Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O poder Ancestral sobre nós por meio das vibrações!



Hoje em dia cientistas céticos tentam desqualificar os conceitos da fé, da espiritualidade e das ciências misticas. Mas, cada um têm o direito de acreditar no que achar melhor! Tudo depende do olhar, de quem olha e de que prisma é usado pra se enchergar as coisas.

A Astrologia por exemplo, não foi criada pra ser comprovada, mas, sim pra servir de ferramenta com a qual o ser humano pudesse fazer uso pra atingir os misterios importantes que servissem pra sua evolução. Essa evolução não se dá apenas na alma e na mente, mas, também no corpo. Isso porque quando nos encontramos com a mente são e livre de entraves, juntamente com a alma iluminada, sem duvidas o corpo se comportará com harmonia, nos deixando super equilibrados.

Todos os seguimentos de fé surgiram da observação dos fenomenos naturais que inclinaram o homem à busca do Sagrado. Foi observando os céus que o homem teve a inspiração divina da Astrologia; Foi observando os fenomenos da natureza que os homens, se inclinaram a imitar a Natureza e assim acabou entrando em contato com a magia. E assim ocorreu com o surgimento do religare, dos conceitos de fé e tudo ligado ao que está intocavel aos nossos sentidos fisicos.

Só que não creio em nenhuma dessas ciências, até mesmo os inventos da ciência convencional como criação do homem, mas, como revelações e inspirações divinas. Assim a Astrologia têm uma profundidade muito maior do que pensam os filosofos que tentam decifrar sua origem. Ela foi revelada por seres superiores. Veio como dadiva da nossa Hierarquia Ancestral, resistindo ao tempo e aos ataques até os dias de hoje!

No entanto, a ifluência direta de ambiosos, interesseiros e seres malignos, chegaram a melar muito dos conhecimentos sagrados que nos foi revelado nos templos. Tudo por causa da luxuria, vaidade, avareza e outras formas de pecados humanos. Reis inescrupulos, poderosos e mentirosos se acomodaram com o uso eficiente da magia e dos conhecimentos, usando à seu favor. Isso tudo acabou denegrindo toda luz desse conhecimentos magnificos.


O bom conhecimento astrológico foi posto a prova a serviço de reis e nobres que podiam pagar caro por esses trabalhos. Os cálculos complexos, os estudos de cada planeta nos mapas e a relação entre os planetas eram vistos pelos reis, nobres e pessoas em geral como magia. Por isso mesmo, se o astrólogo errasse suas previsões e análises, ele era executado. O interesse desses nobres era aumentar seu poder e suas riquezas, por isso era fundamental saber se conseguiriam progresso em suas empreitadas. Isso garantiu uma sobrevivência do conhecimento e prática dos astrólogos que mais acertaram, garantindo uma seleção natural e cada vez mais rica e precisa do saber astrológico.

Graças a todo esse contexto, foram feitas várias compilações de antigos livros, sempre confrontados com algumas novas descobertas. Sobreviviam sempre as técnicas mais eficazes, pois na astrologia, o que não funciona deve ser descartado. O lado negativo dessas compilações, foi que surgiram adulterações, mentiras e inclinações ao mau uso dos conhecimentos.

Na antiguidade, eram atribuídas divindades e mitos à cada planeta. Havia festas, rituais e celebração de vários acontecimentos celestes cíclicos, como a festa do Deus Sol, comemorada dia 25 de dezembro, época do solstício de inverno do hemisfério norte, quando o sol entra em capricórnio. Era nessa época que aconteciam os dias com menos tempo de luz solar e as noites mais longas. Alguns estudiosos acreditam que a data de nascimento de Cristo foi estrategicamente colocada pela Igreja Católica no dia 25 de dezembro para encobrir a tão celebrada festa pagã.

Os estudos astrológicos são os agentes responsáveis pelos eventos que percebemos nas nossas vidas. Isso nada tem a ver com espiritualidade, magia ou clarividência. É pura evolução do estudo do céu ao longo de milênios.Ao longo de muitos anos, toda essa observação se tornou um estudo importante para administrar as dificuldades sazonais. Essa ferramenta consistia no cálculo de certas posições planetárias demonstradas num gráfico. A evolução desses estudos há mais de dois mil anos atrás nos trouxe um detalhamento riquíssimo sobre os astros e da sua relação com o homem - a astrologia.

Hoje após o bom uso da mediunidade, com uma mecanica espiritualizada mais bem elaborada do mecanismo mediunico, podemos captar melhor as energias, assimilar melhor os conhecimentos, pois, hoje temos um acesso maior aos estudos de homens sabios e nobres. Como o grand Sant Yves, que muito fez pra decifrar codigos e conceitos secretos, que são hoje as bases principais da Umbanda-Astrologica.

E a Umbanda-Astrologica, mesmo tendo todo respeito e admiração pelas obras dos reformadores da Umbanda brasileira, têm em Sant Yves, o grande contribuidor, para que podessemos compreender melhor a influencia dos astros sobre nós pela visão mais espiritualizada. Essa visão mais espiritual, nos faz perceber que as energias cosmicas das vibrações se personificam tornando-se assim mais palpaveis, pelas quais tiramos um proveito maior do poder Ancestral. Assim não vemos os planetas apenas como energia, mas, com representantes, personificados que trabalham pela Hierarquia visando a evolução das almas.

Carlinhos Lima - Astrologo
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores