Total de visualizações de página

A pombagira

Meus livros de Magia Astrológica no link

domingo, 12 de janeiro de 2014

Conhecimentos astrológicos: a influência dos astros sobre o homem

A ideia da continuidade está intimamente ligada a um conceito chave da física clássica: a causalidade local.
As causas das influências astrológicas são desconhecidas. Na realidade ainda não se sabe como os Planetas, Signos, Estrelas e Constelações atuam sobre nós. Temos uma causalidade não local.

Uma consequência direta cultural e social deste conceito da causalidade é achar que o Universo é uma grande máquina. Isto, segundo Prigogine, só vale para sistemas dinâmicos integráveis. E é a partir da dinâmica cósmica mágica inconsciente que atuam os símbolos como portais poderosos e mágicos interligando o ser ao Cosmos e revelando a partir de toda essa configuração simbólica que é o alfabeto celeste, a vontade do Criador, das forças superiores e como devemos atuar para evoluirmos, psicológica, física e espiritualmente.
 Aonde realmente começa a influência astrológica? Se essa experiência for levada ao pé da letra, a Astrologia baseada apenas no mapa de nascimento torna-se incipiente e caótica, no sentido determinístico. A corrida dos espermatozoides também parece ser governada por algumas forças externas que determinavam seu destino final. A bioquímica, genética, história natural e mitologia pareciam estar inexoravelmente interligadas e ser apenas aspectos diferentes do mesmo tecido cósmico tão complexo. E os processos bioquímicos no nucleo-plasma e visualizava os cromossomos e até mesmo a estrutura molecular do DNA. As configurações fisioquímicas parecem estar intimamente ligadas com impressões filogenéticas primordiais, recordações ancestrais, mitos e imagens arquetípicas, tudo isso coexistindo na mesma matriz infinitamente complexa. Esse espermatozoide que eu me tornara parecia-se com um complexo microcosmo, um universo em si mesmo.
 Seria a Astrologia caótica? Poderíamos considerar que os signos Solar, Lunar, Ascendente e MC, seriam poderosos atractores que condicionariam o comportamento de um ser humano, preso à mecanicidade existencial, ao longo de sua vida? E, nesta visão, como veríamos o livre-arbítrio ou a escolha das trajetórias existenciais?

Um planeta atua em nós por imagem ou por algo mais real? É só um corpúsculo ou poderíamos considerá-lo também como uma onda, pelo menos em termos da evolução da espécie humana como um todo? Na verdade a astrologia não gera caos, não inclina a nada, não influencia e não é adivinhação. Ela é orácular, mas, de forma divinatória e não adivinhatória. Sua forma é sob o poder dos símbolos cósmicos e não sobre energias físicas.

Santo Agostinho se debruçou sobre isto, pra tentar explicar se tinha os astros um poder sobre os homens, se esse poder era por ordem de Deus ou se nada influenciariam. Bem ai ele entrou num dilema, pois não soube captar que há a predestinação e a escolha, isso é que forma o jogo existencial. E a astrologia serve como ferramentas onde nós nos preparamos pras tarefas e batalhas desse jogo. A astrologia é quase que totalmente simbologia e não matéria física.
 “A definição de Ascendente, Meio-do-Céu e Vertex podem ser muito simples para os astrólogos tecnicamente inclinados, mas são muito mais complexos do que se pensa, mesmo em latitudes “normais”.
Robert Hand

A. Volguine pergunta:
A Revolução Solar deve ser calculada a partir da posição tropical ou sideral do Sol?

Certos mapas indicam posições em que fica difícil evitar uma catástrofe, ou um “des-astre” (dos astros). Como explica René Thom: uma fronteira catastrófica é fácil definir, o difícil é saber para onde vai o sistema.
 Influencia Astrológica
Segundo G.I. Gurdieff ,estamos sujeitos a sete influências:
1. A hereditariedade em geral.
2. As condições e o meio no momento da concepção.
3. A combinação da irradiação de todos os planetas de seu sistema solar durante sua formação no seio de sua procriadora.
4. O nível das manifestações conscientes de seus procriadores – enquanto eles mesmos não tenham alcançado a idade de um ser responsável.
5. A qualidade de existência consciente dos seres de seu círculo imediato.
6. A qualidade das ondas de pensamento formadas na atmosfera que o rodeia – e isto, igualmente, até sua maioridade; em outros termos, os desejos e os atos cheios de bondade sinceramente manifestados pelos “seres do mesmo sangue”. E, finalmente:
A qualidade de seus próprios seres, quer dizer, dos esforços conscientes que eles cumprem para transmutar em si todos os dados necessários à obtenção de uma Razão objetiva.
 A posição de um planeta varia de acordo com a sua órbita em torno do Sol, órbita que não é calculada analiticamente. É um problema de solução analítica impossível. Existem soluções particulares para três corpos, o que não é o caso, o que se faz são observações ao longo do tempo e as devidas correções das perturbações orbitais. Mesmo nos tempos atuais, o cálculo aproximado da posição tem um limite de tempo e espaço.

As estrelas também mudam lentamente de posição ao longo dos séculos e milênios. O início do zodíaco tropical, o chamado ponto γ, (zero de Áries), é outro fator complicador. O posicionamento deste ponto em relação às estrelas indica o início das grandes eras. A posição do ponto varia pela equação aproximada dada a seguir: p = 5.028,796195 + 2,2108696×T + termos de ordem mais elevadas. (T em milhares anos, p, variação do ponto γ, em segundos de arco).

O termo constante dessa velocidade corresponde a um ciclo de aproximadamente 25.772 anos. Essas variações não impedem a utilização da Astrologia num curto período, mas coloca em dúvida sua extrapolação para períodos maiores (mapas de 2000 anos AC). A imprecisão se torna muito grande.
 epler, astrônomo do século XVI, mais famoso em seu tempo como astrólogo do que como matemático, afirmava: “Os astros inclinam, não obrigam”. Jung costumava levantar o mapa astral de seus pacientes.

A Astrologia antiga utilizava apenas sete planetas, que eram dispostos numa estrela de sete pontas seguindo a sequência do maior passo (Lua) até o menor, Saturno. As implicações dessa disposição são muitas: indicam os dias da semana, as horas dos dias, o regente do ano, e até o Pai Nosso! É aqui que a Astrologia se torna um instrumento da Magia e Alquimia. Trabalha também com doze signos, casas, aspectos, regências etc. Não vou me entender sobre isso, pois este simpósio é de Astrologia, para astrólogos, com uns poucos leigos.
 A Astrologia é um conhecimento tradicional cuja origem se perde nas brumas do tempo.
Menosprezada pelos adeptos de uma visão científica, continua ativa e praticada por milhões de pessoas no mundo inteiro.
Só a Índia possui mais de 25 milhões de praticantes.
Uma utilização clássica da Astrologia é a indicação dos talentos de uma pessoa. Por talentos, entenda-se habilidades e caráter.
Segundo Viktor D. Salis, na Grécia arcaica só se dava o nome a uma criança depois de analisar seu mapa e verificar quais os seus talentos.
Yukteswar, guru de Yogananda, tinha suas razões quando afirmava:

“Uma criança nasce naquele dia e naquela hora em que os raios celestiais estão em harmonia matemática com o seu karma individual. Seu horóscopo é um retrato desafiador, revelando seu passado inalterável e seu provável resultado futuro, mas a carta natal somente pode ser corretamente interpretada por pessoas de sabedoria intuitiva: essas são poucas.”
SWAMI SRI YUKTESWAR , no livro Autobiografia de um Yogui, de Yogananda.

Astrologia, destino e tecnicas de interpretação

Existem inúmeras técnicas de previsão na Astrologia Previsional e o importante é que todas elas tanto podem ser aplicadas aos horoscopos dos orixás, quanto aos horoscopos dos anjos. Sim, pois muita gente, sabe muito bem das definições em Umbanda de Orixa-planeta, como também na Cabala, Anjo-Zodiaco, mas, aprendeu a ver esses estudos como estáticos o que não é! O homem vive de ciclos, de fases e de uma trajetória evolutiva, por isso progredide e muda o tempo todo! Entre essas destacam-se:

1. Progressões Secundárias;
2. Trânsitos;
3. Lunações e Eclipses;
4. Revoluções.

Há ainda duas técnicas muito importantes:

5. Grandes Conjunções e Ciclos Planetários;
6. Direções Simbólicas.

Por fim, ainda podemos citar:

7. Pró Luna;
8. Revolução Sinódica;
9. Revolução Diurnal;
10. Fatum ou Meio do Céu Evolutivo;
11. Ponto Idade ou Age Point;
12. Direções Primárias.
 O conceito de determinismo é crucial na história das ideias. Pelas equações da Física Clássica, se soubermos as posições e as velocidades dos objetos físicos num dado instante, podemos prever suas posições e velocidades. Laplace chegou a afirmar que não precisara da hipótese de Deus para escrever seu livro de Mecânica Celeste. O demônio de Laplace poderia descrever o futuro a partir do estado presente. Isso me lembra os astrólogos deterministas, que negam fanaticamente o livre-arbítrio do ser humano.

Nos conceitos de Umbanda Astrológica, não existe nem o determinismo, nem a liberdade absoluta de se fazer o que quiser! Em meu livro que está sendo editado deixo esse conceito neutro de caminhos do meio, além de apenas Esquerda ou Direita, Luz ou Sombra, Destino ou livre-arbítrio. Na verdade um está contido no outro, não poderíamos seguir sem os dois, temos que decidir sobre aquilo que nos é dado, assim como temos aquilo conforme decisões importantes nos levou ao direito de tê-las. Parece complexo, mas, é a razão, o final do caos e a conexão, razão-realização, e não apenas causa e efeito como querem os hindus. Não temos poderes pra decidir sobre tudo, assim como tudo também não é imposto a nós. Na verdade há uma troca, há um jogo, perdas e ganhos, senão não existiram as necessidades de escolhas...

A força da oração

Assim, al-Ghazali era um professor em uma madrassa , um especialista em lei islâmica, que sofreu um colapso nervoso em 1095. Seu colapso foi causado pelo fato de que ele sentiu que estava perdendo a fé. Ele ficou paralisado e não conseguia falar. "de seu médico diagnosticou um conflito profundo emocional, e mais tarde Ghazzali explicou que ele estava preocupado que embora soubesse muito sobre Deus, ele não sabia o que o próprio Deus queria". Ghazzali foi a Jerusalém , praticado exercícios sufistas e voltou para o Iraque, dez anos depois de escrever Iyah alum al-Din (O Revivial das Ciências da Religião). Ele se tornou o texto mais citado muçulmano após o Alcorão e a ahadith. "Foi com base na percepção de que o ritual importante e só a oração pode dar aos seres humanos um conhecimento direto de Deus, os argumentos da teologia (kalam) e Falsafah, no entanto , poderia nos dar nenhuma certeza sobre o divino. " O que você acha? É só através do ritual e oração que podemos conhecer a Deus? O argumento teológico nos levar a lugar nenhum, espiritualmente? "Todas as regras da sharia sobre comer, dormir, lavar, higiene e oração foi dada uma interpretação devocional e ética, para que eles não estavam mais diretivas simplesmente externos, mas os muçulmanos habilitado para cultivar essa consciência perpétua do divino, que é defendido pelo Alcorão A sharia tinha, assim, tornar-se mais do que um meio de conformidade social e uma imitação servil exterior do Profeta e sua sunnah:. tornou-se uma forma de alcançar interior islam Al-Ghazali não era. . escrever para os especialistas religiosos, mas para os indivíduos devotos Havia, ele acreditava, três tipos de pessoas: aqueles que aceitam as verdades da religião sem questioná-los, aqueles que tentam encontrar justificação para as suas crenças na disciplina racional de Kalam, e os sufis, que têm uma experiência direta da verdade religiosa.

E você, acha que acredita em Deus só porque vai todo sábado na igreja e vive com a Bíblia na mão? Você já descobriu seu Deus, ou acredita nas pregações do pastor ou do padre? Lembre-se bem: "nem todo que diz Senhor, Senhor, entrarão no Reino do Céu..."

Antes de pensar que é um convertido ou como muitos hipocritamente pensam um "santo", primeiro certifique-se que sua fé é mesmo real e com razão! Se lermos a Bíblia com profundidade e atenção veremos que Deus se manifesta diretamente muito poucas vezes, mas, só capta isso, quem não se deixa levara pelos mitos, lendas, metáforas e poemas contidos nos livros... Reflita e analise-se...

Que a magia cigana nos fortaleça e nos ilumine

“Um passaro que não quer ser aprisionado...
Assim é minha alma...
Que pousa aonde encontra alento e amor...
Mas que precisa estar livre para voar se assim desejar...
Sou fiél aos meus sentimentos e não aceito que me prove...
Quando amo...sinto a intensidade do amor percorrer cada célula de meu corpo...
Minha alma que de tão transparente e tão lúcida suscita de paixão...
Sou menina...sou mulher...
Danço para esquecer as marcas em meu coração...
Se rodopio entre véus e moedas esqueço a ingratidão deste mundo e
me entrego a magia que encanta minha alma e repousa meu espírito...
Quero tão pouco dessa vida...
Quero uma fogueira para dançar em volta...
Lençóis macios para amar...
Quero a lua e as estrela como testemunha do meu amor...
Quero a brisa da madrugada e nada mais encobrindo meu corpo que dança...
E quando os primeiros raios do sol nascer...ainda quero preso entre meus dedos uma taça de vinho seco...
Lanço a sorte a todos e como recompensa recebo-a de volta...
Assim é minha alma cigana”


 Anglinos Katar a Sara Kali - Oração a Sara Kali
Inspirada pela Cigana Isabelita – Canalizada por Solange Ruiz
Tu Sara Kali que estás no céu, olhem para nós teus filhos que estamos aqui na terra.
Nos cubra com sua misericórdia e amor.
Que o seu manto nos envolva a todos neste momento, tirando de nós todas as tristezas, as doenças, as invejas, as mágoas.
Tu que sofreste em vida, sabe o que cada um de nós está passando, nos dê força para superarmos todas as provações e as dificuldades, que envolvidos por seu amor, sairemos ilesos de tudo isto.
Tu minha mãe Sara nos conceda, saúde, felicidade, harmonia, prosperidade, amor, fé e paz de espírito.
Segure em minha mão, e como uma mãe bondosa que olha para uma criança, nos leve para os caminhos que devemos trilhar e nunca nos deixe cair, nos caminhos que nos levará para longe de ti.
Santa Sara, que eu seja digno do seu amor e de sua proteção, abençoe minha vida, a de minha família, a de meus amigos e de meus inimigos, para que assim ele possa se distanciar de mim, e não mais me direcionar nenhum mal.
Permita que eu beije suas mãos e o seu coração, que eu seja seu filho abençoado para todo o sempre.
Amém!

As metas espirituais e missões cármicas são importantes

Não devemos focar apenas as metas materiais. A espiritualidade é muito importante pra nos manter em harmonia. Tolo é aquele que se agarra apenas ao dinheiro, ao sucesso mundano e aos vícios do ventre. A alma é importante e quando ela está em desarmonia tudo fica confuso. Porém vamos ver em muitos lugares pessoas totalmente materialistas, que aparentam não ter o menor dos problemas, não sofrem nada e não acreditam em nada além do dinheiro. Mas, não quer dizer que eles sejam imunes, iluminados ou os inteligentes, enquanto muitos ou a maioria dos espiritualistas são cheio de problemas. Na verdade muitos optaram pelas riquezas deste mundo e suas missões espirituais foram anuladas, pra que eles vivam sua vida mundana.

Mas, em algum momento se precisarem ser resgatados, eles serão chamados. Só que mais uma vez, quero repetir que o dinheiro não é ruim. Muito menos que as pessoas não possam e não devem ter sucesso material e financeiro. Muito pelo contrario. Na verdade o que precisa é de prudência, de sabedoria e de saber aliar o sucesso material com as metas espirituais.

Aquela máxima que diz "é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha que um rico se salvar...", certamente se refere a ricos avarentos e escravos do dinheiro. Sabemos bem que todos os patriarcas que foram abençoados foram homens muito ricos. Além do mais sabemos que muitos reis eram abençoados por Deus, como Davi, Salomão e outros. Ou seja, o que precisa é saber usar a riqueza, pra transformá-la também em riquezas espirituais. Como eu já disse, o dinheiro não precisa ser pra queda do homem, mas, pode sim ajudá-lo a ascender espiritualmente.

As vezes os frutos que colhemos hoje, tem haver com o nosso passado distante. Tem haver com nossa ancestralidade, com nossa herança cármica e familiar, como também com o bom proveito das oportunidades e dons. A vida vai se desenrolando a nossa frente, somando ou diminuindo benefícios, dependendo de nossas escolhas. O destino, vai tecendo uma teia, bem bordada com o nosso livre-arbítrio e escolhas ruins, vão modificando nossas metas, nossos benefícios e nossas conquistas. Alguém pode vira a vida com um carma bem difícil, mas, se tornar alguém de sucesso, tanto por que fez as escolhas certas, quanto pelo fato de não se afrouxar nos momentos difíceis. Ao tempo em que muitos vem com um carma leve e faz ele se tornar pesado. Portanto é importantíssimo observar tudo que vai se desenrolando e o que a vida cobra de nós, em nossa caminhada...

Os escolhidos são apresentados a vida por mensageiros especiais, já com um ar magestoso e força determinada pra cumprir missõs. No entanto, nunca será fácil, se os escolhidos fraquejarem, poderáo cair e não se reerguer mais...


Não haverá paz na sã, harmoniosa e tranquila, sem um espírito iluminado e em paz. Muita gente acha que o dinheiro resolve tudo e ignora os problemas da alma. Ai está o grande erro que um número grande de pessoas cometem. Muitos apostam que o cartão de crédito resolve tudo, saindo comprando aos montes, especialmente abastecendo a vaidade que carrega e esnobando toda sua soberba e ganância egoísta. Mas, o vazio da alma atitudes materialistas jamais irão resolver. Mas, não pense que o dinheiro é ruim não! Muito pelo contrário. O que torna o dinheiro ruim é seu mal uso.

Usar o dinheiro com sabedoria é uma atitude que pode sim acalentar as dores da alma. Mas, não vou fazer aqui afirmações de certos espiritualistas, que só incentivam as pessoas a saírem dando esmolas e dividindo tudo que tem sem critérios não... muito pelo contrário. Esmolas nem sempre é caridade. A caridade é que é um dom divino e que acalentará os sofrimentos da alma. Mas, não é apenas dando caixinhas gordas no natal ou fazendo exibicionismos em ONGs que alguém vai comprar o status de caridoso! Caridade nasce do acaso, quando este sincroniza-se com o divino e abre portas onde o Sagrado se revela. Não podemos do nada sair distribuindo tudo que temos e ficar sem nada, só pra mostrar um comportamento de desprendimento. Na verdade tudo envolve-se num processo maior, de comportamento e trajetória.

Aquele trecho do Evangelho onde Jesus manda o jovem rico dá tudo que tinha e segui-lo, não se aplicaria a todo mundo. Se não todos os ricos do mundo teriam que se desfazer de seus bens e ficarem pobres, deixando o mundo se comando e sem organização. Aquele chamado na verdade condizia aquele jovem, fazia parte de seu carma e ele teria que mostrar coragem e desprendimento heroico... só que não é todo mundo que tem que se afastar do dinheiro. Na verdade muitos tem que cumprir sua missão justamente com o bom uso de suas fortunas. Fazendo tudo pra trazer benefícios a sociedade.

Um advogado por exemplo, pode de vez enquanto tirar um pouco de seu precioso tempo pra atender causas se buscar remuneração; o médico nem sempre pode atender apenas se for com a ficha que trará seu lucro, e assim por diante. Nem sempre a doação tem que ser em dinheiro, mas, em serviços ou outros tipos de ajuda. O melhor é despir a alma, não ficar refém do sentimento de lucratividade o tempo todo! Só fazer tudo se tiver lucro financeiro! Esse é o pensamento dos materialistas e que escurecem a alma.

O dinheiro pode ser usado no campo espiritual também, como por exemplo, buscar boas terapias, visitar lugares sagrados, levar seu amor e ajuda a comunidades pobres, fazer projetos que mudem o mundo. E assim por diante!

Criaram uma tal 'Teologia da Prosperidade', onde empresários milionários, patrocinam seitas da moda e líderes espirituais, achando que só com isso eles estão salvos, suas fortunas garantidas, seu sucesso assegurado e que Deus, está satisfeito com esse ato, diga-se de passagem, interesseiro, onde se doa, esperando mais bênçãos, que tudo estaria resolvido. Mas, nós espiritualistas sabemos que não é bem assim...

Tem pessoas gananciosas, que procuram ajuda de astrólogos, tarólogos ou qualquer outro consultor esotérico, já vindo com a malandragem, afirmando "só acredito em quem atende de graça...", como se ser espiritualista, fosse ser escravo das necessidades dos outros! Cada um tem seu caminho e se alguém nasce com dons para oráculos por exemplo, ele tem todo direito de cobrar pelos seus serviços, da mesma forma que alguém cobra por seus dons de medicina ou qualquer outra profissão que atenda o público. Se Chico Xavier não cobrava nada de ninguém, em primeiro lugar ele não lia oráculos, apenas retransmitia mensagens e em segundo lugar, essa era a missão dele. E missão cada um tem a sua! Não é todo escritor espírita que tem que doar seus direitos autorais, da mesma forma que não é todo espiritualista que tem que passar necessidade pra atender propósitos egoístas de pessoas que muitas vezes lucram muito e se negam a pagar uma pequena taxa de ajuda a quem se dispõe a auxiliá-la.

Nas redes sociais, tá cheio de gente que faz amizades pra de mansinho, jogar perguntas, data de nascimento e querer avaliações gratuitamente. Muitas com uma choradeira mentirosa. Muitos se queixam, mas, na verdade não é por estarem em necessidade, mas, por não alcançarem o que a inveja delas almeja, como comprar o mesmo carro da amiga ou do vizinho, comprar a roupa de grife ou aumentar suas rendas. Muitos surgem na maior choradeira, dizendo-se incapaz de pagar uma pequena taxa por um mapa astrológico, quando menos se espera, troca de carro, amplia a casa, viaja pra lugares turísticos e esbanjam luxo nas redes sociais. Mas, esse tipo de mentira, não afeta nenhum consultor, mas, a própria pessoa mesquinha e gananciosa. Por isso muitas passam a vida, sofrendo de amores turbulentos e numa vida sem paz mental e espiritual.

Pois é irmãos, não se engana o sagrado, todos de todas as classes sociais ou raças, tem cármas, tem missões e débitos com seus ancestrais, e quando eles cobram, muitos não atendem e preferem gastar no shopping, por isso vivem uma vida de fantasia e desequilibro. A matéria apodrece, mas, a alma não. A não ser que caia em escuridão profunda. Como disse Jesus "lá só haverá choro e ranger de dentes..."



Hoje em dia na era do sensacionalismo e da exposição midiática, muita gente pensa que Deus é surdo! Cultos barulhentos, marchas em grandes avenidas inclusive com trios elétricos, palcos com grandes sonorizações e líderes religiosos insanos, gritando e falando demagogias... Só que toda grande religião e a história dos grandes espiritualistas, como também a própria Escritura, na sua parte mais sensata, mostra que Deus se apresenta na calmaria e não com pirotecnia. E quando falo em "parte mais sensata", falo nos trechos realmente inspirados e não políticos, como por exemplo, trechos onde reis de Israel, incentivam caminhadas com estardalhaços, como se fossem os comícios de hoje em dia, pra tentar ludibriar o povo. Na verdade os grandes espiritualistas, como Elias, Isaías e Moíeis, encontravam-se com Deus sozinhos. Víamos que quando Moisés ou Elias, subiam o monte pra falar com Deus, eles iam sozinhos e não com estardalhaços ou fazendo marketing. Deus conhece o coração de todo mundo e não precisa que ninguém fique "dando testemunhos", em plena rede de televisão pra contar tantas coisas que só dizem respeito a si mesmo. Chega de tanto comercial religioso, chega de tanta ganância! Deus não é uma mercadoria ou um remédio produzido por uma laboratório de uma seita qualquer onde vai se vender em gotas, na medida que se pagam dízimos e envelopes com doações... Deus é seriedade, ele se manifesta e se mostra quando for necessário e se for necessário e não nos gritos de nenhum líder religioso. Deus não é marionete. Ele é quem governa tudo e não se deixa influenciar por manobras. Ele não vai ajudar mais quem contribui mais para a vida de luxo do pastor... Ele não será "fiel" como muitos dizem só porque você tá nos cultos todo sábado, paga dízimos ou vive com a Bíblia não mão. Deus não é exclusivista ou movido a dinheiro!

Deus não tem bancadas no Congresso, pois os interesses de Deus vão além da política. Deus não precisa de interlocutores, pois ele tem poder de sobra pra se manifestar diretamente e quando quiser. Deus não julga pelo dinheiro e sim pelo coração.
Shalom a todos.

Carlinhos Lima.

O poder do Amaci - iniciação, magia e força espiritual

AMACI vem da palavra ‘amaciar’, ‘tornar receptivo’, é um ritual, uma espécie de iniciação que todos os médiuns umbandistas, iniciantes ou não, devem, pelo menos uma vez ao ano, passar.
É um liquido preparado com folhas e águas sagradas escorado por alguns fundamentos específicos da Umbanda e que tem como objetivo a lavagem da cabeça/coroa do médium. Nesse contexto, o Amaci ‘despertar’ as faculdades nobres do médium que ainda estão adormecidas, descarrega e apazigua o chacra coronário (centro de recepção espiritual Superior) e ainda liga/religa o médium ao Orixá, fazendo com que ele tenha a Sua vibração e energia interiorizada em seu espírito, mente e coração. Receber o Amaci é entrar em contato direto com o Poder do Orixá, é um momento de grande emoção e que deve estar enredado pela reverência, amor, devoção, lealdade e comprometimento para com o Orixá, a Umbanda e o Plano Espiritual.

A Umbanda é realizadora e transformadora por excelência. É uma religião que nos aproxima do Sagrado e que permite adentrarmos em nós mesmos para assim, de forma mais verdadeira e intensa, nos colocarmos à “disposição” do próximo, seja ele encarnado ou desencarnado. Simbolicamente, o médium deve se considerar uma ferramenta usada pelo Divino em favor do Outro, da Comunhão e da Paz, um instrumento que deve e merece “reparos periódicos” para que não se perca a qualidade do trabalho manifestado, para que as engrenagens não enferrujem, para que as juntas não atrofiem, para que a maleabilidade não resseque e para que o molejo não se enrijeça. Envolto em toda essa grandiosidade, um dos rituais mais potentes quando pensamos em “reparos periódicos”, é o que chamamos de AMACI.

Agora o médium não está mais sozinho. Agora ele “pertence” ao Orixá, ao Poder Realizador que em forma de Divindade o acolherá em todos os momentos. É um ritual fundamental para uma verdadeira e segura caminhada espiritual dentro dos fundamentos da Umbanda. É um cerimonial único e divino que quando bem orientado e bem realizado, o médium perceberá as mudanças que acontecerão em sua vida espiritual, consequentemente em toda sua vida.

É o momento em que o médium se coloca diante do Sagrado como ‘Filho de Orixá’, que abaixa sua cabeça em respeito e em saber à Superioridade Divina. Ocasião em que o médium deve se ajoelhar e deixar a voz do coração dizer: (… nome Orixá…), estou aqui! Estou aqui de joelhos me reverenciando diante de sua Força Sagrada e pedindo que me acolha em seu “colo” Divino. Estou pedindo que me receba como seu filho (… nome Orixá…) e me ampare como espírito. Sim, me entrego! Me entrego de corpo e alma, consciente e convicto de que é a Lei de Pemba que me ajuíza e que é a Lei de Umbanda que me sustenta. (… nome Orixá…), que seu Poder se manifeste em mim e através de mim. Que suas Forças sejam as minhas forças. E que seu Amor Divino e Incondicional envolva minha mente, meu coração e minha alma para que eu O manifeste através de minhas palavras, pensamentos e ações… E ainda com o coração batendo forte, o médium deita-se sobre a esteira de palha aos pés de seu Pai Espiritual e recebe o Amaci. Água cheirosa que ao escorrer pelo rosto se mistura com as lágrimas numa junção de fé, sagrado e pertencimento.

É uma firmeza espiritual que ainda permite o médium, caso deseje ou seja necessário, mudar de terreiro sem qualquer dano. Portanto, não é e não propicia fechamento de portas, pelo contrário, abre nossa mente, nossos sentidos, nosso espírito e nossa alma para que a Aruanda se instale dentro de nós e que construa um futuro de Paz

Velhice - o tempo é poderoso e cruel - Ou necessário?

O tempo é uma das maiores forças do universo. Sem o tempo as coisas não acontecem. Até a morte, a vida, o amor e a existência do mundo físico, dependem do tempo. E o tempo com nós seres encarnados atua sempre na direção da transformação, mas, com muita brevidade, sempre iremos de encontro ao fim. Mesmo acreditando na reencarnação e reestruturação, sempre nascemos, crescemos e depois vem a velhice. A velhice pra mim é um dos maiores males de nossa existência. Apesar de todos os contos místicos e espiritualistas, que falam de sabedoria adquirida com a idade avançada, no fundo a maioria das pessoas preferiam ficar jovens e burras mesmo... Na velhice, por mais que tente justificar, haverá sempre uma inconformancia total. Por mais que nos cuidemos nossas células vão morrendo e vamos nos degradando. É horrível. Na verdade a velhice é uma doença, o tempo corrói nosso corpo e nossas células vão morrendo. Pode ser uma Gisele Bündchen, fazer dezenas de plásticas, tratamentos e os cambal, mas, a velhice acaba destruindo. É um horror. Sei sim que tudo tem o seu tempo, não somos eternos e temos que cumprir nossos ciclos, mas, a velhice, nunca será algo que possamos dizer que amamos...

Espiritualidade e DICAS EM MEDIUNIDADE

Espiritualidade e DICAS EM MEDIUNIDADE
Com a sua condição de médium, não atropele a sua condição de espíritualista. O médium que mais recebe é aquele que mais doa.
Faça, a sós, as preces que você costuma fazer em público. Dignifique o seu lar e a sua família. Não olvide que ninguém é melhor médium do que pessoa. O alicerce do edifício da mediunidade chama-se caráter.

Jamais reivindique privilégios. Preocupe-se em dar exemplo de devotamento e amor à Causa. Eleja na prática da Caridade o seu ponto de sintonia contínua com os Planos Mais Altos. Aprenda a ouvir mais do que falar. Tenha sempre uma palavra de otimismo em seus lábios. Não condicione a sua presença na tarefa, fazendo com que a sua opinião prevaleça sobre as demais. Fuja de exercer domínio sobre quem quer que seja. Não ponha palavras suas na boca dos espíritos. Convença-se de que as Trevas possuem mil maneiras para fazê-lo cair. Toda vigilância de sua parte ainda é pouca. Quem aceita o primeiro suborno, começa a se vender por inteiro. Escolha caminhar entre pontos de referência que, realmente, possam lhe dar segurança na jornada.
Não se considere completamente imune à fascinação. Em favor de seu equilíbrio mental, não ignore a sua condição de mero instrumento. Estude, mas não para mostrar que sabe e, sim, para que melhor avalie o tamanho de sua ignorância da Verdade.

Seja o mais discreto possível. Evite comentários pessoais em torno das faculdades de que seja portador. Direta ou indiretamente, não provoque palavras elogiosas a você. Não queira se antecipar à experiência que apenas o tempo lhe conferirá. Confie na ação dos espíritos por seu intermédio, mas submeta tudo ao crivo da razão. Não permaneça na expectativa de bons resultados sem trabalho perseverante. Mesmo quando bem intencionados, acautele-se contra os bajuladores. Vacine-se contra a vaidade, não admitindo qualquer situação que o coloque em evidência. Não se afaste das atividades que, doutrinariamente, muitos consideram insignificantes.

Umbanda e Astrologia são mais complexas e profundas do que a maior parte das pessoas pensam

A astrologia é mais profunda e mais complexa do que se pensa. Mas, tem pessoas que conhece muito pouco de seus mecanismos, mas, mesmo assim assim quer debater sobre o assunto, mesmo usando poucos argumentos. Um deles, é que se um astrólogo fizer um mapa de uma pessoa e mostrar pra uma outra bem diferente as interpretações, essa outra pessoa, iria se identificar como se o mapa fosse pra ela! Bem, realmente isso acontece, porque grande parte dos astrólogos, usam programas de computador que tornam os mapas muito pouco individuais. Também, por usarem esses programas, eles não decifram os códigos por completos usando o filtro, especialmente da intuição e sincronicidade. Assim uma conjunção de dois astros, colocadas todas as interpretações possíveis de um aspecto como vemos nos manuais de astrologia, certamente muita gente até mesmo as que nem tem esse aspecto em sua carta natal, vai se identificar com algum trecho da interpretação. Mas, isso, não é culpa da astrologia e sim do astrólogo que não fez seu trabalho direito. O certo é que ele decifre cada código, pois cada indivíduo é único. Ninguem tem impressões digitais iguais a de outra pessoa. Da mesma forma, ninguém tem um mapa astrológico igual a outra pessoa.

Ué! E os que nascem no mesmo instante, local ou até mesmo da mesma barriga, como os gêmeos? Mesmo assim, eles terão mapas semelhantes na formação gráfica dos mapas natais, mas, terão as interpretações lidas de forma diferente, o que torna o mapa só seu. Além do mais, até mesmo gêmeos mesmo que fossem arrancados da barriga no mesmo instante, teriam os mapas gráficos semelhantes, mas, sua hereditariedade seria diferente, além de terem sido formados em tempos diferentes. Assim se pudéssemos traçar mapas pré-natais, do momento em que foram gerados, veríamos que eles teriam se formado em ritmos diferentes. Vejam que a maioria dos gêmeos, sempre irão apresentar um dos irmãos menor, mais magro, mais quieto ou ter mesmo que uma leve diferença física. E se não tiver no físico, terá no psicológico ou no espiritual... Enfim este é um assunto complexo que levaria um livro grande pra explicarmos com maiores detalhes...

Carlinhos Lima.

Cada pessoa tem sua busca, missão e protetores particulares - ninguém é igual ao outro

Não podemos ensinar regras gerais pra todo mundo como se todas as pessoas precisassem das mesmas coisas. Por exemplo, algumas tem mais fogo no signo, são mais agitadas, gostam de esportes, são mais incisivas, mais diretas, gostam de ação de esportes radicais. Enquanto outros são mais apegados as coisas da tecnologia, aos equipamentos eletrônicos, ama a cidade e odeia o campo. Mas, há aqueles que são madeira no horóscopo chinês, tem muita terra no signo natal, e apreciam o meio ambiente os locais calmos. Enfim, cada um tem que descobrir e se firmar naquilo que sua alma deseja ou sente-se bem. Mas, todos nós temos uma ancestralidade do campo, do contato com a Mãe Natureza de qualquer forma, em alguns momentos precisamos buscar o carinho dos espíritos ligados a Sagrada Gaia. Somos terráqueos temos ligação com o chão e com os vegetais.

Tem pessoas que passam sua vida nos shoppings, atrás de coisas artificiais, cheias de comodismo e preguiça, mesmo tendo um vazio em sua alma, nunca se dão conta que precisam de um contato com o meio ambiente.

Obaluaê, um orixá que sofre preconceitos, pois todo mundo quer ser filho de Ogum, Oxóssi, Oxalá e Xangô, mas, não querem ser filhos de Omulú e Obaluaê, só que na verdade este orixá que tem ligação com as bases da terra, as placas tectônicas, nos mantém ligados a gravidade do planeta. E apesar de erroneamente, dá títulos de riqueza a outros orixá, na verdade é Obaluaê o orixá da riqueza da Terra, ele detém o poder das entranhas do planeta, dos veios de ouro, de diamantes, de petróleo, de gás e tudo que está embaixo da terra. Por isso muitos que passam a vida cultuando outros orixás e ignorando Obaluaê, achando que ele é apenas orixá de pobreza e peste, nunca conseguirão a riqueza real que lhe seria devida.

 Cada pessoa no mundo tem seu jeito próprio de achar respostas. Isso vale para o amor, para a espiritualidade ou qualquer outra coisa. No amor por exemplo, enquanto algumas pessoas só vão encontrar o grande amor de sua vida em grandes centros, baladas e lugares badalados, outros só terão êxito se for para aventuras rurais, lugarzinhos no interior e lugares de clima bem pacato. Também vemos que algumas pessoas só se encaixarão e encontrarão seu grande amor, em lugares agitados promíscuos ou em lugares onde a diversão corre solta. No entanto, outros vão encontrar em igrejas, lugares humildes, sem badalação ou qualquer grau de libidinagem. Cada um é cada um...

A mesma coisa é na questão espiritual. Enquanto outros precisam tá em grandes grupos, entidades e seguir multidões pra se encontrar, outros precisam de solidão, privacidade e do contato consigo mesmo. E se tem muita gente que tem alma de peixe que só vive em cardume, outros tem seu estilo altruísta, livre e retraído em seu próprio mundo. É por isso e por outras questões, que antes de seguir filosofias e normas de entidades, dogmas ou pregações, devemos sempre tentar ouvir nossa própria alma. O que ela quer de nós, o que ela precisa que façamos.

Não seja mais um no meio da multidão seguindo como ovelhas que vão para um curral. Na verdade, não confunda ter uma busca pessoa livre, com ser anarquista ao extremo, duvidar de tudo e querer ser o dono da verdade ou irrepreensível. Apenas busque aprender a usar o filtro chamado consciência...

Carlinhos Lima - Shalom

Caridade, amor e autoconhecimento, contra o ódio e males que nos cercam

Em face da maldade predominante ainda no mundo primário terreno pelo entre-choque dos piores sentimentos de raiva, ódio, ciúme, perversidade e orgulho, o benzedor é um "oásis" no deserto escaldante do sofrimento humano! Ele cura bicheiras, levanta quebranto, alivia epiléticos, afasta mau olhado, acalma vermes, reza responso para descobrir aves e animais perdidos, defuma residências enfeitiçados, limpa a aura das criaturas contaminadas por maus fluídos, expulsa o azar da vida alheia, benze eczemas e impinges, conserta espinhela e arca caída de crianças recem-nascidas, benze de inveja ou de susto, faz simpatias que derrubam verrugas ou calos.

As criaturas que praticam os benzimentos são verdadeiros transformadores vivos, pois dissolvem o fluído do mal olhado ou da projeção mental a distância e malevolamente incrustados na aura das crianças. Elas se ajustam muito bem no conceito dinâmico recomendado por Jesus: "Quem tiver fé omo um grão de mostarda, removerá montanhas". Mil vezes o inofensivo benzedor, humilde e analfabeto, que ajuda o homem desventurado a viver, do que o cientista, o general ou o líder político, que destroem a juventude do mundo sobre o massacre hediondo da guerra.
 Eu creio que Ciência, Arte, Filosofia e Espiritualidade são igualmente importantes para a Astrologia dentro da visão Transdisciplinar. A Astrologia é uma Arte, é uma Ciência cujos fundamentos científicos não estão ainda estabelecidos no rigor necessário, e segue uma postura Filosófica da busca do significado desta vida e tem pressupostos Espirituais.

Buscar harmonia interior

Em muitos momentos de nossa vida, precisamos parar para encontrar nosso próprio centro, não só psicológico, mas, espiritual e acima de tudo emocional. Pessoas com emoções descontroladas, como as que estão inebriadas em ciúmes obsessivos ou libido intensa que deixam os sentidos em tensão constante, são as que estão sempre propensas a cometer atos que se arrependerão depois.

Por isso é bom parar tentar ouvir seu eu interior, ao mesmo tempo que tenta ouvir Deus, falar com ele e não só parar para pedir, pedir e pedir, como muita gente faz, mas, ouvir mesmo. Ouvir o mundo a sua volta e as forças que operam ao seu redor. Não é ouvir o barulho do mundo material, mas, se parar para se concentrar e deixar seus sentidos mediúnicos agirem, poderá captar as dimensões escondidas, ocultas, sobrenaturais que só sua sensitivamente pode atingir. Uma conexão nirvânica, que só os médiuns podem sentir... Por isso Buda, Cristo e outros grandes, gostavam de meditar e encontrar seu centro.

Nesse ano de 2014 Júpiter nos inclina a isso. Especialmente os sagitarianos, deveriam usar parte de seu tempo pra ouvir seu Eu Interior, tentar apaziguar suas emoções. AS meninas do signo de Sagitário por exemplo, serão testadas ferozmente na parte da libido. Por isso, cuidado pra não se deixar levar pela "periquita" e ouvir o "papagaio do arrependimento", só repetir e repetir depois "eu bem que te avisei"...

Além dos sagitarianos os arianos, librianos e capricornianos, busquem centralizar e harmonizar as emoções, pois os choques elétricos de Júpiter geram tensões, especialmente amplificando desejos...

Namastê a todos.

Carlinhos Lima.

Mediunidade, libido, espiritualidade, arte e amor, amplificados foco em 2014

Netuno estará enviando raio de alta sensibilidade no ano 2014, numa frequência astrológica maior que em 2013. Assim muitos tendem a aumentar a mediunidade, a sensibilidade e sensitividade. O lado artístico, poético e romântico também tendem a aumentar. E por falar em arte, podemos esperar também maior sensibilidade artística dos artesãos, como por exemplo os que trabalham montando os carros e peças nas escolas de samba. Netuno também tende a aumentar certos sentidos das pessoas, como por exemplo, pessoas que tem dúvida sobre sua sexualidade. Muitas como se diz por ai, tende a sair do armário, pois sentirão com mais força algumas inclinações de sua natureza. Por outro lado, as configurações em choque tende a desenvolver a vontade de experimentar o novo. Assim algumas mulheres lésbicas, terão experiências hétero e algumas hétero, terão experiências homossexuais. E nos homens, também, haverá muitos que tentarão aventuras pelo desconhecido... Assim como muitos perderão muito de sua potencia sexual. Enquanto grande parte das mulheres aumentarão a libido. Ainda no que se refere a comportamento, muitos que se consideram materialistas, céticos e até ateus, vão sentir inclinações e passearem também no mundo metafísico e sobrenatural...

Shalom a todos.

Astrologia, complexa, profunda e divina

Apesar de a Astrologia aparentemente trabalhar a partir do macroscópico, o fato é que a variação de tempo pode ser infinitesimal. Fica difícil falar em Quântica em sistemas macros; Goswami diz que se pode. Não sabemos também se podemos relativizar a aproximação planetária em relação à distância e tamanho dos planetas.

No livro “Eletrodinâmica Clássica” de J. D. Jackson, mostra o espectro de ressonância do nosso planeta entre a camada ionosférica e a superfície. O pico de ressonância é bem próximo da onda alfa, de repouso do cérebro humano.
Freqüência Vibracional” de Penney Peirce

O Inst. Monroe detectou uma série de níveis de consciência para a vida sobre a Terra:
Os níveis de 01 a 07 pertencem à Consciência do Reino Vegetal.
Os níveis de 08 a 14 pertencem à Consciência do Reino Animal.
Os níveis de 14 a 21 pertencem à Consciência do Reino Humano.
Os níveis de 21 a 28 pertencem a reino além do Humano.

Os níveis de 14 a 21 estão correlacionados aos Chacras: do Raiz ao Coronário.
Os níveis de 15 a 28 descrevem estados alterados de consciência quando estamos num nível além do mecânico (primeira atenção).

 Algumas das contradições dentro da Astrologia creio que poderiam ser resolvidas considerando a Astrologia em vários níveis. Inicialmente proporia uma divisão em Personalidade e Essência. Astrologia é a ponta de um iceberg de um conhecimento muito mais profundo e complexo do que podemos sequer imaginar. E que, sem a união trans-disciplinar de todas as formas de conhecimento, não penetraremos na arte, filosofia, espiritualidade e ciência que permeiam nossa insignificante existência em um planeta muito pequeno em face da imensidão do Cosmos. O próprio mapa astral é projeção de uma configuração de mais dimensões. Sem darmos uma opção para um sistema astrológico cósmico, fica, pela generalização do Teorema de Kurt Gödel, impossível validar a consistência e a completude de qualquer Astrologia .

 Na astrologia as pessoas influenciadas pelos periódicos e almanaques, se acostumaram a pensar que são regidas por um único signo ou no máximo um signo (onde o Sol se encontrava no nascimento da pessoa) e um planeta (astro regente do signo onde o Sol se encontra). E com o trabalho de alguns divulgadores da astrologia, o crescimento de cursos e a ampliação de textos com o crescimento das mídias digitais, aumentou-se um pouco mais essa visão. Agora temos até um bom número de pessoas que além de acreditar que tem um signo solar e um astro que rege esse signo, também passaram a entender que tem ainda um Ascendente (signo que nascia na hora que a pessoa vinha ao mundo) e um signo lunar (signo onde a Lua estava no nascimento da pessoa). Mas, o número dos que ainda acham que tem apenas o signo solar, sem sombra de dúvida é a maioria.

Além do mais, é grande o percentual desses que não conhecem muito de astrologia (aliás, não conhecem muito de nada, ligado a esoterismo e espiritualidade, sendo daqueles que acham que padre e pastor e a Bíblia são os donos da verdade), que acham que astrologia é superstição, adivinhação ou coisa de maluco. Só que quem conhece bem o tema, como psicólogos e outros estudiosos que se interessaram pela matéria com seriedade, sabe muito bem que o papel divinatório, esotérico e de autoajuda que a astrologia tem é muito mais amplo do que se pensa.

Bem, além de todos esses pontos que falei, Sol, Lua, Ascendente e planetas regentes, ainda temos que observar aspectos, pontos derivados, sobreposições e uma infinidade de códigos que formam os verdadeiros signos de um indivíduo é que é único. Só que cada um só vai entender de astrologia, de Umbanda, de magia de Wicca ou qualquer outro tema, quando tem que aprender. Sim isso mesmo! Todos temos que ter além de vocação, dom e um chamado. Por isso pessoas que passam a vida apenas apegados ao dinheiro e não dão a mínima aos temas espirituais, por que elas vieram a vida, sem nenhum tipo de dom desse nível. Apenas vieram com a vida envolta no materialismo, pois é na dimensão da matéria que devem evoluir. Assim cada um veio a vida com seus fardos, seus dons e suas missões, cada um inserido num degrau, numa dimensão e num contexto que lhe é necessário.

Da mesma forma, na Umbanda e nos cultos africanistas como um todo, também é um erro achar que temos apenas um orixá. Em meu primeiro livro de Umbanda Astrológica, tratei de falar disso, mas, o tema é amplo e espero escrever muitos mais pois é extenso e profundo. Especialmente sobre Exu e Pomba-giras.

Enfim, além de não ter apenas um orixá, da mesma forma tem pessoas que não veio pra ter contatos com espíritos, com ancestrais, cantar ou ofertar santos e orixás. Cada um tem uma missão. E muitos nunca se envolverão com o sagrado. Aliás, muitas pessoas que gostam por curiosidade de mexer com o que não é da conta ou necessário, devem tomar o máximo de cuidado sempre. Não saiam por ai fazendo macumba mesmo sem acreditar só por que quer o namorado da amiga, quer seu namorado de volta ou quer casar. Saibam respeitar seus limites, seus guardiões... Falo em guardiões, pois mesmo aqueles que não vieram pra adentrar as portas da espiritualidade, mesmo assim tem seus guardiões - mesmo que estes nunca se manifestem...

Axé a todos!

Carlinhos Lima - Shalom
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores