Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Fases ruins e forças que nos jogam pra baixo

"O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo". (William Shakespeare)
Tem mulheres que sentem influências espirituais e astrais ou magísticas, de forma diferente. Tem algumas que quando estão sendo vítima de obsessão, magia negra ou influências demoníacas, passam a agir descontroladamente. Muitas aumentam o fogo, agem desvairadas e sem noção. Passam a adulterar, a agir libidinosamente e a demonstrar um apetite sexual intenso. No entanto, em outras pessoas, acontece oposto, ou seja, muitas pessoas esfriam, sentem depressão, ficam sem animo e até começam a se sentir patologicamente afetadas. Tudo isso depende de que força está agindo sobre essa pessoa, qual é a energia pessoal dela, o signo, os protetores e de que forma ela responde as energias externas. Além disso a forma que seu psicológico se encontra, quando foi atacada.

Também como já relatei aqui depende muito como estão o exu ou exus pessoais dessa pessoa, se a sua pombagira é ativa ou passiva, se seus guias, caboclos, protetores, encantados, orixás e odus, estão em harmonia. Qual sua potência espiritual, qual seu carma e como seu signo é configurado na carta natal e que trânsitos, progressões e configurações enfrenta. Ou seja, depende muito de quando e como cada um é afetado. Não depende apenas de quem e como se lança um feitiço sobre uma pessoa, mas, como ela recebe este feitiço, como ela está interligada as suas forças ancestrais, ao seu inconsciente e como está seu carma. Por isso muitas pessoas são afetas mais fácil do que outras. 

Não pense você que vai em qualquer terreiro, pai ou mãe de santo pedir pra destruir um rival ou uma rival, ou pra enfeitiçar alguém e escravizá-la e que será fácil assim não. Existem regras, leis maiores, outorgas e por isso pense bem antes de gastar seu rico dinheirinho. Além do mais, a pessoa que você atacar pode ser mais forte que você, ter uma ampla proteção espiritual e até contra-atacar. Por isso prudência quando pensar em fazer mal aos outros.

Mas, muitas pessoas que estão lendo este texto agora, sabe muito bem que já passou por fases onde o desanimo era intenso ou conheceu alguém nessa situação. E ainda pode ter alguém na família que do nada entrou em depressão ou até adoeceu. Assim o bom é pesquisar, buscar ajuda e não só psicológica, mas, espiritual também. Pois o mal nunca dorme e pessoas ruins estão sempre querendo nos derrubar e fazer mal.

Carlinhos Lima.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores