Total de visualizações de página

A pombagira

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Métodos astrológicos: A astrologia horária



A Astrologia Horária é um antigo ramo da Astrologia Cabalística que se encarrega de responder às perguntas feitas por uma pessoa por meio da análise do Mapa Astrológico para a data, hora e local exatos em que a pergunta foi feita.
Assim, sempre que se quer perguntar algo e obter uma resposta precisa, pode-se recorrer à Astrologia Horária. A única regra que os antigos estabeleceram, é que a pergunta deve ser séria e importante para a pessoa que a pergunta.
Envio aqui alguns exemplos de perguntas que já recebi:
- Eu devo me mudar de casa?
- Eu vou comprar a casa?
- Eu estou grávida?
- O que causou minha doença? Eu vou me curar?
- Eu vou ser chamado para a entrevista de emprego?
- Eu vou achar um namorado?
- Meu marido está me traindo?
- Eu devo fazer negócios com meu contador?
- Onde está o meu colar de pérolas que eu perdi?
NA VERDADE A ASTROLÓGIA NÃO TEM AS RESPOSTAS DIRETAS, MAS, O UNIVERSO, POR VIAS QUE SÓ OS MAGOS, SABIOS, MEDIUNS E ESCOLHIDOS CONSEGUEM COMPREENDER! A ASTROLOGIA NÃO É UMA CIÊNCIA EXATA, ACADÊMICA E SENSACIONALISTA COM OS "VENDEDORES DE CURSOS", QUEREM UTILIZAR! ELA PODE MOSTRAR CAMINHOS, REVELAR CÓDIGOS E POR ISSO SÓ OLHOS E MENTES TREINADAS, INSPIRADAS E ILUMINADAS, PODEM CAPTAR...

Magia Sagrada e símbolos



Para o judaísmo...
Como já foi dito a Estrela de seis pontas pode ser encontrada em várias culturas e encerra diversos significados.

A interpretação clássica sobre seu significado para o judaísmo é, de acordo com a Encyclopedia of Jewish Concepts:

O triângulo apontado para cima representa os 3 conceitos fundamentais do universo: Deus-Mundo (Universo)-Homem e o triângulo apontado para baixo significam as 3 ações básicas de Deus: Criação-Revelação-Redenção. Franz Rosenzweig diz que as seis linhas da estrela estão entrelaçadas da mesma forma que os 6 conceitos e ações básicos do universo.

Outra explicação possível para o judaísmo é: O triângulo que aponta para baixo (como uma seta vinda do alto) representa os 3 pontos da relação de Deus para com a humanidade: Criação-Revelação-Redenção, enquanto o triângulo que aponta para cima representa os três pilares da relação da humanidade para com Deus: Torá-Tefilá-Tsedacá (Torá-Oração-Justiça social).

Os dois entrelaçados simbolizam a completude do universo na sua relação com seu Criador.

Sobre cabalá: ela não é magia. Cabalá é uma palavra hebraica que significa recebimento, aceitação. Consiste em TODA a tradição judaica. Cabalá não é apenas o misticismo judaico, não é apenas a guemátria (ou numerologia hebraica)... Na verdade, é dificílimo definir cabalá, pelo simples fato de que trata-se de toda a tradição judaica, desde a forma como os rolos da Torá são escritos através dos tempos até a forma de se fazer a Halá (um pão trançado, feito especialmente para as festas e para o Shabat)...

Enfim, as definições de Eliphas Levi, por melhores que sejam, não dão conta da cabalá judaica em sua completude, mesmo porque Eliphas Levi foi padre e sua visão de mundo perpassa o cristianismo católico, o que vai acontecer também com sua interpretação da cabalá. E ele vai se apoiar APENAS em uma das tradições judaicas que é seu misticismo, não se apoiando em outros, pois não lhe fazem sentido, como cristão.

Pro judaísmo também é possível a interpretação do masculino-feminino entrelaçados. O masculino e o feminino juntos são o grande ápice da criação, para o judaísmo. Dessa forma, masculino e feminino entrelaçados também representam a completude do universo e sua relação com seu criador.

Religião e a verdade



Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da Sociedade Teosófica, cujo lema é "Não há religião superior à verdade" e cuja filosofia resgata textos sagrados hindus, também comenta o significado da estrela, que adverte "é erroneamente denominada Sêlo de Salomão", no quarto volume de A Doutrina Secreta:
... o número seis foi considerado nos Antigos Mistérios como um emblema da Natureza física porque o seis é a representação das seis direções de todos os corpos, as seis direções que compõem a sua forma, a saber: as quatro direções que se estendem no sentido dos quatro pontos cardeais, norte, sul, leste e oeste, e as duas direções de altura e profundidade que correspondem ao Zênite e ao Nadir. (...) A mesma idéia se encontra no duplo triângulo equilátero dos hindus (...) no seu país chamado signo de Vishnu, o Deus do Princípio Úmido e da Água (...) o triângulo inferior, com seu vértice voltado para baixo, é o símbolo de Vishnu (...) ao passo que o triângulo com o vértice para cima, é Shiva, o Princípio do Fogo... (BLAVATSKY - v. IV - p 161. São Paulo: Pensamento, 2003).
O Duplo Triangulo é um símbolo sagrado para a humanidade como um todo , embora uns o adotem e julguem-se donos e outros ainda o neguem, ele representa nossa união com Deus, e usando a sabedoria passada a nós por Hermes Trismegisto, tudo o que está em cima é como o que está embaixo, e é isso que o triangulo representa afinal...
Só complementando um pouco sobre a Cabala, os triângulos sobrepostos um de "cabeça pra cima" outro de "cabeça pra baixo" também significa: o macrocosmo (cabeça pra cima), e o microcosmo (cabeça pra baixo) então o que "vale" pro macro , vale pro micro, então somos um "espelho" de Deus, sua imagem e semelhança, temos atributos divinos. Outro significado é a união do masculino e fenimino no equilíbrio do universo, o masculino é a lança,(triângulo de cabeça pra cima), e o feminino é o cálice (triângulo de cabeça pra baixo).

O poder e imprtância do livro



O livro é um objeto sagrado, só perdendo essa conotação, quando é elaborado para coisas malignas. E o livro é sinônimo de conhecimento e de conteúdo existencial, do qual extraímos muitas coisas. Ele pode ser um incentivador de nossa fantasia, ser o nosso mestre, ser o revelador de segredos e ser o nosso "cofre", quando é o nosso diário, pessoal ou não! Nas Escrituras, lemos trechos interessantes que nos falam do "Livro da Vida", e pelo que nos revelaram, tudo que fazemos está escrito nesse livro... E assim, os enviados, que vem com missões pré-definidas a serem cumpridas, ao pecarem, não só contra suas missões, contra sí mesmo e contra o CRIADOR, desobedecendo e fazendo atos ilícitos, poderá ter seu nome riscado do livro dos eleitos e passar a figuras a lista dos amaldiçoados! Por isso devemos sempre ter em mente, o amor, a humildade, a verdade e a justiça, pois assim as letras que o anjo escreve sobre nós, serão mais vivas, mais luminosos, serão de ouro e sem ressalvas! E se escolhemos trilhar o caminho do bem, o bem se fará presente em nossas sentenças, em nossos juízos e em nossa recompensas. Quem vende o corpo, a alma, a sexualidade e se predispõe aos joguetes dos demônios, poderá ter sua genealogia e inscrição apagadas do grande "LIVRO DA EXISTENCIAL ETERNA". Oremos por nossa vida, por nossa alma, por sabedoria e que nunca percamos a atenção de nosso DEUS e do anjo da vida ou do destino. SHALON A TODOS!

Olódùmarè e o destino



Olódùmarè pode concordar com o que pedimos ou não, ou pode ainda definir para nós outros objetivos de vida. Essa conversa é uma das coisas mais importantes para nós e dela poderá depender por exemplo qual será o nosso odù de nascimento, porque ele faz parte do nosso Orí e vai ser definido para nos ajudar na vida que vamos ter aqui no aiye. O nosso Orixá também poderá ser definido nesse momento e também será escolhido de forma a nos ajudar com nosso objetivo de vida.

Nesse ponto cabe uma dúvida porque o odù com certeza depende de nosso destino escolhido e atribuído, mas o Orixá não tenho certeza. Eu gosto da visão de que o Orixa não tem restrições no seu poder e qualquer Orixá que tenhamos vai nos ajudar igualmente. No meu íntimo essa idéia de especialização funcional de Orixá, como as pessoas gostam e chegam a dizer que profissão uma pessoa de tal Orixá deveria ter, é uma idéia meio cartesiana muito simplificadora e racionalista. Assim não tem minha simpatia.

Uma outra opção é a que nascemos com algum Orixá de nossa família, de Pai, mãe ou avós, assim uma mesma linhagem teriam filhos com Orixá similares e claro sempre se casa com uma pessoa de fora da família e novas opções de Orixá podem ser incluídas. Mas o importante é que como eu sempre disse, nós aqui no aiyé somos a coisa mais importante de Olódùmarè. Esse mundo espiritual, os Orixá existem para nos ajudar a viver e não para nos escravizar ou atrapalhar.

Orumilá Ifá: a boca dos Orixás e a testemunha do destino



Orunmila é uma das mais importantes divindades da religião Yoruba. Sua atuação esta centrada no oráculo e nos ẹbọ corretivos e sua atuação junto às demais divindades e seres humanos gira em torno da transmissão de sabedoria e da humildade. O fato de não ser um Orixa guerreiro talvez também explique a pouco popularidade no Candomblé já que os Orixa tradicionais sempre tem que carregar uma arma branca na mão e são representados como musculosos e lindas beldades. Essas descrições jamais seriam adequadas para Orunmila.
Através de sua grande sabedoria, conhecimento e compreensão Orunmila coordena a atuação dos irunmale da religião Yoruba. Ele funciona como um intermediário entre os demais irunmale e as pessoas e entre as pessoas e seus ancestrais. Assim ele é a boca dos Orixa que fala através do seu oráculo, o oráculo de Ifá.
Mas a fala de Orunmila não é uma coisa simples e direta como estamos acostumados nos oráculos que usamos no dia a dia ou mesmo através dos guias de Umbanda. Orunmila fala através de sinais e de histórias. Suas histórias são metáforas, parábolas e meias verdades que devem ser interpretadas.

Destino: a profundidade dos arcanos do Tarô



Há tantas coisas que a maioria das pessoas desconhece, que seria preciso páginas e mais páginas para apenas dar uma pincelada para que você possa compreender o porque nos apaixonamos por esse grandioso e espetacular oráculo. Então vou apenas tentar aguçar sua curiosidade para conhecê-lo um pouco mais . Há muita confusão e divergência a respeito de sua origem e finalidade, mas acredito que elas foram originadas na India, China ou mesmo no Egito, atingindo a Itália e a partir daí, foram espalhadas pelos árabes, pelas cruzadas e pelos ciganos.

Contam que há uma pequena história contada, segundo alguns pelo místico francês Papus , que diz :
“Há milhares de anos, o reino egípcio estava ameaçado de ser conquistado e destruído por um poderoso inimigo. Diante dessa ameaça e da catástrofe iminente, os sacerdotes do reino temiam que o conhecimento, arduamente conquistado ao longo dos anos, pudesse perder-se para sempre.

Então eles se reuniram em conselho, a fim de deliberar sobre como mantê-lo e transmiti-lo à humanidade, apesar da destruição e do aniquilamento. Após várias sugestões uma foi aprovada por unanimidade. O argumento foi o seguinte :
“A sabedoria não é um estado duradouro e muitas vezes o sábio se transforma num tolo e assim a estabilidade de nosso conhecimento não estará segura”. No entanto, há algo estável na humanidade: O Vício. Portanto, devemos confiar nossos conhecimentos ao vício. Só assim poderemos ter a certeza de que ele sobreviverá a todas as intempéries e mudanças do tempo.

Pois bem, isto posto eles passaram a desenhar todo o conhecimento reunido pelos sacerdotes nas imagens das cartas. Estas cartas foram então distribuídas ao povo, que fez do jogo um dos seus vícios ou paixões prediletas. Não há nenhuma certeza a respeito desta história ou de qualquer outra hipótese, mas sabemos que o jogo das cartas permanece entre nós até hoje. O Tarot é um conjunto de 78 cartas, sendo que 22 são chamadas de “Arcanos Maiores” e as 56 restantes de “Arcanos Menores” . A palavra Tarot é extraída das palavras egípcias: TAR, que significa Caminho e RO, ROS e ROG, que significam juntas Caminho Real da Vida.

A palavra Arcanos é plural da palavra que vem do latim Arkanum, que significa segredo. Sendo assim “ Arcanum é um mistério cujo conhecimento é indispensável para se compreender um grupo determinado de fatos, leis ou princípios.” Precisamos primeiramente entender o que são Símbolos…. São formas de Comunicar algo através de pessoas, gestos, sinais, placas de trânsito, rótulos, bandeiras, logos, etc… Essa forma de comunicar deve significar algo para a as pessoas, seja por acordo geral, particular, por analogia ou associação, e deve representar alguma coisa, pessoa ou situação.

Métodos astrológicos: sinastria do amor e sexo



O que é Sinastria?


Uma das técnicas empregadas para a análise de compatibilidade entre duas ou mais pessoas é a sinastria, onde as cartas de nascimento são avaliadas com vistas a medir qualitativamente o grau de facilidade do relacionamento das pessoas envolvidas e as áreas que precisam ser trabalhadas. Para fins de uma análise sinástrica, é necessário que o astrólogo esteja de posse dos dados de nascimento das pessoas envolvidas. Após uma cuidadosa averiguação da carta individual de cada um, procede-se à análise da comparação das cartas, que é a sinastria. Existem algumas outras técnicas de análise de compatibilidade. Uma delas torna possível a análise de um grupo maior de pessoas, como a análise de grupo de Davison. Também existe a técnica do mapa composto, muito útil na avaliação de compatibilidade entre pessoas. Essas técnicas se aplicam às sondagens de qualquer tipo: parentais, profissionais e amorosas.

É muito comum na visão popular da Astrologia analisar se um signo combina ou não com o outro, mas esta prática nada tem a ver com a análise elaborada de relacionamentos que o estudo dos astros proporciona. Cada aspecto deve ser levado em conta para a realização de uma Sinastria. Podendo-se saber como os planetas do seu mapa ativam a personalidade da pessoa com a qual voce está se relacionando.


O princípio é simples: verifique a posição dos seus planetas natais e os coloque no mapa da outra pessoa. Por exemplo: se você tem o Sol a 18º do signo de Libra, verifique em qual casa este Sol estaria se estivesse colocado no mapa do outro. Se o ponto 18º de Libra estiver na casa 1 do parceiro, então você levará características solares para este setor prático da sua vida, iluminando e energizando a sua personalidade, temperamento e comportamento.

O signo lunar no horóscopo



O signo lunar é o signo em que a Lua transitava no dia e hora em que nascemos. Ele dá informação a respeito de como recebemos os condicionamentos dados pela família e sociedade. Informa como tendemos a ver nossas mães, como lidamos com nossas emoções, sentimentos, intuição e senso de segurança pessoal. As mesmas considerações que aplicam ao signo ascendente e ao solar se aplicam aqui também. Uma Lua natal em Câncer indica uma resposta emocional ao ambiente bem diferente de uma Lua natal em Capricórnio. A primeira age com emoção e procura o conforto espontaneamente. A segunda teme por sua segurança emocional, é cautelosa e tende à tristeza.
Divisão Binária = Os doze signos podem ser divididos em 2 grupos: positivo negativo/masculino feminino/ativos receptivos
positivos = signos do Fogo e do Ar
negativos = Signos da Terra e Água
Os signos são alternadamente positivos e negativos, mas os signos opostos tem a mesma polaridade. Não há criticismo implícito nos signos negativos, nem supremacia nos masculinos, pois cada um precisa do outro.

Exercito do Senhor: Arcanjo poderoso



Arcanjo Rafael


Seu nome significa “Deus te cura“. Este Arcanjo tem como sua principal característica ajudar na cura dos doentes e, por isso, é o guardião da saúde. Ele age principalmente nas instituições sociais, nos hospitais e até mesmo em casas que estejam precisando de sua ajuda.
Além de influenciar na saúde física dos seres humanos, este arcanjo também age sobre a saúde do espírito, ou seja, está sempre procurando confortar as pessoas nas horas de desespero e acalmar os sofrimentos interiores. Além disso, também é o responsável e guardião dos talentos criativos.
Na Bíblia Sagrada, o Arcanjo Rafael é citado no Livro de Tobias, que faz parte do Antigo Testamento. Foi o Arcanjo enviado por Deus para curar a cegueira de Tobias e acompanhá-lo numa longa e perigosa viagem para conseguir uma esposa. Rafael, junto a Miguel e Gabriel simbolizam a fidelidade, o poder e a glória dos anjos.

Exército do Criador: Arcanjo poderoso



Arcanjo São Miguel



São Miguel Arcanjo, cujo nome significa “o que é um com Deus“, é considerado o chefe dos exércitos celestiais e o padroeiro da Igreja Católica Universal. É o anjo do arrependimento e da justiça. Seu nome é citado três vezes na Bíblia Sagrada:
- Primeiro no capítulo 12 do livro de Daniel, onde lemos: “Ao final dos tempos aparecerá Miguel, o grande Príncipe que defende os filhos do povo de Deus. E então os mortos ressuscitarão. Os que fizeram o bem, para a Vida Eterna, e os que fizeram o mal, para o horror eterno”.
- No capítulo 12 do Livro do Apocalipse encontramos o seguinte: “Houve uma grande batalha no céu. Miguel e seus anjos lutaram contra Satanás e suas legiões, que foram derrotadas, e não houve lugar para eles no céu. Foi precipitada a antiga serpente, o diabo, o sedutor do mundo. Ai da terra e do mar, porque o demônio desceu a vós com grande ira, sabendo que lhe resta pouco tempo”.
- Na carta de São Judas, lê-se: “O Arcanjo Miguel, quando enfrentou o diabo, disse: “Que o Senhor o condene”. Por isso São Miguel é mostrado atacando o dragão infernal.
A Igreja Católica tem uma grande devoção por São Miguel Arcanjo, especialmente para pedir-lhe que nos livre das ciladas do demônio e dos espíritos maléficos. E quando o invocamos, ele nos defende, com o grande poder que Deus lhe concedeu, e nos protege contra os perigos, as forças do mal e os inimigos.

Carta natal: planetas e signos importantes



Na carta astrológica de nascimento não existe um signo mais importante do que outro. O signo ascendente é aquele que está ocupando a região correspondente ao leste, na carta astrológica, no momento em que um evento ou pessoa está nascendo. É o signo que fornece os indícios da forma física que teremos e a maneira espontânea de agir que iremos desenvolvendo ao longo da vida. O signo ascendente informa como iniciamos as coisas em nossa vida, pela primeira vez, pois marca a nossa primeira entrada no mundo dos quatro elementos. Uma série de outros fatores intervém na análise desse comportamento espontâneo. Dependendo do dia de nascimento, a pessoa que tem o mesmo ascendente que outra poderá ter em seu mapa astral o planeta regente do ascendente em signos diferentes, auferindo nuances diferentes para cada um. Por exemplo, duas pessoas têm o mesmo signo ascendente, Sagitário. As duas terão traços principais semelhantes no comportamento espontâneo. Ambas podem ter vontade de viajar, conhecer outros países e pessoas, gostar de andar a cavalo, ter facilidade para línguas e esportes e adorar aventuras. Mas, se no mapa de uma delas o planeta regente Júpiter encontra-se em Escorpião, isso acrescenta uma nuance diferente ao seu comportamento e forma física do que da outra pessoa, cujo Júpiter natal estava no signo de Sagitário. A primeira tenderá a ser mais cautelosa ou controladora do que a segunda.

Exercito de Deus: Arcanjo poderoso



ARCANJO GABRIEL


Seu nome significa: “Homem de Deus“. É o Arcanjo da Esperança, da Anunciação, da Revelação, sendo comumente associado a uma trombeta – é a Voz de Deus, o transmissor das boas novas.
Este Arcanjo é citado várias vezes na Bíblia Sagrada. Foi ele que anunciou ao profeta Daniel a vinda do Redentor. Disse assim o profeta: “Apareceu Gabriel da parte de Deus e me falou: dentro de setenta semanas de anos (ou seja 490 anos) aparecerá o Santo dos Santos” (Dan 9).
Ao Arcanjo Gabriel foi confiada a missão mais alta que jamais haja sido confiada a alguém: anunciar a encarnação do Filho de Deus. Por isso é muito venerado desde a antigüidade. O termo de apresentação quando apareceu a Zacarias para anunciar-lhe que ia ter por filho João Batista foi este: “Eu sou Gabriel, o que está na presença de Deus” (Luc. 1, 19).

São Lucas disse: “Foi enviado por Deus o anjo Gabriel a uma cidade da Galiléia, a uma virgem chamada Maria, e chegando junto a ela, disse-lhe: “Salve Maria, cheia de graça, o Senhor está contigo”. Ela ficou confusa, mas disse-lhe o anjo: “Não tenhas medo, Maria, porque estais na graça do Senhor. Conceberás um filho a quem porás o nome de Jesus. Ele será filho do Altíssimo e seu Reino não terá fim”.

Segundo a tradição, Gabriel e seus anjos são os mensageiros das boas notícias, nos ajudam a dar bom rumo e direção à nossa vida, nos dão compreensão e sabedoria. É a ele que recorremos quando necessitamos desses dons.

Forças celestiais: o poder dos arcanjos




Os arcanjos fazem parte de uma categoria angelical muito especial. Eles são considerados protetores e estão acima dos anjos na hierarquia divina, são o chefe dos anjos. Isto não significa que eles sejam mais importantes do que outros seres divinos, mas que possuem grandes poderes.

Os arcanjos têm a função de cuidar de vários aspectos da vida das pessoas e, principalmente, trabalharem para o bem de todos. Fazem isso, por exemplo, iluminando o pensamento de governantes, cientistas, de médicos e pessoas ligadas à área da saúde. Eles também são os encarregados de transmitir as mensagens divinas. Segundo a Igreja Católica, na hierarquia dos anjos existem três arcanjos, saiba sobre eles:

Arcanjo Gabriel - Arcanjo Miguel - Arcanjo Rafael

Horóscopo: o nosso temperamento



Além de buscar diferenciar Sol de Ascendente, o que precisa ficar claro é que as indicações de nosso temperamento não se limitam apenas a estas duas posições. É preciso dar importância a todos os outros fatores contidos em um mapa natal, o que só pode ser feito artesanalmente, já que a combinação de todos os aspectos astrológicos de uma pessoa para a fabricação de interpretações pré-redigidas é tão impossível quanto o nascimento de um ser humano exatamente igual a um outro.

E assim, da mesma forma na Umbanda Astrológica, temos que diferenciar bem todos os orixás que nos protegem e nos regem. É fundamental olhar o contexto geral, a formação dos odús, códigos e a hierarquia. É diferente a entidade de frente do orixá protetor, do orixá de cabeça, do pai de cabeça, da mãe de cabeça e dos orixás afins... Tem gente que passa a vida toda cultuando um orixá, ou porque aprendeu culturalmente ou foi indizido sem este orixá nem mesmo fazer parte de sua hierarquia ancestral... Da mesma forma que muita gente se torna espirita, catolico, evangélico e passa a acreditar ou fingir que acredita nisso porque fulano lhe disse que esse é o "caminho certo"... Infelizmente a maioria das pessoas são que nem piolho, vive pela cabeça dos outros! Tá cheio de gente pobre de espirito e de conhecimento que são abocanhados por golpistas da fé, quando saem do Nordeste e vão trabalhar nos grandes centros do Sudeste, vem com seu papinho bibliolatra, amedrontando as pessoas como se fossem donos da verdade, colocando tudo numa sacola só e dizeno "não contrarie a palavra de DEUS, passa a grana do dizimo pra cá...", eu vou fazer um post sobre dizimo aqui, já que esses bibliolatras gostam de atacar e provar que DEUS nada tem haver com essa arrecadação gananciosa de dinheiro do proximo...

Astrologia humanista: o Ascendente



Pela Astrologia Humanista, o ascendente é visto como uma expressão do eu, a primeira manifestação do indivíduo, a forma como ele se mostra ao mundo em seu temperamento e aparência física. O Sol, por sua vez, é a verdade, a essência de uma pessoa, mesmo que esta verdade seja expressa com a roupa do ascendente. Para esta linha, o Ascendente é como uma máscara que usamos para nos mostrar aos outros, mas quando esta cai, é o signo Solar quem aparece. Em caminhos mais simbólicos - signo Ascendente e o Solar: o Sol é como o carro que andamos na vida e o Ascendente o motorista, responsável pela direção do veículo.

Astrologia: o signo ascendente



O signo ascendente é aquele que nos serve de orientação, já que ele subia ao oriente na hora do nosso nascimento. Precisamos buscar o conceito do ascendente quando estamos perdidos. Alguém com ascendente Escorpião, por exemplo, precisa compreender que existe uma realidade além das aparências corriqueiras para não se desorientar com os acontecimentos da vida. É diferente de quem tem Sol em Escorpião, que tem esta consciência como centro de toda psique. É apartir desse ponto também que se descobre a Entidade de Frente de uma pessoa, a entidade protetora dos nativos.
O Sol faz com que uma pessoa enxergue o mundo através dos conceitos do signo, já o ascendente é aquele que ajuda esta pessoa a se erguer e se orientar. Quando compreendemos o conceito do signo no qual o Sol está em nosso mapa, podemos encontrar o "ouro" de nossas vidas; já com o ascendente, temos a possibilidade de descobrir como nos levantar diante das situações de dificuldade, rumo aos nossos propósitos mais altos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores