Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A Pomabgira na Suméria



Inanna era a deusa (dingir) do amor, do erotismo, da fecundidade e da fertilidade, entre os antigos sumérios, sendo associada ao planeta Vênus. Era especialmente cultuada em Ur, mas era alvo de culto em todas as cidades sumerianas.

Assim como Lilith que é vulgarmente tratada como um demônio da noite, a Pombagria tambem é descrita dessa forma, aliás, muito assemelhada ou identificada tambem com Lilith. A Lilith é também referida na Cabala como a primeira mulher do bíblico Adão. E a Pombagira a maulher de Exu, um dos primeiros orixás, senhor dos caminhos e mensageiro dos Senhores do Astral Superior. Sendo tambem senhores do portal entre consciencia e subconsciencia. De Lilith pensa-se que o Relevo Burney, um relevo sumeriano, a represente. Muitos acreditam que há uma relação entre Lilith e Inanna, deusa sumeriana da guerra e do prazer sexual. E porque não a identificarmos tambem com Pombagira? Pra muitos Pombagira é só um egum, um ser desencarnado, mas, ela é mais que isso, é tambem um ser ancestral, e é responsavel pela sexualidade.

Surge em praticamente todos os mitos, sobretudo pelo seu caráter de deusa do amor (embora seja sempre referida como a virgem Inanna); por exemplo, como se a deusa tivesse se apaixonado pelo jovem Dumuzi, tendo este morrido, a deusa desceu aos infernos para resgatá-lo dos mortos, para que este pudesse dar vida à humanidade, agora transformado em deus da agricultura e da vegetação.

Carlinhos Lima
Mago de Umbanda Astrologica, Astrologo, Tarologo e Pesquisador.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores