Total de visualizações de página

A pombagira

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Umbanda e Candomblé: A Nova Era - Orumilá e os Senhores do Destino, o conhecimento e a magia se ajustem ao tempo

Os Senhores do Destino e a Coroa Astrológica de Orumila
Os Senhores do Destino e a Coroa Astrológica de Orumila

Estamos numa nova Era. Uma nova era de reajustes religiosos, espirituais e de magia. Em conceitos astrológicos, definimos essa Era ou a interpretamos como a "Era de Aquário", que como todos sabem, já se falou muito sobre ela nos meios esotéricos e ocultistas. E em conceitos de Umbanda Astrológica, identifico Orumilá como o Senhor dessa Era. Ele que é o orixá do destino, um dos criadores da Terra e que comanda os jogos oráculares. Não é a toa que seu nome vem crescendo no Ocidente e as religiões afro-brasileiras e afro-americanas, começam a resgatar conhecimentos perdidos em sua referência. Uma brusca, pesada e dominadora interferência das religiões europeias, em especial as ligadas ao cristianismos, implementaram reformas e definiram novos padrões que enfraqueceram os cultos aos ancestrais e ao orixá. Essa decadência afetou as crenças afro-brasileiras de forma terrível. Hoje em dia, há até dificuldade em diferenciar o que é kardecismo do que é Umbanda, o que é Candomblé do que Xamanismo, o que é orixá do que alma penada e assim por diante. O sincretismo, ajudou de uma forma a manter essas crenças de pé, frente as perseguições cristãs, mas, por outro lado evoluiu aliada a superstições, crenças e atos banais, como também degradações morais, vergonha e medo.

Surgiram reformistas, que tentaram trazer pregações e revelações novas, mas, que erraram ao cair em algumas ciladas das religiões dominadoras, supostamente mais "letradas", europeias e mais poderosas. Além disso, entraram em jogo o sensacionalismo, egocentrismo, vaidade e preconceitos. Também um forte branqueamento da Umbanda, o descarte de conceitos e tradições antigas, e ainda, divisão... Enfim, uns erraram tentando acertar e outros erraram por querer mudar mesmo! Mas, evidentemente, como em todo seguimento, haverá sempre os guerreiros, resistentes e defensores da ancestralidade. Assim muito do essencial se preservou e não se corrompeu. Dessa forma o Candomblé e a Umbanda é ainda hoje, uma boa representatividade dos orixás e tem seu pé ficando na raiz ancestral da África e Oriente Médio, coisa que muitos querem negar.

Mas, voltando a Orumilá e Ifá, vemos que felizmente, começam a crescer seus ensinamentos e revelações que foram deletadas erroneamente, voltam a ascender com força. Porém mais uma vez, reformistas e "donos da verdade", embebecidos de vaidade, ganância e estupidez, tentam de novo se apossar dos conhecimentos, como também a julgar querendo rebaixar as outras tradições. Vemos cursistas, que montam rádios pra divulgar eventos e cursos, como se fossem os donos da África! Só porque vão a Nigéria comprar roupas típicas, comprar matetirais e artefatos, não fará ninguém o herdeiro de Orumilá! Por isso, não basta ir pra rádios e grupos, querendo bater o pé, alegando que isso ou aquilo é certo e que os demais estão errados.

Dia desses ouvir certos babalôs, julgando o Candomblé, falando coisas absurdas da Umbanda e querendo se promover como os grandes "magos do Orumm". Pura vaidade! Um até chegou a alegar que "Candomblé não tem nada haver com a África"! Esquecendo ele a ancestralidade de pais e mães de santo, na Bahia, Rio de Janeiro e  outros estados do Brasil, que lutaram muito pra fazer seus terreiros e que essas pessoas vieram da África, sentindo na pele a escravidão e as perseguições. 

Essas pessoas, (algumas até de pele branca), se dizem "Babalaô de Ifá", só porque foram na África comprar artefatos e roupas, ao tempo que alegam que negras, herdeiras do Axé e de famílias do Continente Africano, "não tem nada com a África"!  Que coisa ridícula e mais sem noção! O Candomblé, pode ter perdido muito de seu axé com a diáspora e pode até ter mudado muita coisa. Mas, a primeira coisa que um mago tem que saber é que a magia e a espiritualidade se monta com a tradição, mas, também com o ajuste de cada era e de cada lugar! O Candomblé é brasileiro, assim como a Umbanda, mas, com forte ligação a ancestralidade africana, entnão não venha com essa querendo ficar conceitos nigerianos e africanos puros como corretos e como se os conhecimentos de babalos daqui fossem inúteis! Os rituais tem que se adaptar a energia cósmica e ancestral, como também ambiental de cada lugar. O tradicionalismo e o conceito retrógrado não ajuda em nada quem busca conhecimento. Você não pode empregar a um filho de orixá brasileiro os mesmos rituais e elementos de uma pessoa que vive na nigéria! O Ifá, a Astrologia, a Magia e o Esoterismo como um todo tem que ser adaptado a cada lugar!

Esses tais babalaos em seus programas de rádio enchem a boca toda hora pra dizer "lá na Nigéria" ... E dai? Cada lugar, vai adaptar-se como pode, como deve e como o Astral o instrui. Os orixás vão pregar aqui os conceitos que a sociedade e o carma coletivo daqui precisa! Esse fetichismo e pirotecnia de alguns pregadores, tem apenas um intuito - o de gerar medo, adoração e superioridade. O camarada acha que só porque foi na Nigéria já se tornou um grande representante de orixá e os outros não! Faça-me o favor! Ira na Nigéria, que hoje é um país dividido, em conflito, dilacerado por conflitos de poder e fortemente atacado pela cultura muçulmana, não é lá esse "grande guardião do saber". Lá tem muitas etnias, muitas tribos, muitas famílias e nem todo mundo preserva o conhecimento integral não. Nem todo nigeriano que vem pro Brasil sabe de orixá, muitos apenas tentam enganar pessoas, usando a imagem.

Em todo lugar a cultura se perde, a tradição oral se corrompe e poucos conhecem de fato os conhecimentos velados. Não é porque o sujeito vai na Nigéria visitar cidades e conversa com alguns sacerdotes, que ele vai encontrar o segredo do Orun ou se tornar o "grande babalô do Astral"! Menos! Menos vaidade e menos fetichismo... Orumilá está numa fase de derramar bênçãos de conhecimento e não de gerar "estrelas dos oráculos" pra vender cursos e criar grupos de adoradores.

Muitas magias feitas na Nigéria não vão servir pra nós! A ancestralidade misturada que nós temos, muda! E isso acontece em toda crença! Será que só será kardecista, quem visitar a França? Será só pode ser cabalista quem for em Israel? Ou só pode ser budista quem for no Nepal? Claro que não! Na verdade, sou bem mais simpatizantes de movimentos e grupos de Santeria existentes em Cuba, Venezulea e nos EUA e México  que propriamente, muitos grupos com jeito profundamente arcaicos e primitivos empregados na Nigéria. E isso porrque alguns babalôs no Ocidente, souberam se adaptar a cada cultura local. O Ifá é isso! Evolução. A magia tá em profundo movimento constante...

Mas, muitos querem se dizer "donos do segredos" ou os "grandes iniciados" pra só eles venderem cursos e livros, enriquecerem, vendendo um Axé que não tem e um conhecimento copiado, limitado e retrógrado! Assim foi na Igreja Católica e por isso vemos ela ao passar dos séculos, rumando a decadência. Por ter escondido conhecimento, por tentar manipular e perseguir as pessoas. Pois temos que compreender que a espiritualidade se ajusta com o tempo, com as eras e Deus não é uma divindade que dorme o tempo inteiro ou que quer tudo do jeito que era no início! Se o Deus Criador não quisesse mudanças ele não incentiva as descobertas da ciência, não deixava o homem pensar e não deixava as coisas se transformarem! Não temos que viver sempre em observação dos versículos da Bíblia, focados no que disse e viveu patriarcas e profetas, assim como não temos que viver focados em versos de Ifá, como se eles não fossem flexíveis ou mudassem em conformidade do tempo e das eras. O livro do da vida, ou Ifá, tem conhecimentos profundos e imutáveis, mas, tem em sua maior parte, conceitos que tem que ir evoluindo e se ajustando com o tempo. Não é porque um verso de Ifá, que ensinava uma coisa a séculos atrás, que hoje ele tenha que ser visto ao pé da letra, utilizando-se dos mesmos cenários e elementos! Não estamos na África e o conhecimento evolui. As eras mudam. E a função dos grandes babalos não é apenas ler e focar no que está escrito, mas, interpretá-los e reajustá-los a nosso destino, missões e tempos atuais!

A atuação com um pé na vaidade e outro na ganância, vem de pessoas retrógradas, manipuladoras e que se acham superiores... Em busca do conhecimento o foco é sabedoria, misericórdia, superação do mal e humildade.

Foi por ter revelações dessa nova era onde Orumilá regerá e atuará que coloquem em meu primeiro livro a citação a "Coroa Astrológica de Orumilá", um livro de Umbanda Astrológica, focando novos conhecimentos, novos adeptos e uma reformulação na forma de ver a magia e a espiritualidade, alinhada a ancestralidade, mas também a nova Era!

Axé a todos

A magia da atração e conquista - Mystique lábio vermelho

Mystique lábio vermelho





Mystique lábio vermelho: Esta é uma forma de magia chamada, lábio vermelho de toda a Energia Positiva de Alta Magia Vermelha, para chegar a um encanto poderoso. Uma mulher que vai passar em ambos os lábios superior e inferior tudo dando-lhe uma beleza divina. Como fortemente vai atravessar a atenção de todo homem e terá a grande força enviada para beijá-la, e beijar cada homem que ela vai adorar com essa energia de encanto. O lábio PuissanteRouge irá torná-lo irresistivelmente atraente. Ao menos é o que se vende no meio esotérico. Se funciona ou não, dependerá de si mesma e de sua fé...

A magia da conquista feminina
Mystique lábio vermelho

 
NB: Por favor, note o seu lábio superior e inferior, se você fez o contrário, você vai ter o efeito oposto. 

Compre o livro de Umbanda Astrológica, compreenda os signos sagrados dos orixás, a magia ancestral e divina, os oráculos, o destino e conheça Os Senhores do Destino... Compre o seu aqui... 

O medalhão magico da invisibilidade e poder contra os inimigos

किंग खान का जादू पदक ou francês MAGIC o medalhão KING KHAN

O medalhão magico da invisibilidade e poder contra os inimigos
O medalhão mágico da invisibilidade e poder contra os inimigos

Leia Os Senhores do Destino e compreenda melhor os signos sagrados dos orixás, a magia, os oráculos, o destino e o carma... compre seu livro aqui...


किंग खान का जादू पदक ou em francês MAGIC e em português, magia o medalhão KING KHAN, dando-lhe muito sucesso na magia do invisivel. Um TALISMÃ que segundo contam no meio esotérico tem poder incrível. E foi chamado pelos antigos índia como Senhor KHAN é segundo muitos, um talismã muito poderoso em especial no panteão de WICCA. Celui ou talismã que será invisível para os seres humanos e animaux.Ce Talisman dá a seu portador uma grande invisibilidade; e segundo dizem, é que ninguém pode ver você por você e pelo bom Deus. Nenhum animal, mesmo que o gato poderia perceber.  

किंग खान का जादू पदक ou francês MAGIC o medalhão KING KHAN

किंग खान का जादू पदक ou MAGIC o medalhão KING KHAN


Você vai se sentir tão livre para fazer o que você quer com este talismã que segundo divulgam, permiteria-nos que carregue-se objetos sem qualquer contato, também uma maneira de lutar contra aqueles que estão à procura de você para te machucar enquanto você não saberia quem seriam esses inimigos ocultos. O talismã permite-lhe alternar entre elas com bagagem mesmo ao seu lado ou por trás sem que vejam ou a bagagem que você transportar. E com este talismã em você, tudo que você tocasse não seriar visível a olho nu. O objeto tocado seria invisível como a pessoa que porta o talismã. E a pessoa poderia entrar onde quisesse. Especialmente vestindo o talismã em seu corpo físico desapareceria aos olhos dos seres deste mundo vivo e seu corpo tornaria-se como o ar que nos rodeia; Ser invisível, quando de repente puxar uma arma, as balas como se eles cruzam-lo através do ar que passaria de forma Extraordinária! É muito caro, este talismã, mas especialmente para que quem tenha força mental, poder magístico, mediúnico e conhecimento,  poderia ajudar-se nos problemas de perseguição, como também para agir a proteger pessoas amadas. 

Nota: a pessoa não precisaria de recitar um feitiço ou fazer um ritual para o trabalho com o medalhão. A pessoa teria acesso ao seu poder automaticamente apenas focando a mente e focando a fé e em si mesmo. E assim ela se tornaria invisível. E quando ela desejasse ser visível ela só teria que remover o medalhão e assim se tornar visível.

Fique atento com os perigos da magia negra e as tentações da ganância

Os perigos da magia negra e as tentações da ganância
Os perigos da magia negra e as tentações da ganância

Este deus fetiche legba ancestral é um fetiche poderoso que vomitou dinheiro. É uma entidade de poder e velho de 3.500 anos de forças escondidas pelo rei na África desde os antigos magos poderosos nesse campo de ancestralidade e fetiche em tempos de grande florescência da magia. Seres com poderes mágicos e destinados a dar dinheiro a pessoas que os possuem.
FETISH ANCESTRAL de Deus que Legba vomitado Dinheiro

Entidade - Legba vomitando Dinheiro


FETISH ANCESTRAL de deus que Legba vomitado Dinheiro

Compre o livro Os Senhores do Destino e conheça melhor a Umbanda Astrológica, a história da magia, dos oráculos, dos signos sagrados de Ifá, dos orixás e sobre o destino... compre seu livro aqui...
Diz-se, que este poderoso fetiche tem o poder de lançar quantias de dinheiro de maneiras notáveis ​​como nunca na magia relacionada a dinheiro. Esse fetiche seria capaz de jogar mais de 10 milhões na vida de uma pessoa que tenha e mereça suas bênçãos, poderia gerar a sorte na vida da pessoa para que obtenha-se uns US $ 35.000 por dia. Em tempos de crise, quem pudesse se apoderar dessa força, poderia até mesmo salvar uma nação pequena! E o dono deste Axé, poderia mexer no Plano Financeiro de uma força intensa, o problema é obtê-lo, pois não é um poder atingível por qualquer pessoa. Você tem conhecimento de que este poderoso fetiche dar-lhe dinheiro a vida toda e mesmo se você morrer, você tem que deixar a outra pessoa que tem e terá sucesso. Uma vez que você espreme na posse do fetiche, o último que você dar dinheiro por 3 meses e, em seguida, 3 em meses contato fetiche e você em um sonho em seu sono obterá instruções dessa força. Porém o grande risco nesse poder, seria que você acabaria sendo exigindo a utilizar sangue humano e, assim, a verdadeira magia do fetiche começaria começaria, porque uma vez que você dá não é qualquer carne humana que seria aceita, para que o vômito desse fetiche gere dinheiro novamente por 5 anos. Após 5 anos desmoronará, caso não se cumpra o estabelecido em seu pacto. Este fetiche é extremamente poderoso, pois pode vomitar e perigoso. São mais forças negras, obscuras e violentas que muitas pessoas sem se preocupar com a parte da espiritualidade, acessam movidos apenas por sua ganância. Eu não recomendo a ninguém, pois temos que cumprir nosso carma, ser obedientes a Deus e jamais cometer sacrifícios dessa forma. Temos que conquistar riquezas por conhecimentos dados por Deus Pai Criador de todas as coisas e não com poderes das trevas. Mas, o pior é que muitas pessoas gananciosas, não tão nem ai e acabam corrompendo sua alma e as tradições, tudo pra conquistar dinheiro e poder. Jamais façam isso!
A recomendação para obter essa força de riqueza, seria que a pessoa deve dar-lhe um sacrifício humano a cada 5 anos ou de outra forma não vomitaria a força fetiche do dinheiro e sem a magia, seria simplesmente balançar uma estátua de barro simples como o outra qualquer .... Se for, você quiser riqueza com essa força, teria que ter a coragem de dar-lhe um sacrifício a cada 5 anos para que ele continue a jogar dinheiro de maneiras notáveis.

Terrível isso não é? Por isso temos que estar atentos contra as investidas das trevas que querem as almas das pessoas e as nossas. E não há dinheiro no mundo suficiente pra pagar nossas almas. Jamais devemos cometer sacrifícios humanos, como também jamais devemos incentivar essa prática, que é horrenda, desumana e maligna. Estou apenas citando essa antiga lenda ou conhecimento oculto dos rincões mais profundos da África, pra mostrar, o quão perigoso é a busca da magia sem ética, sem moral e sem bons sentimentos. Como também, pra mostrar como o carma do continente africano pesou nos tempos de magia desenfreada e até hoje, pessoas insanas, praticam essas coisas absurdas, desequilibrando o inconsciente pessoal, coletivo e o carma. Busquemos a luz e ela nos abençoara com a verdadeira riqueza!

Temos que lembrar aqui também que esse legba é uma entidade que nada tem haver com Elegbara ou mesmo Legba Eshu. Esse Legba (que segundo a lenda vomitaria riqueza e dinheiro ao seu dono), é uma entidade bem mais oculta, desconhecida, desligada da ancestralidade e mais ligada a simples fetiche, como também a magia negra e idolatria. Evidentemente confunde as pessoas que acaba colocando tudo no mesmo saco, mas, essa confusão, só serve pra criar preconceito e por isso temos que estudar constantemente.

Axé e paz a todos!

Carlinhos Lima 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores