, tem aqueles que dizem que lhe disseram qual é sua hierarquia protetora de sua coroa! São aqueles tipos que vive sem mudar um milímetro de seu comportamento, desafia todo mundo e pensa em derrotar tudo que é desafio pagando pra fazer macumba e que sempre que pode tá na cartomante pra bisbilhotar a vida dos outros. Quem é umbandista de verdade não se preocupa muito com o poder que tem, quer ter harmonia, quer ter paz, busca ideais mais elevados... Ao pesquisar astrologia e Umbanda em mais de 20 anos, descobri dois tipos de umbandistas, os que dizem saber quais são os orixás que regem sua vida e os que até hoje buscam saber....

Quando a pessoa ultrapassa a fase da autodescoberta, ao menos quando ela sente que há algo de verdade no seu contato com o sobrenatural, passando a sentir que o místico lhe atrai e que astrologia, tarô ou outros oráculos lhe fascinam ai ela tenta entender o mundo oculto e as energias a sua volta. Então entra em contato com "entendidos", ai começa outro suplício, encontrar quem fale claramente e quem fale sinceramente. Ou se faz as duas coisas e é mesmo verdadeiramente que essas definições vem até ela!

Bem, ao menos as religiões, escrituras e até o Cristo tão nos revelando isso! Então, podemos mesmo colocar na categoria de Deus, como dizem que Deus é amor e eu acredito mesmo que seja! E assim como Deus, o amor muitas vezes é incompreensível, queima por dentro e nos desafia a aguentar todas as provações, como prova de obediência e aplicação de fé. E assim é o amor, temos que ser tolerantes, mas, jamais bobos, temos que ter paciência, mas, jamais fazer papel de louco e temos que nos doar, mas, apenas quando temos certeza que ele vale a pena! Assim como Deus, por saber que ele é nosso Criador e assim ao amor, por saber que ele rege a vida, a sobrevivência e a felicidade!
Namastê a todos!
Carlinhos Lima.

Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 4


Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 4

Foto reprodução da web

Forças astrais e ancestrais, agindo sob nós


Os orixás atuam em frequência, não posso abrir muito esses temas por aqui, na verdade já abri demais, mas, só pra completar, eles atuam em concordância com o projeto divino herdado por nós! Assim, nem sempre a menina filha de Oxum vai ser uma bela mulher ou o filho de Ogum vai ser um guerreiro destemido! Tudo tem que ser sincrônico com nosso meio, nossa ancestralidade e nossa força pessoal, também desenvolvida ao longo da vida! Por exemplo, já conheci filhas de Oxum que nasceram como na famosa piada "tem uma noticia boa e uma má..." ou seja, ela nasceu pra ser linda, esbalda bumbum arrebitado e estonteantemente sensual. Porém com um traço carmico, um distúrbio genético que diz no seu provérbio de Ifá: "a gula pode trazer deformação de teu corpo". Ou seja, ai entra a escolha nos fatos predeterminados, ela será linda, mas, se não enfiar a cara nos doces, se não se sentir depressiva toda vez que brigar com o namorado e se empaturra de brigadeiro, se souber cuidar do corpo, da mente e não ficar fazendo dietas ridículas, ou comendo o dia todo na frente da TV. Dependendo da vida sedentária que ela adote, a bela mulher da adolescência, pode ser apenas uma garota obesa alguns anos depois, ou se cuidou-se bem, ser uma mulher de parar quarteirão! Bem não quero dizer que obesas são feias, que gordinhas não são filhas da bela Oxum, quero dizer pros padrões de beleza absurdos impostos por nossa sociedade hoje!

A pessoa pode ter um orixá poderoso, benéfico, mas, este orixá pode está bloqueado, por isso, vemos que aquela menina linda, não consegue ser uma grande modelo, enquanto uma feinha, ganha as passarelas do mundo... Ou o musico talentoso que não consegue sequer gravar um cd, enquanto outro canta "créu" e fica rico! São coisas que as pessoas precisam entender!

Todos nós que não somos filhos de chocadeira, como muitas entidades trevosas! Temos nossos guardiões, mesmo quem não acredita em nada além do mundo material, tem seus ancestrais, tem sua proteção garantida. Mas, muito umbandista, condomblecista, mago, bruxo ou sei lá mais o que, confunde, proteção com poder! Ai fica sectariamente, fanaticamente e imbecilmente, desafiando tudo e todos, por se diz filho de um determinado orixá guerreiro, da riqueza ou um arcanjo poderoso! Temos que atentar pro seguinte - não é um exercito poderoso que faz um rei imbatível, mas, as estratégias e formas que esse rei governa seu exercito que o faz vencedor e vitorioso... Assim como um mapa astral tem pontos, graus, signos, casas e aspectos, nossa cabeça também tem suas divisões, nossa hierarquia atenta a nossa ancestralidade, as leis do carma são vigentes, nossos dons, nossos atos e nossa hereditariedade também conta muito!

Bem, como astrólogo de Umbanda uma das questões que mais encontrei foi a seguinte: pessoas que afirmam o seguinte: "sou filha de tal orixá, só que as características desse orixá é de tal forma, mas, não sinto isso em minha vida, o que que tá faltando pra eu usufruir dessas bênçãos". Pois bem, pela milésima vez vou repetir de novo! Não somos regidos por um único orixá! Claro que tem o nosso Orí Orum, temos o orixá de cabeça, aquele que é o responsável por nossa força vital. Mas, acima dele há uma coroa, uma hierarquia, temos pai e mãe de cabeça, temos um orixá protetor, temos guias, temos orixás menores cada um responsável por um setor de nossa vida e temos ainda, as hostes celestes (anjos da guarda) que nada tem haver com a nossa ancestralidade (orixás), mas, com a hierarquia cósmica que trabalha pela manutenção do Planeta e do universo. E nos ligamos a ela, pela vibração astrológica, pela Sephirot da Arvore da vida e pela posição na hierarquia sagrada dos mensageiros divinos, conforme nossa data de nascimento...

 Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 3

 

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 3

Foto reprodução da Web

Forças astrais e ancestrais, agindo sob os seres


A importância dos orixás que recebamos ou protetores divinos é tão grande que em momentos cruciais, vamos precisar deles! Um bom exemplo é o de Tobias, no momento certo o poderoso Arcanjo Rafael desceu do céu pra orientá-lo! Mas, prestou atenção na história? Como se deu essa ajuda? Como ele foi curado? Perceba que tudo tem um processo, uma busca, uma missão a ser cumprida! Por que um poderoso arcanjo não chegou e passou a mão curou e foi embora? Já que o Diabo fez justamente ao contrário? Por que as coisas ruins vem com maior facilidade! Portanto não se engane com esse milagres fáceis mostrados na TV, não se cura somente com o nome de Deus. Sabemos bem que seu nome tem sim muito poder, mas, o mandamento proíbe "não chamar o Santo Nome de Deus em Vão" mas, o que é em vão! Em vão é você pedir uma cura sem merecer, pedir riqueza sem merecer, pedir paz sem merecer! Tobias teve que viajar, salvar a viúva, cumprir seu papel pra só depois poder fazer o ritual. Essa historia de balançar cadeiras de rodas, mostrar essa tal "teologia da prosperidade" só por que se grita aleluia sectariamente, sei não...

A pessoa tem que aprender a interpretar traços, não sabemos bem quando uma pessoa é oriental, quando ela é africana ou alemã, e assim por diante! Vibrações dos orixás carregam traços fortes, na formação da fisionomia, que são mescladas pela entidade de frente, com pai e mãe de cabeça, mais o orixá de cabeça! Atentai bem, o orixá de cabeça, não é o mesmo par vibratória pai e mãe de cabeça não! O bom mago, sabe observar, ser observador é o principal quesito do mago! Ele observa os traços, mas, o foco dele é outro, que parte do prisma da aparecia, mas, afunila em direção da alma, já acertei muitas vibrações com essa observação. Não saberia ensinar isso, é um dom natural, é intuitivo, não se se paranormal ou paranoia, kkk, mas, funciona...

Uma coisa que precisamos compreender atua justamente em cima de um famoso ditado popular: "Deus dá o frio conforme a coberta"! Pois é na espiritualidade é justamente a mesma coisa - Recebemos um anjo da guarda em cada fase de nossa vida, conforme nossa necessidade. Não vamos receber um orixá da arte por exemplo se nossos dons ancestrais são de agricultura, de guerra ou de medicina! Até podemos mesclar, fazendo arte com frutas e verduras, mas, o intuito de nossa coroa não será essa! Até poderíamos fazer uma exposição de fotos ou pinturas com o que veríamos na guerra, mas, a missão pessoal não é essa... 

 Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 2

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 2

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 2

As Forças astrais e ancestrais, agindo sob nós


Muitas queixas de pessoas insatisfeitas vem da seguinte forma: "Sou filha de Oxum, ela é linda, sensual e da riqueza, por que não sinto nada disso?". Como eu disse o orixá é o regente, mas, ele rege num contexto geral, numa configuração ele só atua, observando as leis cármicas, dharmicas e ancestrais, e mais as escolhas pessoais. Muitas vezes seu dom de riqueza é pra ser desenvolvido por seus dons numa determinada área, mas, você, ao invés de seguir dons, segue vocações, por teimosia, por inveja, por péssimas dicas ou por burrice mesmo! Ai nunca vai usufruir desse axé maravilhoso! Também volto a repetir, há uma coroa, um contexto e muitas regras. Suponhamos que você seja filha de Oxum, mas, vem de uma linhagem ruim, com seus pais de orixás de fogo, com odús obscuros e ardentes revoltados e que a formação restante de sua Coroa seja de orixás discordantes! O que Oxum poderá fazer por você? Ainda mais que você, nunca procurou energizar-se, firmar seu axé, desenvolver seu biorritmo, sua bioenergia e ter um corpo harmônico e fechado? Nada! Seu orixá fica como um bom governando num governo cheio de incompetentes, ele nada poderá fazer.... 

Pra desfazer magias negras, o mago não pode recorrer as mesmas forças, aos mesmos elementos e as mesmas praticas, vibratórias ou sentimentos! As vezes uma coisa bem simples é o antídoto de um terrível veneno, e assim também é na magia! Ao contrário de desejarmos a vingança e o mal a nossos inimigos, temos que desejar sua recuperação deixando sua punição nas mãos do Astral Superior. Não podemos também vencer uma magia lançando outra mais forte. Esse é um grande mal pelo qual muitas pessoas passam. Ao serem vitima de feitiçaria, vão na casa de uns "entendidos", lá, o cara quase sempre não sabe como desfazer, então, cobra um absurdo, pra fazer matanças, queimar isso e aquilo na encruzilhada, alegando ter protetores poderosos, e que vai rebater tudo que foi jogado no consulente. Mas, isso não ocorre, uma magia não destrói outra, não afugenta e não transforma. Especialmente se for do mesmo teor (odeio). É como jogar gasolina no fogo! Ai, os males só aumentam. Observando a sabedoria do I-Ching e da filosofia oriental dos cinco elementos, sabemos que há elementos compatíveis e incompatíveis, e que o mago que não se atenta a isso, além de burro, cego pela ganancia e estúpido, é um perdedor!

O verdadeiro mago, não coloca magia negra pra girar, não evoca e nem invoca espíritos trevosos, ele só transmite a luz, vive pela luz e para a luz! Vingança não vai trazer a paz. Todo pai de santo, cartomante, mago ou bruxo que incentiva a vingança ele não tem outorga do Astral Superior pra ser mestre e mago de umbanda... Quando se é vitima de uma magia, procura-se sabiamente e quando se é bem instruído, desfazer a magia! Captou? Desfazer! Não fazer ela girar! Quem nunca conhecer a Umbanda, nunca se deparou com pessoas extremamente duras de alma. Algumas pessoas que vão em busca de cura e de repente é dito a ela, "Você tem uma magia te bloqueado", muitas dizem o seguinte:  tira de mim e envia pra quem me mandou, multiplicado por 7". Mal sabe ela que sem o poder do perdão uma magia negra não se desfaz! Sem o autossacrifício um espírito das trevas não é derrotado e uma magia reenviada, vai e mais cedo ou mais tarde voltará! Principalmente se chegar a destruir o oponente, ela não vai vagar no espaço vazio. Ao morrer seu oponente, naturalmente ela virá de volta pra restabelecer o fluxo de equilíbrio cósmico. Ai você pergunta, "mas, e quem enviou primeiro", bem se ele foi destruído, quem reenviou passa a ser seu tutor secundário! Só o amor vence o ódio, vingança não para magia negra...

Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 1

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 1


Forças astrais e ancestrais, agindo sob nós


O horóscopo tem pontos sensíveis que os astrólogos modernos, metidos a cientistas ignoram! A astrologia não é ciência acadêmica, ela lida exclusivamente com simbologia, com o acaso e com a divinação! As vezes as principais respostas que buscamos em uma carta está justamente em pontos que ignoramos! Da mesma forma são os orixás! Muitos focam suas buscas e vida no orixá de cabeça e esqueça os orixás influenciadores, os orixás menores, os guias, exus, pombagiras, pai e mãe de cabeça entre outras coisas, especialmente os odús e aforismos...

Além das pessoas que ignoram a espiritualidade e se apegam como cola no materialismo, tem também os tipos de curiosos sem noção. Eles não aguentam ouvir falar num cartomante, num astrólogo, num médium ou qualquer um que pra ela tenha contato com o sobrenatural. Eles levam tudo pro lado da curiosidade e isso é tão ruim quanto ignorar a espiritualidade. Querem abusar demais dos oráculos, dos médiuns, dos orixás, da magia ou qualquer meio que tire dela a responsabilidade de escolher. Essas pessoas tem um vazio na alma, como se perguntas martelassem seu cerebro dia e noite! Se você é um desses sossegue o facho, tente saber o que é preciso captar no mundo fisico primeiro, faça suas próprias escolhas...

Certa senhora dona de redes de lojas, sentia que tinha mediunidade! Mas, além de ignorar seus dons, era totalmente preconceituosa! Tratava tudo como "coisa do Diabo", seu tempo quando não era gasto nas suas coisas fúteis, egoístas e de dondoca, era dividido em idas ao motel com seu amante, uma passada no psicoterapeuta, que de mediunidade não entendia nada e na macumbeira, a qual sabia muito bem ludibriar com feitiços malévolos! Ela levava a vida tentando passar por cima de todo mundo, rido da pobreza dos outros e se gabando por poder gastar e gastar sem ter que trabalhar. Ela nunca entendeu que seus bens e suas bênçãos foram concedidos por um propósito maior e que seu apego a matéria levaria para um caminho sem volta e destrutivo. Nunca tentou compreender sua espiritualidade e quando encontrava algum místico, simplesmente debochava ou dizia "diz-me o que eu quero saber, te pago quanto quiser"! Os que não sabiam dizer não ao vil metal, claro dava alguma definição, quase sempre engrandecendo o ego da dondoca por que senão ela não pagava! Os que se recusavam, por que tinham uma boa ética espiritual, era esculachados... Pois bem, ela morreu doente mental, ainda rica, mas, sem poder usufruir e certamente sua próxima encarnação se o Astral conceder o direito, talvez não será nada luxuoso!

O Deus que eu acredito é um Deus de bondade, que criou tudo que existe, mas, essa bondade não tem nada haver com ignorância! Ou seja, ele não ignora nada, por que sabe de tudo e é justo. Deus jamais seria bom se não fosse justo! Então não me venham com lorotas, querendo me mostrar um Deus que 'monopoliza", dando poder de cura, de perdão e de elevação a um homem qualquer que monta uma igreja, fica milionário com os recursos alheios... Deus nunca faria isso, Deus não unge sensacionalistas, pois o mistério é a fonte de seu poder! Deus jamais concordaria com a revelação de milagres pra fazer merchan 24hs na TV! Se tem milagres nesses lugares, certamente Deus nada tem haver com isso! Deus não tem agencia de publicidade, não tem apadrinhados como os governos terrenos. Deus não opera no egocentrismo, na manipulação e no cinismo! 

Além do par o orixá influenciador! Um filho de Oxum com Xangô por exemplo, tendo ele a influencia de Ogum é uma força inclinada a força pela justiça, defesa dos mais fracos, talento pra fazer o dinheiro render. Já esse mesmo par, com a influencia de Exu, volta-se mais ao sexo, a luxuria, a falta de honestidade no que se refere a negócios. E assim por diante. Não que todos sejam assim mas, há a predisposição. Por isso toda configuração precisa ser levada em conta! 

Ao contrário vemos pessoas de orixás ruins, como uma boa herança ancestral, escolhas sábias e corretas, orixás auxiliares harmônicos e formando assim uma cora vencedora! Tudo tem haver com harmonia e não com um único orixá! Também tem haver com o par: Uma filha de Oxum com Oxóssi tem um estilo, mais voltado a produção artística, musical, contemplativo! Já uma filha de Oxum com Ogum, é mais aguerrida, mas, menos harmônica, mais explosiva e assim por diante.... 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores