Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Astrologia e heranças ancestrais



Ao analisarmos a Astrologia Genética descobrimos uma somatória dos nossos ancestrais, e identificamos que "herdamos" traços planetários deles... Sabendo que em Astrologia Cármica a posição do ascendente é importante, pois, podemos detectar se na época do nosso nascimento nossos Pais estariam bem ou mal.

Fiz a comparação é muito boa da posição dos astros no nascimento com a fase de vida dos pais na época é só investigar com eles. Pelo que descobri astrológicamente, apesar minha mãe durante a gravidez passou por uma fase dificil, como mostra meu mapa realmente.

A maioria dos antigos consideravam a casa 4 para os pais, mas é um tema complicado visto que neste eixo 4/10 pode afetar os dois pais, visto o significado acidental entre as casa. Alguns modernos tendem a usar o pais dominante ou mais presente para a casa 10 que diz ser o que dá referência a sua vida social, assim costuma atribuir a mãe para esta casa já que costuma ficar mais tempo com o filho.

Lilly dizia que a mãe primeiro é significadora da 10 casa, segundo o senhor da casa 10, terceiro vênus em uma natividade diurna, e a lua em uma noturna, quarto um planeta ou mais na 10 casa, embora, Lilly esteja falando sobre cartas natais, os mesmos domicílios podem ser aplicado nas horárias.
Para o significador de pai Lilly considerava primeiro a casa 4, segundo o senhor dela, terceiro o sol e mapa diurno , saturno no noturno e quarto o planeta ou os planetas na 4 são considerados.

A IV pode representar um e outro dos 2 pais. Se a IV estiver numa dignidade (domicílio, exaltação, triplicidade) do Sol, ela descreverá o pai se este signo for masculino e se estiver numa dignidade da Lua, descreverá a mãe se o signo for feminino. Mas alguns autores franceses da época do declínio da astrologia tradicional (fim do século XVII-começo do XVIII) diziam para a mãe: nunca deixar de olhar a Lua que seja em diurno ou em noturno.

Eu aprendi que, em mapas nocturnos (sol abaixo da linha do horizonte), a mãe é a Lua e o regente da casa X e o pai Saturno e o regente da casa IV.
Em mapa diurno (sol na parte superior do mapa), a mãe continua a ser o regente da X e Vênus, o pai o regente da IV e o Sol.

Yuzuru acrescenta:
“O método que aprendi de delineação com o Steven Birchfield é que todas essas considerações devem ser tomadas, mas nunca em separado, para achar o significador.
Por exemplo, uma carta noturna, saturno é regente natural, mas sol está na quarta casa, provavelmente sol é o significador do pai.
Mas, saturno recebe a disposição do sol, tendo algum tipo de regência sobre a quarta, por exemplo, triplicidade, e agora provavelmente é saturno o real significador da quarta.”.

Também é importante ver a relação dele com o ascendente para Ptolomeu, mas também podemos considerar o mc, alguns também observar se o significador está em aversão a um destes pontos assim os exclui como significador.

Já Ptolomeu dizia olhe para o sol se a natividade é diurna. Se aspectar o ascendente(aspecto por signo) e se o Sol não aspectar o ascendente, mas saturno o faz, mas se este também não aspectar o ascendente então é o fundo do céu.(casa4)

Resumindo tenha tudo isso em mente e analise o mapa se tiver referência de alguma época que um dos pais esteve mal veja se não há direções de um maléfico aos significadores o lote do pai e da mãe também é muito eficaz, assim uma conjunção de marte progredido ao grau do lote do pai seria uma possível problema com ele.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores