Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 13 de abril de 2014

Oxalá e a busca da paz no domingo da luz

O domingo é um bom dia pra meditar, colocar a mente em ordem e buscar se conectar a Deus. Não só porque é um dia de descanso, já que durante a semana estamos na luta diária, mas, porque este é astrológicamente o Dia de Oxalá, dia da luz, dia da ressurreição do Messias e dia da paz. Os judeus e protestantes batem o pé quanto a ser o sábado o dia do Senhor. Mas, sabemos que isso vem de herança de outras culturas que os autores bíblicos inseriram no contexto. Na verdade, guardando o sétimo dia é já a reverência e respeito ao Senhor. Então contando o domingo como o primeiro o sábado seria sim este sétimo dia. Porém como nossa sociedade moderna conta a segunda-feira como o primeiro dia da semana o domingo tá valendo, além de ser o dia da luz e do branco. 

Mas, não seria a sexta-feira como querem os adeptos do Candomblé e parte dos umbandistas ou a maioria deles? Não! Essa história de Oxalá ser cultuado na sexta-feira nada mais é que herança muçulmanos, que sabemos bem que o Candomblé e até os iorubas tem. Ao contrário do que quase todos pensam que a Umbanda é brasileira, na verdade suas origens estão enfiadas no solo do Oriente e Oriente Médio, apenas despertou, se formulou e se adaptou em solo brasileiro com novas adaptações. E ao contrário do que pensam aqueles que o kardecismo seu livro dos espíritos é a "Bíblia" do espiritualismo, estão enganados. A "Bíblia" do espiritualismo afro-brasileiro é o Sistema Orumilá-ifá. Não se engane com merchan que alega ser os ensinamentos europeus mais evoluídos, pois a espiritualidade afrobrasileira tem cultura, tem adaptação a nossa ancestralidade e a ancestralidade africana e até oriental. Não se paltem por comentários idiotas de alguns líderes kardecistas que chamam pretos-velhos de atrasados e analfabetos, só por que trabalham com supostos "guias de médicos alemães" a espiritualidade é pura e ancestral. A roupagem que as entidades se mostram tem um porque uma simbologia sagrada e uma função.

Nos princípios de Umbanda Astrológica, olhamos as Leis de Pemba e do Zodíaco. Assim, o calendário é astrológico, e não apenas civil ou cultural. Assim o dia do Sol é o domingo e não a sexta-feira. Oxalá reina no domingo o Senhor da Luz! E na sexta Oxóssi rege e não na quinta-feira como quer o Candomblé. E junto com Oxóssi, temos Oxum também pelo raio luminoso e numa oitava elevada e superior de Vênus. E não no sábado como divulga-se. O céu é o livro mais sagrado do universo. É uma escrita feita pelas mãos do próprio Criador e não pelas mãos de homens mortais ou revelado por entidades nas quais não podemos dar 100% de crédito pois não são tão palpáveis.

Então recebamos Oxalá, o grande senhor da paz, orixá do Pano Branco e Orixá da Luz! Que a pureza, a castidade, a verdade, a honestidade e a lealdade esteja no coração das pessoas...

Carlinhos Lima.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores