Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Buscando a benção de Iemanjá pra ter sorte, amor e sucesso em 2017

Salve Iemanjá, regente de 2012

Iemanjá atuando junto com Iansã, como ministra conselheira de Obaluaê - o regente do ano


Nanã e Obaluaê regendo o ano 2017, com Ogum e Iansã, responsáveis pelo plano fisico e vida material no ano. Os filhos de Iemanjá terão como missão ajudar mais as pessoas, investir mais na espiritualidade e cuidar mais de sua mente. Os mediuns de Iemanjá, Oxum, Oxumaré e Nanã, terão uma missão especial de lutarem mais pela manutenção da paz. Iemanjá não é a regente do ano, mas, é uma das principais ministras que auxiliará Obaluaê. Recorramos agora ao mito, onde Omulú e Obaluaê, foram abandonados por Nanã por ela ter achado os dois feios, além de serem portadores da peste e foi Iemanjá que cuidou deles e os criou como mãe. Portanto, Obaluaê, ouve mais Iemanjá que a Nanã. E Iemanjá, neste ano rege a casa 4, as terras, o meio ambiente e as famílias. O homem do campo, terão atenção mais de perto de Iemanjá. Afinal de contas não será um ano fácil. Teremos problemas na terra, no meio ambiente e seca muito forte. Saturno é por si um astro mais frio, prenunciando que possa ser um ano mais frio que 2016, mas, é um ano de muito fogo, misturado a terra e de pouca água. Isso prenuncia um agravamento da crise hídrica, especialmente no Nordeste, mas, também no Sudeste. Assim, já que o governador Alckmin quer doar as bombas que usou no racionamento pro Nordeste, será uma boa ação, mas, deverá ter cuidado pra não precisar dela em breve.

Tende a ser um ano de mais revoltas na natureza, com mais tufões e tempestades. O foco na casa 9, nos deixa a alerta sobre isso. Mais raios, já que Ianã é a segunda ministra a auxiliar Obaluaê. Lembremos aqui de uma outra lenda, que diz que Iansã ao brincar com Omulú, sacudiu sua máscara de palha e descobriu seu rosto. Mas, sua brincadeira, a pegou, pois ela se apaixonou por Omulú. E Omulú, passou a devorá-la de paixão. Enfim, nesse ano, de tanto fogo, podemos ter um grave problema ainda maior com a seca, em diversos locais do país.

Foto reprodução - Angelo Jr. Fotografia


Um outro aspecto preocupante é que todos os governos, das 3 esferas estão falando só em cortar, cortar e demitir, mas, o que a cara desse ano nos mostra é uma tremenda necessidade de paternalismo. Ou seja, os governos terão que gastar muito, especialmente no social. Assim, se o governo só quiser continuar ferrando o trabalhador e cortando, o país terá um ano ainda pior. Não deveriam preocupar-se apenas com a contabilidade, mas, com as necessidades do povo.

Iemanjá será responsável pela família durante todo o ano. Esse já é seu papel na verdade, mas, como vai governar a casa 4 terá um foco ainda maior, pois este tende a ser um ano difícil, com mortes no seio da família, chacinas, feminicidios e muitas separações de casais, por isso, Iemanjá será a encarregada de diminuir isso!

Iwori'Ogbe, terá uma papel importante, pois junto com Xangô e com filtros de Iemanjá, também atuarão com senhores e conselheiros do carma nesse ano 2017. Agirão nas relações, filtrando o amor entre os casais, as uniões políticas e os laços sociais. Não será um bom ano pra adultério e falsidade, poderá ter um alto preço. Será um ano ruim para o mercado do sexo, garotas de programas e acompanhantes de luxo. Se não cuidarem melhor de sua pombagira, terão um ano difícil e perigoso. Muitos poderão contrair doenças psiquicas, espirituais e também físicas, além de alto risco de prisão. As pessoas também que trabalham com sexo de corpo aberto, sem nehuma proteção, estarão mais sujeitas a econstos, feitiços e obsessões. Saturno, tem uma certa alusão a Satã, que de certa forma, nas dimensões gnósticas e mística ocultas, se conectam por diversos tentáculos e simbologias. É a provação, a dor em muitos momentos e a perda de muitos sentidos, pra que possamos cair em si, mas, depois da dor.

Satanás vai entrar no corpo de muitas pessoas que vivem chamando por ele, que vivem ingerindo sua essência (as drogas) e que perdeu o elo com Deus ou com a fé. Muitos vão deixar o demônio entrar, assim como aquele cara em Campinas que matou toda família na noite da virada do ano. As pessoas fazem piadinhas sobre o mal, sobre Satanás, sobre demônios, mas, muitos terão encontros furtivos com ele. Muitos magos negros dançarão em volta da fogueira, pra evocá-lo e muitas pessoas despreparadas, terão ruínas, a ter seu caminho cruzado por Satã neste ano. Não pense que apenas comprando uma Bíblia e pagando dízimos está livre. A fé sem obras é morta, já dizem as escrituras. Tem muita gente que tem dons e fazem piadinhas, preferem gastar com luxo e luxuria e tem pena de comprar uma vela.

Muita gente passa o dia detonando o cartão de crédito, gastando com coisas supérfluas, ai quando acha que precisa de uma consulta, procura ajuda de graça, acha que não tem que pagar por uma consulta e que astrólogo e tarólogo tem que trabalhar de graça, por que Jesus curou de graça. Uma coisa não tem nada haver com a outra. As pessoas as vezes prefere gastar metade do salário em comemorações banais com cerveja e whiskies, mas, na hora de cuidar da espiritualidade, tem pena de comprar uma vela. E é por isso, que elas procuram ajuda, com cara de nojo e crítica e jamais são atendidas. Os orixás tem é pena delas, mas, não tem clemência. Nem Deus teve pena do ganancioso Acã que roubou tesouros de Jericó. Deus não gosta de avarentos, que acha que o celular da moda e o cartão de crédito resolve tudo, mas, na hora de estudar sobre sua espiritualidade, quer xepa, que abusar da boa vontade de quem passa horas estudando, enquanto elas estão na balada, trepando e curtindo a vida. Mas, só procuram ajuda, quando estão ferradas.. Enfim, este ano de Saturno vai ensinar muita coisa pra muita gente despercebida!


Ogbé'Yeku, um outro odú, que estará conectando a energia do ano a força dos ancestrais. Este odú aconselha-nos a usar a inteligência, ao invés de força. Por isso, meditar, orar e preparar o espírito é mais proveitoso. E usar drogas, armas e confiar no dinheiro, só trará ilusão quedas no final. Odu ogbè Yeku é a primeira das combinações de Odu e este é o décimo sétimo na Odu Orunmila ajustado). Portanto o odú ancestral do ano, ou seja o 17° odú. E este odú fala em eliminar o mal que nos rodeia, assim como nosso corpo elimina a urina. Então nada de ingerir drogas pra sujar nosso corpo e alma. Este odú, também é um prenuncio ruim pra governantes que estão sem muito apoio, pois ele fala em remoções do cargo. Anuncia muitos problemas estomacais por causa de nervoso, decepções amorosas e rusgas no casamento. Por isso, é bom tentarmos manter a família pelos pilares da boa espiritualidade.


O Oração de Iemanjá para que seus filhos tenham sorte no ano, que serve também para todos que buscarem sua proteção maternal é:

Odoiá, Odoiá, Iemanjá. Rainha das ondas, Sereia do mar. Como é belo o seu canto, senhora. Quem escuta chora, mãe das águas do oceano, soberana das águas, dê-me sucesso, progresso e vitória em meus caminhos. Abre meus caminhos no amor, cuida de mim, Odoiá, Divina Rainha!a Que a tristeza se afaste de mim e que as águas sagradas do Oceano lavem minha alma e meu ser. Abençõe, mãe, minha família e meus amigos e permita   que o amor seja nossa maior fonte de energia. Sou suas águas, suas ondas e tu cuidas de meus caminhos. Iemanjá, em ti confio. Axé.

No dia de Iemanjá, 2 de fevereiro se morar perto da praia ou rio, leve flores brancas pra ela, pingue continhas de alfazena nas flores e peça a ela proteção, saúde e força espiritual. Pois caso ela veja que você merece suas bençãos, ela trará dadivas completas, como amor, riqueza e sorte. Se não mora perto de rio, ascenda uma vela de 7 dias rosa pra Iemanjá e uma amarela pra Oxum, fazendo o mesmo pedido. Mas, mesmo que tenha levado as rosas pode também ascender as velas. Aliás, se quizer ter mais força espiritual, poderá ascender uma vela rosa toda primeira segunda-feira de cada mes e terá um ano prospero e cheio de amor durante o ano todo. Se por acaso fizer isso ou os rituais e não sentir melhora, algo errado existe em seu carma, assim não estará sendo merecedor, então deve procurar auxilio espiritual de um sacerdote que saiba o que Iemanjá quer de você para abrir seus caminhos.

“Dia 2 de fevereiro - dia de festa no mar”, segundo a música do compositor baiano Dorival Caymi. É o dia em que todos vão deixar os seus presentes nos balaios organizados pelos pescadores do bairro do Rio Vermelho junto com muitas mães de santo de terreiros de Salvador, ao lado da Casa do Peso, dentro da qual há um peji de Yemanjá e uma pequena fonte. Na frente da casa, uma escultura de sereia representando a Mãe d´Água baiana, Yemanjá. Desde cedo formam-se filas para entregar presentes, flores, dinheiro e cartinhas com pedidos, para serem levados à tarde nos balaios que serão jogados em alto mar. É única grande festa religiosa baiana que não tem origem no catolicismo e sim no candomblé. (Dia 2 de fevereiro é dia de N.Sra. das Candeias, na liturgia católica, e esta Nossa Senhora é mais freqüentemente paralelizada com Oxum, a vaidosa deusa das águas doces). Iemanjá, rainha do mar, é também conhecida por dona Janaína, Inaê, Princesa de Aiocá e Maria, no paralelismo com a religião católica. Aiocá é o reino das terras misteriosas da felicidade e da liberdade, imagem das terras natais da África, saudades dos dias livres na floresta (AMADO,1956;137)

Carlinhos Lima - Astrologo, Tarologo, Pesquisador e Mago de Umbanda Astrológica.
Axé a todos - Aranauam, Motumbá, Mucuiú, Kolofé, Axé, Salve, Saravá

Veja mais previsões:

Estudar búzios, magia, astrologia, tarô e orixás, é perigoso?

Pra vencer em 2017, temos que nos libertar e mudar

2017: A Pombagira em trono - Ela comandará a sexualidade e carma sentimental das pessoas

Estudar búzios, magia, astrologia, tarô e orixás, é perigoso?

  é perigoso?
Estudar búzios, magia, astrologia, tarô e orixás, é perigoso?

Pra tudo o homem precisa de outorga e proteção


Todo mundo que entra em contato com os estudos do misticismo, esoterismo, magia e espiritualismo, sentirá muitas coisas, desde uma mistura de medo, fascínio e vontade de aprender sempre mais, a muita confusão. Isso acontece porque estes seguimentos sempre foram muito perseguidos. Instituições que sempre tiveram muito poder, trabalharam ao longo dos tempos pra destruir todos esses conhecimentos, criar estigmas e muito medo. É evidente que a intenção deles nunca foi a verdade ou preocupação com as pessoas de fato, mas, manter poder, a hegemonia filosófica e poder político. Mas, também sabemos que muitas pessoas de boa índole também serviram as religiões e falaram a verdade sobre muitas coisas. A questão é que a humanidade aprender a ser extremista, como vemos hoje em dia na política, e na religião é ainda pior. Assim, por causa do erro de pessoas nefastas, aprendemos a ignorar tudo que vem de um determinado setor. Dessa forma, quem sofreu com os abusos e mentiras das igrejas, hoje em tenta ignorar tudo que vem delas, o que é um erro. Da mesma forma que fanáticos que aprenderam a ser cegos seguidores a qualquer custo, ignora tudo que for contra as suas filosofias religiosas. Eu conheço por exemplo, muitas pessoas que leva a Bíblia tão ao pé da letra que não fazem nada sem consultar uma leitura dos livros antes. Tem pessoas que só tem como verdade o que o padre ou o pastor diz, assim repetem pra si mesmo o dia inteiro "a Bíblia diz...". Ou seja, temos os que não acreditam em nada fora do que lhe ensinaram a acreditar. Pessoas que nasceram sendo forçados a ir a missas, novenas e obedecer a fé cega dos pais. E da mesma forma, tem os que lutam pra não acreditar em nada. É um enorme extremismo, as pessoas aprenderam (e não é de hoje) a ter apenas duas opções: "concordar ou discordar". Tudo isso é muito limitante e só leva o ser humano ao conflito. Ninguém está aberto ao diálogo, a ouvir o outro lado. Não se dão conta que nem tudo que vem do outro lado é mentira e que nem tudo que ela própria defenda, é verdade absoluta.

Nesse momento por exemplo, tem gente se matando no Oriente Médio, sem sequer saber porque de fato estão tirando a vida de seus semelhantes. Apenas seguem ordens insanas de idiotas, que tem o Diabo no coração e querem derramar sangue. As pessoas, só vão evitar essa ação do mal, no dia que pararem pra pensar por conta própria e começar a enxergar que nem tudo que o pastor, o padre, o pai de santo ou o monge é verdade absoluta. Que nem tudo que eles falam é sincero. Eles apenas defendem a verdade deles mas, nem sempre a verdade dos outros servem pra nós também. O padre ou o pastor, pode até achar que a filosofia da Bíblia serve pra ela, mas, jamais poderá garantir que essas filosofias tem a mesma serventia pros outros.

Vimos casos como dos hebreus por exemplo, onde leis, normas e regras eram impostas no deserto, onde as pessoas saíram de uma escravidão física, pra uma ditadura religiosa, só se fazia o que Moisés queria. Até criou-se a expressão "Lei Mosáica", nem lei de Deus era mais o termo e sim o que Moisés deixou. Claro que alegando ser tudo inspirado por Deus, lógico! Porém claramente, muito de todas as leis, claramente uma opinião dos autores, Moisés ou rabinos. Até ai compreensível, pois era um povo indócil, ele estava fazendo tudo com boa fé, certamente até visto com bons olhos por Deus. Ele só queria domar, fazer o bem, organizar a fé do povo. Mas, o que as pessoas tem que entender que os tempos mudam, as culturas mudam, as situações mudam. Aquele povo, naquele lugar árido, em constante conflito e luta pela sobrevivência, tem uma filosofia própria. Não podemos aplicar mandamentos daquele povo, daquele lugar e daquela situação, indefinidamente pelos tempos, como se todos nós tivesses que nos tornar hebreus e seguidores de Moisés. Salvo tudo que diz respeito a moral, a ética e ao amor universal, demais regras e rituais, dizem respeito a as crenças daquele povo! Essa forma de querer ser hegemonia sobre os outros povos, já vimos ao longo dos tempos que nunca deu certo. A mania de querer dizer que "Deus é nosso", que "nosso Deus é o verdadeiro" ou "nosso Deus nos protege e os outros são excluídos", já vimos bem ao longo da história que o papo é mais embaixo e que Deus não compactua com isso. O próprio Cristo agiu diferente e chegou a questionar normas das Leis de Moisés! Portanto, não fique ai pensando que só porque comprou uma Bíblia, virou hebreu, o cristão número 1 e o predileto de Deus! Deus nos julga não por ler ou não a Bíblia, por ser fanático religioso ou por estar todo dia na igreja. Ele julga pelo coração. Então não pense que só porque você se diz cristão, poderá sair apontando o dedo pros outros e julgando. Da mesma forma, não temos o direito de dizer que tudo que vem de outras crenças é tudo mentira. Há mentira em todas as vertentes, assim como também há verdades.

Mas, o que eu quero chamar atenção aqui é também sobre certos comportamentos que temos hoje no meio do espiritualismo. Claro que isso não é de hoje e não acontece só no Brasil, mas, nessa era de internet, tornou-se ainda mais gritante. As pessoas quase destruíram a astrologia, o tarô e conhecimentos sagrados no passado, por banalizar esses conhecimentos secretos, agora está ocorrendo de novo. Sim, banalizar, essa é a principal tática das forças diabólicas, tentam torná-las inócuas. Por isso, sempre surgem os charlatões e demagogos, pra espalhar falsas teorias, praticas vãs e mentiras sobre os conhecimentos sagrados, pra desacreditar. Da mesma forma, só que ao contrário, líderes religiosos, gastam milhões por mês, pra fazer programas, de reafirmação da Bíblia e das novas religiões da moda, pra ganhar mais e mais adeptos. Chegaram a um tal ponto que agora, os cenários só mostram luxo. Atrás dos oradores na TV ficam rodando imagens de carrões importados, iates e dinheiro. E ai temos que lembrar que isso não tem nada de bíblico, pois os Evangelhos dizem "meu Reino não é deste mundo", sem falar nos trechos onde ele nos alerta "virão falsos profetas". E assim, temos que relembrar "quem tem ouvidos ouçam", pois o mestre disse "é melhor perder o mundo do que a alma".

No entanto, é evidente, que não vamos recair nos conceitos cristãos antigos que demonizavam do dinheiro, pois sabemos riqueza também é um dom de Deus. Mas, riquezas ganhas com justiça, verdade e sabedoria e não com manipulação. Os patriarcas bíblicos, assim como orixás que encarnaram, tiveram muitas riquezas, mas, não tomando o suor do rosto dos irmãos. Jacó trabalhou muito, por 14 anos pra ganhar duas esposas e muitos rebanhos Ele não ficou pedindo 10% do que seus vizinhos tinham! Se você quer ser um líder religioso, vá dar aulas, vá trabalhar e criar atividades que possam trazer renda, não cobrar a peso de ouro por pregações inúteis que nem você mesmo acredita nelas.

Na Umbanda, acontece o mesmo. Pessoas que abrem uma casinha, logo amplia e faz um lugar enorme. De repente, já tem diversas unidades de templos. Qual o problema disso? O problema é quando é feito com extorsão! E o que seria extorsão? Mentir, prometer o que não pode cumprir e dizer o que não sabe. Tem pessoas que se dizem de um grau de sacerdócio e passa a se achar dono dos orixás. Começa a cobrar consultas exorbitantes, dizendo receber guias e entidades que sequer ele conhece, além disso, monta incontáveis cursos e começa a enriquecer, além de falar barbaridades em consultas, dizendo-se incorporados em espíritos.

Eu não sou contra cursos, acho na verdade, muito proveitoso pra esclarecimento e divulgar a tradição. Também não sou contra consultoria, mas, não se esqueçam que na magia ou no esoterismo há regras e limites. A pessoas tem que ter em mente que nem todo mundo pode se tornar um babalaô, por isso não deve ser ludibriada. Tem pessoas que passa anos e anos gastando com falsos líderes religiosos mentido e sugando seu dinheiro. Não é todo mundo que pode estudar búzios, não é todo mundo que pode estudar astrologia e não é todo mundo que pode estudar tarô. E muito menos se tornar pai de santo ou sacerdote em qualquer grau iniciático. Se você observar bem, verá que um terreiro se divide em funções. Isso acontece, simbolizando a vida. Ou seja, não é todo mundo que nasceu pra ser chefe de um terreiro, assim como não é todo mundo que veio com outorga pra ser um ogã ou pra jogar búzio. Cada um tem um destino.

O problema é que grandes centros como as grandes capitais, muitas pessoas querem viver de usar as pessoas. Tem gente que quer sustentar-se e manter toda família, e com luxo, as custas das outras pessoas. Dessa forma, quando ele coloca um curso ele não vai nunca dizer a uma pessoa que ela não pode mexer com determinadas coisas, quanto mais inscritos melhor. Que mal há?  Males psicológicos, espirituais e cármicos. Muitas pessoas a estudarem o que seus odus e signos não aprovam, trarão punições pro resto da vida. Já vi pessoas que perderam a mente, ao estudar búzios e astrologia sem ter preparo. É por isso, que pra adentrar qualquer grau num terreiro é preciso de iniciação mesmo sendo filho de pai de santo. Mas, o egocentrismo e excentrismo de certas figuras que vivem de extorquir as pessoas é tão grande, que eles só enxergam sua visão gananciosa.

Se a pessoa é apaixonada por astrologia ou qualquer ciência esotérica, ela pode ler, até pra entender o que é. Tá cheio de livros sobre o tema e é recomendável que leia, mas, a pessoa receberá um chamado e quando adentrar este mundo apaixonante, terá que buscar se preparar. Não estamos falando de um jogo de crianças, estamos falando de oráculos sérios! Não é um joguinho de quebra- cabeças! Dia desses assisti num canal do youtube, um cara dizer que pra ler os búzios ou um mapa astral, "não precisa de intuição pra nada"! A é mesmo? Pois decora os milhares de códigos que um Ifá tem e milhões de combinações que um mapa astrológico tem e tenta filtrar apenas de forma consciente, usando o milésimo de conhecimento adquirido em cursinhos rápidos! A intuição não funciona sozinha, precisa sim do conhecimento, das leituras, do norte dado pelos estudos, mas, não pense que só conhecimento funcionará. A intuição é que faz nosso cérebro filtrar o que focar. Da mesma forma, não pense que consultas de entidades respondem tudo. Entidades não sabem muito lá essas coisas além de nós não. Elas podem até ver o que não conseguimos ver como encarnados, pois estamos limitados, mas, o que elas vai saber não é tão profundo ou de futuro a mais do que nós. Muitas estão em planos intermediários e apenas carregam conceitos delas próprias. Por isso, muitos guias produzem livros psicografados preconceituosos e voltados a um determinado seguimento. É por isso que muitos reformulados da Umbanda, declinaram pra o kardecismo e cristianismo, pois seus guias eram cristãos quando estavam encarnados e não porque eles viram a verdade absoluta do outro lado. Se você consultar um guia na África, mais inclinado ao Islã ou a crenças tribais ele dirá outra coisa! 

É por isso que os grandes babalaôs da África, não confiam exclusivamente em entidades, a incorporação tem outras funções, aliás, orixá não fica na terra por muito tempo, pois seus cavalos não aguentariam! Esse papo de entidade ficar horas e horas dando consultas, quase sempre é balela! Em casos muito raros ele conversas por minutos e vai embora. E outras entidades sequer conversam o revelam  nada! Entidades evoluídas sabem das regras, não ficam fazendo revelações. Esse papo de ficar prevendo queda de aviões ou dizendo que famoso a ou b vai morrer, não passa de pirotecnia. Ninguém pode dizer o dia da morte de outra pessoa, nem prever tragédias. O que se faz em astrologia ou mesmo no Ifá, é mostrar tendências, apontar riscos, analisar uma bifurcação energética que poderá resultar numa catástrofe. Mas então porque algumas previsões se confirmam? Porque alguém chuta um monte de coisa, fala de tudo, de política, de famosos e de dá diversas entrevistas, por ter média nos veículos de comunicação, ai algo sempre acaba combinando. Então volta depois, com ajuda desses apresentadores que também querem audiência, pra dizer que previram, e acabam pegando fama! Mas, o destino existe? Sim, mas, pode ser mudado. Ele é escrito com algumas opções, ai vai ser somado a isso, o livre-arbítrio e o acaso, pra ver o que vamos ter no final.

Mas, não pense que entidade tem o poder de ficar falando da vida dos outros ou prevendo o futuro! Tudo é balela. As entidades evoluídas jamais farão isso. Só espíritos enganadores vão ficar fazendo esse tipo de espetáculo. Tá cheio de vídeo por exemplo, de homens vestido de pombagira, dando consultas horas e horas. Em primeiro lugar, o homem tem que ter como seus guias de serviço, entidades do masculinas e segundo lugar, não ficaria mais que alguns minutos incorporados. E homem pode receber pombagira? Sim pode. Mas, a função é outra, sendo apenas de descarga e muito rápido. É por abusar e distorcer a liturgia e ritualística, que tá cheio de pai de santo e mãe de santo, se revelando homossexuais. Ôpa! Tá descambando pro lado do preconceito? Não meu caro leitor. Nesses dias de hoje, onde o politicamente correto não deixa debater nada, somos sempre forçados e falar a verdade, mesmo que as pessoas não queiram entender. Eu explico!

Quando o médium já é homossexual, se fez no santo sabendo ser homossexual ele já tem sua coroa adaptada a sua ancestralidade, signos e carmas. Mas, quando ele é feito de uma forma, iniciado de uma forma e depois começa a enveredar por outro caminho, é óbvio que tem algo muito errado em sua coroa. Não estou dizendo que ser homossexual é castigo ou não, que é bom ou não. Mas, não é bom pra muitos médiuns em diversas circunstâncias. E não venham com esse papo de preconceito não.  Estou analisando do ponto de vista teológico, filosófico, magistrático e sagrado. Tem muitas mulheres aderindo ao movimento lésbico ou homens se revelando homossexuais, por causa de erros em suas militâncias ritualísticas. E não percebem isso. Especialmente quando muitos abusam da esquerda por causa da ganância! E não tem esse papo de "saiu do armário". Os movimentos gays, defendem logo que "não há ex-gay", o que eu discordo! Mas, é discussão pra outra hora. Mas, quando fala-se em "ex-hétero", ai vem com esse papo de "saiu do armário". Porque só tem que inclinar pra um lado? Se não há ex-gay, também não há ex-hetero. O que pode haver é simpatizantes, pessoas que aderem de forma consciente, mas, se deixar sua essência. Em meu conceito, ninguém nasce gay ou hétero, todos nascemos com uma forma física, mas ,as opções sexuais e comportamentos, vão sendo moldados, a partir do momento que vamos tomando consciência do ambiente ao nosso redor. E é por isso que tem mais hétero do que gays no mundo, porque há uma forte predominância por imposição, de diversos fatores, entre eles fatores religiosos, culturais e sociais.

Uma outra coisa que quero falar aqui pra finalizar é sobre a forma que as pessoas pagam pau, como se diz na gíria das ruas, a gringos. Se o cara chegar da Nigéria, pode não saber fazer um chá, lá onde ele vivia, abre um terreiro no Brasil, fala com sotaque e faz toda ornamentação, ai todo mundo paga o que ele quer, logo ele tá podre de rico. As pessoas tem que entender, que nem todo africano tem mediunidade ou contato com os orixás. Da mesma forma que nem todo japonês luta caratê ou é ninja. Nem todo baiano joga capoeira e nem todo americano conhece a Disney! Não é porque o cara veio da África que ele é um babalaô enviado por Orumilá! Não é porque o cara foi a Àfrica que ele se tornou o senhor dos segredos! Tem gente que tem canais na internet e programas na rádio, onde repete o tempo todo "lá na Àfrica quando eu fui lá ver meu mestre..." ou seja força a barra o tempo todo, como se por ele ir ao continente dos orixás, lhe desse a outorga máxima sobre todos os segredos! Não é por ter amizade com algum babalaô que alguém se torna o deus do saber! Não é também todo babalaô africano que sabe tudo. Muitos nem sabe nada relevante. Vemos discordâncias em todas as religiões. Aliás, pesquisas antroplógicas, deixam claro que a crença aos orixás, ao ifá e a magia africana, veio de outros locais, como por exemplo o Egito, o Oriente Médio e até a Índia. E tudo foi adaptado a cultura africana, assim como a cultura africana, agora se adapta a nossa também! Ninguém é dono da verdade. 

Tem muita gente vendendo curso, querendo ditar regras de Itans africanos. Saibam que  os itans africanos dizem respeito a medicina africana, aos orixás africanos, que levaram em consideração aquela realidade, aquela era, aquelas tribos... Tudo é adaptável ao ambiente, a ancestralidade. Não temos que seguir itans, à risca de forma irrevogável não! Apenas temos o original, que aliás, ninguém mais sabe qual é, apenas pra ter um norte, uma saída e não ficarmos presos a regras antigas. Na verdade, temos que decodificar a astrologia e a Umbanda, não ficar fazendo faculdades de Umbanda, apenas pra repetir coisas difusas, desconexas e que abracem todo mundo pra ter mais lucros!

Axé a todos e muita paz!

Carlinhos Lima
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores