Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A cruz e o numero 4 - estudando os portais

Daleth segundo A. Louis Constant. A imágem do esquadro apresenta nos a união do Iod e do He com a fecundação deste. Daleth conserve todos os princípio geradores do triângulo primitivo. O 4 é o número da cruz que corta em 4 segmentos o círculo do movimento perpétuo.

Apresenta-se como duplo binário, equilíbrio completo, pedra cúbica, os 4 pés do trono eterno, 4 idades do homem, as 4 estações do ano, e os 4 elementos da materia universal. (azoth, carbono, oxigénio e hidrogénio). Há 4 grandes profetas, 4 evangelistas, 4 grandes doutores na Igreja grega tanto quanto na Igreja latina.

Há 4 anjos ligados nos 4 quantos do mundo, a Esfinge tem 4 formas cuja análise dá os 4 animais de Ezequiel e de São João. A revelação manifesta-se por 4 leis: A lei da Natureza, de temor, da graça e da inteligência. O progresso espiritual processa-se por 4 estações, que são: A penitência, a fé, a esperança e a caridade.

As virtudes morais são 4. Justiça, Força, Temperança e Prudência. Trata-se da cruz gloriosa stauros da qual São Paulo expõe os 4 mistérios: altitude, longitude, sublimitas e profundum. A cruz de Daleth é figurada pelos 4 rios de Éden, o antigo Tau dos hebreus e o X do nosso alfabeto, que foi adaptado na matemática pelo signo do desconhecido. O 4 deu as proporções e medidas ao grande pentáculo de Tebas.

O nome de Deus está em 4 letras.
JHVH- hebreus
ZEUS- Gregos
ALAH- Árabes
AURA- Persas
THMD- Magos
ADAD- Gimnosofistas
TARA ou TARO
GOTT...
DEUS...
Pois a cruz é representativa por Deus mesmo antes do cristianismo. A cruz ansata , no antigo Egito era signo da vida eterna.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores