Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 25 de fevereiro de 2018

POMBAGIRA DE FRENTE o poder da mulher parte 2



O poder das guardiãs


Pombagira de frente, pode ajudar ou atrapalhar uma pessoa. Tudo dependerá do grau, do destino, das escolhas da pessoa e de que forma ela usa essa força. Em pessoas que conseguem dar luz a suas guardiãs, pode ser muita força de conquista. Mas pra quem permanece apenas na escuridão e luxuria, pode ser um caminho rumo a destruição. Veja o que a pombagira diz pra 2018: http://portalesdoceu.blogspot.com.br/... Veja também: O poder de Pombagira: https://www.youtube.com/watch?v=YrajN...

Clique no link abaixo, curta o vídeo deixe seu like, compartilhe, comente e se inscreva. Acesse:

Veja o vídeo no canal aqui...

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 5


Forças astrais e ancestrais, agindo sob os seres


Entre os umbandistas que dizem saber quais são seus orixás e os que buscam saber, tem aqueles que dizem que lhe disseram qual é sua hierarquia protetora de sua coroa! São aqueles tipos que vive sem mudar um milímetro de seu comportamento, desafia todo mundo e pensa em derrotar tudo que é desafio pagando pra fazer macumba e que sempre que pode tá na cartomante pra bisbilhotar a vida dos outros. Quem é umbandista de verdade não se preocupa muito com o poder que tem, quer ter harmonia, quer ter paz, busca ideais mais elevados... Ao pesquisar astrologia e Umbanda em mais de 20 anos, descobri dois tipos de umbandistas, os que dizem saber quais são os orixás que regem sua vida e os que até hoje buscam saber....

Quando a pessoa ultrapassa a fase da autodescoberta, ao menos quando ela sente que há algo de verdade no seu contato com o sobrenatural, passando a sentir que o místico lhe atrai e que astrologia, tarô ou outros oráculos lhe fascinam ai ela tenta entender o mundo oculto e as energias a sua volta. Então entra em contato com "entendidos", ai começa outro suplício, encontrar quem fale claramente e quem fale sinceramente. Ou se faz as duas coisas e é mesmo verdadeiramente que essas definições vem até ela!

Bem, ao menos as religiões, escrituras e até o Cristo tão nos revelando isso! Então, podemos mesmo colocar na categoria de Deus, como dizem que Deus é amor e eu acredito mesmo que seja! E assim como Deus, o amor muitas vezes é incompreensível, queima por dentro e nos desafia a aguentar todas as provações, como prova de obediência e aplicação de fé. E assim é o amor, temos que ser tolerantes, mas, jamais bobos, temos que ter paciência, mas, jamais fazer papel de louco e temos que nos doar, mas, apenas quando temos certeza que ele vale a pena! Assim como Deus, por saber que ele é nosso Criador e assim ao amor, por saber que ele rege a vida, a sobrevivência e a felicidade!
Namastê a todos!
Carlinhos Lima.

Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 4


Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 4

Foto reprodução da web

Forças astrais e ancestrais, agindo sob nós


Os orixás atuam em frequência, não posso abrir muito esses temas por aqui, na verdade já abri demais, mas, só pra completar, eles atuam em concordância com o projeto divino herdado por nós! Assim, nem sempre a menina filha de Oxum vai ser uma bela mulher ou o filho de Ogum vai ser um guerreiro destemido! Tudo tem que ser sincrônico com nosso meio, nossa ancestralidade e nossa força pessoal, também desenvolvida ao longo da vida! Por exemplo, já conheci filhas de Oxum que nasceram como na famosa piada "tem uma noticia boa e uma má..." ou seja, ela nasceu pra ser linda, esbalda bumbum arrebitado e estonteantemente sensual. Porém com um traço carmico, um distúrbio genético que diz no seu provérbio de Ifá: "a gula pode trazer deformação de teu corpo". Ou seja, ai entra a escolha nos fatos predeterminados, ela será linda, mas, se não enfiar a cara nos doces, se não se sentir depressiva toda vez que brigar com o namorado e se empaturra de brigadeiro, se souber cuidar do corpo, da mente e não ficar fazendo dietas ridículas, ou comendo o dia todo na frente da TV. Dependendo da vida sedentária que ela adote, a bela mulher da adolescência, pode ser apenas uma garota obesa alguns anos depois, ou se cuidou-se bem, ser uma mulher de parar quarteirão! Bem não quero dizer que obesas são feias, que gordinhas não são filhas da bela Oxum, quero dizer pros padrões de beleza absurdos impostos por nossa sociedade hoje!

A pessoa pode ter um orixá poderoso, benéfico, mas, este orixá pode está bloqueado, por isso, vemos que aquela menina linda, não consegue ser uma grande modelo, enquanto uma feinha, ganha as passarelas do mundo... Ou o musico talentoso que não consegue sequer gravar um cd, enquanto outro canta "créu" e fica rico! São coisas que as pessoas precisam entender!

Todos nós que não somos filhos de chocadeira, como muitas entidades trevosas! Temos nossos guardiões, mesmo quem não acredita em nada além do mundo material, tem seus ancestrais, tem sua proteção garantida. Mas, muito umbandista, condomblecista, mago, bruxo ou sei lá mais o que, confunde, proteção com poder! Ai fica sectariamente, fanaticamente e imbecilmente, desafiando tudo e todos, por se diz filho de um determinado orixá guerreiro, da riqueza ou um arcanjo poderoso! Temos que atentar pro seguinte - não é um exercito poderoso que faz um rei imbatível, mas, as estratégias e formas que esse rei governa seu exercito que o faz vencedor e vitorioso... Assim como um mapa astral tem pontos, graus, signos, casas e aspectos, nossa cabeça também tem suas divisões, nossa hierarquia atenta a nossa ancestralidade, as leis do carma são vigentes, nossos dons, nossos atos e nossa hereditariedade também conta muito!

Bem, como astrólogo de Umbanda uma das questões que mais encontrei foi a seguinte: pessoas que afirmam o seguinte: "sou filha de tal orixá, só que as características desse orixá é de tal forma, mas, não sinto isso em minha vida, o que que tá faltando pra eu usufruir dessas bênçãos". Pois bem, pela milésima vez vou repetir de novo! Não somos regidos por um único orixá! Claro que tem o nosso Orí Orum, temos o orixá de cabeça, aquele que é o responsável por nossa força vital. Mas, acima dele há uma coroa, uma hierarquia, temos pai e mãe de cabeça, temos um orixá protetor, temos guias, temos orixás menores cada um responsável por um setor de nossa vida e temos ainda, as hostes celestes (anjos da guarda) que nada tem haver com a nossa ancestralidade (orixás), mas, com a hierarquia cósmica que trabalha pela manutenção do Planeta e do universo. E nos ligamos a ela, pela vibração astrológica, pela Sephirot da Arvore da vida e pela posição na hierarquia sagrada dos mensageiros divinos, conforme nossa data de nascimento...

 Acesse as outras partes:

Umbanda Astrológica: A influência astrológica e dos orixás na vida das pessoas - parte 3

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores