Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 1 de dezembro de 2013

Bem e mal: Deus e o Diabo - Anjos e Demônios

"Houve bondade no Vingador, há muito tempo. Todos cometem erros, o Vingador foi o meu erro"
Mestre dos Magos
Podemos colocar essa frase em outra trama e pra outros personagens, o Deus hebreu e Lúcifer... E uma coisa importante que talvez poucos tenham captado na frase foi que o mestre fala de seu própria erro, numa demonstração de humildade e como que querendo assumir o erro do Vingador, como sendo um erro maior de quem o criou, ou seja ele. Entenderam, ou seja, ele como mestre, admite ter deixado falhas, brechas ou até estimulado algo no seu aluno que o inclinou ou deixou vulnerável ao erro. Então aqui voltemos aos outros dois personagens que citei tão conhecidos por quem lê as escrituras e pensemos - sem querer justificar o erro ou diminuir o erro de Lúcifer, mas, será que não houve falhas na sua criação? Não foi um erro do Senhor em colocar nele tanta beleza e deixar um "calcanhar de Aquiles" que deixou ele vulnerável a cair pela vaidade? Bem, levando em conta que Deus é perfeito e o máximo em sabedoria, não admitiremos que o Grande Criador erre, mas, que tenha deixado arestas a serem aparadas propositalmente tanto nos anjos quanto nos homens, para ver até onde eles seriam fiéis, fortes e buscariam a perfeição estável... Essas arestas podemos chamar de livre-arbítrio, que nada tem haver com sabedoria, mas, com simples poder de escolha. É sobre esse ponto e também sobre destino que debato no meu primeiro livro... verão em breve!

O que podemos concluir, é que muitas vezes nascemos com espírito de luxuria, não para sermos luxuriosos, mas, para vencer o carma, que nascemos com fome de riqueza, não pra se entregar ao dinheiro, mas, para fazer bom uso dele... Axé
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores