Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Linha do Tempo: continuidade e aprendizado

Crianças palestinas brincando na Cisjordânia...


O continuum tempo do mundo está se acelerando. Nossa vibração pessoal está aumentando e a única maneira de encontrar um estado de paz é aprender a viver no presente verdade. Este é um lugar dentro da mente além do ego e do subconsciente, que é ligado a todos os aspectos de si mesmo e dos outros. É a maior parte de todos nós, onde estamos conectados em sabedoria universal. À medida que aprendemos a desenvolver a consciência cérebro inteiro esta importante verdade será mais avaliável. A Era de Aquário irá desenvolver esta nova forma de pensar. Pode demorar muito tempo, mas nós, como seres humanos têm os próximos 2.000 anos para encontrar a solução.

Entre todas as diferenças de opinião, há um ponto de equilíbrio perfeito que oferece a esperança de resolução. Isto acontece quando você realmente se preocupam com os outros e não estão tentando forçar sua vontade sobre eles. Este processo de mediação deve ser ensinada em nossas escolas e na mídia mundial. A tendência de sempre encontrar a falha com nenhuma solução em mente, exceto estar certo é uma espiral descendente que mantém os pontos opostos em extrema animosidade e polarização. Você não pode estar no presente, se você está em conflito ou dentro de si mesmo ou com outra pessoa.

Agora temos conflitos e guerras em todo o mundo e parece que não há resolução possível. As manobras de terceira idade de descoberta de falhas e extremismo está vivo e bem, e auto-serviço ou individualismo é galopante. Com a notícia tão disponível a todo momento somos bombardeados por muita informação. É difícil saber o que é verdade, nós somos livres para escolher o que queremos acreditar e não há satisfação nessa abordagem. Que bom que ele faz que sejamos capazes de ver todos esses conflitos e sentir que estamos desconectados para a solução? A verdade é que estamos conectados com a solução, não importa o quão abstrato que parece. A solução virá quando cada um de nós e todos finalmente compreendermos que o que acontece com um de nós acontece com todos nós. O passado é uma valiosa fonte de informação, mas a esperança de solução está em trazer o futuro para o presente. Isto é o que estamos aprendendo agora.

Cabala: toda humanidade funciona como as células de um organismo



Do versículo em questão, a Cabalá ensina que, do ponto de vista espiritual, toda humanidade funciona como as células de um organismo. Gerações podem morrer e serem substituídas por novas gerações, mas do ponto de vista espiritual, a humanidade continua intacta, pois somos uma única entidade contínua. Assim, do mesmo modo que a geração que andou pelo deserto fez um pacto com o Eterno, este pacto também foi feito conosco, enquanto humanidade. Assim, é como se nós também estivéssemos presentes naquele momento.


Mas desta pode surgir outra pergunta. Que diferença faz se somos pessoas isoladas ou conectadas entre si? O que me importa se a humanidade é um todo ou não? O Rambam explica que por sermos parte de uma única entidade, temos a obrigação de cuidar e de se preocupar com cada um dos que também fazem parte dela. A Cabalá vai mais longe ainda e diz que o mundo inteiro não pode ser um local melhor enquanto todos os seres humanos não evoluírem. Não adianta nada que eu evolua sozinho, atinja a iluminação e vá para o Mundo Vindouro se deixei para trás irmãos num estado de escuridão, confusão e trevas.


Para um verdadeiro cabalista, ou para todo aquele que deseja evoluir, não existe o viver de maneira isolada e individual, pois somos todos parte de um grupo. Não existe o conceito de uma pessoa evoluir sozinha, sossegadamente e isolada do resto do mundo, despreocupada com as dificuldades e a realidade do que os outros estão passando.





Cabalah: A importância de participar da vida das pessoas que amamos e respeitamos



Cabala considera muito importante participar de momentos especiais na vida das pessoas que nos querem ali. Casamentos, festas de aniversário, comemorações, mas também momentos de tristeza, luto, dor. O que a pessoa está vivendo naquele momento, em última instância também afeta a mim, pois somos células de um mesmo organismo.

Para chegar a este ponto de visão unificada da humanidade, para aumentar a nossa sensibilidade com os outros, é necessário muito trabalho. O primeiro passo é querer e saber dos benefícios que esta visão pode nos dar. Feito isso, o segundo passo é tentar vencer o nosso egoísmo, a nossa natureza primeira, que nos faz ver como indivíduos separados e isolados. Precisamos entender que, pelo menos no que diz respeito ao espiritual, não estamos em uma corrida para chegar em primeiro lugar sozinhos. No mundo espiritual não há a competitividade que vemos no mundo físico. Enquanto tivermos pessoas que não passaram pela linha de chegada espiritual, também não somos considerados vencedores da corrida. A lição mais importante da energia desta semana é tentar começar a sentir que, na verdade, somos todos um só.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores