Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Saber Observar o Tempo




Em um dos livros bíblicos – o Eclesiastes – há um texto de grande beleza. É o capítulo 3. Esse texto, que é atribuído ao sábio Rei Salomão, versa sobre o tempo e é uma preciosa lição. Diz que tudo tem o seu tempo determinado, e que há tempo para todo o propósito sob o céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer. Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou. Tempo de derrubar, e tempo de edificar. Tempo de chorar, e tempo de rir ou de dançar.

Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se. Tempo de buscar, e tempo de perder. Tempo de guardar, e tempo de lançar fora. Tempo de rasgar, e tempo de costurar. Tempo de calar, e tempo de falar. É uma sábia avaliação do ritmo e das leis que regem a vida. Nascemos quando precisamos de mais uma experiência na Terra. E devemos deixar o corpo, no momento exato em que já cumprimos nossa missão na Terra. Nem antes, nem depois, mas no exato momento em que Deus nos convida a voltar para a nossa casa celeste.


O verdadeiro mago, sabe respeitar o tempo. Na verdade os grandes erros, acontecem quando se tenta passar por cima do tempo. As catstrofes naturais ou não ocorrem em desarmonia com o tempo estabelcido como equilibradamente necessario. Até mesmo uma tempestade, ou ciclone, ocorre quando as forças da natureza entram em confronto com o tempo, pois, as correntes que impulsionam a catastrofe, tornam-se destruidoras, justamente, por ultrapassarem a velocidade normal de seu curso. Assim ocorre os desequilibrios, porque essas forças passam a agir, com brutal força sobre o que chamamos de normalidade.


Um personagem admiravel da obra famosos de Tolken, no Senhor dos Aneis, o Mago que luta pelo lado do bem, diz num dialogo com o pequeno Bolsseiro que "um mago nunca se atrasa". Isso quer dizer que aquele que atinge o estatus de mago, tenta flutuar no percurso da vida, vivendo e tomando decisões sempre sem contrariar as Leis Cosmicas vigentes em cada momento.

Há a hora certa para falar: é quando nos dispomos a consolar o que chora, a emprestar um ombro amigo, a dar um bom conselho. Há o momento de silenciar, quando basta segurar a mão de alguém e transmitir solidariedade. E há o momento de calar, para não ofender, magoar, maltratar. Há o momento de plantar e o de colher. Não podemos esquecer que tudo o que semearmos livremente, seremos obrigados a colher mais tarde.

É uma lei universal chamada causa e efeito: a vida nos devolverá na exata medida do que fizermos. Seríamos tão mais felizes se observássemos o momento adequado de todas as coisas. A vida requer olhos atentos. Não apenas os olhos físicos, mas as janelas da alma que são capazes de identificar necessidades e potenciais alheios. As almas sensíveis reconhecem a hora certa de agir. Diz o texto do Eclesiastes que não há coisa melhor do que alegrar-se e fazer o bem.


No Candomblé tem uma entidade muito interessante e poderosa, chamada Iroko. Ela representa o tempo, quer passar a nós a mensagem onde nos ensina a usar bem nosso tempo na terra. Sempre voltado ao nosso bem estar é que nos dará uma melhor percepção de que estamos vivendo bem nosso tempo. Veja que um minuito sofrendo, parece-nos bem mais longo que um minuto felizes.


Iroko também nos passa a mensagem de saber dosar bem o tempo, evitando sempre sermos radicais. Assim nunca deveremos banir de vez o que consideramos "velho", radicalmente só por causa do que consideramos "moderno". Do mesmo jeito, não poderemos ser retrogrados ou tradicionalistas demais, achando que o novo não poderá ser aceito facilmente. Na verdade, temos que saber dosar bem não só o tempo, mas, os conceitos.

Somente um sábio como Salomão, seria capaz de dizer tão profunda verdade com tanta simplicidade sobre o tempo! Viver contente com todos os aprendizados que a vida traz é uma arte pouco praticada e quase desconhecida. Principalmente hoje em dia, na era moderna, da tecnologia e da internet, as pessoas atropelam não só o seu proprio tempo, como tentam seguir o tempo, que a sociedade moderna tenta estabelecer, que é uma outra forma de passar por cima do tempo, estabelecido, pelos Ancestrais.


Saber alegrar-se com as pequeninas coisas de todo dia. Perceber a beleza em todas as coisas que fazem parte da vida. E fazer o bem é a atividade mais agradável aos olhos de Deus. Amar todos os seres, respeitar a Criação Divina, impregnar-se de ternura. É esse sentimento de admiração à obra divina que fez o sábio Salomão escrever: “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente. Nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar.”

Sim, diante da obra divina, só nos cabe entender que nada acontece sem que o Pai Celeste saiba e permita. Embora debaixo do sol haja mais impiedade que demonstrações de amor, mais iniqüidade que justiça, acredite: tudo está correto e seguindo a vontade Divina. Isso é tranqüilizador.


O importante não é a maneira como os outros agem, mas como nós agimos. Não devemos nos preucupar com os outros, devemos antes de tudo, administrar nosso tempo, tentando seguir em perfeita harmonia com o tempo cosmico, que conseguiremos nos tornar pessoas mais harmoniosas com o Todo. Preste contas apenas de sua vida e de seus atos. Alegre-se com o amor de Deus, aja de forma reta, tenha a consciência asserenada pelo dever cumprido. Tudo isso se transforma automaticamente em felicidade.


Não existe preço para a Liberdade , mas uma belíssima recompensa para quem a utiliza com desprendimento de alma … Ter para sempre , junto à si a Fidelidade daqueles que livres dos grilhões , se comprazem em serem seus eternos admiradores ! Quem Ama … Liberta com a certezada volta espontânea ao aconchego! Aprende no caminho da vida A paradoxal lição da experiência: Sempre ganhas o que deixas E perdes o que reténs… Ao saber administrar o tempo, o homem se tornará um mago, muito mais competente e realizado.


Carlinhos Lima - Astrologo, Tarologo e Pesquisador.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores