Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

sábado, 6 de agosto de 2011

As divindades

Divindade é um ser sobrenatural, usualmente com poderes significantes, cultuado, tido como santo, divino ou sagrado, e/ou respeitado por seres humanos. Normalmente as divindades são superiores aos seres humanos e à natureza. Divindades assumem uma variedade de formas, mas são freqüentemente antropomorfas ou zoomorfas. Uma divindade pode ser masculina, feminina, hermafrodita ou neutra, sendo usualmente imortal. Muitas vezes, as divindades são identificadas com elementos ou fenômenos da natureza, virtudes ou vícios humanos ou ainda atividades inerentes aos seres humanos. Assume-se que uma divindade tenha personalidade e consciência, intelecto, desejos e emoções, num sentido bastante humano desses termos. Além disso, é usual que uma determinada divindade presida sobre aspectos do cotidiano do homem, como o nascimento, a morte, o tempo, o destino etc. A algumas divindades é atribuída a função de dar à humanidade leis civis e morais, assim como serem os juízes do valor e comportamento humano. É também comum atribuir às divindades, ou a interações entre elas, a criação do universo e sua futura destruição.

O Catimbó

[ Houaiss]: Culto de feitiçaria que combina elementos da magia branca européia com elementos negros, ameríndios e católicos; liderado por um "mestre" que defuma os assistentes com seu cachimbo e a quem se recorre para resolver problemas diversos, seja para o bem, seja para o mal.

Catimbó[ Olga ]:Culto originado da pajelança e rituais angola-conguenses, aliados a práticas de feitiçaria, de procedências variadas. Posteriormente sofreu influências do Catolicismo e do Espiritismo. Suas finalidades são a cura, os conselhos e os "trabalhos" de feitiçaria, para obem e para o mal. É praticado no nordeste e norte brasileiros. O chefe do Catimbó é o Mestre e as entidades invocadas são os Mestres de Linha. F.p. - tupi - "caá"- mato, folha; "timbó" - planta venenosa.

Exu Barabô


Barabô - Uma das denominações de Exu. O nome tem origem na seguinte frase inicial de um dos cânticos a ele dedicados, no Brasil e em Cuba: "Ibà r'abò mo júba Elegbara" (Eu reverencio, consigo a proteção e tomo a benção a Elegbara)

Bafomé - simbologias de magia


Bafomé - também conhecida como Baphomet, é um verdadeiro retrato de Satanás. O pentáculo é o símbolo geométrico de seus chifres [duas pontas], suas orelhas esquerda e direita [duas pontas] e sua boca [uma ponta]. O pentáculo da cabeça do bode de Mendes representa a cabeça e os chifres do Bafomé [o bode do sabá]. Assim, você pode ver que esse pentáculo no boletim da igreja tem bochechas cabeludas no fundo e em cada lado da área do queixo, exatamente onde elas deveriam estar em um pentáculo satânico da cabeça do bode! Observe também no retrato do Bafomé que ele tem uma estrela da Magia Branca no meio da testa, com uma ponta para cima e duas pontas para baixo. Agora, olhe outra vez para a cabeça do bode no boletim da igreja. No meio da "testa" do bode do sabá há um pentáculo estilizado com uma ponta para cima; essa é uma ótima representação do pentáculo da "Magia Branca" com sua ponta para cima e está localizado no meio da testa do Bafomé [o bode sabático]! Quando vi esse pentáculo de Magia Branca localizado no meio da testa, exatamente como um satanista o retrataria, todas as dúvidas pessoais desapareceram sobre se essa exibição foi feita de propósito. Certamente foi criado de propósito! Agora, observe cuidadosamente a seguinte figura da Estrela do Oriente maçônica do pentáculo da cabeça do bode. Observe como cada uma das cinco pontas aqui está desenhada na forma de triângulos. Ao redor do centro da "testa", as linhas de fundo estão cuidadosamente desenhadas e assim cada uma das cinco pontas torna-se um triângulo distintamente desenhado! Agora, volte a olhar o boletim da igreja; você pode ver que o artista fez a mesma divisão cuidadosa de cada um dos cinco chifres com uma linha reta em cada ponta de chifre em torno da testa. Talvez você precise salvar uma cópia desse boletim no seu programa de desenho e então usar a lente de aumento para alargar a gravura para poder ver claramente essas linhas retas ao fundo, que formam os triângulos. Assim, cada um dos cinco chifres é um triângulo exatamente formado. Qual é a importância do triângulo? Goodman afirma: "O triângulo é considerado pelos ocultistas como um símbolo especialmente mágico, porque se refere à noção de 'três' que se crê representar o mais alto nível do mundo espiritual... o triângulo, além de ser um símbolo religioso importante, está diretamente ligado com a idéia da Trindade ..." [Magic Symbols, pg 60]. Quando Goodman, um mago de Magia Branca declara que o triângulo é "um símbolo especialmente mágico", ele quer dizer que o triângulo contém grande poder ocultista supernatural, a espécie de poder sobre o mundo sobrenatural que os magos, como Eliphas Levi, podem manejar por meio de um ritual satânico. Além disso, os triângulos do pentáculo formam um portal a partir da dimensão sobrenatural dentro do qual um demônio conjurado pode aparecer. Veja a figura a seguir, do maçom do Grau 33 Levi conjurando um demônio, para ver como isso funciona na realidade. Lembre-se, a gravura que representa o mago Levi conjurando um demônio a esta dimensão ocorre regularmente nos rituais satânicos. Essa espécie de poder é o que os bruxos e magos desejam.

Simbologia: Alfange - foice (de cabo longo)


Alfange - foice (de cabo longo) A imagem simbólica do Ciclo da Vida sempre esteve relacionada com a dos Ciclos Agrícolas - razão pela qual a imagem da Morte é representada com a foice. Esse instrumento iguala, no momento do corte, a erva boa e a má, isto é, não discrimina na ceifa o bom e o mau, tal como a morte, que vem para todos. A foice de cabo longo, ou alfange, começou a surgir na iconografia da morte apenas no século XIII. Antes a foice de cabo curto predominava, fazendo referência ao Antigo e ao Novo Testamento. No século XVI, Cesare Ripa recapitulou indicações iconográficas de séculos anteriores e encontrou no Antigo Testamento, no texto do Profeta Amós, a imagem da morte segurando em uma mão o alfange e na outra um recolhedor de frutas na forma de um pau com um gancho na ponta, evidenciando que a morte ceifava tanto os que estavam na baixa quanto os da privilegiada escala da sociedade, tanto as ervas como os frutos mais altos, protegidos do alfange na copa das árvores.

No Tarô esse elemento está ligado a simbologia do Arcano XIII, na astrologia a Saturno, na Umbanda Astrológica a Omulú, Nanã e aos exus Caveira!

Você sabe o que é Agnosticismo?

[do grego: ágnostos= ignorado + -ismo] - 1. Designa toda a doutrina que rejeita a metafísica, quando ligada ao estudo de objetos radicalmente incognoscíveis. O positivismo e certas formas de evolucionismo são consideradas doutrinas agnósticas. 2. Teoria que ensina a impossibilidade radical de os nossos conceitos poderem exprimir positivamente algo sobre Deus.

Adonai significa

Adonai(significado hebraico para Senhor, Ou melhor Soberano Senhor já que Adonai é um termo mais forte que Adon, que é a palavra simples para "senhor") é um título utilizado para Deus no Velho Testamento. É visto no Vulgate e em suas versões dependentes, Êxodo, vi, 3; Judith, xvi, 16. Nenhum outro título aplicado ao Deus é mais definitivo e compreendido mais facilmente do que este. Etimologicamente é o plural de Adon, com o sufixo do pronome possessivo, primeira pessoa, número singular. Este plural foi sujeitado às várias explanações. Pode ser olhado como um abstractum do plural, e porque ele indicaria a grandeza e o ponto divino de Deus, como o Senhor dos Senhores. Esta explanação tem o endosso dos gramáticos hebreus, que distinguem um virium do plural, ou do virtutum. Outros preferem designar este termo como o excellentiæ do plural, os magnitudinis, ou os majestatis do plural. Olhar para ele como um termo de polidez tal como o Sie alemão para o du. O pronome possessivo não tem não mais significado nesta palavra do que tem em Rabbi (meu mestre), em Monsieur, ou em Madonna. Adonai é também o substituto perpétuo para o Yahweh conhecido inefável, a que empresta suas vogais. Sempre que a palavra Yahweh ocorre no texto, o judeu lerá Adonai.

A Religião abraâmica

É também referido como monoteísmo do deserto, é uma designação genérica para as religiões que derivam da tradição semítica que têm na figura do patriarca Abraão o seu marco referencial inicial. Stricto sensu as religiões consideradas abraâmicas são: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo. Lato sensu, mas não universalmente aceito como tal, são consideradas abrâamicas: Mandeísmo, Fé Bahá'í, Rastafarianismo e Druzos.

O que significa Avatar

(sânscrito Avatāra, significa Aquele que descende de Deus, ou simplesmente Encarnação. Qualquer espírito que ocupe um corpo de carne, representando assim uma manifestação divina na Terra. A melhor definição vem de um antigo escrito indiano, Vedas:Avatara, ou a encarnação da Divindade, descende do reinado de Deus pela criação e manutenção da manifestação em um corpo material. E essa forma singular da Personalidade da Divindade que então se apresenta é chamada de encarnação ou Avatara. Tais Personalidades estão situadas no mundo espiritual, o reinado de Deus. Quando Eles transcendem para a criação material, Eles assumem então o nome Avatara. - Chaitanya-caritamrita 2.20.263 - 264. Um avatar é uma forma encarnada de um Ser Supremo, e tais incontáveis formas divinas residem em um plano espiritual. Quando essa forma impersonalizada de Deus transcende daquela dimensão elevada para o plano material do mundo, Ele - ou Ela - é conhecido então como a encarnação ou Avatara. Em uma concepção mais abrangente, a encarnação poderia ser descrita como o corpo de carne. Mas essa concepção seria talvez errada, conquanto tais formas divinas não se tornam reais seres de carne e osso, ou assumem corpos materiais. Uma alma comum assume corpos materias de carne e osso, mas no caso dessa manifestação divina, Seu corpo e Sua alma transcendem a matéria e embora apareçam como impersonalizações, aquele corpo também pertence a Sua essência espiritual.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores