Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quinta-feira, 20 de março de 2014

Umbanda: o Diabo e o inferno existem sim - e o mal nunca dorme



A patacoada que virou grande parte da Umbanda brasileira, por causa da influência do sincretismo e do Kardecismo, como também cristianismo, lança muito mais confusão do que clareza sobre temas relevantes. Uma coisa curiosa, por exemplo é o crescente aumento de terreiros e templos, que ao invés de seguir os preceitos de Umbanda e espiritualismo ancestral, preferem usar uma Bíblia numa mão e o Livro dos Espíritos na outra. Tudo bem, mas, ai o contraditório chega a berrar, a ponto de surdar todo mundo! Por que? Pelo fato de se curvarem ao cristianismo, e por isso, adotarem muito mais práticas kardecistas que umbandistas, mas, ao mesmo tempo, selecionar em quais dogmas eles colocam a mão e quais eles rejeitam! Aliás, essa pratica é muito usada pelos protestantes e seitas da moda. 

Quer ver um exemplo? O Diabo é um desses exemplos! Ou seja, se professa a Bíblia, se acredita em santos, em Deus, no bem, em profetas, em espíritos, mas, no Mal e no Diabo não! Oxe! Num intindi o que ele falô! É isso mesmo, esse pessoal que diz acreditar na Bíblia, simplesmente ignoram trechos famosíssimos das Escrituras. Como por exemplo, vem com esse papo furado de "umbral, crostra terrestre, dimensões de espíritos curadores, obsessores, entre outras coisas, mas..." ao mesmo tempo afirma: "não acredito no Diabo e nem no inferno!". Ora, vamos filosofar um pouco mais pessoal e usar a teologia só um bucadinho!

Alguém ai pulou o trecho onde Jesus se refere ao pobre que vai pro céu e o rico avarento que vai para o inferno? A leu! Mas, vem com aqueles teorismos que nada tem de teologia, inventados pelos kardecistas, fazendo uma analise mirabolante pra justificar outras simbologias! Sei. Jesus falou claramente na figura do inferno e também do Diabo. Aliás, a tentação do deserto é bem clara, não é simbolismo não. A figura do Príncipe das Trevas foi revelada ali claramente.

É muito bom achar que não teremos punições, que Deus perdoa tudo, basta chorarmos e orar. Mas, Deus só é um Deus bom, porque é um Deus de Justiça. E pra ser justo, tem que ser bom para os justos e punir os ímpios. Aliás, os Salmos deixam isso muito claro. Mas, não é com essa baboseira de encarnações sem fim não. A encarnação existe sim, mas, elas  tem limite, chegando a um momento onde o espírito irrecuperável vai pro inferno ou iluminado vai para o paraíso. Deus é um Senhor de Justiça, por isso fica claro nas Escrituras, que ele é "terrível" quando necessário. 

Não se trata de que Deus tenha criado alguém pra se opor a ele, mas, a desobediência e estultície ingrata, levou um de seus filhos mais amados a se revoltar e cair de sua posição. É por ignorar a figura do Diabo e a existência do inferno que muito mal é cometido na Terra. É evidente que o modo exagerado como a Igreja usou essas figuras pra matar, roubar e fazer medo, criou um estigmatismo onde alguns ainda exageram e outros por criarem repulsa as pregações insanas, tentam se anestesiar e ignorar sua existência. Mas, o Diabo é real, tanto quanto o Criador. O que acontece é que ao cair da luz ele se apoderou das sombras já existentes no Cosmos não para confrontar Deus ou não apenas isso, mas, para cumprir um papel de equilíbrio cósmico. As pessoas acham inconcebível acrescentar a figura do Diabo no contexto da existência humana e divina, mas, muito mais exagerado é pensar que o homem é capaz de tudo sozinho.

Então caros irmãos, de duas uma: ou acha-se que a Bíblia tem respostas reveladoras ou que não tem. Mas, pegar aqui e ali, catando como galinha comendo milho e pulando revelações é que não ajudara em nada nos estudos do Sagrado. A Bíblia é clara sobre a existência do Diabo, como os Evangelhos também deixaram claro a existência do inferno. Exorcismos foram feitos segundo os Evangelhos, pelo próprio Jesus. E exorcismos sempre tiveram presente na história de todas as religiões, mesmo nas primitivas!

Sem essa de querer dizer que todo obsessor é kiumba, desencarnado e só! Na verdade, muitos obsessores são demônios sim. E pior. Muitos demônios se passam por entidades militantes da Umbanda o tempo todo. Por isso fique sempre com o pé atrás do que certas entidades, especialmente as desbocadas, te dizem nos terreiros. Em especial, aqueles lugares sórdidos, gananciosos e cheios de maldade.

Há uma luta constante entre o Bem e o Mal. Anjos e Demônios guerreiam, desde o início dos tempos. E parem com isso, de reduzir a Umbanda só a orixás, encantados e exus. Não ignorem os anjos, os demônios e saibam que o Mal tá sempre a espreita, assim com o Bem não vacila. Por isso muito pai de santo prepotente, incompetente e despreparado, teologicamente, fica fazendo patacoada, quando tentam combater um mal bem perigoso, com macumbinhas como se tivesse tratando de entidades de terreiro. Saibam que tem muita gente que chega ai em seu terreiro e templo, com maldições pesadas, magias negras absurdas e que seus ebózinhos, incensos e pontos não vão quebrar assim tão facilmente se não utilizar magias sagradas, evocar os arcanjos e mostrar humildade.

Tem pais de santo, irresponsáveis e gananciosos que vão tentar ajudar ou extorquir um pobre que chega a eles precisando se livrar de uma maldição, e eles ao invés de auxiliar com correntes de fé e magia sagrada, vão e fazem mais feitiços. Sendo que jogar feitiço em cima de maldições é como jogar gasolina em cima de brasas.

Chega de vivenciar a Umbanda com dogmatismos ultrapassados. Ela precisa de liturgia, de ritualismo, de orações sagradas e de conhecimentos divinos. Não encerre a Umbanda só em incorporações, passes e giras. Precisamos estudar, incansavelmente e buscar as forças e conhecimentos sagrados.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores